História O verdadeiro amor de Severo Snape - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Arthur Weasley, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Neville Longbottom, Remo Lupin, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black
Tags Dramione, Harry Potter, Hermione, Hermione Granger, Severo Snape, Snamione, Snape
Visualizações 122
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieh, mais um cap pra vocês!!
Queria que vocês comentassem quais dias seria melhor para mim publicar novo caps.

Boa Leitura!

Capítulo 2 - Continuo com a opção de morrer sozinha.


 Continuo com a opção de morrer sozinha

 

Hermione terminou de subir as escadas e foi em direção ao dormitório  da Grifinória, quando  chegou disse a senha e o quadro a deixou passar.A sala comunal ainda tinha alguns alunos conversando, mas nenhum sinal de Gina. Estava muito furiosa com Snape, porém naquele momento queria se concentrar em acham a amiga primeiro, como Gina não estava na sala comunal Hermione parte pra o dormitório feminino, quando chega vê Givna deitada na cama agarrando um travesseiro e chorando baixinho, Hermione se aproxima da amiga

-Gina, olhe para mim... – Gina que  antes fitava o nada agora direciona o rosto para Hermione, mais não a olha nos olhos - Olha eu tenho certeza que deve ser um mau entendido, mais tarde eu prometo que vou falar com o Ha...

-Você não vai fazer nada! -interrompeu Hermione que ficou um pouco assustada com a reação da amiga, logo que percebeu o jeito como tratou a morena foi rapidamente se desculpando - Me desculpe, é que eu estou meio nervosa, mais não posso colocar a culpa eu você ou em Rony por ter me iludido com Harry... - disse agora olhando nos olhos de Hermione 

-Se você  me deixar falar com Harry sobre isso, eu tenho certeza que não é o que pensamos ser.

-Então me diga, o que você acha que é ? 

-Bem, ainda não falei com ele, antes de te responder preciso perguntar a Harry, correto ?

-Sim... - disse Gina com a voz baixa agora

-Bem agora vamos temos aula de poções - disse com um cento nível tedioso na voz

-Não posso ir !   

-Porque ? –estranhou um pouco a atitude da amiga, pois sempre iam juntas para conversarem um pouco já que não gostavam muito da aula de poções, não era por conta da matéria e sim pelo professor que direcionava tal aula; porém na maioria das vezes não conseguiam conversar por muito tempo, pois Snape percebia rapidamente e seria uma glória de Merlin se ele não tirasse alguns pontos da Grifinória.

- Eu estou com um pouco de dor de cabeça e também estou naqueles dias – fez um biquinho

-Está bem, então vou sozinha aguentar aquele morcegão... - disse meia tristonha, porém com uma cara sapeca.

-Bem que você poderia faltar hoje pra me fazer companhia, não é ?

-Não, ele já está bravo comigo, então acho melhor não faltar hoje... –disse se lembrando do ocorrido com Snape a minutos atrás

-Ah sim, sem problemas então. Nos vemos mais tarde então, certo?

-Sim –foi indo em direção a porta do quarto

-Até.

-Até. - abriu a porta e saiu do quarto

Hermione seguiu em passos rápidos para a masmorra, afim de não perder mais nenhum ponto para a Grifinória e também para não ter que dar satisfação para Snape, o que era a coisa em que ela menos queria nesse momento. Quando foi entrar na sala estava todos os alunos menos  o professor Snape, ela se surpreendeu por ele ainda não ter chegado, pois o mesmo sempre fora pontual ... Foi dai que ela ouviu uma voz bem conhecida no pé de seu ouvido. 

-Está atrasada Srta Granger ! - já reconheceu a voz ao fim quando a pessoa terminará de falar, Draco Malfoy 

- Vê se não me enche Malfoy! – se virou e encostou no batente da porta  

-Eu sei que ainda me quer, é só questão de tempo  para mim te conseguir de volta!- disse convicto, agora com os braços cruzados olhando no fundo dos olhos de Hermione.

-Com licença...  - agora sim era Snape, mais nem Malfoy e muito menos Hermione ouviram o que ele falou e muito menos repararam que ele estava ali 

-Malfoy, por favor,  não é  ?! –disse em um tom rude - Eu já falei que nós não teremos mais nada, foi apenas uma paixão passageira, além do mais você nem faz meu tipo.

- Olha aqui, se você não voltar comigo eu vou ... –Hermione nem deixou Malfoy terminar de falar e já o interrompeu, pois sabia que ele poderia falar merda

- Vai fazer o que ?! –alterou um pouco o tom de voz.- Contar para o Snape e fazer ele me obrigar a namorar com você ou pelo contrário eu levo uma detenção?! Desculpe te desapontar meu amor, – revirou os olhos -mas continuo com a opção de morrer sozinha ao estar em um relacionamento com você – estava ficando nervosa com Draco, que não saia da sua cola á algum tempo. 

- Eu estou aqui Granger... - disse Snape olhando para ela com seriedade

- Então avisa para esse cabeça de ovo que e...- percebeu o que estava falando e ficou meia envergonhada- Perdão professor.  

- Entrem os dois agora.-os dois entraram com a cara emburrada, principalmente Malfoy

A aula percorreu  bem de certa forma, o tempo da aula fora mais curto e foi bom para Hermione pois Malfoy não parava de encher o saco da morena. Quando acabou todas as aulas daquele dia Hermione foi encontrar Gina no dormitório feminino, passou pelo retrato, Gina não estava na sala comunal deduziu que ela estivesse no dormitório, subiu as escadas e entrou no quarto em que dividia com a amiga, porém nenhum sinal da ruiva. Quando estava descendo as escadas avisa Harry e Rony entrando na sala comunal e o quadro da mulher gorda se fechando logo atrás.

-Harry! - foi correndo para abraçar fortemente o amigo, só tinha o visto no refeitório pois suas aulas naquele dia não batiam.

-E eu aqui não mereço um abraço – disse Rony risonho enquanto observava os dois

-Claro que sim! Vem aqui – puxou Ronny para um abraço em grupo, mas logo se soltou dos dois, pois se lembrou de Gina –Vocês por um acaso viram a Gina por aí ?

-Não, porque ? –disse Harry meio que curioso

 -Não vi ela desde que fui para a aula do Snape, tínhamos meio que marcado de nos encontrar no quarto...

-Realmente não vimos ela em lugar nenhum - disseram os garotos em uníssono 

-Que estranho ...

- Ela deve estar no refeitório ou algo do tipo –palpitou Harry 

Então foram verificar se Gina estava no refeitório, e lá estava ela sentada na mesa da Grifinória conversando com um menino que Harry, Ron e Hermione desconheciam.

-Gina. –disse Harry chamando sua atenção com um pouco de ciúmes 

- Que foi? - desviou o olhar do garoto que conversava para o trio 

- Quem é ele ?! - Harry olhou para o moleque e depois para Gina

- Porque quer saber ? Não era você que estava abraçado com uma menina do Lufa-Lufa ?! –disse meio irônica

- Gina, por favor! Eu apenas ajudei aquela menina..  

- Posso saber o motivo então ? 

- Claro ! Eu apenas a ajudei a fazer ciúmes para o seu ex-namorado 

- Ahh...e se eu for lá perguntar o que ela vai dizer ?

- O mesmo que eu estou falando agora, Gina por favor pare com esse ciúmes obsessivo por favor! –Harry já estava ficando cansado com as crises de ciúmes de Gina 

- O.K. ....Me desculpe é que eu interpretei a situação de um modo errado e ao mesmo tempo um pouco certo.

- Gina ... 

-Também não falo mais nada! –fechou a cara

-Naqueles dias, sabe? – Hermione e Harry começaram a rir

Hermione vendo que o clima entre os dois estava começando  saiu de perto, e por fim decidiu dar uma volta por Hogwarts, porém enquanto caminhava ela teve a sensação de que estava sendo seguida por alguém, então olhou para os corredores aos lados e também para trás, mas não havia ninguém achou meio estranho então continuou andando mais antes de andar mais meio metro foi empurrada por alguém, que encurralou a mesma na parede.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...