História O veleiro - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Visualizações 30
Palavras 1.347
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 35 - O casamento última parte


Por Alison,

Bom chegou a hora vestido, maquiagem e cabelo ( vestido de alça com uma calda pequena, maquiagem leve porque ainda é de dia e o cabelo com um coque e uma tiara com flores) tudo esta pronto, Aria e minha mãe entraram no quarto.

- Ai Ali você ta linda parece uma boneca – disse Aria com os olhos marejados

-Nada disso meninas sem choro senão vai borrar a maquiagem – diz minha mãe sorrindo

– Esta pronta? Pergunta meu pai entrando no quarto – Você esta linda minha filha

- To pronta – respondi

- Então vamos – respondeu meu pai

Por Emily

Tudo pronto ( vestido tomara que caia com um laço no cóccix  junto uma calda pequena, maquiagem leve e cabelo solto com tiara de flores) estamos todas aguardando Caleb.

- Você esta linda minha filha – diz minha mãe com os marejados – Ai não posso chorar senão vai borrar a minha maquiagem (risos)

- Vamos Emily – diz Caleb abrindo a porta – Nossa vocês quatro  estão realmente lindas.

- Vê se assim você toma coragem e pede logo a Hanna em casamento – diz Melissa rindo

-Vamos então – disse notando que Hanna ficou com vergonha.

Por Willian Fields,

Aproveitei que todos já tinham ido para o casamento e passei minha toga e lustrei o sapato, Tobias me passou o endereço de onde seria o casamento. Chegando ao local encontrei com Mona que me mostrou um local para que pudesse me trocar.

Depois de me trocar fui direto para o altar com minha bíblia e o livro de registro civil, quando Melissa e Pam me viram vieram falar comigo.

- Então era isso que o senhor estava tramando meu pai – disse Melissa

- É surpresa, voltem para o seus lugares pois a cerimônia já vai começar – respondi

- Estou orgulhos de você – disse Pam indo se sentar

Começa a tocar a marcha nupcial primeiramente entraram os padrinhos e madrinhas Hanna, Ezra, Aria ,Mike e Mona depois  entrou Toby trazido pela a Sra. Dilaurentis, depois entrou Spencer trazida pelo Sr. Hasting, depois entrou Alison trazida pelo Sr. Dilaurentis que cochicha algo para ele que sorri e balança a cabeça e por ultimo entrou Emily trazida por Caleb que quando me viram ficaram espantados, ao chegar no altar falei para Em baixinho para ela chorar depois para não borrar a maquiagem agora (risos)

- Damos inicio a cerimônia entre Tobias Dilaurentis Filho com Spencer Hasting e entre Alison Dilaurentis e Emily Fields.

- Irei fazer as perguntas uma vez somente para não estender a cerimônia  respondam por favor na seguinte ordem: Tobias, Spencer, Alison e Emily

- É  de livre e espontânea vontade que todos estão aqui hoje?

Todos responderam sim

-Bem amigos aos que não casaram, aos que vão casar, aos que acabaram de casar, aos que pensam em se separar, aos que acabaram de se separar, aos que pensam em voltar...

Por mais que o poder e o dinheiro tenham conquistado uma ótima posição no ranking das virtudes, o amor ainda lidera com folga. Tudo o que todos querem é amar. Encontrar alguém que faça bater forte o coração e justifique loucuras. Que nos faça entrar em transe, cair de quatro, babar na gravata.

Que nos faça revirar os olhos, rir à toa, cantarolar dentro de um ônibus lotado. Tem algum médico aí? Depois que acaba esta paixão retumbante, sobra o que? O amor. Mas não o amor mistificado, que muitos julgam ter o poder de fazer evitar. O que sobra é o amor que todos conhecemos, o sentimento que temos por mãe, pai, irmão, filho. É tudo o mesmo amor, só que entre amantes existe sexo. Não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos de saudades, quatro de ódio, seis espécies de inveja. O amor é único, como qualquer sentimento, seja ele destinado a familiares, ao cônjuge ou a Deus. A diferença é que, como entre marido e mulher ou mulher e mulher não há laços de sangue, a sedução tem que ser ininterrupta. Por não haver nenhuma garantia de durabilidade, qualquer alteração no tom de voz nos fragiliza, e de cobrança em cobrança acabamos por sepultar uma relação que poderia ser eterna.

Casaram. Te amo prá lá, te amo prá cá. Lindo, mas insustentável. O sucesso de um casamento exige mais do que declarações românticas.

Entre duas pessoas que resolvem dividir o mesmo teto, tem que haver muito mais do que amor, e às vezes nem necessita de um amor tão intenso. É preciso que haja, antes de mais nada, RESPEITO. Agressões zero.

Disposição para ouvir argumentos alheios. Alguma paciência... Amor, só, não basta. Não pode haver competição.

Nem comparações. Tem que ter jogo de cintura para acatar regras que não foram previamente combinadas. Tem que haver bom humor para enfrentar imprevistos, acessos de carência, infantilidades. Tem que saber levar. Amar, só, é pouco. Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas, contas pra pagar. Tem que ter disciplina para educar filhos, dar exemplo, não gritar. Tem que ter um bom psiquiatra.

Não adianta apenas amar. Entre casais que se unem visando à longevidade do matrimônio tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida própria, um tempo pra cada um.Tem que haver confiança.Uma certa camaradagem, às vezes fingir que não viu, fazer de conta que não escutou. É preciso entender que união não significa, necessariamente, fusão.

E que amar, 'solamente', não basta. Entre homens e mulheres que acham que o amor é só poesia, falta discernimento, pé no chão, racionalidade. Tem que saber que o amor pode ser bom, pode durar para sempre, mas que sozinho não dá conta do recado. O amor é grande, mas não é dois. É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência. O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se basta.

Um bom amor aos que já têm!

Um bom encontro aos que procuram!

E felicidades a todos nós!

- Tobias Dilaurentis é de livre e espontânea vontade se casar com Spencer Hasting?

- Sim

- Spencer Hasting é de livre e espontânea vontade se casar com Tobias Dilaurentis?

- Sim

- Alison Dilaurentis é de livre e espontânea vontade se casar com Emily Fields?

-Sim

- Emily Fields é de livre e espontânea vontade se casar com Alison Dilaurentis?

-Sim

- Se alguém conhecer algum impedimento a este matrimônio que se manifeste agora ou se cale para sempre.

- As Alianças

Mike entregou as de Toby e Spencer e Ezra entregou as de Alison e Emily.  Toby e Spencer trocaram alianças e seus votos.

Alison pegou a aliança e começou seus votos colocando o anel no dedo de Emily.

“Você é a brisa depois da tempestade. Eu não queria acreditar que era meu, esse sorriso estampado no seu rosto. Eu não quis acreditar que eu deveria estar ali, de certo modo, eu não queria acreditar que poderia fazer alguém tão feliz assim. Mas, a sua felicidade é inegável. E a minha também. Hoje celebramos a alegria de estarmos juntos, de enfrentarmos tantas coisas e ainda assim, permanecermos de pé. Me comprometo a manter este sorriso por todos os dias de sua vida.”

Agora foi a vez de Emily pegar a aliança e colocar no dedo da Alison falando seus votos.

“Nunca pensei que um dia estaria aqui, em frente a um altar prestes a me casar e muito menos, com uma pessoa tão maravilhosa. Todos me disseram que logo, logo, esse encanto todo acabaria e que não seria eterno. Eu sei que não! Mas prometo que farei de tudo para seja eterno. Porque eu te amo! É contigo que quero viver até o ultimo pulsar de meu coração e quando isto acontecer não importa para onde eu vá, pois eu irei feliz por ter vivido ao seu lado e compartilhado cada momento lindo da minha vida contigo.”

De acordo com a vontade que ambos acabais de afirmar perante mim, de vos receberdes por marido e mulher e mulher e mulher, eu, em nome da lei, vos declaro casados.


Notas Finais


Espero que estejam gostando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...