História O Ultimo Trabalho,perseguição em massa- Imagine BTS - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Lovememarques
Visualizações 17
Palavras 1.719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Dia de diversão desastrosa


Capitulo Anterior
Fui conduzido por ela para um quarto,que eu julgo ser o dela,tinha um urso grande no canto do quarto,uma prateleira cheia de fotos,e dois ursos nas pontas,uma mesa com coisas da escola,uma cama de solteiro,tudo arrumado.
Entrei sentei no sofá ao lado dela,e ela pois a cabeça em meu ombro e voltou a chorar,para mim eu tinha perdido ela,não vou pedir para namorar pois ela e muito nova,vou esperar,esperar minha hora chegar para ter ela na minha vida,seremos so amigos,vou proteger ela,nem que seja com a minha própria vida
jin off
capitulo Atual
Ana on
O funeral da minha vo seguiu bem,não fiquei sozinha o jin foi comigo,seus pais chegaram na hora e eles trouxeram mas algumas crianças com eles ,ou melhor 2 crianças e um adolescentes igual ao jin.
Ele foi comigo no carro com meus pais,a todo momento ele segurava minha Mao como se eu fosse fugir e ele nunca mais fosse me ver,seus olhos seguiam a todo momento me olhando eu estava me sentindo estranha com aquilo tudo mas não falei nada so ficava tentando desviar o olhar coisa que eu não conseguia,quando voltava a olhar ele e sorria para mim e eu fazia cosplay de tomate,fazer o que NE?
O enterro seguiu bem,voltamos para casa e o jin não pode me acompanhar,ele foi para casa e eu fui para casa da minha vo,que agora seria em definitivo a casa dos meus pais.
Entramos e a dor da perda dela veio com tudo,não vou saber lidar com esse sentimento,ela me criou,ela me educou tudo foi ela,agora vou seguir sozinha pos meus pais vão voltar a trabalhar vou ter que ficar com a minha Unnie.
Quebra de tempo
Faz 4 meses que minha vo morreu,eu e o jin ficamos mais amigos,a escola dele não permite a entrada de meninas então ele passa aqui sempre por volta das 19 horas quando ta indo para casa,esse tempo não teve mais problemas com os meninos querendo bater nele,
Passei a conhecer mais o namjoon e irmão mas novo dele 2 anos mas novo,ele esta treinando o jin como se defender melhor ,e eu no meio rindo litros vendo ele bater,e muito engraçado ele todo fofo batendo,eu raxo o bico e ele fica muito puto com isso.
Mas vamos confessar meu jin brigando vai ser hilário,seus primos vieram para a casa dele,e também estao ajudando ele a aprender se defender,eu passei a amar o tae e a jisoo são dois fofos,dos piquetuchos .
Fui convidada para ir na casa dele,Em quanto eles ensinavam o jin a brigar eu tinha subido pro quarto dele,o dia estava muito quente ,levei roupas leves um vestidinho florido,arrumei tudo para ir tomar banho.
Entrei no banheiro,tranquei a porta tirei a roupa pus tudo em cima do vaso tampado,e entrei no Box a água geladinha esfriando o corpo,me ensaboei lavei de novo o cabelo pois a gente ia tomar banho de piscina.
Terminei o banho coloquei o biquíni,penteei o cabelo peguei meu chinelo e sai do quarto seguindo para o andar de baixo,na metade do corredor escutei uma briga,ia passando em frente a porta quando vejo uma mulher sendo jogada para fora do quarto,levei um susto e cai sentada,e a mulher me olhava.
Seus olhos vermelhos seus roso marcado de Mao sua boca cortada sangrando,olhei para a porta sendo aberta e me assustei,era o irmão mais velho do jin com uma cara feia,ele veio em minha direção e me levantou pelos braços e começou a me sacodir,e eu comecei a gritar,minha cabeça girava e a vontade de vomitar veio com tudo,pus tudo para fora sujando a camisa dele,e ele me joga pro lado na parede me fazendo desmaiar.
ana off
Jin on
Hoje o dia ta muito quente acordei cedo e já fui pro banheiro tomei um banho e escovei os dentes ,pus um short e uma camiseta os chinelos arrumei a cama desci correndo passando na cozinha dando de cara com a empregada minha mãe meu pai e minha cunhada,a namorada do meu irmão mais velho.
-bom dia a todos- fiz uma pequena reverencia.
Pai/jin- Bom dia filho onde vai com tanta pressa.?
- jin pedir para a ana vir pai,quero que ela ela venha passar o dia aqui Posso chamar ela?
Mae/jin- pode filho ,so vamos ir na empresa e vamos ao mercado comprar as coisas e vim para casa de novo ok?
-ok omma,vou La buscar ela jaja venho lanchar-disse saindo.
Peguei a biker e corri para casa da Ana que era no fim da rua,minha casa era em cima de uma ladeira,cheguei na casa dela com o peneu da biker derrapando,larguei a biker no chao e abrir o portão corri para dentroo do quintal indo para cozinha parei na frente dela que estava sentada na bancada lanchando estava de pijama cheio de unicórnios desenhados,estava linda de pantufinha,Deus ela e linda assim pequena quando crescer vai me da um trabalho.
-ana- ela me olha com a mao no peito.
Ana- Porra jin, que susto cara, você so pode ser maluco,credo mal acordo e tomo um susto desse?
-perdao pequena vim te buscar para ir La para casa,tomar banho de piscina- a mãe dela aparece.
Mae.ana- so se você me prometer que ela vai ficar bem La,e cuidado viu?
- sim senhora minha so.quer dizer tia-ela sorri
p.o.v jin on
calma jin sogra agora não cara se não a Ana foge de você,calma muita calma nessa hora.
p.o.v jin off
olhava para a Ana que tentava descer da bancada sozinha aquilo estava hilário,a segurei pela cintura e a elevei e ela e eu ficamos de olhos vidrados um no outro ela com um sorriso lindo me olhando aquilo estava perdendo o foco,o foco que tento manter mas esta difícil.
Desci ela e ela me puxou pela camiseta me dando um beijo no rosto e correndo,a segui com os olhos ate ela sair da cozinha,voltei meu olhar para a mãe dela que estava sorrindo para mim?,vixi lascou La vem.
Mae.ana- Entao quer dizer que o senhor e apaixonado pela minha filha?-engoli a seco.
- não vou mentir tia sou,mas nunca fiz nada com ela,ou a ofendi,eu vou esperar a hora dela,ela esta nova para namorar eu aceito isso,vou esperar prometo.-ela sorri?
Mae,Ana- Obrigada por ser esse cavalheiro com a minha filha ,se fosse outro já teria feito algo,mas você escolheu esperar,e isso e lindo querido,agora,cuidado com ela,e segura a Mao dela ela não sabe nadar viu?
-não?entao vamos tomar banho de mangueira ok?-ela sorrir.
Mae.ana- ok filho.
Olhei para o lado vendo ela chegar,de vestido de florzinha bem pequena,de fita azul clara no cabelo,estava um amor,estava simplesmente linda,a segurei na Mao,peguei sua mochila,e a levei embora para fora.
A pus no banco de trás da bicicleta e subi ela toda andando e levando ela,um tempo depois cheguei me casa,e a Jisoo e o tae veio correndo abraçar ela,e ela pegou a ji no colo,e deu a Mao ao tae,indo para dentro.
Entramos dando de cara com o namjoon ,o suga e o jhope sentados jogando vídeo gamer,quando deram de cara com ela ficaram sorrindo.
-pode parar,e respeita ela.
Ana- se não respeitar baixo a porrada neles,-rir litros.
Suga- a va ate parece que tenho medo de você- ela arregala os olhos.
Ana-e para ter ,sou mais velha e mas respeito viu pintor de roda pe.
Nam- oi chaveirinho-ele abraça ela.
-pode se afastar viu safado,ela tem dono.
Ana- dono?ta maluco,cadê que não vejo meu dono, e outra não sou cachorro para ter dono,mas respeito viu magrelo abusado-la vem a briga,Deus to ferrado.
- e modo de dizer Ana larga de ser chata,vamos La para fora brincar logo.
Levei ela para fora com o tae e a ji no colo e fomos brincar,um tempo depois ela subiu para tomar um banho,ate ai tudo bem mas escutei gritos dela,corri largando tudo pelo caminho,meu skate,minha bola,abandonei a ji para trás subindo as escadas vejo a cena mais horrível da minha vida,meu irmão mais velho jogar ela contra a parede.
-o que aconteceu aqui ta maluco- abaixo pegando ela no colo.
Meu irmão tenta pegar ela do meu colo o namjoon entra na frente e empurra ele,e ele cai sentado no chão,deve vinha um cheiro horrível de algo que não identificava,olhei para o lado minha cunhada machucada tentando levantar,fixei meus olhos para a escada vendo meu pai e minha mãe vindo correndo com meus tios que tinha acabado de chegar.
Pai= o que voce fez suk?
Suk- não fiz nada pai,ela se machucou sozinha -a ponta para a Ana.
-por tudo que e mas sagrado na sua vida não minta pro nosso Appa você a machucou,eu vi você a jogando contra a parede,larga de ser safado,uma coisa te aviso se você machucou serio ela te mato.
Levantei sai com a Ana no colo quando passei pelo irmão mas velho do meu pai ele parou e pegou a Ana no colo e terminou de descer as escadas,fomos direito pro carro,ele a pos no banco de trás e eu fui junto,ele entrou e deu partida no mesmo e fomos para o hospital.
Chegamos La o meu tio a pegou no colo,e eu tranquei o carro entramos correndo ela ainda desmaiada,fomos para a emergência sendo conduzidos pelo enfermeiro.
O medico veio para atender ela,e eu me sentei no chao num canto da sala de atendimento.
Porque isso ta acontecendo,minha família era tão tranqüila agora meu irmão fazendo uma coisa dessa quase a mata?,onde estou errando o que fiz de errado para deixar minha bebezinha se machucada assim?
Jin off
O medico continuou o atendimento um tempo depois a Ana acordou e o medico deu um sorriso para ela e ela ficou olhando me volta.
Ana- o que aconteceu?,porque estou aqui,cadê o magrelo?
Jin- Aqui amor,estou aqui- diz ele se levantando do chão.
Ana- seu irmão jin bateu na sua cunhada quando me viu me pegou e sacodiu me jogou longe na parede não sei o que eu fiz jin- chora.
x- Bom saber que ele fez isso,vou por ele bem longe daqui em uma casa de recuperação-era o pai do jin.
Jin- porque pai?-ele o olha.
Pai.jin- ele ta com problemas filho,eu vou resolver isso ok?
Jin –ok pai,-ele sorri sem jeito.
Ana- acabou minha diversão- cruza os braços.
Pai.jin- você vai ficar fim de semana La ok?
Ana ok tio



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...