1. Spirit Fanfics >
  2. O Vizinho Rubens >
  3. The Party 2

História O Vizinho Rubens - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - The Party 2


Fanfic / Fanfiction O Vizinho Rubens - Capítulo 7 - The Party 2

...Diz Ana indo em direção a janela de vidro.
De repente, Rubens pega uma das argolas do cinto de Ana, e à rodopia. Em um gesto suave, ele à coloca sobre uma mesa estreita localizada perto da janela. A pele de Ana treme sob o toque de Rubens quando ele a coloca em cima da mesa e coloca os quadris entre suas coxas. Estão nivelados, cara a cara, uma sensação de agitação toma a mente de Ana, e uma excitação perversa de saber que ela pode atiçar as emoções até chegar nessa reação visceral de Rubens, vem como uma descarga de emoções.
Ana firma as mãos sobre os ombros de Rubens para manter uma distância entre eles, mas ela o faz por pura encenação. Rubens pega nos pulsos dela e os puxa para baixo, se aproximando ainda mais, de modo que seus narizes se toquem.
Rubens - será que é uma coincidência?
Diz ele com o hálito de jato quente na sala fria.
Rubens- Ou será o destino?
Seus dedos entrelaçam nos de Ana, prendendo Ana contra a parede fria e lisa, de modo que sintam o bater forte do coração um o outro.
Ana sente borboletas e mariposas em seu estômago.
Rubens solta a mão de Ana e pega em seu rosto suavemente.
Rubens - Não aguento mais, eu estou perdendo o controle sobre mim mesmo. Cada dia pensando em como seria se eu...
Ele passa o polegar no lábio inferior de Ana
Rubens- ...talvez...se eu pudesse...
A sua mão desce pelo pescoço e Ana.
Rubens- ...ou então...
As duas mãos de Rubens encontram-se em volta da cintura e Ana, ele a arrasta para fora da mesa ficando de pé um diante do outro.
Rubens - Não quero perder mais nenhum segundo apenas te desejando...
Sussurra ele nos lábios dela.
Rubens - Quando posso senti-lá.
Ele pressiona seus lábios contra os de Ana.
Um fagulha quente e elétrica, pula entre eles. Surpresa e excitação dominam Ana, iluminada pelo calor e pelo sabor dele.
Desorientada pelo prazer, seus braços pendem ao lado de seu corpo. A boca de Rubens vibra contra a de Ana em um gemido. Ele coloca as mãos dela em volta de seu pescoço, aproximando -se mais ainda.
Ana sente o incrível sabor de Rubens, uma mistura de chocolate com sal, doce e excitante. Ela aperta os dedos em seu pescoço. Cada receptor sensorial de seus corpos estão hiperligados. Seus lábios seguem um ao outro, pulsando lentos, quentes e macios. Seus corpos esquentando cada vez mais, instintivamente seus lábios se abrem. A língua de Rubens encontra de Ana. Suas mãos puxando mais um ao outro, como se tentassem acabar com o espaço inexistente entre os dois. Sem perceber estão contra a parede fria novamente. A parede está gelada, mas, a intensidade de seu beijo faz o sangue de Ana fervilhar, à consumindo.
Estão tão envolvidos que nenhum os dois ouvem os passos até que um bater de porta os separa.
Dongu - opaa...foi mal interromper aí....é Rubens, o Sang bebeu demais e está dando um "showzinho" no palco, acho melhor irmos embora!
Rubens- Aaa tudo bem...
Ele se vira para Ana novamente.
Rubens - ...Você quer uma carona?
Ana- Aaa não precisa não, minha amiga também dever estar me procurando.
Rubens - Tudo bem então.
Rubens da um selinho rápido em Ana e vai em direção de Dongu.
Dongu - falou aí moça!!
Diz Dongu de um jeito sem graça.
Ana da um sorriso tímido de despedida para ele.
Rubens da uma última olhada para Ana antes de passar pela porta.
Ela sorri de forma doce para ele, o mesmo retribui e vai embora.


Notas Finais


E vamos de mais um capítulo. Deixem nos comentários oque vocês acham que vai acontecer, a interação de vocês me motiva a continuar!😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...