História Obscure Baekhyun - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Obscure
Visualizações 239
Palavras 1.406
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


💎💙💫

Capítulo 36 - Os últimos dois dias.


Fanfic / Fanfiction Obscure Baekhyun - Capítulo 36 - Os últimos dois dias.

P.O.V


Baekhyun


Sei que os políciais vão procurar por eles, mas estou inquieto e preciso encontra-la antes que a machuquem.


Pego o carro e vou rodando a cidade procurando algum sinal do carro ou da S/n. Em um momento pensei ter visto ela mas era apenas minha imaginação.


4:38 A.M


Não dá! Estou cansado e com certeza eles não estão na rua! Vou descansar uma hora e vou voltar a procura-la.


P.O.V


S/n


Estou en choque. Não conseguia esboçar reações, queria gritar e começo a suar frio.


Será que ele está me procurando?...


Tae- Já acordou princesa?


Ele aparece com um copo com uma bebida que eu não soube identificar.


Tae- Beba isso para viver mais tempo.


Ele coloca em minha boca e eu não tive escolha. Aquilo desceu queimando como álcool e meus músculos do corpo se relaxaram.


S/n- O-O que era isso?


Tae- Tudo que eu precisava... *ele me solta da cadeira e me deita na cama*


Eu queria fugir mas não conseguia me mover.


S/n- O que aconteceu comigo?!


Tae- Te dei um remédio que faz com que seu corpo relaxe completamente. Agora eu vou terminar o que eu havia começado à muito tempo... *ele sobe em cima de mim e lambe os lábios*


Ele agarra em minha cintura e me faz arquear as costas para ele começar a beijar minha barriga e morder. Ele aperta meus seios e os morde. Ele então retira minha roupa e me penetra com dois dedos rapidamente.


Não sentia prazer, não era a mesma coisa como o Baekhyun fez comigo no escritório... Apenas fiquei parada sem gemer.


Ele resolve me penetrar com seu membro duro.


Tae- Aaawh como eu senti falta dessa sua vagininha...


Ele ficava dizendo coisas sujas para mim e sempre me machucava. Em um momento ele me prendeu na cama pois o efeito do remédio estava sumindo. Eu começava a me debater e ele me machucava ainda mais, ele me apertava, me arranhava, me mordia e dava chupões. Suas fortes estocadas me faziam sangrar como se fosse minha primeira vez. Cada palavra suja que saía de sua boca, era uma lágrima que escorria sobre meu rosto. Ele estava louco de prazer e em pouco tempo atingiu seu ápice.


Ele se levantou e pegou uma garrafa e um pano.


Tae- Devo "te guardar" já que será útil novamente...


Ele joga um líquido no pano e o coloca em minha boca e meu nariz, com o cheiro forte de remédio acabo desmaiando e ele me prende em outra sala mais isolada e aprova de som. Ele apenas me deixa lá e me tranca.


S/n- SOCORRO! Por favor... *começo a chorar*


P.O.V


Baekhyun


Sinto uma dor em meu peito como se fosse um alerta.


Eu não vou parar por nada! Vou procura-la mesmo que demore um ano!


Eu vou até o meu carro e chegando lá tive uma surpresa.


Mark- Parece que o bacon fritou não é mesmo?


Chanyeol- Eu sei que você não consegue dizer isso mas... "Obrigado! Eu amo vocês!"


Suho- Vamos te ajudar a encontra-la! *ele me comprimenta como se fossemos amigos de infância e logo depois todos fazem o mesmo*


Baek- Como sabem o que aconteceu com ela?


Chanyeol- Recebemos uma mensagem do primo dela, pedindo para ajudar.


Baek- Entendo... Vamos antes que ela se machuque! Cada um se separe e alerte a mim a aos outros caso encontrem algo!


Expliquei para eles como era o carro e quem era o seguestrador da S/n e cada um pegou um carro e dirigiu para uma direção diferente. Estávamos longe, mas mantínhamos contato em uma chamada em grupo no celular


Chanyeol- Eu sei que temos que te alertar se encontrarmos algo, mas o que faremos depois disso? Corremos atrás do Taehyung e salvamos a S/n?


Baek- Sim! Mas se encontrarem ele não o machuquem nem nada, apenas esperem eu chegar e vão procurar a S/n. Eu quero sentir o gosto de acabar com aquele desgraçado!


Suho- Entendido! Agora temos que correr para encontra-la!


Mark- Kkk estou me sentindo naqueles filmes de ação, quando todos os espiões se separam para pegar o bandido.


Baek- Isso é a realidade meu amigo, aqui somos pessoas normais indo matar o estuprador para salvar a garotinha.


Suho- Parece a história da chapeuzinho vermelho.


Chanyeol- Então caçadores... Matem o lobo!


Seguimos todos os nossos caminhos, e sempre alertávamos uns aos outros quando víamos algo suspeito.


Em um momento vi um prédio abandonado e saí do carro.


Baek- Encontrei algo, mas vou conferir para ter certeza de que é aqui. Continuem alerta.


Todos- Entendido!


Adentro o prédio e olho com cuidado e atenção cada canto que lá havia. Subindo alguns andares encontro uma sala que me chama a atenção. Adentro ela e vejo uma cadeira com algemas e uma cama velha bagunçada.


Baek- Acho que encontrei algo!


Chanyeol- Mande a localização para irmos aí.


Eu mando e eles seguem a rota.


???- S...corro!


Uma voz abafada quase impossível de ser ouvida saí de dentro de outro cómodo perto. Vou até ela tentar abrir a porta. Não adiantava.


Baek- Aguente firme! Eu vou procurar as chaves!


No andar em que estávamos não encontrei então fui descendo e procurando.


Mark- Chegamos! Nós encontre na entrada.


Baek- Ok!


Eu vou até eles e junto a eles estavam várias viaturas.


Baek- Ela está aqui!


Chanyeol- Vamos com você!


Baek- Ok! Vamos! *começamos a ir em direção ao predio*


Policial- Espere! Estaremos aqui para que ele não fuja! E... Tome isso! *ele me entrega a arma*


Baek- Obrigado!


Vamos indo em direção a S/n.


Suho- Cada um fica em um andar para não deixar ele escapar.


Fazemos assim e no final foram eu e o Mark que sobrou.


Mark- Fique alerta caso... Aaah!


Taehyung puxa o Mark e aponta uma arma para a cabeça dele.


Tae- Hahaha! Pode ficar paradinho aí! Caso o contrário seu amigo morre.


Mark- Baekhyun! Mate-o! Não se preocupe comigo, salve a S/n!


Tae- Que ato generoso... Deve ser outro amante dela! Adoro sacrifícios... Mas gosto ainda mais quando consigo matar todo mundo...


Baek- O que você fez com ela!?!


Tae- Uuuu! Tivemos uma noite inesquecível! Ela não resistiu e gemeu meu nome loucamente, e tem mais! Aaawh aquela bicetinha maravilhosa... Ela tem gosto tão bom e ela ainda pediu por mais! Parece que ela encontrou alguém que sabe dar a ela o verdadeiro prazer... *ele carrega a arma e aponta para o Mark novamente* Suas últimas palavras...


Mark em um movimento rápido se soltar e pega a armar de suas mãos.


Baek- Parece que seu jogo acabou!


Tae- Que nada meu amigo! Isso é apenas o começo...


Dois de seus capangas nos desarmam e nos segura. Taehyung pega uma arma e vem até nós.


Tae- Quem eu mato primeiro?...


Ele aponta a arma em minha cabeça e o Mark tenta se soltar novamente.


Tae- De novo não! *ele atira em sua perna fazendo-o cair desnorteado*


Suho e Chanyeol chegam ba mesma hora e partem para cima dos capangas e eu vou até o Taehyung e lhe dou um soco que o faz cair no chão.


Baek- Mark!


Vou até ele.


Mark- Relaxa foi só um tiro na perna... Ai! Eu tô bem, vai salva-la!


Suho- Vamos entregar os capangas para os policiais e resolvemos com o Taehyung depois.


Eu vou até a S/n e tento abrir a porta, mas quando chego levo um tiro no peito.


Baek- AAH!


S/n- Baekhyun!


Tae- Tão burro...


P.O.V


S/n


Começo a me desespera e encontro algo para arrombar a porta. Quando saio vejo o Baekhyun caído no chão e sangrando quase inconsciente.


S/n- Baekhyun! Não me deixe... *o abraço e começo a chorar*


Baek- Fu... Fuj...


S/n- O que?...


Baek- Fuja!


No momento em que ele falou, Taehyung dispara em minha direção mas erra. Ele tenta novamente mas as balas haviam acabado. Os políciais chegam e o levam, logo depois eles carregam o Baekhyun para a viatura e eu vou junto. Somos deixados no hospital.


Os médicos levam ele para a sala de emergência e eu tenho que esperar na do lado de fora.


Espero que ele aguente firme... Aaah Baekhyun... Eu te amo! Por favor não me deixe sozinha nesse mundo...


Um médico saí da sala e vem até mim.


Médico- O estado dele é grave... Ele tem apenas dois dias de vida ou menos.


S/n- O-O Q-QUE?! *Me ajoelho no chão após perder as forças e começo a chorar muito*


Baekhyun... Por quê?!...





Continua~


Notas Finais


Esse foi grande!😅💎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...