1. Spirit Fanfics >
  2. O vídeo >
  3. Capítulo Único

História O vídeo - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction O vídeo - Capítulo 1 - Capítulo Único

-Chim? Eu posso entrar?

Jungkook bateu na minha porta pela terceira vez no dia, eu não abri em nenhuma das outras e eu não pretendo abrir, não tá trancada, mas ele não é esperto o suficiente para entrar. Eu tô sentado na cama chorando baixinho meu queixo está apoiado nos meus joelhos, as lágrimas escorrem dos meus olhos, passam por minha bochecha, caíam no meu joelho, minha pele absorvia a maioria, mais algumas tocavam meus dedos dos pés, fazia cosquinha, mas eu não conseguia rir, nem sequer um pequeno sorriso, meus olhos estão ardendo, eu queria conseguir dormir e nunca mais acordar mas eu não consigo, meu celular está na mesinha ao meu lado, desligado para ele não falar mais comigo. JUngkook? Não..Taehyung, o irmão idiota dele… eu estou tão zangado com Jungkook tão zangado. Como ele pode me expor assim? Eu confiei em você..

Eu conheci Jungkook a pouco tempo, ele lia o que escrevia, a gente acabou se falando e eu , a eu como sempre foi o garoto mais idiota do mundo, eu me apaixonei por ele, ele não me quis, eu chorei, me desesperei, quase enlouqueci mas eu concordei, porque queria está perto dele, eu queria ficar ao lado dele, ele era importante para mim, agora eu não sei se é recíproco, ele diz que sim, mas também prometeu me proteger e vejam do que deu. A nossa amizade foi crescendo, quase não nos vimos, um dia eu..mandei algumas fotos um pouco mais..a vontade..eu fiquei com medo, ele gostou e as palavras dele, mesmo que poucas me deixavam feliz… isso foi a muito tempo...depois aconteceu mais uma vez..mas então eu pensei no irmão dele e maldita mania de pegar o celular dele sem ele saber...eu pedi, eu implorei pro Kook não deixar ele vê..eu pedi tanto e ele de fato protegia, eu apagava todas as mensagens com fotos pra me proteger aqui...achei que ele fizesse o mesmo, mas não… Ele deu o celular pro irmão pra ele falar comigo..o Taehyung viu os meus vídeos… eu nunca tinha.. eu não queria que mais ninguém visse, mas Jungkook não me protegeu, ele nem se importou, o irmão dele disse que havia dito a ele o que ele tinha visto… Jungkook não fez nada.. nada, ali o meu ódio só não foi maior do que o nojo de mim mesmo, porque doía estava doendo, ele..... deixou outro homem me ver, alguém que nem sequer eu conheço pessoalmente, agora eu me sinto uma puta suja.. Eu tô tão zangado com ele, tanto….eu me encolhi lembrando de quantas vezes ele disse me amar, quantas vezes eu respondi de verdade ...das tantas vezes que conversamos madrugada adentro...

Demorou tanto para eu confiar em alguém...para que? Ele ainda se recusou falar comigo quando pedi,,eu pedi pra ele não dormir antes de falar comigo, adiantou? Não, agora ele está na minha porta e eu não quero responder.

-Chim, vamos conversar, por favor.

-Eu queria conversar ontem..você não se importou com seu irmão me vendo nu, você nem falou comigo depois, eu esperei horas acordado pra ver se você ia ao menos me pedir desculpas, perda de tempo. Eu sou um idiota. Tudo bem você não me amar, mas não respeitar meu corpo? Porque fez isso?

-…

-Tudo isso porque eu contei quem eu era de verdade? Que sou eu que escrevo tudo? Eu acho que você não pensou em nada, deve ter pensado: A, que que tem, ele já fez isso antes, deve ser pra geral. Mas não é Jungkook, não é..não era já que você fez isso.. e se seu irmão usar para o mal?

-Ele não é mal.

-Como vou saber? Eu mal o conheci, você não pensou em como eu me sentiria? É o meu corpo ali, Jungkook..sou eu ali… não acredito que você não estava nem aí, você me deixou sozinho.. Vai embora, eu preciso escrever alguma coisa.

-Chim..sabe que vou ver neh?

-NÃO ME IMPORTA! E daí se você lê? Você não se importou, porque eu deveria? Se eu não fizer isso eu vou enlouquecer. Vai lá com seu irmão, ele deve tá trancado na porra do quarto dele batendo punheta pra mim.

Eu ouvi os passos dele se afastar, eu estava atordoado, eu não queria ver ele e nem ouvir o que ele tem a dizer, eu nunca fiquei tão furioso em toda a minha vida! Eu abri o computador com as mãos trêmulas, eu sabia que não podia passar mal desse jeito, que meus nervos iam pro espaço e eu ia entrar em crise se eu não escrevesse,  eu então cheguei na parte de dizer o que eu sentia, era tão dolorido que as palavras escapavam o sentido, a dor ultrapassa, chegava às duas da manhã e eu ainda escrevia. A parte mais verdadeira era quando eu dizia o quanto aquilo me fazia sentir mal, cada palavra, cada uma delas chegava com o peso de mil lágrimas, aquilo era doloroso, os meus dedos não paravam e trabalhar eu estava com câimbra, mas ainda assim eu escrevi porque se eu parasse eu ia voltar a  sentir raiva, meu coração estava com tanto ódio, eu só parei quando aquele texto sem ligação nenhuma estava finalizado, ninguém ia entender nada, eu enviei ele, pra ser sincero eu nem me lembro do que escrevi, não liguei pras minúsculas visualizações, eu só queria era desabafar e a única forma que conheço é escrevendo. Naquela noite eu dormi com a cara no computador. Taehyung espalhou o vídeo. Jungkook não me procurou no dia seguinte, nem na semana seguinte, nem no mês seguinte, faz dois meses desde que o vi da última vez, num belo dia a minha campainha tocou e ele estava lá, um pacote enorme de papel pardo nas mãos, ele sorriu pequeno para mim, eu ainda lhe olhava espantado quando ele disse:

-Eu posso entrar, Chim? Sei que ainda está zangado comigo, mas eu queria falar com você.

-HUm..seja breve.

Sai da frente da porta, eu não queria que ele falasse comigo, não queria que ele me tocasse.

-Chim, eu sei que você está me odiando, eu conheço o suficiente para saber quando odeia alguém. E esse alguém sou eu. Me desculpe não ter protegido você.

-Você me deu de bandeja, achei que era importante pra você. Achei errado.

-Espera.. você é sensível, eu devia ter levado isso em conta.

-Deveria ter levado bem mais do que isso em conta… você deve ter rido da minha cara..

-Não.. espera, não vamos falar disso, vamos falar do que eu fiz pra você. Aqui, toma.

Ele me entregou o pacotes de papel pardo, eu abri...dinheiro, era muito dinheiro.

-Que isso, Jungkook?

-É seu dinheiro, reparou que suas fotos sumiram da internet?

-Notei, acho que esqueceram

-A duvido. Eu patenteei as suas fotos Jimin, agora elas são minhas e eu ganho todas as vezes que alguém as usa ou acessa, elas tem um código de rastreamento. Por isso não está mais rodando, eles tem que pagar 5 mil dólares sempre que usam, demorou muito Chim, mas finalmente o resultado de desaparecer com as fotos aconteceu. Eu preferi desaparecer daqui… eu precisava ajeitar tudo, sei que ainda me odeia, mas eu queria muito reparar de algum jeito… eu fui um babaca, me desculpa.

-E o Tae?

-Bom...ele apagou quando eu ameacei denunciar ele. Você está assegurado agora, o dinheiro está todo aí, se eu receber mais alguma coisa eu volto.

-Espera..fica..

-Não, tudo bem, sei que está furioso.

-Estão sim...mas também comovido com o que fez por mim, foi muito nobre, você poderia ter deixado para lá.

-Se eu tivesse deixado para trás, você nunca abriria a porta para mim.

Ele disse tudo se encaminhando para a porta, eu a fechei e encostei minhas costas nela, Jungkook a milímetros de mim.

-Sabe Jungkook..ela estava aberta o tempo todo,

Eu disse isso puxando Jungkook pela nuca e lhe beijando, chega de ter medo, eu sei que ele não me ama, mas pelo menos tentou se desculpar do jeito dele, quando ele segurou a minha cintura eu achei que seria afastado, mas eu fui abraçado mais ainda, meu corpo foi erguido e eu e Jungkook fomos para o quarto, o dinheiro jogado pra tudo o que é lado na sala e nós tratamos de arrancar nossa roupa e jogá-la para longe, eu sabia que era só uma noite mas verdadeiramente não estava me importando, o que tinha, sexo casual, depois disso ele vai embora..mas ele não foi..ele ainda estava ali.

-Chim..

-HUm?

-Eu.. lembra que eu te rejeitei?

-Lembro.

-Eu estava pensando, eu não tava pronto naquela época.. acho que agora eu estou, você.. não sei, eu quero te  conhecer melhor, tudo bem se a gente começar a sair? Se você quiser é claro.

-Não sei, ainda estou magoado com você.

-Eu entendo, a gente pode começar devagar, eu posso vir cozinhar de vez enquanto pra você, ou podemos...tomar um sorvete.

-Ta.. isso pode ser

E assim foi, eu e Jungkook começamos a sair, as vezes eu ia no apartamento dele, as vezes ele vinha no meu, o sexo era raro, mas não importava, a gente estava junto e isso bastou.  Dentro de dois meses a gente começou a namorar pra valer, com cinco meses a gente passou a morar juntos, com dois anos nos casamos. Eu nunca odiei tanto Jungkook como naquele dia, mas também foi pela luta dele para eu o perdoar que fez com que ficássemos juntos pra sempre.

 


Notas Finais


Ou era escrever ou era chorar.
Decidi escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...