História Observando Você - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Contrato, Desastre, Paixão, Proposta, Romance, Sedução, Violencia
Visualizações 22
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa Leitura

Capítulo 3 - Capítulo 3 - Carrie


Fanfic / Fanfiction Observando Você - Capítulo 3 - Capítulo 3 - Carrie

- como assim você derramou café nele? Você disse que era um homem bonito e você derrama seu café nele? – Mika reclama andando de um lado para o outro.

- eu fiquei nervosa, o observei e acabei batendo na mesa dele e derramando café. – disse desviando o olhar.

- Carrie quando vai deixar de ser atrapalhada? Você já é um mulher, o pior é que você é uma mulher que nunca beijou ou transou na vida. Se continuar assim vai morrer sem ter beijado ou transado com um homem bonito. – resmungou Mika, sorri sem graça.

- eu não vou morrer virgem e BV Mika. Eu só preciso deixar de ser tímida. – respondi seguindo até a janela.

- você não tem jeito. Mas me conta, como ele era? Você o observou bem não é? – questionou Mika me fazendo corar.

- ele é bonito, cabelos pretos, olhos castanhos, ainda com a camisa dava para notar os músculos, estava com a barba por fazer, seus sorriso me fez estremecer. Ele é mais alto que eu provavelmente tem um metro e setenta de altura. Sua voz é grave e sensual, apesar de ser um pouco frio. Mas do que adianta ter reparado tanto nele se eu acabei estragando tudo. – resmunguei batendo a cabeça no vidro da janela.

- eu não quebra o vidro não, ele não tem culpa de você ser desastrada. Mas você disse que iria compensá-lo não é? – perguntou sorrindo safada e eu a olhei curiosa.

- sim, ele disse que resolveriam os isso quando ele estivesse com uma roupa limpa. – respondi

- perfeito, isso quer dizer que ele vai voltar a cafeteria e essa será a sua chance. Mas não pode cometer outro erro. Afinal você quer encontrar um cara legal e fugir de um possível casamento com aquele homem asqueroso que trabalha com seus pais não é? – disse Mika me fazendo estremecer.

- eu não vou e não quero me casa com aquele homem, você tem razão eu preciso conhecer e seduzir o homem da cafeteria, só assim estarei livre de um casamento forçado. – disse firme.

- isso aí, agora vem aqui. Vamos pensar em como a deixaremos bonita para ele e depois temos que nos concentrar na aula amanhã. – disse Mika, assenti e passamos boa parte da noite acordadas planejando como eu iria conquistar aquele homem.

Ao fim da minha aula eu tive de ir para a casa de meus pais, hoje eu iria ser apresentada a meu futuro marido. Eu já o havia visto algumas vezes na empresa de meus pais mais nunca imaginei que ele estava interessado por mim. Entrei na casa de meus pais nervosa e sem saber o que fazer até que minha mãe me chama.

- querida venha aqui. Este é Jason Sleen. – disse pedindo, meio sem jeito apertei a mão daquele homem que sorriu de forma estranha para mim.

- e um enorme prazer conhecê-la. – disse sorrindo e beijando minha mão, vi minha mãe se derreter por seu possível cavalheirismo.

- prazer, ou Carrie Flin. – disse e vi seus olhos brilharem.

- tens um nome muito lindo. – disse tentando me cortejar, puxei minha mão e me afastei rapidamente dele.

- obrigada. – respondi corada.

- venham, vamos almoçar. – chamou minha mãe. A todo o tempo aquele homem me olhava de forma safada o que fazia com que eu me encolhesse, ouvi meu celular tocar e e levantei de forma afoita assustando a empregada que derrama a jarra de suco sobre o homem cujo desejava minha mão.

- desculpe, preciso ir. – sai às pressas contendo uma risada divertida, ver a cara daquele homem ao ter todo o suco jogado sobre si foi impagável. Peguei meu celular é atendo a ligação de Mika.

- você me salvou amiga. – disse já saindo de casa.

- o que aquele pervertido fez a você? Se ele a tocou eu mato. – disse irada, Mika era como minha irmã mais velha e protetora.

- ele estava me lançando sorrisos safados, me deixou assustada. – respondi chamando um táxi que passava. Assim que parou dei o endereço.

- desgraçado, ele pensa que vai transar com você. – resmungou, corei.

- mas você não viu o que aconteceu, quando eu me levantei para ir pegar meu celular a empregada deixou todo o suco cai sobre ele, deixou ele todo molhado e irado hahaha. – disse rindo, vi que o motorista riu também me deixando sem graça.

- bem feito para ele, agora vem para a que eu já tenho a roupa perfeita para você usar e encontrar o gato de ontem. – disse safada, só espero que Mika não exagere na roupa.

- ok, já estou chegando. – respondi desliguei.

- chegamos senhorita. – disse o taxista, sorri e lhe estendi o dinheiro.

- obrigada. – sai do carro e corri para o dormitório que dividia com Mika, eu precisava ser rápida ou então aquele gato poderia ir embora da cafeteria e eu o perderia.

Entrei no prédio da universidade e corri rezando para não bater em ninguém e não causar outro assistente como o de costume, cheguei a mulher quarto ofegante e Mika sorria. Me aproximei e ela me mostrou a roupa que eu usaria me fazendo ficar vermelha.

- vá tomar um banho por que eu pretendo lhe deixar irresistível. Mesmo que cometa outro erro esse cara vai ficar caidinho por você. – disse sorrindo, corri para o banho e tentei ao máximo não ficar nervosa com o possível encontro que eu teria como ele.

Terminei meu banho e sai usando um roupão, Mika se aproximou e me fez sentar em uma cadeira, tudo o que se passou depois foi meus cabelos sendo puxados, escovados e atados. Mika fazendo minha maquiagem e dizendo um monte de coisas, no fundo eu me sentia a boneca real de Mika já que ela fazia tudo o que queria e eu não poderia questionar em nada.

Já pronta me olhei no espelho encantada com a transformação que Mika fizera em mim, eu já não parecia a mesma Carrie de antes, parecia uma mulher de verdade.

- finalmente pronta, agora vamos atrás daquele homem lindo que a fez derramar café nele. – Mika me puxou para fora do quarto atraindo alguns olhares, corei seguimos juntas para a cafeteria.


Notas Finais


E aí o que estão achando?
Favoritem e comentem

Kiseu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...