1. Spirit Fanfics >
  2. O Zelo Do Uchiha >
  3. Capítulo 27

História O Zelo Do Uchiha - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


espero que gostem..

Capítulo 27 - Capítulo 27


Fanfic / Fanfiction O Zelo Do Uchiha - Capítulo 27 - Capítulo 27

-O que vai me dar de natal?- Ino perguntou 

-Surpresa, eu já pedi o seu presente e o da Hinata e da minha tia falta o do Sasuke mas não sei o que dar pra ele- falei mexendo no meu notebook, havia pedidos todos os presentes online já que ainda tenho medo de ir ao shopping 

-Acho que ele deve estar sofrendo coitado, dá uma revista pornô e um creme pra ele se esvaziar- Ino falou sentada enquanto pinta suas unhas

-Inoo!- Hinata falou

-Sakura sabe que é brincadeira- ela me olhou e piscou, neguei com a minha cabeça e voltei a prestar atenção no notebook

-Do que o Sasuke gosta?- Hinata me olhou e eu fiquei olhando pra ela

-Ela não sabe- Ino falou rindo

-Eu só esqueci- falei mordendo a ponta do meu dedão

-Aham- Ino falou. Continuei a olhar pelo site e não achava nada de interessante então tive a brilhante ideia de ligar para o Itachi que atendeu no terceiro toque, fui para a sacada

Ligação on

-Sakura quanto tempo, como está?

-Eu to bem e você?

-Bem

-E a Izumi e o bebê?

-Vamos viajar essa semana para o Brasil e daremos a luz aí já que vamos passar o natal aí

-Que maravilha 

-Sim mas no que devo a honra da sua ligação?

-Quase que me esqueci, o que você acha que o Sasuke gostaria de ganhar de natal?

-Que pergunta difícil em

-Você não tem nada que possa me ajudar a comprar um presente pra ele?

-Sasuke é muito difícil quando se trata de dar presente mas acho que tem algo que ele acharia legal e engraçado 

-O que?

-Quando nossos pais viajaram pela primeira vez e nos deixou sozinhos com a babá Sasuke caiu no choro e para compensar minha mãe comprou um ursinho pra ele, um dinossauro verde

-Que interessante, tem uma foto ou algo que eu possa ver ele?

-Acho que sim, vou ver e te mando

-Obrigado Itachi

-De nada rosada

-Tchau

ligação off

Suspirei aliviada e olhei para o jardim, meu quarto tinha a vista do jardim da frente. Sasuke desceu do carro e apagou o cigarro que estava nas mãos dele, ele estava com uma roupa normal, voltei pro quarto

-Sasuke tá vindo, não contém sobre o presente

-Tá- Ino falou, escutei uma batida na porta então o Sasuke entrou

-Oi Hinata

-Oi sasuke- Hina falou envergonhada 

-Oi feiosa- ele olhou pra Ino

-Chato- ela mostrou língua pra ele

-Oi- ele falou pra mim sorrindo

-Oi- sorri de volta, ele se sentou numa cadeira ao lado da Ino e ficou mexendo no celular- Itachi falou que o bebê vai nascer aqui

-Uhum, na semana do natal mais ou menos- ele falou mexendo no celular e me olhando em seguida 

-Nossa mas já?- Ino falou

-Então, o tempo passou tão rápido- falei fechando meu notebook e pegando meu celular, já era 16:00- Ele vai vim quando?

-Terça

-Você sabe se o Naruto comprou meu presente?- Hinata perguntou 

-Não, faz um tempo que não vejo ele

-Engraçado, mas eu achei que você trabalhava na empresa do pai dele junto com ele- falei e ele me olhou com os olhos estreitos 

-É...

-Hum, tá mentindo pra quem? pra Hinata ou pra Sakura?- Ino falou e o Sasuke olhou bravo pra ela

-É surpresa Hinata

Depois de um tempo as meninas foram embora e só ficou eu e o Sasuke no quarto

-Vai passar o natal aqui?- perguntei, estou deitada lendo um livro e o Sasuke está sentado de frente pra mim mexendo no celular dele

-Uhum, o que vai ter?

-Minha tia vai fazer uma festa de natal na casa de campo dela, ela chamou algumas importantíssimas pessoas, até a família do Naruto vai, eu não sabia que a minha tia era amiga dos pais deles, enfim, as meninas e os meninos, vamos fazer um jantar- olhei pra ele

-É pode ser- ele falou sem me olhar

-Porque? tem outro lugar que queira ir?

-Não, acho que não- ele falou ainda sem me olhar, suspirei então bateram na porta e abriram

-Olá senhorita, seu remédio e lanche para vocês- a empregada falou

-Obrigada- falei quando ela me entregou a bandeja com dois sanduíches e copos de suco e saiu em seguida- Vai comer?- perguntei tomando meu suco

-Não to com fome- ele falou ainda sem me olhar, suspirei e comecei a comer até que o meu celular apitou, Itachi

conversa 

(imagem)

Itachinho- Achei- sorri olhando para o meu celular, era a foto dele pequeno brincando com o ursinho, fofoooo

-OBRIGADAAAA

conversa off

Peguei meu notebook e comecei a pesquisar ursos do tamanho e da cor enquanto comia alegremente

-Vamos fazer um jogo?

-Hum- olhei pra ele

-Um jogo, de perguntas, qual das opções você faria, provavelmente 

-Parece ser legal- fechei meu notebook e olhei pra ele

-Eu começo, entre andar de barco e de avião qual você prefere?

-Depende, aqui não tem mar então avião mas não aguentaria pessoas a minha volta mas avião 

-Você 

-Entre pular de paraquedas ou cair de bangue jump qual você prefere?- tomei meu suco e apoiei minhas costas no travesseiro 

-Paraquedas, deve ser mais emocionante 

-Também acho

-Gato ou cachorro?

-Gato, acho que eu não daria certo com cachorro

-Porque?

-Eu sou uma gatinha- ele riu- Você preferiria tomar água pelo resto da sua vida ou... toda vez que fosse beber whisky tivesse que colocar uma pitada de xixi

-Agora você me pegou- ele falou jogando a sua cabeça para trás, peguei meu remédio e tomei com o suco- Qual seria a quantidade?

-Vou ser bondosa, três gota

-Whisky, não dá pra viver sem

-Imagino- bocejei, ele parecia mais relaxado e solto. Fiquei olhando pro seu rosto, ele deu um sorriso que mostrou seus dentes brancos e perfeitos então dormi

.

-Escolha amor, estou te dando uma chance para escolher quem vai viver, Sasuke ou Ino?- Utakata falou

-Não...- falei tremendo de medo e chorando, estou sentada amarrada em uma cadeira vendo o Sasuke e a Ino vendados na minha frente com o Utakata atrás dele segurando uma faca

-Escolha amor- ele continuou a falar

-Me mata, eles não por favor- falei entre choros

-Estaria disposta a dar sua vida por eles?

-Sim- falei tentando me soltar

-Que romântico- ele tirou a venda deles- Agora apreciem o show- Utakata veio até mim e colocou a faca no meu pescoço- Eu te amo- ele falou no meu ouvido dando uma mordida na minha orelha

-Sakura- Sasuke falou me olhando

-Sakura não- Ino me chamou

-Eu amo vocês- falei então senti a faca passar no meu pescoço 

-Sakura- acordei, estou no braço do Sasuke que está me abraçando, levo um susto e tento afastar ele de mim mas ele não me solta só me puxa mais para o seu corpo e me abraça- Foi só um sonho, se acalma- ele falou passando a mão no meu cabelo, meu coração está acelerado e estou chorando 

-Você e a Ino iam morrer mas eu fui no lugar de vocês e ele passou a faca na minha garganta eu... to assustada- falei afundando mais meu rosto no seu peito que estava sem camisa, não ele só não abotoou ainda

-Ninguém morreu, tá tudo bem foi um sonho- ele beijou a minha cabeça 

Finalmente me acalmei e dormi no colo dele 

Sasuke on

Estou preparando um presente para Sakura mas não sei se ela vai gostar e isso está me deixando louco

Cheguei na casa dele e as meninas estão aqui, Hinata me perguntou se o Naruto comprou um presente pra ela e eu falei que não via ele faz tempo e a Sakura me perguntou algo e a Ino botou pilha e eu falei que era surpresa sendo que nem sei

conversa on

-Baka você comprou alguma coisa pra Hinata de natal?

Naruto baka- Não 

-Não vai comprar?

Naruto baka- Vou comprar eu acho, porque?

-Te explico na empresa amanhã 

conversa off

Aproveitei e fiquei lendo uns documentos de uma empresa que eu estou cogitando em fechar parceria 

-Vai passar o natal aqui?- Sakura perguntou depois de um tempo. Ela está deitada lendo um livro

-Uhum, o que vai ter?

-Minha tia vai fazer uma festa de natal na casa de campo dela, ela chamou algumas importantíssimas pessoas, até a família do Naruto vai vim eu não sabia que a minha tia era amiga dos pais deles, enfim, as meninas e os meninos também irão comparecer, vamos fazer um jantar

-É pode ser- falei ainda lendo o documento e também to fazendo graça, sei que a Sakura odeia respostas secas

-Porque? tem outro lugar que queira ir?

-Não, acho que não- bateram na porta e abriram

-Olá senhorita, seu remédio e lanche para vocês- a empregada falou

-Obrigada... Vai comer?- Sakura perguntou quando a empregada saiu do quarto

-Não to com fome- falei, realmente não estou. Depois de uns minutos o celular dela apita e a mesma olha e abre um sorriso enorme que me incomodou um pouco mas não transpareci, ela abre o notebook dela e mexe enquanto come

Fiz uma brincadeira com ela que se animou um pouco e quando acabamos ela dormiu. Me levantei e tirei a bandeja de comida do seu colo e levei para cozinha, tirei o notebook da cama e o seu celular que havia uma mensagem do Itachi falando “faça bom proveito rosada” fiquei bem curioso para saber do que eles estavam falando mas o celular dela tem senha, coloquei ambos na mesinha de centro e me deitei do seu lado e fiquei olhando para ela que dormia serenamente até que cai no sono

Acordei com meu despertador, me levantei tomei um banho e coloquei minha calça social, quando fui abotoar minha camisa olhei pra Sakura que está encolhida na cama se debatendo e suando

Me aproximei dela e ela falava

-Não, me mate por favor- ela está sonhando, peguei ela

-Sakura- fiquei chamando ela que acordou assustada, prensei ela na minha barriga e ela foi se acalmando. Ela estava tremendo e chorando

-Você e a Ino iam morrer mas eu fui no lugar de vocês e ele passou a faca na minha garganta eu... to assustada- ela falou

-Ninguém morreu, tá tudo bem foi um sonho- dei um beijo na sua cabeça e fiquei passando a mão no seu cabelo até que a mesma dormiu de novo

Sakura havia dormido segurando na minha camisa, fiquei com muita dó de deixar ela então fiquei

ligação on

-Bom dia senhorita Yomozuki, cancele todos os meus compromissos hoje não comparecerei na empresa 

-Marcar para quando?

-Quarta

-Ok senhor

-Obrigado 

ligação off

Estou deitado com a Sakura no meu peito, faz tanto tempo que ela não tem pesadelos. Fiquei deitado fazendo cafuné no seu cabelo enquanto assistia tevê, quando dei por mim já era 13:00

-O que você tá fazendo aqui?- Ino falou me dando um susto

-Garota você não sabe bater não?

-Sakura nunca está acordada esse horário, então eu só entro e qual a sua desculpa? não era pra você ter ido embora?

-Ela teve um pesadelo na hora que eu estava me arrumando aí...

-Você ficou com dó e não foi?- ela se sentou na poltrona e ficou olhando pra Sakura

-Uhum

-Eu pensei que ela não tivesse mais, ela parou de falar sobre isso

-Ela teve esses tempos atrás mas faz tempo eu também achei, sei lá, que ela tivesse superado

-Eu acho que ela superou sim, um pouco pelo menos, lembra como ela estava? não deixava ninguém se aproximar e não falava com ninguém, ela mudou sim mas ainda é a Sakura e a gente tem que ter paciência 

-É...

-Quer que eu fique?

-Se você quiser

-Vou ir embora então, você tá aqui e hoje a psicóloga vai vim falar com ela 15:00 e faz ela almoçar e tomar bastante água 

-Tá- falei e ela ficou em olhando- Relaxa

-Humm tchau- ela saiu, Ino já havia decorado a agenda da Sakura. Se passou longos minutos e a Sakura acordou

-Oi- ela falou se acomodando no meu peito 

-Até que fim meu braço já tava ficando dormente

-Besta- ela me deu um tapa na barriga fraquinho e ia sair mais eu mantive ela ali

-Não falei que está incomodando- passei a ponta dos meus dedos no seu braço e ficou silêncio por um tempo

-Você não foi embora

-Não tinha nada de importante hoje então resolvi ficar com você- falei olhando pro teto

-Sasuke e se eu nunca para de ter esses sonhos e ter medo?

-Aí eu compro uma casa pra gente passar todos os dias juntos

-Mesmo se eu não melhorar você ainda vai me querer?

-Você sabe que sim

-Então tá- ela se levantou e foi ao banheiro e voltou enrolada na toalha indo ao closet e saindo de lá com uma calça moletom e com uma camisa rosa- Vamos almoçar?- ela perguntou penteando o cabelo 

-Uhum- falei e descemos para cozinha, nós servimos e nós sentamos na mesa e depois voltamos para o quarto dela onde ficamos assistindo tevê 

-Sakura a psicóloga chegou- a tia dela apareceu na porta

-Tá- ela se levantou e saiu diferente da tia dela que ficou me olhando, estou sentado numa poltrona

-Precisamos conversa Sasuke- ela falou séria 

-Sobre?

-A Sakura

-Hum- ela fechou a porta e se sentou na cama de frente pra mim

Sakura on

Depois de conversar com a psicóloga voltei pro quarto e o Sasuke estava na sacada de costa para porta apoiado na barra de ferro falando no telefone enquanto fumava, me aproximei e ele já não estava mais falando no celular 

-Tudo bem?- perguntei olhando pra ele que olhava pra frente 

-Uhum- ele apagou o cigarro e acendeu outro

-Tem certeza você parece meio...

-Eu to bem- ele falou seco e aparentava estar bravo então me olhou e soltou fumaça, fiquei quieta- Uma vez eu te perguntei se você está disposta a deixar tudo o que você conquistou até agora para ser minha, você ainda pensa assim?- ele puxou a fumaça do cigarro

-Sim agora mais do que nunca preciso de você mas...

-Mas?- ele ergueu uma sobrancelha 

-Eu quero ter você, e como quero Sasuke, mas não quero ter você para preencher minhas partes vazias, quero ser plena sozinha, quero ser tão completa que poderia iluminar a cidade e só aí quero ter você porque nós dois juntos botamos fogo em tudo...

-E como botamos- ele sorriu de lado

-Eu não quero que você pense que só estou contigo porque você me trás paz, eu queria tanto poder me dar essa sensação e não depender de ninguém mas é você- ele apagou o cigarro e olhos para frente, veio um vento gostoso

-Tá me mandando embora?

-Que? não- falei levantando as mãos e negando com a cabeça- Estou dizendo que... Por ser você eu largaria tudo, por ser você eu faria tudo que estivesse ao meu alcance para satisfazer o seu interesse, para lhe agradar- vi um sorriso surgi no seu rosto então o mesmo me olha

-Sakura..

continua...



Notas Finais


espero que vocês tenham gostado, comentem o que acharam e favoritem. desculpa pelos erros de ortografia e até o próximo capítulo 😏👉🏼👈🏼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...