História Obscure - incesto - Imagine Kim Yugyeom Got7 - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Got7, Incesto, Yugyeom
Visualizações 113
Palavras 1.515
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BOA LEITURA

Capítulo 3 - Desejos sem Escrúpulos


Fanfic / Fanfiction Obscure - incesto - Imagine Kim Yugyeom Got7 - Capítulo 3 - Desejos sem Escrúpulos

- Ah Qual o problema? É apenas uma festa o que poderia acontecer?

[...]

Dia Seguinte

Eram 21:48 hrs da noite, quando cheguei da empresa.

"É acho que não vou para essa festa, está tarde demais e a ela deve estar quase acabando pela hora e por ser apenas uma confraternização entre vizinhos"

Pensei e fui tomar banho para dormir.

[...]

Já se passavam das 00:40 da noite, a música e os gritos aumentaram com o tempo e aquilo estava me incomodando pois eu queria mesmo dormir. Mas o sono passou e a curiosidade surgiu. Devo ir ou não?

Fiquei me perguntando e quando vi ja estava com o vestido e fazendo a maquiagem. Sai de casa com uma bolsa e fui em direção a casa que mais parecia uma balada pela música alta e pelas luzes coloridas.

Suspirei e mesmo duvidando se ouviriam resolveria bater na porta se ela não houvesse sido aberta, revelando aquele playboyzinho de dois dias atrás com um sorriso no rosto e expectativas nos olhos.

- Oh! Vizinha não sabe como te esperei... - coçou a nuca - Pensava que não iria vir!

- E não iria mesmo, apenas a música me tirou o sono

Falei entrando no local ignorando o anfitrião e visualizando pessoas bêbadas, dançando, se pegando a ponto de quase se comerem. Vi pessoas que nunca tinha visto nesses arredores mas também os famosos velhos do 401 conhecidos por serem rabugentos e que nesse momento entavam rindo e se esfregando em mulheres que quase roupa não tinha e até mesmo o porteiro estava junto. Aquilo estava uma zona mas me divertia muito vendo o que acontecia.

- Uma bebida? - o garoto de cabelos negros ofereceu e com desconfiança aceitei me levando pelo seu rosto angelical.

A bebida misturava refrigerante de limão e vodka de morango, algo que eu tomei em poucos segundos por gostar. Olhei em volta e a música ficou longe e uma tontura surgiu mas logo voltei ao normal.

- Está sozinha amor? - o cara de cabelos escuros colocou as mãos em minha cintura. Abusado? Talvez. Gostei? Muito. Sorri para ele e acenei, eu estava absorta, perdida e excitada, e esse cara iria me ajudar.

- Hey Wang essa é minha - olhei para o lado emburrada e avistei Kim Yugyeom tirando os braços do "Wang" de minha cintura mas coloquei meus braços ao redor do pescoço do mesmo colando nossos corpos para que o Kim não os tirasse novamente, o trazendo uma face irritada.

- Sua? - dei uma gargalhada - Querido eu não sou de ninguém... na verdade nesse momento eu sou de ...?

- Jackson Wang! - Falou com um sorriso de canto

- Isso... eu sou de Jackson Wang - Yugyeom me olhou fixamente e seus olhos traziam raiva.

- Você é minha e não vou deixar ninguém te tocar além de mim, eu fiquei plantado a noite inteira naquela janela te esperando para fodê-la em diversas posições e não deixarei que Jackson faça isso para mim! Pelo menos não antes! E também não vou deixar essa oportunidade escapar.

- Desde quando você me quer tanto assim hein? - falei debochada e tirando meus braços do outro

- Desde que te vi na frente de uma enorme janela de vidro que me possibilitou ver essas pernas tão lindas e que piorou ao te ver com aqueles óculos quando estava na empresa que te deixaram extremamente sexy! Você ganhou de muitas atrizes pornô que eu já vi! Agora vamos eu não aguento mais!

Yugyeom disse puxando meu braço com força fazendo eu me desequilibrar e tudo girar novamente. Aquela maldita bebida.

Yugyeom me puxou para as escadas, eu continuava zonza mas agora não tinha mais controle de mim.

[...]

Raios de sol queimavam meus olhos me fazendo acordar. Minha cabeça latejava e por um minuto uma escuridão pairou meus olhos ao me sentar na cama.

Senti um braço envolver minha cintura, e olhei de olhos arregalados o ser que estava ao meu lado. Levantei rapidamente da cama, me arrependendo pois logo senti uma pontada em lugares inapropriados, além de perceber que estava nua, puxei o lençol para me cobrir e encontrei Kim Yugyeom na cama, pelado.

Minha reação? Gritar

- Aish... não grita eu quero dormir - ele virou para mim - deita aqui babe - deu tapinhas na cama - Vamos para o 7° Round

- S-Seis ve-ezes?!? PUTA QUE PARIU SEU PERVERTIDO!!!

Gritei saindo correndo de lençol mesmo para fora da casa. Não sei como eu sabia todos os caminhos, do quarto, escada, sala, apenas sabia.

Tentei abrir a porta mas ela estava trancada.

- BABE!! VOLTA AQUI!! - Sua voz ecoou na escada

Me desesperei, olhei em volta e peguei uma cadeira e quebrei a janela e depois pulei. As pessoas que me viram me olharam... maliciosos?

Entrei e fui direto para o banho. Eu me sentia suja, eu "fiquei" com o cara e nem lembro como foi. Tudo que eu lembro e de ter bebido aquela vodka... Aish garçom viado me fez dar seis vezes para meu futuro chefe. AHHHHHHH!

[...]

Como eu acordei tarde demais e estava toda dolorida resolvi ficar trancada em casa. Estava uma chatice só e tentativas de lembrar o que mais aconteceu ontem.

Ouvi a campainha tocar e pensei muito antes de ir ao olho mágico onde só via um buquê de... COXINHAS!!

Abri a porta rapidamente e avistei aquele maravilhoso buquê com os olhos brilhando e logo atrás o único ser que sabe como me agradar Mark Tuan com um sorriso fofo.

- Olá pequena... eu sei que você apenas falta por motivos de saúde então resolvi trazer isso para te deixar mais feliz!

Peguei o "buquê" e o abracei forte com um sorriso enorme - Ah Mark você não sabe como eu te amo - deixei um beijo em sua bochecha - Vem, quero que me ajude a comer!

Do outro lado da rua Kim Yugyeom olhava irritado o casal da casa da frente. O mesmo ficou surpreso pela atitude da vizinha que fugiu. Nenhuma outra mulher recusou outro "Round" com o homem e sempre ele tinha que dispensá-las. Mas esse caso foi diferente. Para Yugyeom a vizinha olhou horrorizada e para seu sócio Mark Tuan Ye En olhou apaixonada. Ele queria receber esse olhar. Ele a desejava mais do que nunca.

[...]

Acordei estufada. Eu e Mark comemos o buquê inteiro de coxinhas, foi o melhor dia de todos mesmo que tenha começado da pior maneira.

Coloquei um vestido preto (mídia) com um Scarpin também preto, peguei minha bolsa e as chaves do carro que usaria que no caso é um conversível prata. Sai pisando fundo porque sim pois eu amo alta velocidade.

Cheguei rápido na empresa como sempre. Peguei o elevador indo em direção a minha sala. Ao chegar no corredor do meu andar fui chamada pela secretária, ela é a cliché secretária debochada que tem cara e voz de nojenta além de lixar a unha.

- O senhor Markzinho quer vê-la na sala dele - falou indiferente

Bufei pelo "Markzinho" e entrei no elevador novamente. Difícilmente Tuan me chamava em sua sala apenas casos graves ou senão é tudo por e-mail ou telefone.

Me aproximei de sua sala e congelei ao ver a imagem do cara que me tocou sem meu consentimento. Kim Yugyeom.

- Oh! Você chegou, temos que conversar... - Mark falou sem entusiasmo algum

- Algum problema Senhor Tuan? - perguntei querendo comer as unhas de nervosismo

- Não! Mas é claro não! É uma oportunidade! - Yugyeom falou com um sorriso enorme estampado

- Descupe Senhor Kim mas eu perguntei ao meu chefe - seu sorriso aumenta

- Eu serei seu novo chefe querida vizinha!

- Querida? - Tuan bufa - Senhorita... como as enterprises Ye En e JYP são sócias você irá para JYP para um "estágio"... Você terá um cargo ainda maior e mais remunerado...

- E trabalhar com esse cara?! Nunca! Obrigada senhor Tuan mas eu recuso - Mark sorriu para mim mas Yugyeom se enraiveceu

- Querida podemos conversar um instante? - falou e eu neguei - Então quer que eu fale ao seu chefe o que você me deu seis vezes seguidas e por isso não foi trabalhar - sussurrou em meu ouvido e eu bufei, saimos da sala e ele continuou a sussurrar - Você irá estagiar na minha empresa ou senão um vídeo gravado antes de ontem irá ser postado e todos irão ver o quão pornôgráfica você pode ser! - tirou o celular do bolso e vi uma parte do que aconteceu enquanto estava dopada.

- Seu canalha, idiota! Você me abusa e acha que pode me chantagiar? - gargalhei - eu não sou uma menininha qualquer e inocente que aceita tudo que mandam! Eu não sou bagunça! E se você me ameaçar mais uma vez você saberá o quão duro é o colchão de cadeia pois pode apostar que eu te denuncio seu babaca! Por estrupo e se caso esse vídeo vazar além de ser uma puta prova, os direitos reservados e autorais porque eu sou muito gostosa! Puta que pariu! Olha essa bunda!

Brinquei, na verdade disse a verdade mas fazer o que? Eu estava com muita raiva desse cara de imbecil! Como ele podia ser tão cara de pau?! Mas ele vai ver o dele! O se vai! Espera para ver!


Notas Finais


Espero que não tenha ficado cansativo pois eu ia fazer dividido ^-^

Bjs da TROUXACAPOPERA ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...