1. Spirit Fanfics >
  2. O Trote >
  3. O Pedido

História O Trote - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - O Pedido


– Jeon Jungkook!! – Hoseok me encara – Por que não me contou seu otário?!

– Bom, eu e ele resolvemos isso ontem.

– Quando foi o primeiro beijo? – Tae pergunta.

– A algumas semanas atrás.– Jimin responde

– Vocês já estão juntos? –  Pergunta indignado.

– Olha quem fala, Tae! Não faz nem uma semana que você conheceu a Mandy e já estão namorando.

– É diferente, Jin.

– Não é diferente, eu gosto dele, ele gosta de mim... e estamos juntos. – Jimin encerra.

– Olha, eu sei que se amam, mas não podem espalhar isso por aí. Existe muito preconceito, ainda mais por conta de seus familiares, que seguem a cultura Sul-coreana mesmo estando fora da Coréia.– Namjoon diz e eu afrouxo os ombros – Mas não desanimem! Ainda podem sair por aí como um casal, é só não deixar os pais e os parentes por dentro.

– Eu e o Hobi saímos por aí como um casal, nós só evitamos beijos ao público. – Yoongi tenta animar.

–Isso que é uma merda! – Jimin resmunga – A gente nem se quer pode seguir o coração, a gente não pode ficar abraçado na escola como qualquer outro casal hétero e nem dar as mãos em público.

Vejo Yoongi pegar a mão de Hoseok.

– Desculpa por não fazer mais... – Yoon diz quase inaudível.

– Não me importa se você está comigo.– sussurra de volta.

Apoio minha cabeça em minha palma da mão, olho pra Jimin e mando uma piscadela.

Flashback on

Já faziam duas semanas que eu ia até a casa de Jimin diariamente depois das aulas.

Hoje não foi diferente, cá estou eu sentado na cama de Jimin com ele por cima me dando vários beijinhos.

Jimin cessou o beijo e olhou em meus olhos. Sem quebrar o contato visual pegou minhas mãos e as posicionou em seu quadril, apertou minha mão. 

Iniciou uma nova sessão de beijos. Após receber a liberdade de tocá-lo assim de forma tão íntima, tornei a apertar suas nádegas firmemente o vendo ofegar em minha boca.

Meu celular desperta, mas não foi um sonho. Sempre que venho coloco meu celular pra despertar as 15:30. Minha mãe sempre me quer em casa às 16:00.

Duas horas e meia de beijos e amassos são ótimos terapeutas, mas ainda assim é como se faltasse alguma coisa.

– Preciso ir... – pego o celular e desligo o despertador e ele bufa em resposta – Jimin?

Ele sai do meu colo, senta ao meu lado e me olha em resposta.

– É que... já fazem o que? Duas semanas que a gente está enrolado?

– Sim, mas e daí?

– Eu não quero só isso, Jimin. Eu gosto de como a gente está, mas ainda assim não quero ser só uma sessão de amassos. – Olho pra ele e ele me olha confuso – Eu estou gostando de você, Jimin. – Percebo o que disse – É, eu estou gostando de você, Jimin. Jimin? Eu gosto de você!

Ele sorri e eu continuo:

– Eu quero que me conheça, não quero que conheça apenas meus lábios e a extensão do meu corpo, mas quero que me conheça. Quero chorar assistindo filme com você, quero contar meus surtos por causa da família, quero sair com você. Eu quero te conhecer, Jimin. Quero sentir o que eu sinto e ser fiel ao que desejo.

– Jeon... eu...

Eu deixo de olhar pra ele e olho pra minhas mãos que estão em meu colo. Já esperando uma resposta negativa.

– Eu acho que sinto o mesmo...

Arregalo os olhos e olho pra ele.

– Eu suspeitava sentir algo por você, acho que é real. Estou mesmo, mesmo gostando de você.

Mordisco meu lábio inferior e dou-lhe um beijinho rápido.

– Então a gente está junto? Tipo, junto, junto mesmo?

– É... – ele pausa – acho que estamos.

Flashback off

A aula de geografia é definitivamente a pior de todas.

Única aula que eu odeio é essa.


Notas Finais


:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...