História Obscure - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Não se esqueçam que a fanfic será postada um dia sim e outro não

Capítulo 17 - Lugar Magico


Ele me encara de volta e dá um meio sorriso 

-Alice: Porque você diz isso?  

-Changbin: Digamos que as coisas que ouvimos sobre vocês não sejam as melhores  

-Alice: E o que vocês “ouvem”?  

-Changbin: Se voce já conheceu o pai do Chan você vai entender 

-Alice: Eu ainda não o conheci então se quiser falar eu super agradeço 

-Changbin: Se voce insiste tanto em saber eu conto, o pai dele é conhecido como sem coração tem pessoas que chamam ele de monstro, a presença dele é fria como se ele fosse... sei lá morto sem emoções 

Eu sinto um aperto no coração  

-Alice: Ah como se já não fosse ruim o bastante aquelas pessoas ainda tem um que é pior ainda 

Ele coloca a mão em meu ombro 

-Changbin: Não se desanime é só ficar longe 

-Alice: Como eu vou ficar longe? Nós vivemos na mesma casa 

-Changbin: Bom eu também sei que ele raramente fica em casa 

Eu suspiro aliviada 

-Alice: Menos Mal  

-Changbin: Antes de voce ouvir de outra pessoa sobre mim eu quero te dizer uma coisa, ninguém gosta de mim nessa escola dizem que eu sou estranho e misterioso  

-Alice: Eu meio que entendo eu passei por isso também  

-Changbin: Voce é a primeira pessoa que eu converso por mais de 10 minutos  

-Alice: Então voce é antissocial? 

-Changbin: Não é isso é só que as pessoas não gostam de mim e da minha presença então não posso fazer muito sobre isso, para ser sincero eu fui expulso de casa e eu vivo sozinho desde então 

-Alice: Isso deve ter sido difícil e triste, vou te contar uma história de uma amiga minha, ela perdeu os pais quando tinha 5 anos e foi criada pelos vizinho mais próximos de seus pais durante muito tempo foi uma vida humilde e feliz até, mas do nada uma mulher chegou e a levou embora e isso deixa ela extremamente sozinha e triste 

-Changbin: Nossa isso sim é uma história triste... como é o nome da sua amiga? 

-Alice: O nome dele é Alice 

Ele levanta meu rosto com sua mão  

-Changbin: Eu sinto muito 

-Alice: Tudo bem  

Ele se levanta me olha e oferece sua mão para me ajudar a levantar 

-Changbin: Que tal se eu te mostrar um lugar legal? 

Eu pego sua mão e me levanto 

-Alice: E onde fica esse lugar legal? 

-Changbin: Me segue  

Eu hesito um pouco e depois o sigo e vamos entrando na floresta 

-Alice: A gente não vai se perder? - eu me viro para trás para ver o lugar onde estávamos  

Quando eu me viro novamente para frente eu não vejo o Changbin mais 

-Alice: Changbin? 

Eu o procuro por todos os lados antes de me mover da onde eu estava, quando eu escuto um barulho atrás de mim eu entro em pânico e começo a correr, eu escuto passos pesados atrás de mim e começo a me desesperar 

-Alice: Isso não pode estar acontecendo  

Eu continuo correndo até sentir alguém me puxando e eu dou de cara com o peito do Changbin 

-Alice: Puta merda você quer me matar de susto? 

Ele ri 

-Changbin: O que foi? 

Eu dou um soco em ombro  

-Alice: Se voce sumir assim de novo eu juro que te mato com as minhas próprias mãos 

Ele sorri e pega minha mão e me guia até chegarmos em uma pequena cachoeira 

-Alice: Uau! Isso parece magico - eu solto sua mão e vou em direção a cachoeira mais perto 

Eu sinto que ele me observa enquanto se aproxima também 

-Changbin: A sensação que ela passa não é mágica? 

-Alice: Com certeza parece que estamos em outro mundo 

eu me sento em uma pedra e fico olhando maravilhada a cachoeira 

-Changbin: Voce é a primeira pessoa que vem aqui comigo, sinta-se honrada senhorita 

-Alice: Ah com certeza eu me sinto - eu o olho e sorrio enquanto me sento em uma pedra  

Ele se senta perto de mim  

-Changbin: Às vezes eu sinto que esse é o único lugar bom nessa cidade, como se fosse o lugar que poderia lavar todas as coisas ruins daqui por isso acho que não é todo mundo que consegui vir aqui 

-Alice: Faz sentido se for um lugar magico só aceitas coisas boas de coração talvez? ou alguém que já sofreu muito e permite para curar as magoas do coração  

-Changbin: São ótimos palpites, mas e se só for um lugar que aceita coisas malignas? - ele me olha curioso 

-Alice: Se assim for então somos extremamente malignos para conseguir entra, mas eu duvido disso voce não parece ser mal 

-Changbin: Não? 

-Alice: Não o que eu vejo em voce não é maldade e sim incerteza como se voce procurasse algo para te firmar aqui, algum lugar ou alguém para que voce sempre possa voltar como se fosse sua casa seu lar, eu sinto medo e tristeza em voce 

Ele me olha surpreso e sorri 

-Changbin: Voce é totalmente diferente das pessoas daqui Alice, só não se deixe ser corrompida por eles 

-Alice: Jamais, depois de tanto que já sofri acho que será impossível que eu mude mais  

Ele sorri e tira os tênis e a meia 

-Changbin: Que tal a gente molhar os pés? 

Eu sorrio abertamente e faço o mesmo que ele, quando eu coloco meus pés na me sinto revigorada 


Notas Finais


Espero que Gostem ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...