História Black Eyes-MITW - Capítulo 23


Escrita por: ~

Visualizações 38
Palavras 384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bora ler!!!

Capítulo 23 - Sem idéia para o título ( DENOVO)


***alguns dias passaram***

Pov.Duda 

Depois que o Mike sumiu, o Pac está agindo estranho, não fala mais com a gente

Eu fui para onde o Pac estava, ele estava pensativo

-que foi Pac?-eu

-eu estou tentando resolver o desaparecimento do Mike-eu nunca vi o Pac tão preocupado pelo o Mike

-mais precisa de ajuda? - eu

- não obrigado-Pac

-ok eu já estou indo-eu vou para o clube de artes, e vejo a Tata, e ela vem até a mim

-...-Tata

-...-eu

Ela faz uma cara boba e dá um tapinha na minha testa

-ai! Por que fez issu?-eu

-hihihi você fica engraçada brava hihi-Tata

-hm...boba-eu

-você também é-Tata

-mais você é mais-eu

-não você-Tata

Tá nós brigamos de novo, como sempre

Pov.Pac

Eu estava andando,  pelo algum lugar da cidade, e vi uma rua que não tinha ninguém,  nem carro nem pessoas nem nada, e tinha uma casa que meio que me chamou a atenção, a casa parecia grande,  e tinha mato e um carro lá dentro, e consegui ouvir gritos, mas via lá de dentro, mais esses gritos são familiares, eu peguei uma coisa fina para destrancar o portão,  e entrei devagarinho para a pessoa  que está lá dentro não me escutar, e ouvi

-PARA KETTY, TÁ ME MACHUCANDO-a voz do...do...MIKE!?

-SE VOCÊ NÃO PARAR QUIETO VAI DOER MESMO-voz da Ketty

Eu fiquei rapidamente estranho, eu vi que tinha um pá do lado e peguei, e entrei devagarinho para não fazer barulho, e vi que o Mike estava sanguentado,  e a puta colocando curativos nele, era bem melhor levá-lo para o hospital,  e fui correndo e bati na cabeça dela, eu não conseguia para só queria ver o sangue saindo dessa puta, eu não parava de bater na cabeça dela, de tanto bater  eu parei, eu...matei ela...mais merecia...bem feito

-p-pac?!-Mike

-sim Mike?-eu

-você me salvou, mas me solta por favor-eu solto ele, ele estava muito machucado e decidi chamar o táxi e fomos direto para o hospital

***Dias se passaram***

Eu estava saindo da escola, e vejo o Mike, ele estava me esperando e fui correndo para abraça-lo

-e-eu senti s-sua falta seu i-idiota-eu falo chorando

-nossa que milagre, finalmente descobrir que alguém me ama-ele fala e coro e tento sair do Abraço mais, estava tão quente e confortável que eu não queria sair

-olha o casal mitw gente-vem a Tata, Duda, Lu e os outros

-ah e você ea Duda,  Duta-ela coram

-é Duta boa em Pac-fala Mike

-obrigado-eu


Calma vai continuar naum me matem


Notas Finais


Oi! Meus amorecos ( ♥ ▲ ♥ )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...