1. Spirit Fanfics >
  2. O Zelo Do Uchiha >
  3. Capítulo 23

História O Zelo Do Uchiha - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


espero que vocês gostem..

Capítulo 23 - Capítulo 23


Fanfic / Fanfiction O Zelo Do Uchiha - Capítulo 23 - Capítulo 23

Sasuke on

Sakura foi morar com a Tsunade, eu visitava ela todo dia mas ela não me olhava e ficava quieta e sempre que encostava nela sem querer ela se assustava. Ficava sem jeito perto dela assim como a Ino e a Hinata pois acontecia a mesma coisa com elas

-Sasuke- meu tio Madara me chamou olhei para ele- Você tá entendendo a situação?

-To, mas como eu disse... as pessoas só vão saber que eu estou no comando da empresa ano que vem, eu vou tomar conta da empresa por agora mas primeiro eu tenho que ver como ela tá 

-Isso não foi o combinado- ele falou

-Eu sei mas não to nem aí pro combinado, eu sei a responsabilidade que é tomar conta de uma empresa e não vou ter esse tempo agora

-Itachi falou o que aconteceu

-Tsc..

-Tá vou abrir uma exceção mas desde que você tome parte da empresa agora

.

Se passou um mês desde a minha conversa com o meu tio

Estou no escritório resolvendo papeladas de umas ações que estou pensando em comprar, suspirei afrouxando minha gravata e encostando as costas na cadeira. Lembrei da Sakura que me ignora completamente, desde que ela ganhou alta, às vezes elas me responde mas nunca atende minhas ligações 

-Já pensou no que vai fazer?- escutei o Naruto então olhei para ele

-O que você tá fazendo aqui?

-Meu pai me pediu para trazer esses papéis- Naruto falou entregando na minha mão 

-Então você vai voltar para empresa?

-Na verdade é como se eu fosse um estagiário, voltei pra faculdade quero..

-Agradar o Hiashi?

-Não baka- ele falou servindo whisky pra gente 

-É, até porque seria ridículo afinal você é o único herdeiro e o próximo chefe da empresa do seu pai e o Hiashi sabe

-Eu sei e eu queria que ele não soubesse

-Porque? isso te dá vantagem com a Hinata

-É mas sei lá, a Hinata não sabia que a minha família tinha uma empresa mas agora ela sabe e isso muda tudo não só com o pai dela

-Hinata não é interesseira, ela gostava de você quando você só sabia dar festas e fumar Naruto

-Você falando isso é como se eu só soubesse fazer isso

-Me diz outra coisa que você faz- ele ficou pensando então mudou sua expressão e fez uma cara pervertida- Que não seja relacionado a sexo- ele desfez a cara

-A qual é...

-Ela gosta de você vai por mim

-E a Sakura?

-Tá tudo diferente, faz nem uma semana que ela saiu do hospital e me evita 

-Eu não faço ideia do que ela deve estar passando mas deve ser compreensivo

-Eu sei

-Hinata falou que ela mudou completamente, fica a maioria do tempo quieta e não gosta de conversar e nunca parece que ela está presente e passa a maior parte do tempo dormindo 

-Eu sei, Ino falou a mesma coisa 

-Mas você não foi visitar ela?

-Fui né e como eu disse, ela ficou quieta e nem me olhou nós olhos 

-Vai deixar ela em paz?

-E devo?

-Acho que não, eu ia querer que alguém insistisse em mim

-Com licença senhor Uchiha mas a reunião das 16:00- minha secretária falou

-Estou indo senhorita Yomozuki- falei olhando nós seus olhos

-Ok senhor, com licença- ela falou sorrindo e saindo da sala

-Você tá dormindo com ela?- Naruto perguntou 

-Não, porque?

-Tá ficando besta? tá na cara que ela quer dar pra você

-É? hum- me levantei- Vai ir comigo ou vai embora?- perguntei abotoando meu paletó, ele olhou no seu relógio 

-Vou com você

Fomos para minha sala de reuniões onde fiquei 2 horas prestando atenção numa proposta de um cliente e no final não fechei contrato

-Porque não fechou contrato com eles senhor Uchiha?- minha secretária falou

-Você acha que eu deveria ter aceitado?- perguntei me sentando. Ela estava sentada na minha frente assim como o Naruto

-Sim, a proposta deles foi bem razoável e interessante e teria trazido prosperidade para empresa

-Por 1 anos só- dei uma pasta para ela olhar- Meu sócio me entregou isso hoje, eles fizerem negócio com essa empresa uns anos atrás...

-Eles te roubariam- ela falou lendo atentamente 

-Se eles roubassem o Sasuke no final eles acabariam sem a empresa deles- Naruto falou meio que debochando e dobrando sua perna

-Como assim?

-Senhorita Yomozuki como você acha que meu pai construiu essa empresa?

-Creio eu que com muito esforço 

-Sim mas para estar nesse ramo você tem que saber separar vida pessoal e trabalho, todas as empresas que tentaram ou roubaram meu pai ele roubou tudo deles

-E o senhor acha isso certo? Assim como demorou para construir o império Uchiha deve ter demorado para construir a outra empresa não?

-Aí não é problema meu, minha empresa é como se fosse meu filho não aceitarei que alguém roube dele- ela estreitou os olhos então olhou para o seu relógio- Pode ir, já deu o seu horário por hoje 

-Com licença- ela se levantou e saiu da sala

-Acho que eu vou indo também- Naruto falou se levantando 

-Uhum

-Tchau baka- ele falou saindo da minha sala, me levantei e coloquei whisky em um copo e voltei a olhar uns papéis e depois de algumas horas meu celular toca, Tsunade

ligação on

-No que devo a honra?

-Passa em casa para ver a Sakura, ela está sozinha

-Cadê a Ino?

-Ino falou que a Sakura falou que ela poderia ir embora pois iria dormir e não havia necessidades dela lá, minha governanta falou que ela falou que ela poderia ir embora

-Então ela está completamente sozinha?

-Tirando os seguranças sim 

-Ela não está bem mentalmente para ficar sozinha?- fui para janela 

-Não sabemos, ela não fala mais com a psicóloga e não toca mais no assunto com as meninas

-Tá, eu passo lá 

-Obrigada

ligação off

Me levantei e fui até o meu carro. Entrei e liguei o mesmo e dirigi até a casa da Tsunade, os seguranças me deixaram passar e eu subi até o quarto da Sakura que estava escuro menos o banheiro que estava com a luz acesa fui até lá 

Ela está sentada abraçando suas pernas e olhando para parede

-Não me responder e nem atender as minhas ligações não vai fazer eu desistir de você- falei 

-Pensei que fosse- ela falou sem me olhar

-Mas saiba que não, vai precisar de muito mais do que só me ignorar para eu desistir de você- ele colocou sua testa no joelho

-Porque você tá aqui? minha tia ligou para você ou foi a Ino?

-Ninguém, você não me responde e nem atende minhas ligações então o único jeito era vim aqui- ela se arrumou ficando debaixo da água deixando só sua cabeça para fora e me olhou mas não nós meus olhos

-Porque tá de terno?

-Fui em uma reunião importante 

-Hum, se você já viu que eu to bem e já conversamos pode me deixar sozinha agora?- fiquei ali encostado na porta olhando pra ela 

-Sakura porque você tá me afastando de você?- ela me olhou e dessa vez nós meus olhos e ficou um tempo me olhando

-Vira de costa- ela falou e assim eu fiz- Eu não quero que você fique preso a mim, eu tenho medo quando me tocam e sei que você precisa ser tocado mas eu não vou conseguir... eu tenho medo, paranóias, pesadelos, insônia, tudo- olhei pra ela que estava sentada na ponta da banheira que está sem água agora 

-Eu sei de tudo isso mas eu não quero outra pessoa, eu quero você 

-A culpa não é sua pelo que aconteceu comigo então não precisa sentir pena e nem culpa

-Eu sei

-Sabe Sasuke, mesmo eu sabendo que nada mais pode me acontecer eu ainda sinto tudo- ela dobrou os braços- Quando fecho meus olhos eu sinto tudo, os toques, as dores e cada palavra- ela limpou o rosto, está chorando

-Sakura nunca mais vão encostar em você, ninguém- dei um passo mas ela se mexeu e eu parei

-Mesmo você dizendo isso não anula o que aconteceu- ela falou com voz de choro

-Eu sei

-Droga Sasuke eu só queria uma vida normal, queria terminar a escola, ir pra faculdade e ter a minha vida mas...- ela fungou o nariz- Eu sinto que nunca mais vou ter isso e nem poder viver a minha vida, cada dia que eu acordo eu desejo que tudo o que passei fosse apenas um pesadelo mas nunca é, e as lembranças me tormenta todos os dias e eu nunca tenho um sossego- ela me olhou, seu rosto está vermelho. Me aproximei dela e me abaixei ficando na sua frente. Coloquei minha mãos na banheira de cada lado do seu corpo

-Conversa comigo, me conta tudo Sakura eu não posso fazer muita coisa mas eu posso servir como seu porto seguro, coloque sua raiva, medo, angústia tudo nas minhas costas, eu não aguento te ver assim e não podê fazer nada. Você não me culpa mas eu me culpo todos os dias, te fiz passar por tanta coisa que se eu pudesse voltaria no tempo e faria tudo diferente com você- ela continuou a chorar

-Eu não aguento mais- ela colocou sua cabeça no meu ombro passei a minha mão no seu cabelo e me levantei assim como ela que encostou sua testa no meu peito 

Ela se trocou e depois foi se deitar, pedi pizza e açaí para ela pois sei que ela ama. Quando chegou eu busquei e levei até ela que comeu tudo o açaí e ainda comeu um pedaço de pizza

-Você vai ficar aqui?- ela perguntou se acomodando debaixo do edredom 

-Quer que eu fique?

-Quero- ela falou e eu me deitei direito na cama e acabei dormindo enquanto olhava para ela


continua...



Notas Finais


espero que vocês tenham gostado, comentem o que acharam e favoritem. Desculpa pelos erros de ortografia e até o próximo capítulo 🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...