1. Spirit Fanfics >
  2. O Zelo Do Uchiha >
  3. Capítulo 37

História O Zelo Do Uchiha - Capítulo 37


Escrita por:


Notas do Autor


espero que gostem...<br /><br />*aviso*<br />hentai

Capítulo 37 - Capítulo 37


Fanfic / Fanfiction O Zelo Do Uchiha - Capítulo 37 - Capítulo 37

-Sasuke meu menino, estava morrendo de saudades achei que não veria- minha vó falou dando um sorriso de orelha em orelha- E ainda trouxe a Sakura, oi querida- ela abraçou a Sakura

-Menos vó- falei bebendo minha bebida 

-Oi May tudo bem?- Sakura falou 

-To muito bem querida, viu Sasuke aprende a ter bons modos com ela- revirei os olhos e a Sakura me deu uma cotovelada na minha costela

-Aí aí tá... Oi vó, benção, morri de saudades da senhora- falei dando um abraço nela

-Melhor do que nada, Sakura se lembra do Obito?

-Sim, oi tudo bem?- ela apertou a mão do Obito

-Sim e com você?

-To bem- Sakura sorriu e eu olhei para o Obito que sorria para ela também e me olhou dando um sorriso mais com malícia que me deixou muito irritado

-Meu sobrinho amado chegou- Madara falou fazendo olhar-mos para ele

-Sakura esse é o tio do Sasuke, Madara- minha avó falou

-Já nos conhecemos não é mesmo Sakura?

-Sim- Sakura sorriu e o Madara estendeu a mão para ela que colocou a sua mão sobre a dele e ele beijou ela

-Oi Kaguya- falei

-Olá Sasuke- ela sorriu

-Oi- Sakura falou

-Oi Sakura

Deixei minha mão nas costas da Sakura e fiquei olhando para ela que falava com a minha avó, dei um beijo na sua cabeça e fiquei pensando no que ela falou sobre partir meu coração 

-Começou a música, me daria a honra Sakura?- meu tio falou e eu olhei para ele com a cara fechada e segurei na cintura da Sakura trazendo ela mais perto de mim

-Desculpa, mas terei que recusar- Sakura falou e todos olharam para o meu tio e quando ele foi falar algo um homem falou algo no seu ouvido 

-Então Sasuke venha comigo e com o Obito resolver uns assuntos pendentes- ele falou e eu suspirei

-Eu já volto

-Tá- Sakura falou e me deu um selinho 

-Primeira vez que uma mulher me rejeita- meu tio falou enquanto andávamos

-Sakura não é igual às demais mulheres- Obito falou

-Tsc... se você forem falar da Sakura eu vou indo- falei pegando um copo de whisky

-Na verdade eu gostaria de dar uma de minha empresa, na verdade a metade

-Porque?

-Porque não? andei acompanhando suas estratégias e você ergueu a empresa do seu pai e essa empresa que eu vou te dar precisa de uma mente brilhando como a sua no comando

-Hum pode ser- me virei e sai andando para as mulheres

-Quem é o líder da família?- escutei a Sakura

-Você não sabe querida?- minha vó falou

-Sei o que?

-Já quer ir embora?- me interrompi na conversa, meu plano iria a ladeira abaixo agora

-Mas já? a festa mal começou, agora que iríamos começar a jogar- Madara falou

-Que legal, jogar o que?- Sakura falou animada bebendo o vinho dela

-Gosta de jogos Sakura?- meu tio perguntou 

-Amo- coloquei minha mão na sua cintura

-Sendo assim vamos apostar Sakura, o que me diz?- logo a Sakura que é doida em apostas

-Vamos

-Te encontro na sala de jogos- eles saíram andando

-Não quero que você aposte com ele- falei sério

-Não confia em mim?

-Confio, não confio no meu tio ele é trapaceiro assim como toda a família 

-Eu vou ganhar dele pode deixar mas... você vai ser meu patrocinador?- ela colocou a mão para trás e sorriu

-Vou- sorri negando com a cabeça 

-Eba- ela me deu um selinho, peguei na sua mão indo até a tal sala de jogos- Vou pode gastar quanto?

-O quanto você quiser- ela sorriu e me deu um último selinho e foi até a mesa onde meu tio está. Eles ficaram um de frente para o outro

-Tem algum jogo em mente Sakura?- ele perguntou 

-Não

-Então tudo bem se jogarmos cartas?

-Claro, qualquer coisa que seja divertido

-Então o jogo vai funcionar assim- ele tirou uma caixa de cartas do paletó- Aqui nesse baralho tem 104 cartas, vou distribuir essas cartas na mesa e o objetivo é achar o par de cada uma e quem tiver o maior número de par ganha

-Fácil

-Sim, no entanto você só forma um par quando o número e o naipe forem iguais, entendeu?

-Sim, podemos começar?

-Gostei, objetiva- ele falou e entregou o baralho para o Obito que distribuiu as cartas na mesa- Quer apostar quanto?

-Hummm 150 mil tá bom?

-Claro, pode começar então- Sakura ficou olhando para as cartas e virou duas delas

-A de Ouros e 10 de Espada, sendo assim não formou par- ela falou

-Exatamente- ele falou e virou duas cartas que não deram par também 

O jogo foi ficando assim às cegas até que o meu tio vira um 10 de Espada

-Essa carta, você a virou então ela deve estar... aqui- ele virou o 10 de espada- Como eu acertei continuo jogando- ele falou e virou mais 10 pares um atrás do outro mas errou quando chegou no A de Ouros, que a Sakura virou no começo e assim ele formou o primeiro par

O jogo é para quem tem a memória boa e nisso a Sakura é boa até demais. O jogo ficou assim, ele virava uma quantidade e ela outra até que ele virou um monte de cartas de uma vez ficando com 54 par e a Sakura com 30

-Eu ganhei- ele falou bebendo o whisky dele, Sakura abaixou a cabeça 

-Esse jogo já tinha um ganhador antes mesmo deles começarem a jogar- Kaguya falou

-Roubando todo mundo ganha- bebi meu whisky

-Como se não o conhecesse- Kaguya falou

-Por um momento eu acreditei na rosada- Shisui apareceu do meu lado

-Ainda não acabou, Sakura não vai se dar por vencida- falei vendo a Sakura de cabeça baixa

-Vamos jogar de novo, não estou pronta para perder essa quantia- ela falou e todos na sala ficaram quietos

-Então vamos parar por aqui- meu tio falou e a Sakura olhou pra ele e sua expressão é outra, não de desespero mas é como se ela estivesse gostando 

-Não, eu não to pronta para gastar 150 vamos aumentar, 1 milhão e 150 mil ou melhor 10 milhões- seus olhos estavam brilhando agora- Vamos Madarinha, quer que eu aumente a quantia para mais? 100 milhões?

-Ela é louca, quem apostaria essa quantia num simples jogo de cartas?- Kaguya falou

-Sakura- Shisui falou

-Você é louca e eu gosto disso mas eu conheço as regras da sua família senhorita Haruno, você só vai ganhar dinheiro quando trabalhar e tenho certeza que a sua tia não vai lhe dar tal quantia 

-Ah, esse é o problema? Sasuke está me patrocinando ele falou que eu poderia gastar a quantia que eu quisesse- então a sala inteira começou a cochichar 

-Sasuke você é doido- Shisui falou

-Ela deve ser especial pra você ter feito isso- Kaguya falou

-Que intrigante gastando algo que não é seu?- meu tio falou

-O importante é no final eu ou você receber o dinheiro não importa da onde ele vem

-Sasuke ela vai te falir- Shisui falou

-Não vai, Sakura não vai perder- falei bebendo meu whisky e cravando meu maxilar- Eu confio nela

Sakura on

-Quer saber? já que eu posso gastar o quanto eu quiser vamos aumentar para 500 milhões- coloquei a ponta do meu dedão na boca, toda essa quantia de dinheiro e adrenalina está me deixando com tesão 

-Na verdade eu não to nem aí para quanto a gente vai gastar, o dinheiro não importa para mim- Madara falou sorrindo

-O que você quer?

-Você, se eu ganhar você vai num encontro comigo mas caso eu perder te dou os 500 milhões- todos cochichavam, olhei pro Sasuke que estava com uma feição seria, brava, parecia que iria explodir a qualquer momento enquanto olhava para o seu tio até que seus olhos se encontraram com os meus, ergui uma sobrancelha e ele concordou 

-Sendo assim 1 bilhão- agora que a sala foi a loucura assim como o próprio Madara

-Ahhh isso é tão interessante, já que vai ser uma partida especial tudo bem se eu usar outros baralhos?- ele perguntou 

-Por mim tá tudo bem- falei sorrindo

-Ok- ele pegou outra caixinha de baralhos do paletó e entregou para o Obito que distribuiu na mesa, olhei atentamente e sorri- Pode começar Sakura- ele bebeu o whisky dele

-Sabe Madara...- fiquei olhando para as cartas- Eu sei muito bem as suas intenções comigo e você deve achar que eu sou só um rosto e corpo bonito né?- olhei para ele que me olhou nós meus olhos com a sobrancelha erguida enquanto dava um gole da sua bebida

-Na onde você quer chegar?- suspirei

-A coisa que eu mais odeio nesse mundo é pessoas hipocrita, homem que subestimam mulheres e mentiras, na verdade mentira é o que eu mais odeio- virei uma carta 5 de Paus e depois outra 5 de Paus- E você me subestimou- virei mais cartas uma atrás da outra- 54 cartas- falei olhando para ele, todos começaram a cochichar

-Como?- ele perguntou com o maxilar cravado

-Quem trás baralho para uma reunião familiar? pensei, então eu lembrei que o Sasuke falou quando nós conhecemos no restaurante, ele falou que você é o dono da maior fábrica de brinquedo do Japão- fui até ele ficando do se lado- Eu olhei atentamente para as cartas e de cara elas não pareciam ter nada demais mas depois de alguns minutos, 3, 5 minutos elas estavam diferente, bom nem todas, e nessas cartas que estavam diferentes você as virou durante o jogo e achou que eu não notaria- coloquei minha mão na testa

-Mesmo assim você teria que memorizar as cartas...

-Ai que você me subestimou, tenho um QI mais de 100 e sabe o que é mais engraçado? você foi burro o suficiente para usar a mesma tática no segundo baralho, se você tivesse mudado o desenho pelo menos eu não teria descoberto a farça- ele me olhou- Esse jogo foi chato e sem emoção alguma, esperava mais de você, não consegui nem me divertir direito então me dá o meu dinheiro

-Realmente eu te subestimei- ele falou pegando um talão de chegue e me dando em seguida

-Afinal você deveria suspeitar né, sou sobrinha da maior apostadora- ele sorriu de lado

-Agora sei por que Sasuke te escolheu, linda e inteligente- sorri e me aproximei do seu ouvido

-Isso e por causa do sexo extremamente gostoso que eu faço com ele- falei olhando para o Sasuke- De qualquer forma obrigada pelo dinheiro e o jogo- sai de perto dele indo até o Sasuke

-Que reviravolta- Shisui falou- Quem diria que você ganharia do Madara e ainda o chamaria de burro?

-Pois é- sorri com a mão para trás- Alguém quer apostar comigo? tenho 850 milhões- mostrei meu cheque 

-Eu passo- Kaguya e Shisui falou

-Vocês são chatos- falei e abracei o Sasuke

-O que você falou pro meu tio?- Sasuke perguntou quando estávamos sozinhos, olhei para ele, ainda estávamos nós abraçando

-Não me lembro- sorri e dei um selinho nele

-Uhum- Sasuke desceu a mão até a minha bunda apertando ela

-Para- ri

-Mas você tá tão gostosa, eu fiquei louco de tesão quando você começou a falar a farsa do meu tio, quase que eu te peguei e te levei embora para transarmos

-E estamos fazendo o que aqui?- ele sorriu

-Vamos- ele pegou na minha mão e fomos andando até a saída

-Não vamos nós despedir das pessoas?

-Não to com vontade- Sasuke falou e o carro já nós esperava na porta, ele abriu a porta pra mim e eu entrei e depois ele entrou e o carro andou

Sasuke colocou a mão na minha coxa e me olhou, tocou no meu rosto e me beijou rápido mais calmo

-Se você tivesse perdido...

-Mas eu não perdi, isso que importa- beijei ele

-Se meu tio desse em cima de você até o final você teria resistido a ele?- ele falou encostando nossas testa, fiz ele me olhar

-Não, eu gosto de você bobo- ele sorriu e voltamos a nós beijar, o carro parou, saímos e adentramos a casa

Sasuke me pegou no colo e me beijou enquanto subia as escadas até o nosso quarto, ele me jogou na cama e tirou sua gravata jogando na cama assim como a sua camisa e calça ficando só de cueca e depois me beijou

Me sentei no seu colo e ele desceu o zíper do meu vestido que caiu do meu ombro deixando amostra os meus peitos onde o Sasuke os chupou com vontade

Trocamos de novo as posições e ele tirou o vestido me deixando só com a minha calcinha e meu salto, ele ficou de pé no chão 

-Coloca sua mão pra frente e entrelaça seus dedos- fiz e ele pegou a gravata e amarrou bem forte e tirou sua cueca- Senta- me sentei na cama, ele passou a mão no meu cabelo depois no meu rosto e minha boca

-Deixa eu chupar você- falei e ele segurou no meu cabelo e o puxou para trás 

-O bebê quer leite?- sorri de lado

-O bebê quer muito o leite- falei e ele segurou no seu pau e bateu no meu rosto e depois enfiou na minha boca

-Sua boca é tão quente e pequena, meu pau fica tão duro- ele falou me olhando e segurou forte no meu cabelo e movimentou minha cabeça para frente e para trás. Ele soltou meu cabelo e eu o tirei da minha boca, segurei ele e lambi de baixo para cima e enfiei só a cabeça na minha boca a chupando e depois enfiei ele todo, fechei meus olhos e me dediquei- Annnw- ele gemeu e puxou meu cabelo para que eu olhasse nós seus olhos e tirou seu pau da minha boca- Vou gozar na sua buceta gostosa- ele falou me pegando e me deitando no meio da cama

Ele abriu as minhas pernas e pegou minha mão a colocando em cima da minha cabeça e passou seus dedos na minha buceta, me contorci

-Haaanw- gemi e ele enfiou dois dedos em mim os movimentando rápidos, tentei mexer minhas mãos mas elas estavam imóveis pois o Sasuke estava segurando ele

-Você fica com mais tesão em saber que não pode me tocar ou si tocar- ele falou e chupou meus seios

-Isso é muito bom- falei gemendo, Sasuke tirou seus dedos de mim 

-E isso é o que?- ele enfiou seu pau em mim lentamente e movimentou devagar e foi acelerando- Em vagabunda, me diz o que você sente quando eu enfio fundo e rápido meu pau em você?- ele me deu um tapa no rosto e chupou meus seios

-Sasukeeee isso é, gostoso eu... amo isso, senti você dentro de mim é gostoso anwww- gemi olhando pro lado e fechando os olhos

-Porra olha pra mim- ele segurou meu rosto- Gosto de fuder olho a olho- ele soltou a minha mão e segurou a minha coxa abrindo e erguendo ela podendo enfiar mais fundo e rápido, coloquei meu braço em volta do seu pescoço e o puxei para um beijo

-Annnwwww- gemia sem parar- Eu vou gozar Sasukee- falei revirando meus olhos

-Goza- ele falou levantando a minha cintura e enfiando bem fundo e rápido, entrelacei minha perna na sua cintura. Gozei 

Ele me virou de costas e enfiou seu pau na minha buceta, abri minhas pernas e me inclinei para frente ficando com as minhas costas bem curvada, ele segurou nas minhas costas e começou a movimentar rápido e me dar tapas na bunda

-Aí porra que gostosa- ele gemia

-Seu pau está latejando dentro de mim, goza Sasukeee- gemi e ele foi indo devagar, comecei a controlar indo com a minha cintura para frente e para trás enquanto rebolava

-Isso cachorra- Sasuke me deu um tapa na bunda e não demorou muito para que eu sentisse um jato quente dentro de mim

Ele me virou de frente de novo e me chupou, eu gemia alto chamando seu nome, me contorcia na cama e o pior de tudo era que a minha mão estava amarrada me deixando com certos limites do que eu poderia fazer

-Eu vou gozar- falei com ele massageando meu clitóris e enfiando sua língua na minha fenda, ele movimentou os dois rápidos não me deixando com outra alternativa a não ser gozar, ele desamarrou a minha mão e finalmente eu pude tocar no seu rosto

Me sentei no seu colo e passei minha mão na sua barriga arranhando ela e suas costas enquanto esfregava minha buceta no seu pau num vai e vem lento

-Você é tão safada que dá vontade de soca minha pica em você até eu não aguentar mais

-E o que te impede?- falei o deitando e o beijando, peguei no seu pau e enfiei ele em mim e comecei a quicar bem gostoso pra ele, Sasuke gemeu e fez uma expressões de tesão que me deixou doida

-Porra você é minha Sakura, diz- estou de quatro, coloquei minha mão na cama e ele colocou a mão por cima da minha e a segurou bem forte e meteu fundo em mim

-Eu sou sua, isso Sasukeee- gemi, ele me colocou de lado e abriu as minhas pernas continuando a meter em mim, olhei pra ele e gemi

Senti minhas pernas falharem e meu clitóris pulsar assim como as veias do pau do Sasuke, gozamos em um gemido uníssono e o mesmo caiu do meu lado. Ele está de barriga para cima e eu com a barriga para baixa e nós olhávamos eufóricos

-Mais uma vez transamos até o sol aparecer- falei vendo já a claridade, ele sorriu

-Eu gosto disso, toda vez que transamos é como se nós conectássemos e eu gosto de ter essa intimidade com você 

-Você é muito fofo- me virei ficando de barriga para cima, ele me puxou para eu me deitar no seu peito

-E você é gostosa pra um caralho- ele apertou minha bunda com força e me beijou me dando uma mordida no meu lábio, sorri e me deitei no seu peito

-Você é tudo o que eu preciso Sasuke, eu... gosto demais de você- dormi


continua...



Notas Finais


espero que vocês tenham gostado, comentem o que acharam e favoritem. desculpa pelos erros de ortografia e até o próximo capítulo 😳😎✊🏼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...