História Obsessão - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo Balsano, Simón
Visualizações 239
Palavras 966
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Maratona Parte 15


Fanfic / Fanfiction Obsessão - Capítulo 27 - Maratona Parte 15


Luna chora,e homem começa distribuir beijos pelo pescoço dela.Luna é baixinha e nunca gostou disso,mas é sua altura que pode a salvar.Luna pra baixo enquanto o homem beija seu pescoço,as pernas dele estão separadas,e a perna de Luna fica abaixo do quadril dele.


Luna não pensa duas vezes,é sua única chance.Ela levanta a perna e mete uma joelhada no membro do homem e o empurra.O homem no chão com a mão no locação,com muita dor.

Homem:Sua vadia desgraçada(pragueja em italiano)

Luna pega sua mochila que caiu no chão e sai correndo;adrenalina pulsando em suas veias.Seus pés doem,o fôlego começa a lhe faltar,mas ela não para,minutos depois não agüenta mais,e já esta longe de onde estava.Ela vai ate um banco que não tem apoio pras costas,e deita o corpo nele,sua respiração esta acelerada,ela começa a chorar de novo,coloca a mão no rosto e tenta se acalmar.Respira devagar e para de chorar,ela sabe que tudo isso não faz bem pro bebe,passou o dia nervosa.Ela levanta e senta no banco,quando olha pros lado reconhece a praça,ela passou por ali quando estava indo pro hotel,da um sorriso meio que chorando,ela agora sabe em que direção fica o hotel,tira os saltos,seus pés doem muito,ela começa a andar devagar em direção ao hotel.

Enquanto isso Matteo esta desesperado atrás de Luna,já ligou pra recepção pra saber se Luna tinha voltado e nada,nem sequer uma pista de onde Luna possa estar,ele fica preocupado,e pensa se ela esta bem ou precisando de ajuda,mas o que ele pode fazer,não pode ligar pra policia agora,só depois de 24hs,então liga para os seguranças da empresa para saber se Luna passou por lá.

Ligação on

Segurança:Sr.Balsano.

Matteo:Quero saber se minha esposa passou pela empresa.

Segurança:Eu não sei senhor,não a conheço.

Matteo:Como não a conhece idiota,se ela for ai vai falar que é minha esposa.(fala alterado)

Segurança:...(Não fala nada)

Matteo:Desculpe,estou nervoso(fala mais calmo)

Segurança: como ela é.

Matteo:Baixa,esta usando saltos,uma calça jeans e um colete preto,seus cabelos são castanhos e longos,e ela esta grávida.

Segurança:Desculpe senhor,mas não veio ninguém com essa descrição aqui.

Matteo:Obrigado(Fala decepcionado,era sua ultima esperança)

Já vai da 11:00,são 10:58,onde ela poderia estar a essa hora.Matteo tenta ser positivo,mas não pode negar que os piores pensamentos passam por sua cabeça,e se ela tiver passado mal na rua e ninguém a achou,e se foi seqüestrada,ou morta,ou assaltada,e ele não sabe,mas sua única certeza é de que Luna não esta bem,e ela e sua filha correm perigo,lhe dói saber que não pode ajudar-las.

Ele esta sentando no sofá com as mãos na cabeça,quando escuta o barulho da porta sendo aberta e fechada,ele olha e a ve,corre ate ela.Fica de frente pra ela,e a analisa,seus olhos estão vermelhos,esta descalça,mas não aparenta nem um arranhão.

Luna olha nos olhos de Matteo e não agüenta,joga sua coisas no chão,o abraça e desaba em seus braços.Luna chora ate soluçar,e ele continua a abraçar forte acariciando os cabelos dela.

Matteo:Calma meu amor,eu estou aqui,esta tudo bem agora(fala mesmo não sabendo o que aconteceu)


Leva ela pro sofá e vai pegar uma água.Se senta ao lado dela,Luna bebe a água,e agora só soluça do tanto que chorou,Matteo se sente mal por vela assim,abraça ela de lado,ate que ela se acalme totalmente.

Matteo:Esta mais calma.(ela olha pra ele e assente,já não soluça mais)Pode me contar agora né.O que aconteceu.

Luna vira o rosto e olha pro chão.

Luna:Nada(mente com medo de dizer a verdade)

Matteo:Acha que vai me enganar assim.Te deixei no shopping quando fui pra empresa,cheguei em casa 8:00 e você não estava,liguei pra você não quantas vezes,te procurei feito um louco,e você chega em casa e desaba nos meus braços e acha que vou acreditar que não foi nada...Luna.Luna.Luna olha pra mim.(ela olha nos olhos dele)Sou seu marido,e estou aqui pro que precisar,(segura as mãos dela)se não poder contar comigo Luna,com quem vai contar...o que aconteceu pra voce ficar assim meu amor(ele toca o rosto de Luna)

Luna:Ta bom, eu vou contar.(ela respira fundo)Depois que me deixou no shopping,mais ou menos meio dia sai pra vir pro hotel almoçar,estão o Simom me ligou e enquanto falava com ele entrei em um táxi,mas não sei o que acoteceu,se eu falei errado o nome do hotel ou ele não entendeu,ele me levou pra outro lugar muito longe daqui e quando fui olhar a localização no celular, ele descarregou.Tentei pedi ajuda,mas ninguém entendia o que eu falava,mas consegui um telefone em uma loja de doces,te liguei mas não atendeu.

Matteo:Desculpa,o celular não devia estar comigo.

Luna:Passei o dia andando,e quando estava á noite...eu... estava andando,e ve uma sombra atrás de mim,comecei a andar mais rapido,e quando corri um homem me segurou(começa a chorar de novo)e...e...ele começou a me beijar...foi horrível.

Matteo:O que mais aconteceu(Luna olha pra ele)

Luna:Ele começou a passar a mão pelo meu corpo,e colocou a mão na minha calcinha e ficou me tocando(Matteo abraça Luna)

Matteo:Ele fez mais alguma coisa coisa você Luna(Luna olha pra Matteo nervosa)me responde Luna.

Luna:Não.Eu consegui fugir,ate que achei uma praça que reconheci e consegui voltar pro hotel.

Matteo:Não vou mais deixar você sair sozinha,se algo acontecesse com você,eu não me perdoaria nunca.(Luna deita no colo dele)vamos amanha na delegacia,fazer uma denuncia.

Luna:Não podemos.(fala nervosa)

Matteo:Porque(franze o senho)

Luna:Como vou denunciá-lo se não me lembro do rosto dele.

Matteo:Mas ele não ficou de frente pra você.

Luna:Ficou,mas eu estava muito nervosa, pensava em você e no bebe Matteo,tive tanto medo de perde-lo de novo,não agüentaria.

Matteo:vamos tomar banho,voce precisa descansar.


Ele pega ela no colo e leva ate o banheiro,coloca a banheira pra encher,e ajuda ela a se despir, leva ela a banheira e começa a fazer masagem nas suas costas.Ate que percebe que Luna dormiu na benheira,ele sorri,pega ela e a leva pro quarto,deita com  ela na cama,e se deita ao lado dela acariciando os cabelos dela



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...