História Obsessed With Words - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jimin, Jimin!centric
Visualizações 18
Palavras 576
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, olá!

Tudo bem?
Obrigada por vir ler essa história! ♥

Espero que gostem!

Boa leitura,
=*

Capítulo 1 - Capítulo Único; ele não tem pressa


Park Jimin não queria ser o garoto sentado no canto da sala com uma cerveja na mão e um par de olhos vazios. Mas é onde ele está agora. Numa sala de estar, cercado por pessoas que não falam a mesma língua que ele, enquanto sua cerveja esquenta, e ele espera o seu telefone tocar para o tirar daquele lugar por pelo menos alguns minutos. Encara-o solitário em cima do braço do sofá com o seu olhar esperançoso, ansioso, porém nenhuma luz pisca. Nenhum bipe longo, nenhuma alma desesperada pela sua atenção. Só Jimin, dentro de uma casa estranha, vestido em uma blusa e calça que o cairiam maravilhosamente bem se ele estivesse onde quer estar.

É sério, Jimin está lindo de morrer. De dez pessoas, oito o jogaram um olhar sorrateiro. Alguns até disseram “você está arrumado hoje”, enquanto Jimin lhes respondeu com um amasso de bochechas, caracterizando um sorriso educado. Arrumado, eles dizem. E é porque conhecem muito de Jimin e do quanto ele costuma ser desleixado. A verdade é que ele se arrumou agora, já que aparentemente é assim que realmente se chama atenção das pessoas com quem você tem uma chance de se relacionar sexualmente se elas se interessarem por você da mesma forma que você se interessa por elas. Sexualmente, primeiro. Não afetivamente, carinhosamente, intelectualmente. Hoje, tudo é sexual antes de se tornar verdadeiramente interessante.

E Jimin não se importa. Sexo é algo que motiva as pessoas a fazerem tudo o que elas fazem no dia a dia. O garoto de fios de cabelos rosados só gostaria de poder conversar sobre isso com alguém. Sinceramente, é nesse ponto que ele quer chegar: ele só gostaria de conversar. Por horas e horas, os olhos nos olhos ou as teclas nas teclas, se esse for o caso. Eles podem tirar as roupas quando quiserem, mas onde está o mal em ter uma conversa de vez em quando? Se não for normal alguém se sentir sexualmente estimulado por uma conversa sobre gatos ou comédias românticas bobas, então Jimin definitivamente precisa de ajuda.

Garotos passam por ele nessa noite. Garotos o chamam para ‘ir até um cantinho conversar em particular’, sendo que só há Jimin naquele sofá, e eles podem ficar por ali pelo resto da noite, e não seriam incomodados pelas outras pessoas à volta deles. E sabendo disso, Jimin diz não. Não quer ir para um canto, se escorar numa parede e fingir que não sabe mexer a sua boca para nada além do que qualquer um daqueles garotos queira. Ele quer falar. Quer deixar a sua marca em alguém, dar risadas e fazer piadas idiotas como se não soubesse o quão sem graça consegue ser, e como isso é, de fato, ridiculamente engraçado. Quer encantar e ser encantado, passar da hora e ouvir o dono da casa se perguntando se ele dormirá lá ou ligará para o seu pai. Pegando uma carona com esse alguém e conversando por mais um tempo. Beijando, se for o caso. Se não for, entrando em casa depois de uma troca de celulares. Não há por que ter pressa.

Mas não há ninguém ali. Jimin não tem ninguém. Ele está sozinho com a sua mente obcecada por palavras, a sua bebida fermentada e o seu celular morto.

Ele não queria ser o garoto sentado no canto da sala esperando um milagre acontecer. Mas ele é. Porque ao contrário dos outros, ele não tem pressa. Ele tem sede.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...