1. Spirit Fanfics >
  2. O Zelo Do Uchiha >
  3. Capítulo 9

História O Zelo Do Uchiha - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


espero que gostem...

*aviso*
“hentai”

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction O Zelo Do Uchiha - Capítulo 9 - Capítulo 9

sasuke on

-Porque você foi embora?- perguntei quando a Sakura me deixou sentado debaixo do chuveiro. Estava a dias bebendo, fumando, verdadeira festa e uma hora eu dormir e não sei mais o que aconteceu, só acordei com a Sakura me olhando 

-A gente pode conversar quando você estiver bem- ela falou desviando o olhar do meu

-Olha para mim- falei e ela me olhou de cima abaixo- Agora fala- ela desligou o chuveiro 

-Eu sou só o objeto do Sasuke Uchiha, um saco de pancada, uma coisa que você pode usar quando e onde quiser- olhei para o outro lado e ela havia escutado minha conversa com o Itachi, agora entendo o porque dela ter ido embora 

-Eu sou um idiota Sakura, não deve levar as coisas que eu digo a sério 

-Mas é a verdade, as pessoas me usam e como você disse e eu não tenho força para fazer algo, para me defender

-Deixa que eu te defenda então- disse no impulso e ela pareceu se assustar mas ficou me olhando

-Vem- ela me segurou e me colocou sentado no vaso e me secou- Amanhã você não vai lembrar de nada disso mesmo, tira seu short- ela falou e mal sabe ela que estou bem e só dormir um dia inteiro, tirei minha roupa e enrolei a toalha 

-Pronto- falei e ela me segurou me levando para o meu quarto

-Tá tão fedido aqui- ela falou me colocando sentado na cama e indo até o meu closet e pegando roupas para mim, Sakura parece ser experiente nisso, ela me entregou as roupas e saiu do quarto, me troquei e ela abriu a porta quando terminei de colocar a camisa- Vem- ela me segurou, eu já estava bem para andar sozinho mas vou aproveitar essa bondade dela. Descemos e estava tudo limpo

-Você limpou, não precisava

-Não gosto de ficar em ambiente sujo- ela falou me sentando no sofá- Vou pegar algo para você comer quando terminar de comer toma esse remédio- ela falou colocando o remédio na mesinha e subindo para cima

Comi e tomei o remédio e me espreguicei no sofá e por um momento eu havia esquecido o porque de eu ter feito uma festa 

-Quanto tempo você tá saindo com o Sasori?- perguntei quando ela estava descendo as escadas

-Você quem quebrou o meu celular?- ela perguntou 

-Você sabe quem é o Sasori?

-Um menino da minha escola, ninguém de importante- sorri ironicamente 

-Sasori é o dono do morro rival do meu- falei e pela cara dela ela não sabia mesmo

-Eu não...

-Tanto faz, eu te compro outro celular depois- falei me arrumando no sofá, não to afim de discutir agora. Ela pegou o prato e os copos os levando para cozinha e foi em direção à escada- Fica aqui- falei e ela se sentou do meu lado

-Eu não sabia mesmo que ele é o dono do morro

-Desculpa pelo o que eu disse e o que você escutou

-Eu não deveria ter escutado conversa que não é da minha conta..- ela ainda fica se culpando por tudo e isso me deixa irritado 

-Fica quieta Sakura. Não é verdade o que eu disse, você é irritante e fala demais mas não é a minha empregada e nem nada e eu não faria nada com você sem o seu consentimento. Eu que sou um idiota de merda que nunca sei quando estou errado ou não 

-Você soube agora então você sabe diferenciar- ela falou me fazendo dar um meio sorriso 

-Acho que essa distância fez bem para nós dois

-Porque você acha isso?- ela perguntou 

-Se você tivesse vindo no mesmo dia ou semana passada eu não ia te dar ouvidos e ia te bater- confessei

-Ou talvez eu só tive sorte e hoje você está molenga

-Não vou mais bater em você Sakura- falei olhando para ela, olhando para ela agora eu me pergunto, como eu consegui levantar a mão para ela?

-Você sabe o que eu acho...

-Eu sei e por isso estou falando isso

-Não vou mais te irritar ou fazer alguma coisa que você não goste

-Seja você, acho que eu e todos te prendemos demais 

-Você não quer que eu more mais aqui?- ela perguntou virando o rosto parecendo desconfortável 

-Não, você ainda mora aqui mas pode ser você, aqui é sua casa também e sua vida é sua

-Acho que te dei o remédio errado em. Obrigada Sasuke- ela me deu um beijo na bochecha, me pegou desprevenido. Ficamos nós olhando e ela se aproximou assim como eu, olhei para sua boca e voltei o olhar para seus olhos verdes e não aguentei e puxei para um beijo

O beijo estava ótimo, Sakura beijava bem. Mordi o lábio inferior dela que sorriu, voltamos a nós beijar, coloquei a mão na coxa dela e a outra no seu rosto levando para o seu cabelo onde segurei e ela soltou um pequeno gemido. A puxei para o meu colo e subi minha mão para sua bunda apertando-a. O beijo estava lento e gostoso, ela começou a rebolar 

-Uma cena que eu nunca imaginei ver- Naruto falou e porra que cara inconveniente, suspirei e a Sakura saiu do meu colo

-Sakura, qual é, fala comigo- Naruto falou

-Naruto você não me deve explicações, na verdade eu não quero ouvir nada que venha da sua boca, você foi uma das únicas pessoas que eu pensei que não faria isso mas estava enganada- Sakura falou irritada

-Eu amo a Hinata

-Não, não ama, quem ama não trai nem mesmo bebado ou chapado

-Ela te contou?

-Sim então não me venha com essa de que a ama, minha confiança você perdeu e se ela te perdoar o problema vai ser dela

-Ela não me atende mais

-É só isso que você queria falar? se for só pode ir embora- Sakura falou autoritária 

-Sério?

-To rindo?- ela falou séria, Naruto me olhou e eu dei de ombros não vou interferir na briga deles e o mesmo saiu

-Como a Hinata ficou?- perguntei me sentando na mesa

-Chorou muito, ela gosta do Naruto mais que tudo e eu sei que se ele continuar insistindo ela vai ceder mas não sei, sabe quando você deposita toda a sua confiança em alguém e ela simplesmente não deu importância e estragou tudo?

-Uhum

-Isso que o Naruto fez, comigo e a Hinata

-E se a Hinata perdoar ele

-Eu e a Ino avisamos desde o começo como os meninos daqui são...

-Como a gente é?- perguntei 

-Para vocês uma nunca é o suficiente e tem que ser do jeito de vocês se não...

-Tá não vou falar que não é desse jeito mas você tá generalizando demais

-Só to falando, mas também cada um sabe o que faz- deixei esse assunto de lado. Ela não está errada mas nem tão certa assim

Jantamos assistindo série enquanto tomávamos uma coca 

-O que o Itachi veio fazer aqui?- ela perguntou

-Me convidar para o casamento dele, você quer ir como minha acompanhante?- perguntei olhando para ela que se engasgou

-Eu? tem certeza?

-Uhum

-Pode ser- ela falou e eu voltei a assistir tevê 

Depois do beijo que eu e a Sakura havíamos dado e da nossa conversa algo mudou, eu avisei para todo mundo no morro que se ouvisse ou soubesse que alguém a chamou de objeto se veria comigo da pior forma possível 

Eu não procurei mais nenhuma das meninas para me satisfazer só de vez em quando a Samui aparecia aqui e era inevitável não rolar nada, no entanto a Karin eu cortei tudo com ela 

Estava no escritório fumando um beck enquanto olhava os lucros do morro

Sakura já estaria chegando da escola e não sei mas algo estava me incomodando, estava sentindo que alguma coisa iria acontecer. Minha relação e a da Sakura estava estranha, conversávamos o necessário, não sei 

Voltei para casa com a minha moto e entrei, deixei meu rádio e minha arma na cômoda e vi a Sakura sentada no sofá com ervilha no rosto 

-O que aconteceu?- perguntei fechando a porta e indo até ela

-Karin- quando ela falou eu fiquei com raiva, mais muita raiva, me levantei e ia atrás dela mas a Sakura me segurou- Fica- ela falou e eu fiquei. Fui até o banheiro e peguei a caixa de primeiros socorros e me sentei do lado dela e limpei o machucado na mão dela- Aí- ela gemeu de dor

-O que aconteceu exatamente?- perguntei 

-Não me lembro muito bem mas...- ela me explicou o que aconteceu  

-Eu falei que iria te proteger, porque não me ligou?- falei enfaixando a sua mão 

-Eu tinha esquecido disso mas comparado com ela eu to bem 

-Tsc... não precisa mais se preocupar com ela- falei tirando a ervilha do seu rosto e limpando o corte, ela deu um gemido de dor

-Porque?

-Eu avisei... droga- falei irritado

-Para ninguém mexer comigo, to sabendo, aí Sasuke tá doendo- ela falou e segurou na minha mão e me olhando- Desculpa- e soltou ela 

-Para você aprender...

-Não tenho culpa se suas putas tão se doendo e vem descontar em mim- ela falou me interrompendo, sorri de lado

-Para você aprender a se defender- falei e fiquei olhando para ela até que tocaram a campainha- Entra

-Sasuke a sua mulher se envolveu numa briga...- Utakata entrou falando, ele parou de falar quando nós viu

-Obrigada Utakata- falei e ele saiu

-De objeto para a mulher do Sasuke? grande progresso- ela falou ironicamente e sorrindo

-Se gosta né

-Amo?- ela falou perto do meu rosto e depois se distanciando

-Tá com fome?- perguntei e a Sakura fez uma cara perversa- Pervertida- falei e ela me olhou como se eu tivesse lido a mente dela- Sua cara não engana- ri negando com a cabeça 

-Não fiz nada- ela falou fazendo bico

-Mas pensou né- me arrumei no sofá e do nada a Sakura se sentou no meu colo e ficou me olhando- O que você tá fazendo?- perguntei e ela ficou corada e segurou no meu rosto e me deu um selinho que se transformou em um beijo 

-Estamos atrapalhando?- amiga da Sakura, Ino falou nós atrapalhando. Porra vou ter que trocar a fechadura dessa porta e começar a trancar. Sakura parou o beijo e olhando agora ela está de sutiã na minha frente e eu não vou poder tirá-los e olhar seus seios

-O que você tá fazendo aqui?- ela perguntou

-O Sai me falou o que aconteceu 

-Opa o que tá acontecendo aqui?- escutei o Naruto

-O que vocês estão fazendo aqui?- ela perguntou 

-Fiquei sabendo que você entrou em uma briga, quer que a gente vá embora?- ele perguntou 

-Sim- falei

-Não- Sakura falou. Havíamos falado ao mesmo tempo, ela me olhou e saiu do meu colo 

-Isso tá ficando estranho- Ino falou 

-Eu vou tomar banho- Sakura falou e subiu as escadas

-Quer que o Sasuke te ajude?- Ino gritou e eu sorri de lado- O que aconteceu com ela? você disse que tomaria conta dela idiota- Ino falou se sentando no sofá 

-Eu tomei

-To vendo- ela falou irônica. Quando a Sakura voltou para cá Ino me ligou e deixou bem claro que se eu tocasse nela de novo ou magoasse a Sakura, ela cortaria meu pinto e mandou eu cuidar dela pois ela passou por muita coisa e claro ela não quis contar quais são essas coisas- Porque essa Karin não desgruda da Sakura?

-Sasuke dorme com ela de vez em quando mas agora ele decidiu que não quer mais- Naruto falou

-Porque você fez isso?- Ino perguntou mas logo me olhou- Tá apaixonado pela Sakura é?

-Se liga Ino- falei me levantando- Vou resolver esse assunto, vem Naruto

-Até logo- ele deu um beijo na testa da Hinata e saímos, entramos no meu carro- O que você vai fazer?

-Ver a Karin, liga pro Sai e ver onde ela está- falei e assim ele fez

-Na casa dela- ele falou e eu dirigi até lá, descemos do carro e entramos na casa que estava aberta com a mesma sentada no sofá 

-Sasuke- ela falou segurando gelo no rosto, olhei pro Naruto que saiu me deixando sozinha com ela

Karin estava destruída, seu rosto estava completamente inchado e seu nariz provavelmente quebrado 

-Olha o que o seu objeto fez comigo

-Porque você não está no hospital?- perguntei 

-Não vi necessidade, só meu rosto está doendo e isso eu posso cuidar sozinha- ela falou me olhando, suspirei e me sentei na poltrona que havia do seu lado

-Karin vou ser direto com você e talvez você consiga entender de uma vez..- acendi um cigarro e fiquei olhando para o seu rosto- Nunca tivemos nada, só era sexo e nada mais...

-Mas Sasuke...

-Eu to falando. Eu te dei um aviso da última vez, não mexa mais com a Sakura ela é a minha prioridade e você passou por cima da minha ordem. Eu achei que precisasse te bater para entender mas Sakura fez tal favor para mim, você está ferrada Karin

-Eu não vou desistir de você 

-Acho bom desistir, como eu disse nunca tivemos nada, você não significa nada pra mim Karin- me levantei- Você tem até amanhã para ir embora desse morro

-Mas eu não tenho para onde ir

-Não é problema meu, até amanhã entendeu? e nunca mais quero ver você por aqui- ela balançou a cabeça, me aproximei dela e segurei no seu rosto com a minha mão e encostei meu dedo no seu nariz ela gemeu de dor

-Entendi Sasuke- ela falou e começou a chorar, sai da casa e fui até o meu carro entrando e logo o Naruto

-Então?

-Expulsei ela daqui- falei e dirigi para o meu escritório

Ficamos resolvendo algumas coisas

-Naruto o que você fez para convencer a Hinata de voltar?

-Eu amo ela tá ligado? percebi que não tinha o porque de ter feito o que fiz com ela

-O que você fez?

-Dormi com à Konan, tava chapado e bebado, na minha cabeça só vinha a Hinata e quando olhei para Konan... sei lá deve ter sido a abstinência falando mais alto 

-Como assim abstinência? Hinata é virgem?- perguntei zoando e ele me olhou sério- Caralho, se bem que ela tem cara mas, nossa

-Então fiquei assim também, ela tem uns seios enormes e é tão inteligente, tipo o que ela viu em mim? eu sou um traficante de merda

-Não é pra tanto

-É sim, eu amo ela e quero dá um futuro pra ela mas...

-Ela merece coisa melhor?- perguntei acedendo um cigarro

-Sim- ele olhou pro teto e suspirou- Ela me deixa louco mas me faz insistir nela

-E se ela pedisse para você largar tudo e ser uma pessoa certa?- perguntei 

-Eu amo ela Sasuke- ele falou e ficou pensando, fiquei olhando para ele- Tá chega de falar de mim, e a Sakura?

-O que tem?

-Qual é

-Ela fica me atiçando mas sempre que é pra rolar alguma coisa alguém atrapalha

-Vocês sempre fazem isso no sofá, vai pro quarto né 

-Tsc...

-Você gosta dela?

-Menos né Naruto, sabe que eu não sou assim

-Então vai ser só sexo?- ele perguntou e eu fiquei quieto 

Quando anoiteceu voltamos para minha casa onde as meninas estava bebendo vinho e pelo jeito que olharam para gente elas estavam bebadas. Naruto levou a Ino e a Hinata, fui na cozinha e peguei uma cerveja e me sentei no sofá 

-Sasuke agora que a gente é casados vamos ter a lua de mel?- Sakura perguntou lentamente como se estivesse procurando palavras

-Somos casados?- perguntei olhando com a sobrancelha erguida pra ela, sei que ela está bebada. Ela se sentou no meu colo e pegou a cerveja da minha mão e bebeu quando ela terminou eu peguei da sua mão- Chega de bebida por hoje

-Sou a sua mulher, esqueceu?- ela falou me olhando nós olhos

-Tá sentindo dor?- perguntei 

-Não, acho que o álcool não tá deixando eu sentir nada

-Hum- dei um gole na cerveja e fiquei olhando para ela, tenho que admitir que até com o rosto inchado ela está bonita

-Vamos brincar?- ela falou e começou a ir para frente e para trás no meu colo, meu pau ia ficar duro desse jeito, cravei meu maxilar 

-Do que você quer brincar?- falei colocando a mão na coxa dela

-Mamãe e papai

-Como se brinca disso?

-Somos marido e mulher- ela colocou a mão na minha barriga, quando senti seus dedos me arrepiei- E agora vamos fazer o bebê- ela riu e tirou a minha camisa e me beijou, pegou a cerveja da minha mão e foi indo para trás mas antes que eu pudesse fazer qualquer coisa ela caiu de bunda no chão 

-Caralho você tá bem?- perguntei e ela começou a rir

-Aí eu to bem- ela segurou na minha coxa e ficou de joelho 

-Tem certeza?

-Sim- ela falou e se sentou do meu lado- Sasuke eu não sei se vou me lembrar disso amanhã, mas não fica estranho comigo- então não era só eu que achava que ficava estranho 

-Eu não fico estranho com você

-Fica sim, sempre que nós beijamos no dia seguinte você finge que nem me conhece- ela encostou a cabeça no meu ombro- Eu beijo mal?- ela perguntou 

-Não... você tem um beijo diferente, mas um diferente bom e viciante e talvez.. eu esteja começando a viciar...- falei e ela foi para frente com a cabeça mas eu segurei e coloquei ela deitada na minha coxa, ela havia dormido- Você é intrigante, irritante, fala demais é doida mas... 

Peguei ela no colo e a levei ao seu quarto a colocando deitada na cama e a cobri com uma coberta e depois fui ao meu quarto e me joguei na cama, fumei um antes de dormir 

Acordei com um trovão e depois começou a chover forte, tomei um banho e fiz a minha higiene matinal depois fui me sentar na sala 

Depois de um tempo a Sakura apareceu de moletom dançando na cozinha enquanto preparava cereal, fiquei olhando para ela que quando me viu levou um susto

-Que susto- ela falou vindo se sentar no sofá falei 

-Tá sentindo dor?- perguntei 

-Não muita, mas estou com muita dor de cabeça, só me lembro de ter tomado duas taça de vinho

-Não se lembra de mais nada?

-Deveria? não me diz que eu fiz algo vergonhoso?- ela falou, então não se lembra de nada de ontem a noite 

-Eu não diria vergonhoso- falei baixinho 

-Que?- ela perguntou 

-Nada

-Achei que eu estaria sozinha hoje- ela falou olhando o celular e comendo cereal

-Quer que eu fique no meu quarto pra você se sentir sozinha?- perguntei 

-Não né besta- que intimidade- Desculpa

-Por?- perguntei 

-Te chamei de besta

-Não fique pedindo desculpas por tudo, não gosto disso- falei e ela concordou com a cabeça e voltou a comer

Quando ela terminou de comer foi para cozinha

-Sasuke já comeu alguma coisa?

-Não- falei

-Quer comer?

-Você vai comer alguma coisa?

-Não mas eu faço pra você 

-Não precisa então- agora eu fico incomodado dela fazer as coisas para min

-Vamos fazer pizza? tem os ingredientes e não deve ser tão difícil assim- ela falou me ignorando completamente 

-Pode ser- falei 

Ela fez a massa para pizza

-Onde você aprendeu a fazer isso?

-Cozinhar ou fazer pizza?- ela perguntou comendo um pouco da massa

-Os dois?- falei e ela foi lavar a mão e depois colocou um pano sobre a massa

-Eu cresci com meu pai então virei moça de família desde cedo, tive que me virar- ela falou me olhando

-O que aconteceu com a sua mãe?

-Ela morreu quando eu nasci

-Você sente falta dela?

-Não sei, nunca a conheci e nunca a via sabe. Meu pai nunca falou sobre ela e não deixava eu ver fotos dela mas ele disse que eu era igual ela- Sakura começou a corta mozarela e presunto

-O casamento do Itachi é daqui duas semana, você ainda vai?

-Sim- ela falou terminando de cortar e me olhando e pegando um pouco dos dois para comer- Pera, eu vou conhecer a sua família?

-Uhum

-Uau e são todos bonitos como você e o Itachi?- ela perguntou me olhando, ergui a sobrancelha e olhei para ela 

-Itachi não é bonito- falei

-É sim..- ela me olhou e apoiou sua cabeça na sua mão- Lindinho- ela falou sorrindo

-Tsc- revirei os olhos e ela riu

-Sasuke se você não fosse dono daqui você seria o que?

-Provavelmente advogado- falei me levantando e pegando uma cerveja 

-É, você tem jeito para isso- voltei a me sentar e abri a cerveja tomando um gole 

-Como assim?

-Você tem cara de bravo e seu jeito ignorante de poucas palavras 

-Não acho que sou ignorante

-Agora que eu estou acostumada também não acho, você é complexo e primitivo

-Primitivo?- ela pegou a cerveja da mesa e deu um gole

-Original

-Original?- repeti 

-Você é inacreditável- ela deu risada

-Você já sabe o que vai fazer depois da escola?

-Quero cursar medicina

-Porque?

-Gosto de ajudar o próximo- ela falou e fiquei olhando para ela, uma hora eu vou ter que deixar ela ir- Que foi?- ela ficou corada

Sakura tenta ser forte ou aparenta mas, ela é frágil e...

-Já sabe a faculdade?

-Não- ela falou se levantando e preparando a massa numa forma e colocando os ingredientes 

Ficamos conversando e até que ela é legal. Ainda chovia 

A pizza ficou pronta e comemos, estava deliciosa

-Você já namoro antes?- ela me perguntou tomando cerveja, fiquei pensando 

-Não- falei comendo a pizza

-Como assim não? você tem 20 anos e nunca namorou?

-Pois é nunca me interessei por alguém a ponto de namorar

-Você sonha futuramente ter uma família e coisas assim?

-Não 

-Nossa Sasuke

-Tá mas e você, já namorou?

-Não 

-Porque não?

-Tipo, já conheci alguns meninos mas eu amo ler, amo assistir filme romântico e...

-Nunca encontrou o cara perfeito?

-Ideal- ela falou se arrumando no sofá 

-Como é o cara ideal para você?- perguntei, estava curioso 

-Não sei, que cuide de mim, seja presente e me ajude, me compreenda e me aguente, principalmente minhas amigas, elas são minha família- ela olhou para um canto- Que seja engraçado e inteligente, e bonito mas nem tanto pois não gosto de concorrência- ela me olhou e sorriu, tomei minha cerveja e fiquei olhando para ela

-Sakura eu posso...- me aproximei dela, ela ficou parada me olhando nós olhos, olhei para sua boca e depois para os seus olhos, não sei se é por causa da lareira mas ficou quente, e muito

Dessa vez foi ela quem me puxou e me deu um selinho, pedi passagem com a língua e ela me deu

A deitei no sofá e ficamos nós beijando, ela tirou a minha camisa e voltamos a nós beijar. Senti ela arranhar minhas costas e barriga

Ela me empurrou e se levantou tirando seu casaco ficando de sutiã e se sentou no meu colo. Segurei na sua bunda e fiquei apertando e subi minhas mãos para seus seios

-Anwww- ela gemeu baixinho durante o beijo, ela segurou no meu maxilar e mordeu meu lábio, segurei na sua cintura e movimentei ela para frente e para trás, a mesma sorriu e voltou a me beijar

Ela desceu sua mão pela minha barriga e colocou ela dentro da minha cueca e apertou meu pau, me arrepiei ao sentir sua mãozinha pequena e gelada. Sakura tem um jeito de santinha mas ela é bem tarada isso sim

-Porra você é tão...

-Tão o que?- ela perguntou o tirando para fora e batendo uma- Fala pra mim- ela falava baixo de um jeito bem sexy

-Safada pra caralho- falei e ela sorriu de lado, segurei no seu pescoço e levei minha mão para sua nuca e a puxei para um beijo, ela acelerou com a sua mão e no calor da emoção dei um tapa na sua cara, ela se assustou e me olhou- Me desculpa, eu achei... porra, merda- falei assustado, ela estava com a mão no rosto e com os olhos fechados até que os abriu e eles estavam lacrimejando 



continua...



Notas Finais


espero que tenham gostado, comentem o que acharam e favoritem. Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...