1. Spirit Fanfics >
  2. O Último XY - Chaesoo >
  3. Capítulo Trinta e Oito

História O Último XY - Chaesoo - Capítulo 38


Escrita por: DannyDantas3

Notas do Autor


Hello, Boa tarde, 2/2 para vocês.

1/2

Boa leitura.

Capítulo 38 - Capítulo Trinta e Oito


-- Quer me instruir? -- Jisoo perguntou, distribuindo beijos pelo pescoço da garota.

-- Nem fique toda animadinha, vai ser só uma amostra... -- Rosé disse, gemendo baixo quando a mão de Jisoo se encaixou entre suas pernas e começou a se mover em círculos. -- Muito tecido... Colocar por baixo do short... -- Rosé murmurou quase sem fôlego, sentindo a mão de Jisoo fazer o que ela pediu.

-- Já estou ficando de pau duro de novo. Raios! -- Jisoo rosnou e Rosé riu, barrando a mão de Jisoo de tocar sua intimidade.

-- Por cima da calcinha.

-- Por quê? -- Jisoo perguntou, levando a mão até o tecido fino e úmido.

-- Para te instigar a tentar se controlar mais. Quanto mais controlada, mais fundo a gente vai nisso. -- Rosé murmurou em um quase gemido, com a voz carregada de malícia e abriu mais as pernas quando Jisoo começou a massageá-la por cima da calcinha.

-- Consigo te sentir inteirinha com essa calcinha molhada desse jeito... -- Jisoo confessou, se inclinando para dar um beijo em Rosé. -- Deliciosa... -- Disse entre o beijo, sentindo a respiração de Rosé ficar cada vez mais descompassada.

-- Mais rápido... -- Rosé suplicou, jogando a cabeça para trás e sentindo a língua de Jisoo passear por seu pescoço enquanto sua mão acelerava os movimentos. -- Isso... Céus...

-- Ver vídeo pornô com vocês me ajudou a não ser tão idiota nisso. -- Jisoo disse rindo.

-- Cala a boca e não me faz perder a vontade... -- Rosé disse, fincando suas unhas nas costas de Jisoo ao sentir a mão da garota colocar mais pressão em seu nervo rígido. -- Isso, isso... Assim...

Rosé precisava de Jisoo dentro, mas não voltaria atrás em sua palavra e nem precisou, afinal Jisoo colocou a pressão certa para fazê-la chegar em um orgasmo que a fez pressionar os dedos do pé e gemer sem pudor enquanto seu corpo tinha os espasmos já conhecidos por ela.

Rosé suspirou e abriu os olhos, vendo a expressão confusa no rosto de Jisoo.

-- Hey, o que foi, hm? -- Rosé perguntou, tocando o rosto da maior antes de dar um beijo suave contra seus lábios.

-- Será que se a gente juntar minha cueca e sua calcinha elas procriam novas peças íntimas? -- Jisoo divagou, fazendo Rosé gargalhar alto ao ouvir aquilo.

-- Onde fui me meter, Jesus? -- Rosé disse, sentindo Jisoo aplicar um beijo em seu pescoço antes de se levantar.

-- Posso cheirar a minha mão? -- Jisoo perguntou seriamente curiosa e Rosé a olhou incrédula.

-- Você tem sérios problemas. -- Rosé disse.

-- Quero saber como é seu cheiro.

-- Você não me tocou lá de verdade.

-- Mas você gozou e molhou toda a calcinha e meus dedos umedeceram e eu quero lambê-los, mas só pedi permissão para cheirar.

-- Jisoo, cala a boca e vai tomar um banho. -- Rosé disse e Jisoo assentiu, cheirando seus dedos assim que fechou a porta. Não tinha cheiro nenhum, talvez porque, como Rosé havia dito, não tocou diretamente nela. Mesmo assim Jisoo se sentiu orgulhosa de si.

Havia cheirado uma boceta, mesmo que tivesse sido indiretamente.


Notas Finais


Ah jisoo kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...