1. Spirit Fanfics >
  2. O vírus -- a sobrevivência apocalíptica -- >
  3. Capítulo 1

História O vírus -- a sobrevivência apocalíptica -- - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction O vírus -- a sobrevivência apocalíptica -- - Capítulo 1 - Capítulo 1

Introdução:


Este livro conta uma história de um grupo de 5 pessoas que tiverem suas véspera de ano novo destruídos, não só deles mas de todos, eles iram encarar uma dificuldade extremamente, na base da sobrevivência, resistência e persistência. A missão deles é sobreviver doque vier, e eles tem que permanecerem vivos até o fim da jornada.



_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_



Capítulo 1:


São Francisco, dia 31 de Dezembro -- 2032



• Na cidade de São Francisco estava tendo uma comemoração na cidade inteira. Era o último dia do ano de 2032, e todos estavam em comemoração. Havia no meio de tanta gente um grupo de amigos que festejavam na casa de um deles, uma casa grande e espaçosa, e havia no total 12 pessoas naquela casa, eles iriam ficar naquela casa até virar o ano, para eles desejarem feliz ano novo um para o outro e ir para as suas casas, ou visitar familiares.


Ainda era 22:32 da noite, e eles comiam, conversam, jogavam, bebiam e se divertiam, uma das pessoas que estava ali e que se chama Alex Brooke comeu tanto que precisou sair para tomar pouco de ar, pois ele estava passando mal, então ele foi lá fora acompanhado de seu irmão chamado Isaac Brooke:


-- Cara... Tá tudo bem aí?

(Perguntou Isaac Brooke)


-- Estou bem sim mano.

(Alex deu uma risada quando ele respondeu seu irmão)


-- Sabe... Não precisa se preocupar comigo não, eu sei me virar, vai lá, vou volta daqui a pouco .

(Alex diz ao seu irmão)


-- Então... Tá, se eu fosse você voltava lá rápido, porque senão, eles vão acabar com o salgado.

(Isaac diz dando uma risada a Alex)


Isaac Brooke volta a festa e Alex ficou 12 minutos fora da casa olhando as vezes para a rua para o lado e para o outro,e olhava as vezes para o céu. Alex percebe que está bem, e quando ele ia voltando para a casa, ele escuta um barulho estranho, ele olha de longe para o lado que ele ouviu esse barulho, e ele volta para casa não dando bola para isso.


•• 33 minutos depois ••



Faltava pouco para virar o ano, pois era 23:17 e todos estavam festejando e felizes, até que chegou a hora do discurso, essa hora é quando as pessoas da festa de ano novo faz um discurso agradecendo a todos por está juntos por momentos difíceis e etc..


Todos começaram a fala até que foi a hora de Alex fazer o discurso de final de ano:


-- Bom... Não sou bom em fala publicamente, mas quero agradecer primeiramente a todos que vieram festejar conosco, e agradecer a todos que ficaram juntos, por momentos dolorosos e difíceis, e até por momentos felizes, pois a nossa vida não é só alegria, temos lutas e desafios a enfrentar, todo santo dia, mas essa é a vida, e todos nós enfrentamos esse problemas e vencemos juntos, como irmãos ou como amigos, e espero que todos nós sejamos amigos e companheiro um do outro até o fim... É isso que eu queria fala... Feliz ano novo para todo mundo

(Diz Alex)


Depois de todos fazerem o discurso, todos estavam esperando dar 00:00 para assim todos soltar os fogos de artifício e para entrar o ano festejando. Todos estavam aguardando pois era 23:43 e a cidade estava em comemoração, todos estavam feliz por mais um ano acaba, o centro da cidade estava cheio de pessoas festejando e tinha como ouvi o povo em festa nas casas e nas ruas.


23:58 já estava quase virando o ano, esses 2 minutos que faltava era uma ansiedade para a população de São Francisco... 23:59 faltava 1 minuto, e todos estavam preparados para a virada de ano... só faltava 5 segundos, 4 segundos, 3 segundos, 2 segundos e 1 segundo... 00:00 1 de Janeiro de 2033.


A Cidade entrou em uma comemoração imensa, os fogos de artifício explodiam no céu, e todos se abrassavam, festejavam tocavam músicas altas:


-- Feliz ano novo pessoal !!!


(Disse Daniel Cooper)


Todos que estavam na casa começaram a se abrassar e desejar feliz ano novo a cada um, depois 1 hora, a festa tinha terminado, e os outros foi até a casa de familiares ou a dos pais para ficar lá. E Alex e Isaac saíram da casa, e foram caminhando até a casa deles que era um pouco perto:


-- Que dahora cara, a cidade fica tão linda quando chega a esses tipos de data.


(Diz Isaac)


-- Verdade Isaac, a cidade fica com uma energia boa, sabe... Alegria, e muito bonito de se ver.


(Diz Alex)


Os dois vão caminhando e conversando, até que eles ouvem um barulho no banheiro público do centro, eles ouviram alguém vomitando, Alex pediu para Isaac senta no cadeira que tinha lá perto, e Alex foi ver oque estava acontecendo, pois essa pessoa estava vomitando e o seu tom de voz mudava, Alex foi ver na janela do banh e viu que essa pessoa usava um jaleco branco e que no lado desse jaleco estava escrito TC e em baixo estava escrito "Transformação Ciêntifica". 


Logo Alex se lembrou de uma empresa que trabalha com ciência e que há muitos cientistas ótimos lá, e também havia boatos que essa base tinha um lugar secreto e proibido, e que só o dono e os superiores podiam entrar e também quem era permitido, e dizem que eles fazem mutação genética, e que lá há monstros e outras coisas, e até vírus. Alex não acreditava nisso pois ele não era fan de ciência e nem nada do tipo.


Alex foi se afastando do banheiro, e deixou essa pessoa no banheiro, pois Alex não sabia se aquela pessoa estava bêbada ou algo do tipo, então ele resolveu ir embora:


-- Oque era Alex? O cara comeu demais? Ou está bêbado?


(Isaac diz rindo)


-- Não sei, mas aquela pessoa estava usando um jaleco branco com a marca TC


(Alex responde)


-- Hum.. intendi... Mas... Espera aí... Oque um cara da TC está fazendo aqui? Eles não tinha que está de férias ou em outro canto aí? Estranho...


(Diz Isaac)


-- Sei lá, eu que não vou me intrometer


(Diz Alex)


Os dois começam a caminhar denovo até a casa, mas quando eles estavam saindo ele ouviram aquele pessoa se bater na porta do banheiro, Alex foi correndo ajudar a abrir a porta para aquela pessoa. Mas quando Alex abriu ele foi atacado, áquela pessoa pulou em cima dele, estava tentando morder ele, Alex gritou para Isaac ajuda ele, Isaac veio e chutou essa pessoa, Alex se levantou e os dois começaram a correr, e correram até a casa de Daniel Cooper (Daniel Cooper foi que fez a festa de fim de ano) e quando Alex e Isaac chegaram lá, eles tocaram a Campainha e batiam na porta, Daniel Cooper sem intender nada ele foi até a porta e abriu, Alex e Isaac entraram rápido e fecharam a porta, trancaram a porta e colocaram cadeira e outras coisas para bloquear a porta:


-- Oque está acontecendo? Posso intender? Você chegam dunada assim, e ainda sai bloqueando a porta.


(Diz Daniel Cooper meio irritado)


-- Daniel, não abra essa porta por favor


(Diz Alex)


-- Mas oque aconteceu? Vocês estão desesperados assim porque?


(Diz Daniel)


-- É que tinha uma pessoa vomitando no banheiro público do centro, o Alex foi ver mas era uma pessoa que trabalha na empresa TC, o Alex falou que sabe por causa do jaleco branco com o símbolo dessa empresa, e quando o Alex foi ajudar essa pessoa a abrir a porta, essa pessoa foi pra cima do Alex tentando morde ele.


(Diz Isaac desesperado)


-- Espera aí... Morde ele? Essa pessoa estava com a aparecia feia, meio esquisito


(Diz Daniel preocupado)


-- Acho que não, eu não parei para ver se tinha ou não aparência esquisita, eu virei o rosto porque ele estava tendo me morde, não sei o porquê mas ele parecia esta possuído ou algo assim.


(Diz Alex)


Daniel olhou para os dois meio espantado e ele diz em voz baixa "será?..." E Daniel levou Alex e Isaac para o porão para conversar com eles, em um lugar mais seguro. Daniel fechou a porta do porão e colocou uma tora de madeira para bloquear a porta e ele começou a fala com eles:


-- Eu tenho esses papéis impressos porque eu estava estudando sobre essa empresa TC, e sobre os boatos também... peguem... Algumas pessoas dizem que alguns ex-trabalhadores dessa empresa entraram na base secreta, na parte proibida e divulgaram poucas coisas, mas essas coisas são o bastante para responder algumas questões minha sobre esses boatos.


(Diz Daniel)



-- Sabe, não sei oque eles queriam com isso, da pra ver que é um vírus criado a 6 anos atrás, e esse vírus ninguém sabia da existência dele, porque estava na base secreta deles, e também estava em estudo.


(Diz Alex)


Depois de olharem alguns papéis, eles foram tentar ver oque estava acontecendo, pois eles começaram a ouvir gritos alguns momentos depois deles olharem os papéis. Isaac disse que no bairro aonde eles estavam, estava vazia, mas os gritos estavam pertos, mas não sabiam em qual direção. Daniel estava navegando na sua rede social, e já tinha gente comentando sobre um cara possuído atacando pessoas:


-- Oque nós vamos fazer agora? 


(Diz Alex)


-- Não sei, vamos estar correndo um grande perigo lá fora.


(Diz Isaac)


-- Eu sei... Nós estamos perdidos, não sei oque nós podemos fazer nesse momento


(Diz Alex)


-- Espera… Alex liga pra Beth e pra Jennifer, nós nao sabemos como elas estão, elas saíram primeiro que nós dois.


(Diz Isaac)


-- Verdade, bem pensado, já vou ligar, com licença


(Diz Alex)



Alex vai para a sala, para ele pôde ligar para Jennifer e Beth, Daniel estava ficando assutado com as notícias da cidade, e Isaac sempre ficava de olho se tinha algo no bairro deles, mas não havia nada, Alex termina de ligar para as duas, e ele fala para o Isaac que as duas estão bem, Daniel vai até o Isaac e pergunta se aconteceu alguma coisa, mas Isaac fala que não. Alex estava no sofá, e estava pensativo, ele não tirava da cabeça que podia ter morrido naquela hora, ele estava muito assustado:


-- Toma um pouco água Alex, se acalma, você tá vivo, é isso que importa, agora vamos pensar em.u. jeito de... Sei lá… sair desse lugar.


(Diz Isaac)


-- Como? Como não vamos sair desse lugar? eu não paro de orar, estou muito assustado, tenho medo de sair e sermos atacados por aquela pessoa ou qualquer uma.


(Diz Alex)


-- Pessoal, vou ter que ir na praça, aqui perto, a Beth tá com a Jennifer e eles me avisaram para buscar elas, vou de carro para ser mais rápido na ida e na volta, fiquem aqui, qualquer coisa saim da casa, e me avisam, ok?


(Diz Daniel)


-- Ok


(Diz Alex)


-- Ok


(Diz Isaac)


Daniel sai com o carro, até a praça, mas oque mais assusta o Daniel é que a rua estava vazia, porque não era normal em época de ano novo, ele foi dirigindo com o carro para pra frente e ele ficou mais assustado, ele via corpos no chão, parecia um massacre, ele foi mais rápido para achar a Beth e a Jennifer, mas chegou uma hora que ele tira que parar o carro, havia carros batidos na frente e mais pessoas mortas, Daniel encostou o carro de um jeito fácil para sair, e vou caminhando até a praça.


Alex e Isaac estavam na sala da casa de Daniel, e eles ficavam olhando a porta de entrada da casa para ver se tinha alguma coisa, mas para o alívio deles, não havia nada e também não havia niguem. Alex ficava sentado no chão da sala olhando pro nada, e pensativo. E Isaac ficava olhando para rua, com medo de acontecer algo com eles na casa.


Daniel estava caminhando, e só via algo que ele não gostaria de ver, havia corpos e parte de corpos no chão, derrepente Daniel ouviu algum andando, ele correr e se escondeu atrás de um carro, fazendo o máximo de silêncio o possível, então elevou alguém andando e ao mesmo tempo mancando, a aparência dele era horrível, ele tinha sangue no rosto, e seus olhos estavam quase branco, parecia que ele era cego, mas pela sorte de Daniel, aquela pessoa deformada passou reto e não viu o Daniel, mas mesmo assim ele andou devagar para não fazer som. Daniel pegou o celular e mandou mensagem pra Beth perguntando aonde elas estavam, pois ele já estava na praça. Elas não respondiam, e isso deixava o Daniel mais assustado e também pois ele estava em perigo se continua-se ali, ele se escondeu em um lugar que dava para ver a praça em um campo de visão melhor.


Alex e Isaac permaneceram na casa e estavam se perguntando "Aonde está o Daniel?":


-- Será que... Ele foi atacado?


(Diz Alex)


-- Não, para de pensar nisso, ele deve tá vindo com as meninas, só paro pra pensar como está a rua.


(Diz Isaac)


-- As ruas deve estar vazias como aqui está.


(Diz Alex)


-- Sabe... Porque isso esta acontecendo? Bem agora em virada de ano, era pra ser uma véspera de ano novo, e tá virando uma véspera de terror.


(Diz Alex)


-- Eu também não sei porque está acontecendo isso, será que Deus está castigando o mundo por algo que nós os seres humanos vizeram?


(Diz Isaac)


-- Não, Deus não castiga, bom é oque eu acredito, isso é coisa de nós seres humanos, eles que criam a próprias guerras e vírus, Deus não tem nada a ver com isso.


(Diz Alex)


-- Espero, pois agora o mundo vai estar em colapso


(Diz Isaac)


Daniel já estava lá 18 minutos e elas não estavam lá, Daniel esperou, e esperou, mas nada delas, ele não sabia se saia, ou se ficava mais tempo, ele ficou pensando, e resolveu sair, e se qualquer coisa ele irá liga pra elas. Então Daniel começa a andar até o carro, ele vai olhando para frente, para ver se elas não apareciam, e até que ele acaba se esbarrando em alguém, ele olha e é Beth e Jenniffer:


-- Beth? Jennifer? Finalmente achei vocês, venham, vamos pra min casa agora, aqui não é seguro.


(Diz Daniel)


-- Espera!, Não vai, nós duas estávamos aqui escondidas, porque lá naquele lado da rua está com aquelas pessoas.


(Diz Beth)


-- Sim, sim, não dá para ir lá


(Diz Jennifer)


-- Ok... Então… ah!… Não sei… vamos se esconder em algum lugar seguro para depois nos irmos no meu carro e para nós sairmos também daqui.


(Diz Daniel)


Enquanto Daniel, Beth e Jenniffer se escondiam, Alex e Isaac estavam na casas já com medo de ter acontecido algo com os 3, Alex não conseguia ficar parado, ele andava de um lugar para o outro, ele ia na garagem e voltava pra sala, já Isaac, estava no sofá tentando ligar para os seus seus pais, para saber se estava tudo bem, mas eles não atendiam. Isaac começa a vasculhar na internet, e descobre que sua cidade está praticamente toda tomada por esses infectados "zumbies":


-- Alex, mano, a cidade praticamente está já infectada. Mas como? Esse vírus se evoluiu rápido, se em uma cidade ele avançou rápido, imagina em outros países. O mundo todo vai está infectado.


(Diz Isaac)


-- Cala a boca Isaac!!, Eu já estou nervoso, e você vem falando isso, só me deixa pior. Por favor para, logo logo o exército vai vim pra tentar salvar os que não estão infectados.


(Diz Alex)


-- Como você tem tanta certeza disso? E se eles não vier? 


(Diz Isaac)


-- Quer saber de um coisa? Eu não sei, mas eu espero que eles venham o mais rápido possível, e eu espero que nós sejamos salvos também.


(Diz Alex)


Derrepente eles ouvem um barulho estranho na rua, o Alex pede pro Isaac ficar na casa, e Alex vai averiguar a rua, e ele olha um monte de pessoas vindo, mas não era pessoas comuns, era pessoas tudo diferente, pareciam monstros. Alex volta pra casa e ele tranca a porta e coloca barreiras e ele avisa para Isaac que essas pessoas infectadas já estão na rua deles, então eles vão para o porão, eles se trancam lá, e pega oque tiver lá para se defenderem. Mas os infectados estavam andando em toda a parte, invadindo casas e matando tudo que tiver na frente como pessoas e animais. Mas o pior acontece, Alex estava na porta do porão tentando ouvir alguma coisa, e ele ouve gente na casa:


-- Droga, eles estão aqui, não faça barulho...


(Diz Alex)


Os dois estavam em silêncio, e já havia entrado mais de um infectado lá dentro, e eles estavam com algumas ferramentas como proteção. E os infectados só andavam pela casa, até que um deles estava na frente da porta do porão batendo e cabeça e gritando:


-- Meu Deus, eles nos acharam!


(Diz Isaac)


-- Qualquer coisa, nós vamos atacar juntos ok?


(Diz Alex)


-- Ok


(Diz Isaac)


O barulho termina, e os infectados parecem que estavam saindo da casa, a única saída era pular a janela e o muro, para poderem escapar, eles abrem a porta do porão devagar, e a casa estava vazia, e eles vão devagar até a janela mais perto. Eles conseguem chegar, mas quando eles iam pular, tinha um infectado lá fora, eles se abaixaram e ficaram em silêncio o máximo possível. Até que o infectado saiu e eles pularam a janela e conseguiram pular o muro também e saíram correndo.


Enquanto isso, Daniel, Beth e Jenniffer estavam escondidos, pareciam que eles estavam indo para algum lugar, e era só eles esperar mais um pouco para poderem ir no carro para escapar com vida, então assim é feito, eles esperam e depois eles saiam correndo pro carro, os três conseguem entrar, e o Daniel consegui ligar o carro, e conseguem ir embora:


-- Que aperto, tá sendo muito difícil andar pelas ruas, lá aonde nós estávamos, as pessoas corriam desesperadas, só nós duas que fomos loucas de ir no caminho contrário para achar um bocó chamado Daniel.


(Diz Jenniffer)


-- (rindo) você não muda né, pelomenos eu salvei vocês duas, as ruas estão assustadoras, não dá para fica saíndo atoa, não sei como vamos fazer para ir na base do exército da cidade, parece que eles podem levar os sobreviventes para um aeroporto que tem um aviões que levará os sobreviventes para um país que tem uma outra base enorme embaixo da terra, aonde nós estaremos salvos dessas pragas.


(Diz Daniel)



O telefone de Daniel começa a receber a ligação, e ele atende:


-- Alex? Estamos indo pra casa, tá tudo bem aí?


(Diz Daniel)


-- Não vem!! Eu e o Isaac não estamos na casa, os infectados chegaram na rua e começaram a invadir as casas, nós saímos da casa bens.


(Diz Alex)


-- Ok, mas aonde vocês estão indo?


(Diz Daniel)


-- Estamos indo na igreja perto da praça, nós podemos ficar lá um pouco, pra pensamos como nos podemos chegar a base do exército.


(Diz Isaac)


-- Ok, eu estou com a Beth e a Jennifer, estamos indo lá na igreja, se vocês chegarem primeiro, é só me aguardar tá? Tchau, tomem cuidado.


(Diz Daniel)


-- Vamos pra igreja, os dois vão estar lá, agora a nossa missão é sobreviver disso, e doque vier também.



_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...