História O Vilão - Imagine Jungkook, Taehyung e Suga! - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Bts, Jimin, Jungkook, Romance, Suga, Suspense, Taehyung
Visualizações 101
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, ultimo de três
Até amanhã e obrigado por todo carinho e apoio!

Capítulo 50 - Grão de Areia


 

O Aeroporto estava movimentado, era uma sexta a noite e as pessoas iam e vinham de diversos lugares. Jungkook estava de camisa preta e uma calça da mesma cor, V estava de gorro, óculos escuro e todo de preto, somente Sayonara estava com um vestido bege e cabelos em rabo de cavalo, cada um deles arrastava uma pequena mala, exceto V, que também tinha uma mochila em um lado de seus ombros. Todos agiam normalmente. Sentados em cadeiras azuis, eles esperavam a chamada pro vôo destinado a Coréia. Algo que não demora, porém por cautela, Taehyung acha melhor esperar a ultima chamada, quando todos os passageiros já estivessem passado pelo portão de embarque. Fato que aconteceu exatamente como ele previu, a ultima chamada foi ouvida ecoando pelo Aeroporto, um vôo não muito comum, afinal os destinos eram América e Europa continuamente. Andando devagar eles passam pelo chekin, Jungkook provoca uma situação pra que Taehyung passe tranquilamente pelo chekin sem ser observado mais de perto. Situação que foi contornada pela Sayonara, tudo fazia parte do plano. 

Passaram tranquilos pelo portão de embarque, andaram pela plataforma sem problemas, tudo estava bem, a não ser pela cara do Jungkook de foragido, ele se assustava com tudo, olhava pros lados frequentemente, além de se achar que estavam sendo seguidos desde o Taxi. 

Dentro do avião, suas poltronas foram compradas propositalmente separadas, desligaram o celular e esperavam o aviso da aeromoça anunciando o inicio do vôo. Taehyung estava apreensivo, não via a hora do avião decolar, mas a seu lado uma figura conhecida se senta, e ele não esconde a surpresa

V- Vc? O que faz aqui?

Minyu- Não sei responder, só sei que desde que vc... quer dizer, desde que vcs sairam eu... 

V- Saia agora!

Minyu- Não!

V- Saia desse avião agora!

Minyu- Vc não entende...

V-  Nem quero, escuta aqui garota! Isso não é uma brincadeira

Minyu-  Eu sei... Fala baixo, as pessoas vão ouvir - Sussurrei

V-  Puta que pariu! Quando chegarmos lá vc vai voltar no mesmo vôo entendeu?

Minyu- Me deixa ficar com vc 

V- Por que? Por que eu iria querer vc trás de mim?

Minyu- Por que...

V- Não sou seu anjo, não sou seu guarda costas, eu não sou o mocinho das histórias

Minyu- Não preciso de nada disso... Só seja vc

V- Eu amo outra mulher, eu não te conheço, e não quero!

Minyu- Eu disse que so quero ir com vc... me sinto útil pela primeira vez na minha vida toda. Vcs precisaram de mim em 24 horas o que ninguém precisou durante todos esses anos. Eu fui um grão de areia pra tanta gente... Só me deixa ir

V- Não diga isso de vc mesma

Minyu- Mas é o que sou... um grão de areia

V- O que eu acabei de dizer garota?

Minyu-  Mas é que todos me...

V- Única regra, sempre faça o que eu mando!

Minyu- Esta bem... vai me deixa ir então?

V- Eu poderia te jogar de lá de cima... Mas vou deixar vc ir... Só não me atrapalhe, eu não sou babá... 

Minyu- Obrigado...

V- Outra coisa, fique longe do drogado, ele não é uma boa influencia!

JK- E vc é bastardo? O que ela ta fazendo aqui?

V- Ela vai comigo!

JK- Vc vai meter ela nessa encrenca? ta maluco?

V- Ela vai ser útil, teho planos pra ela... vai sentar, a aeromoça chegou!

JK- Bastardo idiota!

V- Drogado retardado!

 

***** França, Paris*****

 

Nam- Esquece isso por favor, não deixe que a vingança estrague tudo

Jimin- Não vai estragar nada, prometo - Estou colocando minhas roupas dentro da mala que esta em cima da cama

Nam- E se for uma armadilha hun?

Jimin- Não é

Nam- Mas e se for?

Jimin- Joonie confie em mim e não no Jungkook, eu vou por que quero amar o Taehyung da forma mais dolorida no mundo, preciso disso entende?

Nam- O que eu faço se der errado? Não sei viver sem vc - Seguro meu baixinho pelo rosto e o trago pra perto do meu corpo o beijando de forma apaixonado. Ele retribui e eu não consigo segurar o choro por mais tempo, e deixo que elas caiam

Nada adiantou, ele estava determinado a partir em busca da vingança tão sonhada e vivida em pesadelos constantes. Foi dificil recuperar a total razão do Jimin, ele me chamava de Suga e relembrava momentos do passado com o pálido, mas depois de algum tempo, consegui que ele recuperasse a razão. Quando Jungkook o ligou na noite passada e disse que o Taehyung estava vivo, ele ficou eufórico, não parou de especular um milhão de maneiras de acabar com a vida do mesmo. Nada que eu pudesse falar mudaria seu desejo de vingança, e o que me restou foi apoiar e aceitar, mesmo contra a minha vontade. Sua viagem pra Coréia do Sul esta marcada, que a sorte seja lançada!

 


Notas Finais


A Sorte esta Lançada!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...