História O último amanhã - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 894
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu escrevi novamente esse capítulo de outra forma, pois o antigo eu não tinha gostado, esperem que gostem!

Capítulo 1 - O Rompimento da Barreira


Fanfic / Fanfiction O último amanhã - Capítulo 1 - O Rompimento da Barreira

A Lenda de Supreme Force se baseava na junção da força mágica de 3 raças unidas, raça dos meta-humanos, elfos e anjos. Essa barreira serviria para proteger a raça humana, que antes era perseguida pelo clã dos demônios, o plano das 3 raças era criar uma única barreira impenetrável, onde jamais nenhum demônio poderia ultrapassar. E assim foi feito, três barreiras que cercavam três ilhas, nenhum humano jamais pensaria que a barreira pudesse ser rompida, muitos nunca duvidaram dessa hipótese, pelo fato das raças mais poderosas criarem algo divino, mas, oque aconteceu com a humanidade, foi algo impossível, a humanidade abriu os olhos e viu que aquele dia, era o seu último amanhã.

Dias de verão, muito calor e diversão. Como de costume eu acordava 7:30 da manhã para brincar com meus amigos, eu uma criança de 10 anos, elétrica como as outras, sempre arranjava encrencas pro meu lado, tanto na parte de brigas como a de roubos, mas mesmo assim eu era inocente.
Em uma briga que eu estava envolvido, levei um soco tão forte na bochecha, que me derrubou, e como minha idade não era suficiente para participar de academias de poderes, eu não poderia fazer nada a não ser apanhar, pois minha irmã, Yumi, era a única que ali cursava, e a única que me defendia, e, como ela não estava por perto tive que me virar sem ela. No chão, com um pouco de nariz saindo do meu nariz, encarando os valentões que estavam a me bater, eu levantei e eles disseram:

- Vai querer apanhar mais, filhinho da mamãe? - Disse Takashi um dos valentões rindo

E então eu avancei no Takashi correndo em direção a ele, e ele posiciona o pé pra dar uma rasteira, mas eu percebi, dei um pulo e dei um murro na boca dele, e minha irmã que ali já estava perto, voltando pra casa, me viu e decidiu me socorrer, dando vários murros na barriga dos 3 que estavam envolvidos na briga comigo. Ela me pegou no colo e me levou para a casa, ela era uma ótima irmã, eu no colo dela, eu olhava para a barreira pensando "Será que existe algo fora das barreiras?", quando eu percebo, vejo uma coisa verde entrando dentro da barreira, parecia uma lâmina, mas não era uma coisa material, e sim espiritual, que comprovava a lenda da ordem dos assassinos, a barreira que sempre estava lá, que não dava pra ver nem por fora nem por dentro, quando um pedaço da barreira foi rasgada, ela inteira foi se abrindo, em 10 segundos, podíamos ver tudo o que estava acontecendo lá fora, quando minha irmã viu, seus olhos se abriram totalmente de tamanha surpresa. Uma forte sirene se estendeu até os mares da ilha, gerando grande alvoroço na capital, minha irmã que comigo estava no colo começou a correr, e para nossa surpresa, aquele assassino que perfurou a barreira, começou a correr atras de nós e eu disse:

- Yumi, corre, ele está atras de nós! - Disse eu gritando em desespero

Minha irmã que ali já estava quase desmaiando de tanta pressão, que ali já tinha aprendido a lutar, queria botar suas técnicas em práticas e disse:

- Quarta configuração, olho da lua - Disse ela fazendo uns símbolos com a mão

E após a fala dela, várias poças de um líquido branco começaram a surgir no chão, e quando o assassino pisou, se derreteu todo, más, para o desatento de nossos olhares, ele aparece em nossa frente e logo pega pelo pescoço de minha irmã enforcando ela. Quando ele começou a enforcar ela eu cai e ele disse:

- Parado ou eu a mato - Disse ele com uma voz grossa e tenebrosa.

Eu que pretendia pegar uma lâmina que estava no chão e infincar nele, já tinha descoberto meus planos, então eu fiquei parado sem mover se quer um músculo, quando de repente vejo o corpo desse tal assassino ser perfurado, era o namorado de minha irmã, Yuki, que era muito mais forte que o assassino, mas apenas um golpe não bastava para o tal assassino, então este quebra o braço direito do Yuki, esse monstro não era qualquer um não, além de possuir regeneração, tinha um dos poderes mais raros do mundo, a alteração corporal, que permite-se modificar a matéria do corpo, desde uma matéria inquebrável, até a mais perigosa, e que ali tinha configurado sua massa corporal para metal puro, que quando regenerado quebrou o braço esquerdo de Yuki, então disse:

- Você realmente achava que era mais forte que eu, provei o contrário, agora, veja a morte de sua namorada... - Disse ele alterando para um dos materiais mais afiados do mundo, que ali não tinha nome, cortando ao meio o braço dele.

Então, o assassino sem alma, deu um chute que imobilizou minha irmã, eu senti um gosto amargo na minha boca, e uma angústia no meu coração. O espírito que ali já tinha nocauteado minha irmã, veio andando em direção a mim, a cada passo para frente que ele dava, eu dava para trás, quando de repente, sinto uma coisa molhada e pegajosa cair em mim, e quando eu olho para trás, eu vejo uma criatura estranha, de 4 olhos e 4 chifres, eu fiquei tremendo de medo, agora ali, tinha duas escolhas, ser devorado, ou morrer pelo assassino.


Notas Finais


Espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...