História Obra de Arte - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Tags Amorzinho, Bem Fofinha, Fluffy, Mpreg, One-shot, Sugamin, Yoonmin
Visualizações 197
Palavras 1.454
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu sou péssima em sipnoses, desculpa por aquilo. Enfim.

Essa one já tava aguardada a um tempo e eu nunca que terminava, então tomei vergonha na cara. A fic foi inspirada na fanart da capa, eu não sei que fez, mas ela não é minha. A fic é bem simples, e é isso. Sorry se tiver erros, eu betei mas sempre tem. Talvez tenha um segundo cap com as crianças já grandes, não sei.

Bjs e boa leitura♡

~~eu sei que vai flopar.

Capítulo 1 - .capítulo único


Yoongi estava bastante concentrado em terminar uma de suas pinturas, que por sinal não estava sendo tão facil, afinal o Min sempre foi muito perfeccionista, por isso se esforçava ao máximo para deixar tudo impecável. Esse quadro havia sido  encomendada por um casal que comemorava as bodas de ouro. A pintura era uma foto do casal, de uma das melhores épocas para eles, a adolescência.


Jimin observava seu marido trabalhando em silêncio, acompanhava cada movimento suave fazia com o pincel  que continha tinta que dava cada  vez mais cor na tela, que um dia fora branca. Suas mãos batucavam de leve em sua barriga coberta pela blusa,  a mesma tinha um pequeno volume, que só prestando bastante atenção poderia ser percebido.


Quando ambos se conheceram eram apenas crianças inocentes. Jimin com sete anos e Yoongi com nove. Era de se admirar que tenham se tornado amigos naquela época, afinal as personalidades eram tão opostas, que seria quase impossível um ficar perto do outro. Enquanto Yoongi era calmo, pouco falava e as vezes - quase sempre - carregava uma expressão carrancuda, Jimin era agitado e tagarela, num sossegava em momento algum. Apesar dos anos, Yoongi possuia a mesma personalidade e Jimin não ficava muito atrás.



A atitude de começar um namoro partiu por  parte de Jimin, quando tinha por volta quinze anos, que nem sequer questionou Yoongi se queria namorar ou não, simplesmente disse um "Estamos namorando" e mais nada. O Min na época somente deu de ombros soltando "Esse namoro não vai durar nem um ano". Grande engano da parte do mais velho, afinal o namoro durou quatro longos  e maravilhosos - as vezes conturbados - anos.


No dia do aniversário de vinte anos de Jimin, o Min o pediu em casamento. Planejou tudo nos mínimos detalhes, passando horas em frente ao computador vendo diversos tipos de alianças que fosse do jeito de seu - na época - futuro esposo. Nem será preciso dizer Jimin aceitou o pedido, certo?


Agora, depois de cinco anos  de casamento iriam ter o primeiro filho, que a princípio nem sabiam que iam ter. Nos últimos tempos, para Jimin sua barriga estava levemente maior por estar comendo muito, ao contrário de Yoongi que desconfiava não ser por causa de comida  e sim por outro motivo.


O Min mais velho estranhou todo aquele silêncio dentro no ambiente, coisa extremamente rara vindo de seu esposo.


— Oque houve? - Perguntou tirando sua atenção do quadro quase pronto para olhar o Min mais novo.


— Estou enjoado. Já tomei remédio para ver se passava mais não passou. Além disso, estou com dores de cabeça. - fez uma careta colocando uma das mãos em cima dela - Talvez eu tenha comido alguma coisa estragada.


— Você deveria ir ao médico, amor. - Se pois em pé indo em direção à Jimin - Pode ser outra coisa mais grave talvez? 


— Amanhã eu vou marcar uma consulta - abriu um sorriso singelo - Deve ser alguma coisa que eu comi.


— Talvez seja. - Deu um selo nos lábios carnudos de Jimin, logo intensificando.

 

O ósculo era calmo e lento, nem um dos dois tinham pressa. Bruscamente o contato foi cortado por Jimin, que saiu correndo com a mão na boca em direção ao banheiro.


— Com toda certeza não é algo que comeu! - Riu balançando a cabeça negativamente, tirou o avental e foi ajudar o esposo.



Quinto mês de gestação.



Mesmo com enjôo lhe incomodando, Jimin não parava um minuto se quer de falar. Sua ansiedade estava imensa, sua curiosidade para descobrir o sexo do bebê era enorme. Desde o dia que passara mal, enjôos, tonturas e desmaios se tornou parte de sua rotina, além é claro dos desejos estranhos, que tinham que ser atendidos pelo marido.


Yoongi nada dizia, só observava de canto de olho a animação do esposo ao seu lado no banco do passageiro, se concentrando na estrada.


— Você acha que vai ser menino ou menina, Yoon?


— Hm... Talvez seja os dois. - parou quando o sinal estava vermelho. - Sua barriga tá um pouco grande demais pra só cinco meses, não?


— Olha até que não seria ruim. Ter um menino e uma menina. - Falou enquanto fazia uma expressão pensativa.


— O jeito é esperar. - Piscou para o Min mais novo, arrancando uma sorriso largo do mesmo.


De fato Yoongi estava certo, Jimin estava grávido de gêmeos, um menino e uma menina. Foi inevitável não chorar quando o obstetra apontou para o monitor e lhes deu a notícia. Se ter um bebê já era bom imagina dois.




Setimo mês de gestação.



A casa se encontrava decorada para o chá de bebê que seus amigos organizaram. Seokjin, Taehyung e Hoseok fizeram todo o serviço, não deixando Jimin fazer absolutamente nada, alegando que deveria ficar quieto para não fazer mal aos bebês. 


— Gente eu estou grávido, não doente. Vocês estão fazendo tudo sozinhos, quero ajudar! - Reclamou parando em frente a porta da cozinha, com a mão nas costas de apoio.


A barriga estava cada vez mais pesada, como consequência disso os pés de Jimin estavam enormes de tão inchados. Além das dores nas costas, sem contar é claro dos diversos chutes que recebia por dia. Seus amigos tinham motivos para ficarem preocupados.


— Nada disso Jimin! - protestou Jin - Olha só esse barrigão, se você ficar muito tempo em pé vai te fazer mal! 


— Falando nisso, como estão os meus afilhados? - Taehyung se abaixou colocando o ouvido no ventre do Min, sentindo um leve chute.


- Muito bem.- deu ênfase a palavra para Jin -Deixa disso Jin, eu vou ajudar sim!


Quando Jimin colocava alguma coisa na cabeça, nada nem ninguém tirava, se queria fazer alguma coisa, ia lá e fazia. Por isso Jin resolveu não protestar mais deixando o Min ajudar na arrumação. Um tempo depois Yoongi, Namjoon e Jungkook chegaram, estes dois últimos com uma caixa enorme em mãos.


Com o tempo mais convidados chegaram, entregando diversas caixas e sacolas com presentes dentro, desejando saúde para o gestante e os bebês.




     Nono mês de gestação.



Yoongi dava pinceladas na tela, alterando o olha dela para o esposo sentado em uma cadeira em frente de si. O Min mais velho teve a idéia de fazer um quadro do último mês de gestação dos primeiros filhos, Jimin nem sequer pensou em recusar. A pedido de Yoongi, Jimin ficou sem camisa exibindo a enorme barriga, seus cabelos estavam partidos ao meio e uma coroa de flores repousava em sua cabeça.


Jimin começou a sentir leves dores na barriga, lhe arrancando uma expressão de dor.


— Oque aconteceu? - Se levantou indo de encontro ao esposo.


Quando Jimin pois se de pé sentiu um líquido escorrer por suas pernas.


— A bolsa estourou. - Foi somente isso que Jimin disse.


Os acontecimentos ocorreram muito rápido, em poucos minutos o Min mais novo se encontrava dentro de uma ambulância, sentindo fortes contrações e gritando de dor. Antes de Yoongi entrar junto, o mesmo foi ao closet pergar as coisas dos bebês, para depois de nascidos.


— Calma Jiminie, vai ficar tudo bem. - Dizia Yoongi de minuto em minuto.


— É fácil falar né  Yoongi! Porque não é você  que está  aqui  sentindo dores horríveis! Se não vai me ajudar, cala a porra da boca. - Gritou raivoso, olhando para o marido, que optou por ficar em silêncio.



             Três meses depois



O choro de uma das crianças soou pelo quarto através da babá eletrônica. Yoongi balançou Jimin para que o mesmo fosse ver oque os bebês precisavam, porém nem se mexer o Min mais novo se mexeu. O cansaço era tanto que mesmo que jogasse uma bomba, ele não iria acordar.


Sem opções e com muito sono, Yoongi se levantou e foi até o quarto dos pequenos. Chegando lá viu sua pequena Yoojung no berço ainda aos berros, pegou-a no colo e sentou na poltrona que ficava ao lado do berço e pos a ninar a menina até que voltasse para o mundo dos sonhos.


No dia seguinte Jimin acordou dando falta de seu marido ao lado de si na cama. O chamou pelo quarto, porém não houve resposta. Deu de ombros, indo para o banheiro fazer sua higiene matinal e depois foi para o quarto de seus filhos.


A imagem que viu ao adentrar o cômodo foi um dos mais bonitos e fofos que poderia ter visto. Yoongi dormindo com Yoojung agarrada a sua roupa. A garotinha que mexia freneticamente sua chupeta lilás em sua boca, oque deixava a imagem ainda mais fofa.


Foi mais do que inevitável surgir um sorriso nos lábios de Jimin. Ali estava sua filha, um dos melhores presentes já ganho em sua vida e seu marido do qual escolher viver vários e vários anos de sua vida. Ele não acreditava do "Felizes pra sempre", porque nada dura eternamente, porém iria aproveitar o máximo até o final.




















Notas Finais


Obrigada por ter lido, deixa um comentário! Vou ficar muito feliz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...