História Obra do Destino - Jung Hoseok - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jeon Jungkook Bts, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin
Visualizações 27
Palavras 515
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura^^

Capítulo 2 - Séria?


Fanfic / Fanfiction Obra do Destino - Jung Hoseok - Capítulo 2 - Séria?




S/N ON



-Séria? O que houve omma?

Om-Olha só garota, eu não estou te suportando mais, você é uma imprestável sua filha da puta

Pd-Fica calma querida

Omma-Calma nada! Como eu posso resolver isso? Eu acho que só matando ela mesmo

Pd-Para de falar besteira amor 

Om-Mas é verdade! Eu acho que vou ter que te bater de novo, para ver se você aprende!

Pd-S/n, vai para o quarto por favor, agora

Me levantei e fiz o que o mesmo havia me "pedido". Estou vendo que essa será uma daquelas semanas de puro inferno.... Queria tanto saber o por quê de minha omma me odiar tanto... O que ela disse sobre eu ser "imprestável" é totalmente mentira. Eu, repetindo, Eu faço tudo dentro desse lugar, eu sou praticamente uma empregada escrava dessa gente... Eu realmente queria saber o por quê que Deus quis eu viesse ao mundo, eu fui tão ruim assim na vida passada para agora eu estar pagando dessa forma? Infelizmente nunca terei essa resposta.

Me tranquei em meu quarto, e fui em direção a minha cama, deitando na mesma enquanto chorava...

-Por que você me odeia tanto?- Perguntei para mim mesma sussurrando, enquanto me acabava em lágrimas.

.

.

.

.

.


Om-Levanta sua desgraça! O jantar já está na mesa, não irei te chamar de novo

Então escutei seus passos para longe da porta, provavelmente indo para as escadas 

Me levanto e vou até o meu banheiro, preciso lavar o meu rosto, tenho que amenizar a vermelhidão que meu rosto estava, por conta da minha quantidade de choro antes de  cochilar

A vermelhidão melhorou um pouquinho, mas bem pouquinho mesmo, já o inchaço do meu rosto não iria sumir nem tão cedo. Resolvi soltar os meus cabelos, deixando a maior parte no meu rosto, tentando esconder pelo menos um pouco dele

Desci as escadas com um pouco de medo, na verdade, bastante medo

Om-Finalmente a "chefe" chegou 

Pd-Pois é,  né madame

Pensaram  que meu padrasto era o bonzinho da história? Erraram bem feio, às vezes ele consegui ser bem pior 

Om-Quando você terminar lava essa louça e arruma essa cozinha- Falou e se levantou, sendo acompanhada por meu padrasto

A cozinha tá uma merda, tenho certeza de que ela bagunçou de propósito, talvez eu demore... São 22:00, espero não demorar tanto quanto eu estou achando, amanhã tenho aula

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Acordo com o meu despertador, e o desligo rapidamente, não quero que a casa inteira acorde para ficar me infernizando à essa hora. Ontem eu terminei tudo às 23:49, já era bem tarde ao meu ver, e agora estou me sentindo um verdadeiro "caco".

Me arrumo o mais rápido possível, e saio de casa quase correndo. Odeio essa minha rotina, mas infelizmente essa é a minha rotina, a merda da minha rotina.

Chego no portão da escola e vejo meu melhor amigo vindo em minha direção, com aquelas covinhas fofas que só ele tem

Nj-Bom dia minha linda- Diz me abraçando

-Bom dia oppa Namjoon- Falo retribuindo o abraço

Nj-Você está bem pequena?

-Não oppa, acho que nunca estou...

Nj-Como eu queria te ver longe daquele inferno, mas você ainda é menor de idade, não posso te tirar de lá...

-Um dia eu escaparei oppa... Um dia

Nj-Vamos?- Me perguntou com um olhar triste

-Vamos....








CONTINUAA??





Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Kisses de Uma Army~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...