1. Spirit Fanfics >
  2. O Último Pênis >
  3. Capítulo 12

História O Último Pênis - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Capítulo 12


-- São três anos de trabalho perdido, Regina, três anos. -- Belle disse irritada.

-- Eu realmente sinto muito. Emma não sabia. A culpa foi minha, na verdade. Quis brincar um pouquinho e não expliquei que...

-- Não defenda esse ser humano. -- Belle disse quase vermelha de raiva. -- Eu mal posso olhar para ela.

-- Sinto muito. -- Emma disse, se escondendo atrás de Regina ao ver Belle dar um passo à frente.

-- Eu não quero você aqui dentro. -- A morena disse furiosa. -- Três anos jogados no lixo.

-- Talvez não prestasse o que estava fazendo. Às vezes estão procurando no lugar errado. Três anos e não deu em nada não me parece algo produtivo. -- Emma disse inocentemente e Regina fechou os olhos ao ver Belle prender a respiração.

-- Emma, cale-se. -- Regina pediu baixo.

-- Dê o fora. Anda! Já! -- Belle gritou, apontando a saída para Emma. -- E você trate de limpar tudo isso.

-- Ela está me ajudando, estou machucada. -- Regina disse, vendo Belle suspirar e se aproximar mais de Emma.

--Veja bem... -- Belle disse, afastando Regina e apontando o dedo no estômago de Emma. -- Você tem até o amanhecer para ajudá-la e depois dê o fora. -- Ela disse e Emma assentiu freneticamente.

-- Ela parece um monstro assustador. -- Emma disse assim que Belle saiu dali. -- E só tem metade do tamanho real. -- Regina gargalhou ao ouvir aquilo.


-- Ela sabe ser assustadora. -- Regina disse, se virando para Emma. -- E também sabe interromper momentos... -- Emma, que olhava para a porta até então, voltou a olhar para Regina.

-- Ah é? -- Emma perguntou, sentindo seu corpo tremer de ansiedade e de medo ao mesmo tempo, afinal estava entrando em um jogo perigoso.

-- Sim, se lembra onde havíamos parado? -- Regina perguntou, mordendo o lábio inferior e Emma suspirou.

Que se danasse o mundo, que idiota evitaria beijar aquela mulher linda?

-- Bem aqui. -- Emma disse com a voz ligeiramente mais rouca, prensando Regina na bancada antes de acariciar seu rosto e colar suas bocas.

Regina gemeu de satisfação ao sentir a língua de Emma invadir sua boca e fincou os dedos na camisa dela, puxando mais o corpo de Emma para perto de si. A maior manteve o espaço suficiente para Regina não sentir nada ali embaixo, mas quando Regina arranhou suas costas por cima da blusa ela se afastou lentamente.

Não correria o risco de as coisas esquentarem e seu membro dar sinais de vida.

Regina deu-lhe mais um selinho e olhou em volta.

-- Vamos porque ainda temos trabalho. -- A menor disse sorrindo e Emma assentiu.

Pela primeira vez ela se sentiu estranhamente triste por não poder ir mais a fundo com alguém.

E não era sobre a falta de sexo que ela estava se lamentando.
                              


                         .......


-- Acho que agora podemos ir tomar um banho. -- Regina disse, olhando tudo intacto ao seu redor. Era quase cinco da manhã quando acabaram. --Deveríamos ter feito isso antes, essas roupas molhadas podem nos deixar gripadas.

-- Te ver assim foi um estímulo muito grande para trabalhar. -- Emma disse rindo, fazendo Regina olhar para o próprio corpo. O short branco estava mais colado do que já era e desenhava certinho a marca da calcinha preta sob o tecido. Já na parte de cima, os bicos de seus seios estava enrijecidos devido ao frio, colados contra o tecido de sua camisa clara.

-- Por que não me avisou que eu estava transparente? -- Regina perguntou, cobrindo os seios com as mãos.

-- Huh, pensei que soubesse. -- Emma disse, não olhando para o corpo da menor.

-- Da última vez que me olhei eu estava coberta de espuma. -- Regina disse, começando a mancar para fora do lugar. Emma fechou a porta do trailer e levantou Regina nos braços outra vez, vendo os seios dela na blusa transparente ficarem quase em seu rosto.

A maior suspirou e desviou os olhos, afinal seu estúpido corpo fraco fez seu membro ficar semi ereto, ainda mais depois de Regina envolver os braços em seu pescoço e a olhar sorrindo, como se tivesse flagrado onde seu olhar estava segundos atrás.

-- Parece que o beijo despertou sua imaginação. -- Regina disse rindo.

-- Não preciso imaginar nada. É só dar uma olhada para eles. -- Emma disse, ouvindo Regina rir.

-- Seios te assustam, hm? -- Regina brincou e Emma sentiu uma pontada em seu membro ao ouvir o tom sugestivo na voz de Regina.

-- Não. Também os tenho. -- Emma disse seriamente e Regina assentiu, abrindo a porta com um dos braços para Emma entrar. Emma a levou até o banheiro e a colocou no chão somente quando chegou debaixo do chuveiro.

-- Tomaremos banho juntas? -- Regina perguntou rindo e Emma negou rapidamente.

-- Só vim te trazer. -- Emma disse e Regina assentiu, abrindo o registro e deixando a água cair sobre si, afinal o sabão já estava penicando seu corpo.

A maior suspirou, se afastando e indo até a porta. Seus olhos capturaram a cena de Regina removendo a blusa ainda de olhos fechados devido a água que caía em seu corpo e quase gemeu ao ver os seios deliciosamente expostos. Quando Regina levou a mão até o cós de seu short Emma saiu do banheiro.

Não podia ver ela sem sua permissão e muito menos porque sentia seu membro latejante dentro de sua calça. Sabia que nada acalmaria seus malditos nervos por um bom tempo e por isso correu para trás do trailer, retirando seu pênis para fora e o masturbando rapidamente.

Gozou logo e verificou ao redor, tendo certeza de que ninguém havia visto os sinais marcando sua calça única e exclusivamente por culpa de Regina.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...