1. Spirit Fanfics >
  2. O Ultimo ano de Naruto >
  3. Na Esquina da Escola

História O Ultimo ano de Naruto - Capítulo 2


Escrita por: JB_Nara

Notas do Autor


Olá, este como estão? Eu demorei muito? Se sim me desculpem, e tenham uma boa leitura.

°Aviso: Os personagens de minhas histórias não são meus, o credito por suas criações é restritamente de seus criadores. Apenas as historias são minhas

Capítulo 2 - Na Esquina da Escola


Três semanas já tinham se passado desde o primeiro dia de aula, e aquela manhã era mais uma manhã monótona como as outras, o tempo começando a esquentar e nada de novo. O loiro realmente achou que seu ultimo ano seria mais movimentado, e que finalmente encontraria a pessoa certa para ele, mas em vez disso deu de cara com a única pessoa que não queria...literalmente

- Droga olha só o que você fez seu tapado!

    O garoto de cabelos escuros reclamava, encarando o próprio uniforme encharcado com suco de maçã
- Me molhou todo imbecil.

- Ah não fode! Eu também me sujei não tá vendo? O loiro contrapôs, apontando para o próprio uniforme também molhado.

    Sasuke Uchiha. filho caçula da diretora Mikoto, e até pouco tempo o único que Naruto conhecia, e não suportava. Se achava o rebelde, mas para Naruto parecia mais uma criança birrenta tentando chamar a atenção dos pais, era grosso com todos o tempo inteiro. Ele se sentia a própria estrela só por causa daquela guitarra idiota.

- Dane-se você, eu tenho um show mais tarde e vou ficar cheirando a maçãs por tua culpa! o garoto aparentava esta irritado de verdade, e Naruto não deixaria passar a oportunidade de piorar.

- Talvez com um cheirinho mais doce o publico fique ate a segunda musica, pelo menos. O divertimento era aparente na voz do loiro, mas ao contrario do que esperava o outro não retrucou.

     Recebeu apenas um bufo e o Uchiha se retirou. Deixando o outro com um acanhado desapontamento.

    Seguiu seu caminho para a primeira aula do dia.

Física.

     Não achava-se nem na metade da aula e as letras já se embrulhavam no quadro negro, ele sempre soubera que não pertencia as exatas então não se dava o trabalho de perder a cabeça com aquilo. Como se encontrava perto a janela permitiu-se perder-se no lado de fora, lá reconheceu o homem de cabelos alvos falando ao telefone. Mesmo sem vaidade Kakashi era belo, naquele momento o homem tinha o rosto franzido e seus lábios quase formavam um biquinho, Naruto o conhecia a muito tempo mais nunca tivera coragem de pergunta o que causara a marca em seu olho, mesmo achando que ela só o tornava mais bonito. Recobrou o controle de seus pensamentos quando o outro acenou em sua direção antes de sumir de suas vistas.

    E assim Naruto se perdeu outra vez no quadro negro, tentando fingir entender algo que o professor dizia, O dia não estava tão interessante e a aula menos ainda. Shikamaru havia faltado e Hinata sairia mais tarde por causa do treino, e o loiro não queria ficar na escola por tanto tempo.

     O som estridente do sinal se tornou um alivio e o garoto foi a primeiro a se levantar, depois do almoço Naruto não teria mais aulas então planejava ir até a biblioteca ajudar sua mãe e Deidara a organizar o lugar, um lote grande de livros vindos de uma doação de algum ricaço tinha previsão de chegar hoje. Mas antes de ir precisava encontrar Hinata e torcer para que a garota tivesse copiado a matéria, ou o loiro estaria perdido.

   Encontrou a garota saindo do vestiário feminino ja com o uniforme do time de basquete, Naruto se aproxima com um grande sorriso.

- Hinatinha!! A pessoa que eu queria ver! O loiro diz com toda a sua fofura, e recebe um olhar de tédio da garota.

- Fala rápido...Diz parando á frente do loiro com os braços cruzados.

- Deixa eu copiar suas anotações? Eu me distrai co-

- Se distraiu vigiando o Sr.Hatake como sempre, a garota o interrompeu sem paciência.
- Eu deixo o caderno na sua casa mais tarde.

- Eu não fico vigiando dele. Naruto retruca no mesmo tom, mas a garota da de ombros e sai andando.

- Meu cu que não! É tudo q ela diz antes de correr para o ginásio. Naruto bufa e segue seu caminho também.

     Quando passava pelo corredor principal que leva até a saida da escola reconhece uma figura masculina parada em frente a sala de arquivos. Usando um terno azul marinho e sapatos brilhantes, era o homem com a cicatriz. O loiro engoliu seco agarrando a alça de sua mochila, queria sair correndo mas ja estava perto demais e isso seria estranho, então apenas abaixou sua cabeça torcendo para o homem não notar sua presença.

- Ah olha só você de novo garoto. A voz grossa proferiu de forma calma e o corpo de Naruto cogelou, permaneceu de costas para o homem com a cabeça baixa se perguntando

"por que caralhos ele ta falando comigo??"

     Foi tirado de seu mini diálogo interno quando ouviu de novo a voz do homem
- É Naruto...certo? Sabia que é errado ignorar as pessoas, seu tom era tão calmo e sua voz grave fazia um arrepio correr por todo o corpo do loiro.

- É Naruto... Uzumaki Naruto, falou enquanto se virava erguendo o rosto para encarar o homem e se surpreendeu ao notar um pequeno sorriso nos lábios do outro.

    Por um breve momento se perdeu no rosto do homem, a cicatriz era bem maior do que notara na primeira vez que o viu, ela cobria todo o lado direito de seu rosto e uma pequena parte de seu pescoço.

    Parece que o homem queria dizer algo mas fora interrompido por uma voz vinda de dentro da sala.

- Aqui Obito o que você me pediu... O dono da voz era Itachi, o secretário e filho da diretora que saiu da sala com uma caixa cheia de papéis.

     Assim que a atenção do homem se virou para Itachi, Naruto saiu de la antes que ele tentasse falar mais alguma coisa.

    Quando ja estava na esquina quase se afastando do grande terreno da escola Naruto finalmente relaxou andando distraido até que um porshe 911 preto se aproximou parando um pouco mais a frente, o carro brilhava impecável.

   Naruto apertou a alça de sua mochila ficando nervoso, e pensou em apertar o passo, foi quando a janelade vidro fumê se abriu e o garoto pode ouvir a mesma voz grave que fez seu corpo se arrepiar mais uma vez.

- Você não é muito educado Naruto...Me ignorando e saindo de fininho sem dizer tchau, isso pode magoar. O homem se inclina no banco olhando o garoto, com um sorriso - Não tive nem oportunidade de me apresentar. Eu so-

O loiro o interrompe
- Obito...eu ouvi o filho da diretora te chamar assim...Naruto ainda se sentia intimidado, mas a voz do outro fazia o garoto se sentir inebriado.

Obito da uma leve risada.
- É...Itachi tem o costume de interromper alguns momentos. Ele nega com cabeça
- mas sim, meu nome é Obito, Uchiha Obito.

     Uchiha, o nome faz um clic na cabeça de Naruto, como não tinha percebido antes? Cabelos negros, pele clara e olhos tão escuros como pedras ônix. Características de toda a família Uchiha

      O loiro foi tirado de seu raciocínio com alguma pergunta feita pelo outro, encarou os olhos escuros com uma expressão confusa esperando que o outro repetisse.

- Eu perguntei sua idade, Naruto...O homem tinha um ar divertido em sua voz.

- Dezoito, Naruto diz baixo ainda meio aéreo
- Eu tenho dezoito. Repetiu mais alto, e jurava ter visto o sorriso do homem aumentar.

- Sabe Naruto, você foi bem mal educado mais cedo, acho que mereço ser recompensado...Tinha algo na voz do homem que o loiro não sabia decifrar.

    A esse ponto o próprio garoto se debruçou na janela do carro para ver melhor o que o outro diria.

- Que tal ir tomar um café? Obito continuou sorrindo galante.

- Eu não tomo cafeína...Naruto responde tentando evitar os olhos do homem.

- Ah...Um sorvete então?? Prometo que não vai demorar, Obito continuava sorrindo
- Ou sera que eu estou parecendo um daqueles velhos pedofilos?? Ele franze o rosto e Naruto acaba rindo.

     Sem saber muito bem o porquê, Naruto aceita o convite entrando no carro, o interior era completamente vermelho, desde o painel até o teto, Naruto se ajeitou no banco ainda evitando olhar nos olhos de Obito, quando o carro deu partida não se conteu em perguntar.

- Ah, porque o senhor me convidou? Encarou o rosto do outro que tinha os olhos focados na rua.

- "senhor"?! Assim você realmente me ofende. Ele finge uma falsa incredulidade exagerada antes de rir, Naruto também ri levemente envergonhado.
- Me chame de Obito. E bem...te convidei porque te achei bonito. O homem diz virando seu rosto para o loiro com um sorriso nos lábios.

    Naruto sente seu rosto arder e desvia os olhos para a janela sem conseguir conter um sorriso. Pelo canto dos olhos ve Obito voltando sua atenção para o caminho.


Notas Finais


Eu juro que vou tentar atualizar mais rápido, não desistam de mim por favor!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...