História O Velho Clichê (Jikook) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Jikook Taeyoonseok Namjin
Visualizações 89
Palavras 1.892
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura♥️
Perdão pelos erros

Capítulo 15 - Tudo pode piorar


           Jimin 


Já faz 3 dias que eu tô no Hospital desde que acordei,os meninos disseram o que aconteceu comigo,sobre eu ter "morrido e voltado a vida",deve ter sido difícil pra eles ter que vê tal cena,Eu nem consigo imaginar o disispero deles principalmente o do Kook.Fiquei sabendo que saiu nos jornais sobre o meu acidente,meus pais não se pronunciaram pra nada,O que de certa forma achei estranho até porquê eles ainda tem uma reputação de bons pais coisa que nunca foram.

Eu tô cansado de ficar aqui tomando soro,sendo furado fazendo exames,Isso é frustrante e pode não parecer mais é cansativo,você fica com uma vontade de sair da qui e fica se sentindo preso querendo logo sair desse lugar isso me deixa pra baixo de alguma forma, e a comida da qui é horrível  eu não aguento mais.

O Jungkook tem ficado comigo todos os dias,ele disse que não tinha ido em casa em nenhum momento e hoje consegui convencer ele a ir,pra tomar banho relaxar melhor na cama dele,olha foi difícil convencer aquela criatura mais no fim consegui.São 15:00 horas da tarde,o kook foi embora de manhã acredito que já já ele chega pela quela porta perguntando se eu tô bem ou se preciso de alguma coisa.As minhas costas ainda doem muito,quando eu tô de lado a dor passa mais nem sempre é confortável fora que também tem o braço,e eu tô todo arranhado no outro braço também,resumindo eu tô fudido.Eu tava pensando em como teria cido a reação do Sr°Coelho quando viu o quadro,mais o que importa é que ele gostou só Isso.Tava distraído olhando pro lado de fora da janela quando a porta foi aberta brutalmente me fazendo da um leve pulo na cama pelo susto o que me fez sentir a maldita dor nas costas de novo,quando olhei melhor pra porta pude ver quem era,eu imaginária qualquer pessoa aqui menos ele,eu não queria ele aqui,eu tava em pânico por dentro mais por fora eu tava paralisado.

_Fiquei sabendo o que aconteceu com você,não vim te  ver antes porquê não tive tempo mais agora...achei que tivesse saído das nossas vidas,aí você sofre um assidente e acaba me causando problemas...Ai Jimin...Se você ainda morasse comigo..._Ele tava se aproximando aos poucos da cama,eu tava apavorado,minha respiração tava descontrolada meus olhos estavam arregalados com suas palavras,eu queria gritar mais minha voz não saia Eu não conseguia_Eu tava com saudades de você de vê você camiando pelo meio da casa com seus shorts curtos como o verdadeiro puto que você é _ele tava com um sorriso cínico no rosto enquanto ainda caminhava lentamente até mim_Quem sabe agora que tô aqui não posso terminar o que comecei quando estávamos sozinhos na minha casa,quando por um fio não te tive nas minhas mãos_Meus olhos estavam lacrimejando a essa altura,eu levantei da cama de vagar e me afastei dela,ele riu e parou de caminhar_Eu acho que aqui é bem arriscado mas a adrenalina tá me tomando de um jeito...sei que não vai gritar,se quisesse já teria feito,mais você quer tanto quanto eu...não quer? Eu me lembro como se fosse ontem,eu tocando seu corpo cada pedaço em quanto te machucava,você não sabe o quanto eu te quero agora_Eu tava com medo,queria que o Jungkook chegasse logo e é nessas horas que eu me arrependo de ter mandado ele pra casa_Você pode chamar do que quiser assédio,estupro...Eu ainda tenho a marca da pancada que você me deu Jimin,por mais que tenha doido ela me trás boas lembranças você foi mais forte que eu em um momento de fraqueza meu e me apunhalou pelas costas,que feio não acha Park?Mas agora que finalmente eu te achei depois de meses te procurando posso terminar o que comecei a meses atrás_Ele veio até mim e nessa hora eu me disisperei,ele tava com um sorriso assustador no rosto peguei um jarro de flores e joguei nele mais ele desviou quando fui pegar outro ele me segurou e me puxou pra perto dele machucando minhas costas e meu braço,minha cabeça doia tanto que achei que ia explodir eu tentava me soltar mais não conseguia eu tava sentindo muita dor eu nunca pensei que ele fosse voltar,tava tudo bem e do nada...Ele tentou me beijar mais mordi a boca dele e ele me deu um tapa na cara e depois outro e outro e me jogou na cama_Seu desespero apenas me excita Jimin_Ele dava beijos no meu pescoço,e na quele momento eu me senti um lixo a mesma sensação de meses atrás me tomou conta,ele segurou meus braços pra cima e segurou o braço quebrado com força,eu tava com raiva de mim mesmo por que nem com essa dor conseguia gritar,a minha voz tava travada,Eu não ia conseguir e foi ai que desisti parei de me mexer eu tava em transe,sem força com dor,e tudo a minha volta parou de existir,Eu não sentia meu corpo,o peso dele em quanto me beijava me sufocava,eu não lembrava de mais ninguém nem de mim mesmo minhas lágrimas caiam sem parar mais eu não omitia som algum.E eu lembrei...lembrei do porquê de ter ido para na quele lugar,a pessoa...e era o Jungkook  eu não podia fazer isso comigo nem com o kook.Eu não podia deixar isso acontecer eu não ia permitir que aquele mostro que um dia chamei "Pai" destruísse o que eu conseguir construir com o Jungkook me fazendo em fim ficar feliz pela primeira vez na vida...e pelo Jungkook eu tirei forças de não sei da onde, e sem me importar com a dor que me causaria eu empurrei aquele homem de cima de mim o fazendo cair no chão e gritei por ajuda fui até a porta gritando mais quando tava perto de abrir senti meus pés serem puxados me fazendo cair com força no chão fazendo assim eu cair por cima do meu braço machucado e me fazendo bater a cabeça com força no chão e eu gritei continuei gritando em quanto ele subia em cima de mim e me dava vários tapas no rosto  em quanto eu ainda pedia por socorro e me debatia e em fim a porta foi aberta brutalmente e Jungkook apareceu nela junto dos meninos no mesmo instante ele veio pra cima do meu "Appa" e tirou ele cima de mim e eu conseguia vê o olhar de ódio que ele lançava pra ele,o Jungkook começou a dar vários socos no rosto dele sem o dar a chance de se defender o fazendo quase cair no chão,Jungkook pegou ele pelo pescoço e bateu a cabeça dele contra a mesa de madeira várias vezes,Namjoon e Yoongi foram tentar separar a briga  em quanto Jin e Tae me abraçavam me fazendo chorar mais ainda mas o Jungkook tava fora de si os meninos não conseguiam separar ele,Jungkook jogou meu "Appa" no chão subiu em cima dele e segurou seu pescoço com força.

_VOCÊ NÃO TAVA BATENDO NELE,CADÊ TODA A FORÇA QUE VOCÊ TINHA A MINUTOS ATRÁS EM?SEU COVARDE DE MERDA,CANALHA CRETINO COMO VOCÊ PODE TRATAR SEU FILHO DE TAL MANEIRA_

_JUNGKOOK PARA POR FAVOR,JÁ CHEGA_por mais que eu queira que aquele verme morresse,não queria que fosse pelas mãos do Jungkook,não queria vê atrás das grades.Mais ele não parou,e do nada 5 seguranças apareceram tirando com muito esforço o Jungkook de cima do Homem que se encontrava quase inconsciente no chão

_TENTA ENCOSTAR NO JIMIN DE NOVO QUE EU MATO VOCÊ SEU FILHO DA PUTA,EU TENHO NOJO DE VOCÊ E PODE TER CERTEZA QUE VOCÊ VAI A RUÍNA DEPOIS DISSO,SE DEPENDER DE MIM VOCÊ VAI APODRECER NA CADEIA_Jungkook exalava raiva e ódio em quanto se debatia pra poder avançar nele de novo e foi ai que a polícia chegou.

Os meninos explicaram o que aconteceu com calma em quanto Jungkook ainda tava encurralado pelos seguranças ele ainda tava descontrolado.O Polícia mandou prender Meu "Appa"  e depois foram em bora disseram que depois voltavam pra falar comigo porquê eu não dei uma palavra até agora.Os seguranças soltaram Jungkook e foram em bora,eu tava escorado na parede chorando em quanto olhava pra baixo,Jungkook olhou pra mim.

_POORRAAAAAAA_Ele pegou o jarro que tinha no quarto e jogou ele na parede em quanto gritava,O que assustou todos do quarto e fez meu choro almentar,ele veio até mim e me abraçou me acolhendo em seus braços em quanto chorava junto à mim,ouvi o barulho da porta fechando e deduzi que os meninos tinham saído,Jungkook me pegou no colo e foi comigo até a maca,se sentando nela comigo em seu colo com minhas pernas abraçavam sua cintura e em quanto eu chorava junto à ele_Vai ficar tudo bem meu anjo,eu não vou mais me separar de você e não vou deixar que ele chegue perto de você nunca mais...eu te amo_Sua frase me fez chorar mais ainda e me agarrei a ele com mais força eu também chorava pela a dor que sentia,Ele me deu um beijo na cabeça e ficamos na quela posição por alguns minutos até ouvirmos uma batida na porta,o Jungkook com cuidado me colocou sentado na maca e foi atender a porta

_Eu vim vê como o paciente está_Jungkook deu passagem pra enfermeira entrar e eu falei que tava com muita dor,ela me deu remédios pra dor fez um curativo na minha boca que tinha um corte por causa dos tapas e ajustou algumas coisas,o Jungkook tava do meu lado em pé observando o que ela fazia mas depois abaixou a cabeça olhando pras mãos dele que tavam machucadas de tanto que bateu no meu "Appa"  ela viu a mão dele e caminhou até ele com algodão e álcool_Eu preciso limpar isso_Quando ela pegou a mão dele eu virei o rosto mas ouvi um resmundo baixo

_Não toca em mim_Olhei pra ele que tinha o rosto franzido,mas ela não deu ouvidos e foi tentar de novo_EU DISSE PRA NÃO TOCAR EM MIM PORRA_Ele empurrou ela

_Me dê eu faço isso_Estiquei minha mão pra garota olhando pra ela.

_Mas quem tem que fazer isso sou eu_Falou brava,olhei pra ela indignado 

_Mas eu não quero que nem você nem ninguém encoste em mim_Falou Jungkook com raiva.A garota olhou pra ele e depois pra mim com raiva e me entregou o algodão e o álcool,Jungkook suspirou e olhou pra baixo.

_E eu...você deixa?_Ele levantou a cabeça me olhou e veio até mim  se sentando na minha frente,peguei suas mãos e comecei a passar o algodão com álcool nos machucados ouvindo de vez em outra resmungos seus,ele levantou a cabeça e ficou me encarando,quando terminei de passar o álcool olhei pra ele que tinha os olhos lacrimejando,fiz um olhar triste e abracei ele me deitando de lado puxando ele comigo em quanto eu derramava lágrimas_Sei que se senti culpado por não ter estado aqui antes,mais não é sua culpa Kook e eu quero que você pare de sentir assim agora_Falei firme em quanto o abraçava contra meu peito devagar por causa das minhas costas quando ele já tava mais calmo me arrastei um pouco pra baixo e fiquei deitado em seu peito.

_Eu amo você _Ele sussurrou baixinho no meu ouvido e me deu um beijo na cabeça e eu me permiti  sorrir pela primeira vez na quele dia 

_Eu amo você_Depois disso acabei dormindo.Pelo efeito do remédio.

.

.

.

Continua... 



Notas Finais


É só desgraça.Uma atrás da outra


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...