1. Spirit Fanfics >
  2. Obecessivo >
  3. Capítulo Um

História Obecessivo - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo Um


Fanfic / Fanfiction Obecessivo - Capítulo 1 - Capítulo Um

Primeiro dia de aula é uma merda, ser nova na escola também não ajuda, minha mãe deixou bem claro que não é pra me meter em confusão, mas se a confusão vier até mim, não posso fazer nada. Hoje já conheci às duas pessoas mais populares da escola que também são líder de torcida, clichê não é? A primeira parece uma Barbie de tão nojenta, cabelo loiro, voz aguda, olhos azuis, e uma personalidade patética. A segunda é ruiva, corpão, olhos castanhos, bonita mais antipática, conheci às duas quando fui pegar a bandeja na cantina,  elas estavam se exibindo com o uniforme das líderes de torcida e dando de cima dos garotos do futebol, outro clichê. Credo elas deviam se valorizar mais, mas foda-se não sou eu, deve estar se perguntando quem sou certo?

Sou S/N Hills estou no meu último ano na escola, tenho 17 anos e moro com minha avó, meu pai morreu quando era criança e minha mãe não pode cuidar de mim, porque não tem tempo. Por não ter uma pré-adolescência normal, me envolvi com coisas ilegais, se você está pensando que é droga, com certeza não, me envolvi em rachas ilegais, sei andar de moto melhor do que qualquer um nessa escola. Fui parar na delegacia duas vezes, bom não deu nada, sou de menor, foi aí que minha mãe me mandou para cá, na verdade me expulsou mesmo, vovó é há única me entende, por isso é bem melhor morar com ela. Aqui é pacífico nada haver com a vida que levei na cidade, vou tentar mudar por ela, mas não acho que vou conseguir ficar muito tempo longe da adrenalina.

Saío dos meus pensamentos quando tacam uma bolinha em mim, ótimo só essa que me faltava, desamasso e leio o papel amassado. "Você é gostosa ta à fim de sair?" Reviro os olhos e olho ao redor um cara moreno me olha com um sorriso de orelha a orelha, mas volto a olhar o papel, me levanto com o professor ainda explicando a matéria, jogo a bolinha no lixo, o moreno me encara perplexo qual foi, nunca levou um fora? A aula continua igual e o professor nem liga para mim, o que é uma boa, a vontade que tenho é colocar os fones e me perder na música, mas não quero ter notas baixas, ficar de recuperação é a pior coisa que tem. Assim que a aula acaba me sinto mais confortável, vou direto para os armários guardo meus livros, e caminho para a saída, mas o moreno de antes aparece na minha frente.

- Oi gata.- Tento me desvencilhar dele mas ele continua me atrapalhando.

- Sai da minha frente.- Mas ele não se afasta, ótimo, sorrio para ele falsamente e chego bem perto, dou um chute muito forte nas bolas dele. - Isso é pra aprender a sair da minha frente otário.

Com às mãos naquele lugar, dou de ombro e continuo o meu caminho para fora da escola, caminho para casa, já que não é uma cidade tão grande e a casa da vovó é perto prefiro ir à pé. Além de ter me metido em várias encrencas, também fiz aula de auto defesa, com... Um amigo. Andando em um beco ouço gritos, parece ser uma mulher, corro em direção da voz dela, chegando vejo uma cena horrível, a garota está sendo atacada por um cara loiro, e ele está... Chupando o sangue dela.

- Ei otário, mexe com alguém do seu tamanho.- Largo a bolsa no chão e me apresso para ver como a garota está, o pescoço está sangrando rasgo um pedaço da minha blusa, e amarro no pescoço dela. - Pressiona o pano, e vá para o hospital lá eles vão saber o que fazer.- Ela saí rapidamente, então eu fico com o maluco loiro. Me viro para o cara, mas ele desapareceu, depois vou dar queixa, cara louco, pego minha bolsa no chão e volto para casa. O dia foi bem longo, e cheio de emoções nova, mas sinceramente gostei foi uma adrenalina diferente, tirando a parte do maluco. Depois de um tempo caminhando finalmente chego na casa da vovó, sinto um cheiro delicioso de comida, mas não estou com fome, cumprimento minha vó, e subo para o quarto, tiro o all star preto, às meias, coloco os fones e me deito na cama.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...