1. Spirit Fanfics >
  2. O X do Nosso Amor- Jeon Jungkook >
  3. "E Se..."

História O X do Nosso Amor- Jeon Jungkook - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo, espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 4 - "E Se..."


Fanfic / Fanfiction O X do Nosso Amor- Jeon Jungkook - Capítulo 4 - "E Se..."

Assim que ele parou o carro pensei que houve um engano, não acreditava no que via, realmente muito louco.


s/n- Er…

Jungkook- Não esperava?

s/n- Não mesmo

Jungkook- Vamos.

s/n- Espera!


Ele parou prestando atenção em mim, ela estava sério, ele estava mesmo sério? Isso não passava de uma brincadeira?


Jungkook- O que foi?

s/n- Você me trouxe a um parque de diversões certo?

Jungkook- Sim.

s/n- Para melhorar meu desempenho em matemática.

Jungkook- Sim.

s/n- Você é mesmo um professor? Eu não ligo para estudar mas isso é totalmente fora de cogitação.

Jungkook- Apenas me escute e você entenderá.

s/n- Não, eu quero voltar para casa.


Dou a volta e entro no carro colocando o cinto, onde ele logo abriu a porta.


Jungkook- Você apenas tem que fazer o que eu quero, se não gostar pelo ao menos você pode se divertir aqui.


Penso bastante e saio do carro indo na frente.


s/n- Só porque eu não tenho nada para fazer.

Jungkook- Sei…


Fomos explorar o parque é tentei não fazer perguntas do que exatamente iríamos fazer.


s/n- Jungkook.

Jungkook- Sim?


Ele estava tão tranquilo que me apavorou, não gosto de estar nos planos de alguém sem saber, vai que é um sequestro.


s/n- Você não vai fazer nada de errado comigo né?

Jungkook- O que? Como assim?

s/n- A-ah...Você não vai pegar pesado nos ensinos certo?

Jungkook- Está esperando de mais, vamos ali.


Ele andou até uma barraca e o segui sem animação alguma.


s/n- Barraca de tiro?

Jungkook- Tenta.

s/n- Não eu não quero.

Jungkook- Faz parte das aulas.

s/n- Claro que faz.


Resmungo baixo pegando o brinquedo e começo atirar.

Jungkook- Espera!

s/n- O que é agora?

Jungkook- Eu digo onde atirar.

s/n- Fala então.

Jungkook- Vinte menos quatorze.

s/n- ...O que?! 

Jungkook- Tem vinte balões, você subtrai quatorze, e atira no resultado.

s/n- Então é...seis?

Jungkook- Claro.


Atiro no sexto balão animada, então é assim nossa brincadeira?


s/n- Estou começando a me divertir, é tão fácil.

Jungkook- Vinte mais cinco, dividido por cinco, vezes cinco.

s/n- ...Eu só estava dizendo!

Jungkook- Você não é mais uma criança.

s/n- Repete.

Jungkook- Última vez, vinte e cinco, dividido por cinco, vezes cinco.


Tento calcular tudo e acerto o balão vinte e oito.


s/n- Espera não era esse.

Jungkook- Ah sim, iria perguntar de onde você tirou o vinte o oito, perdeu mesmo assim.

s/n- Que? Vamos continuar.


Ele me puxou para outras barracas, cada vez mais assustador ficava a cada tempo que passava, ele me fez calcular uma conta enquanto estávamos de cabeça para baixo em uma montanha russa.


s/n- Se você quer que eu vomite meu cérebro, está conseguido.

Jungkook- Vamos relaxar agora.


Ele comprou algodão doce e fomos a roda gigante.


Jungkook- Quantas pessoas você acha que está aqui.

s/n- Ah não, por favor! Achei que tinha dito relaxar.

Jungkook- Tudo bem, pode comer a vontade.

s/n- Mas vou responder, esse parque não é tão grande, então deve ter...duas mil pessoas?

Jungkook- Divide para que todas as pessoas possam circular a vontade.

s/n- Mil.

Jungkook- Seja mais criativa.

s/n- Quinhentos?

Jungkook- S/n...

s/n- Eu não sei, eu desisto.

Jungkook- Por que não em casais?

s/n- Casais? Mas nem todos são casais.

Jungkook- Tem mais probabilidade de serem.

s/n- Faria qualquer par com alguém, menos com você.

Jungkook- Por que?

s/n- Que pergunta óbvia, você é chato.


Ele rir e eu faço o mesmo, estamos tendo uma conversa recente agora?


Jungkook- E se eu não fosse?

s/n- O que?

Jungkook- Chato.

s/n- Você não seria minha opção ainda.

Jungkook- Claro, você deve ter melhores.

s/n- Não é só que...Você é meu professor. 

Jungkook- E se eu não fosse.

s/n- Por que você continua falando disso? É constrangedor.

Jungkook- Ah, desculpe, me empolguei.

s/n- Sim, tudo é um "e se", nunca acontecerá.

Jungkook- Sim...

s/n- Que voz de decepção é essa?

Jungkook- Nada.

s/n- Jungkook você não…


.  .  .


Jungkook- Estamos em sua casa.

s/n- Tchau.

Jungkook- Me deixa eu te explicar.

s/n- Eu não quero escutar.


Desço do carro entrando em casa sem querer bater de frente com meus pais, o que seria bom de mais.


s/m- O que foi filha?

s/n- Me deixa mãe.


Adiando mais passos para o quarto e me tranco.


UMA HORA ANTES


s/n- Jungkook você não…


Sou calada com um beijo inesperado, senti meu corpo esquentar assustadoramente pelo susto, estava tentando entender pelo ao menos o que eu estava fazendo ali. Ao sentir ele intensificar o beijo fechei meus olhos mas acordei desse sonho o empurrando.


Jungkook- S/N eu..

???- Vocês vão descer ou não?


Percebo que já estávamos no chão e saí apressadamente, nem que seja para ir andando de volta para casa eu queria ir.


Jungkook- Espera s/n!


Ele me segurou e me afasto ao mesmo tempo.


Jungkook- Eu te levo para casa.

s/n- Eu posso pegar um ônibus.

Jungkook- A esse horário?

s/n- Posso ir andando.

Jungkook- S/N, não seja ridícula e apenas entra no carro.

s/n- Tem certeza que eu sou a ridícula?

Jungkook- Apenas...aceite a carona.


Ando até o carro sem dizer nada esperando ele.


Jungkook- Deixe eu colocar o cinto.

s/n- Eu mesma faço isso, só me leve de volta.


Antes de se aproximar de mim para fazer o que pensava ele apenas seguiu o que falei.


ATUALIDADE


s/n- Louco, pervertido, sem vergonha…


Falava enquanto passava as páginas das atividades que ele me passou.


s/n- Só fez isso tudo para de aproveitar de mim, eu deveria ter ouvido a Yeji, AISH por que ela está certa em tudo?!


Olho fixamente para o livro e o arremesso para longe.


s/n- Quem liga para as suas atividades!


Desde então, por puro ódio que tenho sentido daquele professor, ele aparecia em todo lugar, como se fosse um holograma. Nos meus sonhos, sentado na mesa de jantar, seu reflexo no espelho, nos livros, isso estava me enlouquecendo.


s/n- Eu te odeio.


DIA SEGUINTE


A todo momento eu olhava para trás e para os lados tentando evitar um certo alguém, hoje tinha sua aula e fui para enfermaria alegando estar com dor de estômago.


Yeji- Por que você está tão estranha hoje, o dia todo você estava parecendo um rato.

s/n- Eu não sou um rato.

Yeji- Parece.

s/n- Vou para casa, hoje minha mãe vai fazer jjajjangmyun!

Yeji- E nem me convida! O professor com certeza vai gostar?


Meu Deus! Como pude me esquecer que tenho aulas com ele?


s/n- Que tal irmos comer lámen?

Yeji- Vamos!


Começamos a andar mas a mesma para.


Yeji- Você está aprontando.

s/n- O que? Claro que não?

Yeji- Você está! S/n sua raposa!

s/n- Eu não estou fazendo nada.

Yeji- Volte para casa e eu faço o mesmo.


Ela correu de mim e a xingo internamente, agora serei bem capaz de encarar ele sendo que ele não deveria pensar em tocar em minha campainha, aquele x de meia tigela...





Notas Finais


Obrigado por lerem e até a próxima!

Canal YouTube Imagines: https://www.youtube.com/channel/UCGSJsM_ZkyRl5Vucv0zA2Xg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...