História O você dos meus sonhos - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Drama, Imagine, Sexo, Suspense
Visualizações 155
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo-Ai
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Jantar


Fanfic / Fanfiction O você dos meus sonhos - Capítulo 4 - Jantar

P. O. V. (S/n)

Me aproximo de John perguntando o que aconteceu, ele me pede um tempo porque o Tae está realmente extressado, saio do quarto e vou atrás de café, o que será que aconteceu para ele se extressar a esse nível? 

Entro no quarto novamente e está tudo tranquilo Tae está assistindo Tv e John está sentado no sofazinho, assim que eles me enchergam, John vem correndo para ecplicar o que aconteceu, fiz um sinal para ele dixar pra lá, não é importante eu saber... Vou em direção do Tae me sentando ao seu lado, ele ri para mim.

Tae-E não é que você veio mesmo.

//Quebra de tempo//

Hoje é o grande dia, o dia em que vou jantar com Kim Taehyung, ele tirou a faixa do braço hoje pela manhã, ele ficou tão feliz foi engraçado de ver, na hora ele me abraçou e me levantou no colo me girandos no ar, bobo... , o médico ficou rindo para a gente e falou que nós formamos um casal bonito, nenhum de nós falou nada, ficamos quietos, senhor o que aconteceu comigo?

Bom temos um jantar hoje, me sinto tão confortável em encontrar ele, nós temos uma boa amizade, durante esse tempo que passamos juntos no hospital rindo de piadas,revistas e programas de Tv, nos conhecemos melhor, mas nunca passou disso, nossa conversa é sempre sobre coisas aleatórias,mas é bom conversar com ele.

Já estou à mais de três horas em frete a minha cama, que está cheia de roupas, não consigo escolher nenhuma,  ou a roupa é simples demais ou ela é muito extravagante. É uma escolha difícil, estou pensando entre preto e azul... hmmm, tem um vestido preto que comprei pensando que nunca iria usar, ele é perfeito, ele tem mangas compridas com uma leve transparência, o corpo do vestido é todo preto sem muito decote, é bem ele que vou usar.

Tomo um banho, passo uma maquiagem bem feita e coloco o vestido, passo perfume, pego uma bolsa qualquer e desço para o hall de entrada do hotel, Tae disse que estaria me esperando.

E como prometido lá estava ele de terno me esperando.

P. O. V. (Taehyung)

Estou esperando s/n, já faz uns 15 minutos, parece uma eternidade e ... Meu Deus... como ela está linda, a mulher mais linda que ja vi... Estou sem palavras para descrever o quão bonita ela está.

Ela sorri para mim, senhor que sorriso bonito.

S/n- Fecha a boca, se não entra mosca, kkkkk, vamos? 

Tae- Uh? Vamos, vamos.

Não paro de olhar para ela,ela as vezes olha para mim e sorri, mas a maior parte do caminho até o restaurante ela esta concentrada na janela.

Chegamos ao restaurante descemos do carro, indo à entrada, aceno para o recepcionista que nos leva até a mesa, puxo a cadeira para s/n sentar e sento em sua frente, nos entrgam os cardápios e escolhemos o que vamos comer, logo puxo conversa com ela.

Tae- É tão diferente te encontrar assim e fora do hospital.

S/n-Pois é...

Ela está meio distraída, será que é vergonha? 

Tae- Então como a gente se via todos os dias, eu meio que esqueci de pedir o seu número.

Ela começa a escrever no guardanapo, me entregando o seu número. Ela está distante e agora tenho certeza que é vergonha pelo tom rosado em seu rosto. Acho que ela não se sente muito confortável nesse restaurante luxuoso.

Então me levanto, pego a mão de s/n , a puxando para fora do restaurante, ela me olha com curiosidade.

S/n- Tae? O que houve?

Tae- nada... só cansei, vem, vamos para minha casa.

*Ela trava*

S/n- QUÊ? éé.. fazer o que?

*Eu sorrio malicioso*

Tae- Assistir um filme,nada demais sua safadinha.

S/n- aáta

Ligo o carro, indo em direção a minha casa.

Estaciono em frete a porta principal e s/n parece surpresa,ela ficou tão paralisada que eu sai do carro e ela nem notou, abri a porta e ela acordou do tranze.

S/n- Essa é sua casa? *ela pergunta incrédula*

Tae- É sim.

Puxo ela para fora do carro e  ela é tão leve que voou para cima de mim, me abraçando, sinto seu coração batendo forte.

Hmm então é assim que ela se sente...

Fecho a porta do carro com ela ainda abraçada a mim, pego sua mão à puxando para dentro de casa, ela só me acompanha.

P. O. V. (S/n)

Estou sendo puxada por Tae até a porta se sua casa, ele me arrasta até a sala e liga a Tv, que aliás é enorme, a casa dele é muito bonita, fico hipnotizada pela casa,mas logo sou puxada para o sofá.

O filme começa é de ação, parece ser legal... O Tae não tira os olhos de mim, eu tento me manter concentrada, mas com um homem desses ao meu lado não ta dando.

Ele já está me encarando faz um tempo e eu estou fingindo que não estou vendo... Mas me sinto mais a vontade aqui e ...

O Tae esbarrou a mão em minha cocha?

Olho para ele,mas ele agora parece estar prestando atenção no filme, e então novamente ele passa a mão em minha cocha, meu corpo arrepia todo e acho que ele percebe.

Não demora muito e eu estou praticamente em cima do Tae, ele está apertando minha cocha com força, me agarrando e subindo a mão por cima do meu vestido, estamos no beijando com nescessidade, o beijo vai esquentando fazendo ele me pegar no colo, me apoiando na mesa da cozinha ,distribuindo beijos pelo meu pescoço e então ele começa a dar mordidinhas até chegar a minha boca, eu puxo o cabelo dele, ele está me levando a loucura, arranho as costas dele, ele me joga no sofá de novo ficando por cima de mim, suas mãos vão passando por cada parte do meu corpo.

S/n- Ttae, você pode parar por favor...

Tae- uhn? Você está de sentindo bem?

S/n- éé que .... hmmm... vai ficar tarde para mim, bem eu tenho que ir...

Ele me olha meio desapontado e antes que ele pudesse peguntar alguma coisa ja estou passando pela porta, saio correndo, o que aconteceria se eu tivesse ficado ali dentro? Vou caminhando pela rua e pego o primeiro ônibus...



Notas Finais


Espero que gostem❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...