História O Ultimo Tiro - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 1.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Chapter II


Chapter II

"Eu sinto te informar

Mas a presa nunca será eu

L. "

 

Subo meus lábios unindo aos dela iniciando um beijo lento antes de continuar o que eu estava fazendo, mas ela me surpreende descendo da mesa e trocando as posições, o que me fez deitar em cima da mesa, ela continua a mesma, sempre tem que estar no comando de tudo o que faz, sinceramente acho isso extremamente atraente nela. Ela sobe em cima de mim beijando meu pescoço e ergue minhas mãos para cima me prendendo com algemas.

 

- Jogo novo?

 

- Não amor, está mais para; gamer over Jimin - ela sorri sacana e se levanta começando a se afastar e então eu começo a entender o que está acontecendo.

 

- Você não...

 

- O que? O que foi Jiminie?

 

- Me solta! Anda, me tira daqui! - ela começa a rir e abre um armário no canto da sala, por baixo de uns arquivos tinha algumas peças de roupa, ela pegou uma e começou a se vestir, sem tirar os olhos predadores de mim - Porque chegou até aqui se iria fazer isso desde o começo?

 

- Apenas para te lembrar, meu amado Jimin, que não importa qual a situação, eu nunca serei a presa, na verdade, se nós estivéssemos em um documentário eu me consideraria mais como aquele que apenas filma, sabe como é, tenho pessoas pra caçar por mim então posso apenas sentar e assistir - ela termina de se vestir e se aproxima de mim e dá um beijo na minha bochecha - Mas foi divertido, você realmente não perdeu o jeito Jimin, estou muito excitada e se não tivesse que te ensinar essa lição eu amaria foder com você agora, então por favor, seja um bom menino e aprenda logo sua lição pra você poder me lembrar o que é capaz de fazer entre quatro paredes quando estamos a sós - ela morde o lóbulo da minha orelha e se endireita ao lado da mesa se virando para ir embora, escuto o som dos seus saltos baterem a cada momento indicando mais distância, estava em choque, incapaz de falar sequer uma palavra, nem um murmuro sequer saia da minha boca - antes da minha reunião eu mando alguém te tirar daqui sem que você seja visto, não quero nenhuma mulher de olho no que é meu.

 

Essa é definitivamente a mulher mais estranha do mundo. Primeiro ela vem pra cima de mim me provocando enquanto eu tentava me manter firme, quando eu não aguento mais e sedo aos caprichos dessa cobra, ela me prende na mesa totalmente duro sem me dar liberdade nem para me tocar pra tirar essa excitação que ela propositalmente deixou apenas pra me ensinar uma "lição".

 

Eu não sei porque eu amo tanto essa vadia, mas eu amo, e odeio ela na mesma intensidade para ser sincero. Porém ela também precisa aprender uma lição, o mundo gira e as coisas mudam, uma hora você está fora da caçada, na outra você aparece como a caçadora e um segundo depois vira a caça. Se bem que eu não posso falar muito agora, se formos olhar para o meu atual estado.

 

Acabei dormindo depois de um tempo e acordando com um homem alto e bem vestido de cabelo jogado de lado abrindo a minha algema.

 

- Bom dia, sou SeokJin, Lay me mandou aqui para te soltar e levar em segurança para a sua empresa. Se vista rápido para podermos ir – disse entregando algumas roupas para mim.

 

- Ela sabe onde eu trabalho?

 

- Acho que ela deve ter falado do passatempo dela.

 

- Ah sim... assustador... Vocês... São próximos?

 

- Sim, sou o assistente pessoal dela e passo quase o dia todo ao lado dela, acabamos ficando próximos depois de algum tempo.

 

- Já tiveram... você sabe... algum momento mais... íntimo...

 

- O que? Não! - ele diz rindo - somos como melhores amigos, sei quase tudo sobre ela desde suas manias até os seus rolos e ela sabe tudo sobre mim também.

 

- Rolos? Ela tem rolos?

 

- Ela é uma mulher jovem, bonita com um corpo maravilhoso e milionária, não é de se espantar que ela tenha rolos, inclusive amanhã ela vai num restaurante na área nobre com um tal Jeon. Ela me mostrou fotos e não é por nada não, mas ele é bonito, já faz um tempo que estão saindo, certeza que estão tendo algo.

 

- Ah...

 

- Não fique chateado, ela também já falou de você "minie"- arregalei os olhos assim que ele me chamou de minie.

 

- Esse é...

 

- O apelido que ela te deu enquanto namoravam, sim, eu sei.

 

- Ela não... sabe... ainda...

 

- Gosta de você? Sim, gosta. Porque você não é mais direto? Nem termina as próprias frases, Isso me irrita.

 

- Me desculpa.

 

- Não se preocupe, só não o faça novamente.

 

- Se ela gosta de mim, por que não me procurou? Por que sai com outros homens?

 

- Ela sempre tem que estar no comando, mas é orgulhosa de mais para tomar o primeiro passo e você sabe disso, não? Ela te observa desde que chegou aqui, antes era eu que fazia isso para falar a verdade, mas isso não importa. Vamos antes que os funcionários comessem a chegar - ele me levou para uma sala peculiar, arriscaria dizer que é uma sala de tortura - Não é utilizada tem três anos, não se preocupe.

 

- Lê pensamentos?

 

- Sua cara é óbvia, vamos - ele abriu uma porta secreta que ligava em um corredor que no final tinha um elevador, descemos por ele e ainda dentro da passagem "secreta" saímos no estacionamento - Imagino o que vai colocar no relatório da missão - ele murmura dando um riso baixo quando chegamos no prédio em que trabalho.

 

- NamJoon também é meu amigo - digo rindo - vai entender o que aconteceu.

 

- NamJoon?

 

- Sim... o conhece?

 

- Talvez... - diz quando eu saio do carro dando partida indo embora, isso definitivamente foi um sim.

 

Continua...

 


Notas Finais


Hello meus amores, sorry a demora
Espero que gostem do cap

kissus de nutella da nutella <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...