1. Spirit Fanfics >
  2. Obsessed with you >
  3. Você tem uma nova notificação

História Obsessed with you - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu não comecei a escrever uma outra fanfic não né?! Essa ideia surgiu na minha cabeça do nada, então realmente espero que vocês gostem🌈🌈
Boa leitura💖

Capítulo 1 - Você tem uma nova notificação


Fanfic / Fanfiction Obsessed with you - Capítulo 1 - Você tem uma nova notificação

Prazer, sou Ana Paula Padrão, é eu sei que provavelmente você já sabe quem sou eu, uma grande jornalista, mas me deixe me apresentar mais. Bem, tenho 46 anos, trabalho para a Band, sou diretora de redação e apresento o jornal da noite, diga-se de passagem que é o principal, ok talvez eu seja BEM convencida! Sou casada e meu marido se chama Gustavo. Sabe quando você conhece alguém e parece ser amor à primeira vista? Parecia ter sido assim com Gustavo, mas hoje tenho dúvidas até se já nos amamos verdadeiramente... Vivemos de faixada, só sabemos procurar o outro pra satisfazer nossas vontades pessoais, ou quando temos alguma dúvida no trabalho,  Gustavo prefere a companhia de um whisky do que a de sua esposa, e eu não o julgo, consigo ser chata ao ponto de afastar todas as pessoas da minha vida! 

Deixando o drama conjugal de lado, acho importante dizer que estou criando meu próprio escritório, penso em publicar um livro e ser dona do meu próprio negócio, já cansei de ser controlada por homens ignorantes e machistas, que se acham superiores só por serem homens. Bom, eu achava que estava indo tudo bem, até um estranho acontecimento nesse rotineiro fim de semana...


Decido me dar o luxo de levantar mais tarde, afinal merecia um descanso. Minhas costas estavam me matando e sabe o que é ótimo para melhorar as costas? Isso mesmo, compras, hoje vou às compras! Levanto e faço minhas higienes pessoais, Gustavo já não estava mais em casa, provavelmente foi pro escritório resolver alguma “pendência”, sim uma pendência em pleno sábado, vai entender né?! Paro de pensar besteiras e desço as escadas em direção a cozinha para tomar um bom café da manhã, sentia a comida preencher meu estômago e saciar minha fome, mas faltava uma coisa a ser preenchida em minha vida, meu coração. 

Fazia tempos que me sentia vazia, mas sabe quando esse sentimento só aumenta cada vez mais? Não tenho motivos para acordar todos os dias, claro que o trabalho é um motivo, mas eu não tenho uma pessoa para quem quero me arrumar ou ver no fim do dia e isso me mata por dentro cada vez mais, se não fosse por minha amiga Rosângela, não gosto nem de imaginar o que seria de mim...


[...]


Meu dia havia sido ótimo, consegui comprar várias roupas, comi um hambúrguer maravilhoso, acho que aquilo me caia melhor que um orgasmo? Eita Ana calma, esqueci de contar que também sou extremamente exagerada, então se acostumem... Enfim comprei várias roupas novas, algumas mais chiques, outras mais casuais, lingeries, para usar com quem? Eu não sei, mas preciso focar mais em mim, ficar linda para mim, o Gustavo que se foda! É, é isso Ana. 

Decido voltar pra casa e aproveitar pra fazer a minha coisa favorita no mundo, NADA, então simplesmente tomo um longo banho em minha banheira e coloco algumas ervas, mas confesso que não conheço muito desse assunto então elas provavelmente nem deviam ter efeitos, peço uma pizza e para acompanhar um bom e velho vinho tinto. Gustavo não estava em casa, provavelmente estava se entregando ao whisky ou seria aos encantos de uma nova mulher? Sinceramente não sei, e não quero saber! Mente vazia é o oficina do diabo e de chifre também, então decido ir ler um livro que já enrolava a meses para terminá-lo por conta da rotina corrida, mas logo sou tirada da minha concentração com o barulho de uma nova notificação em meu celular, penso ser alguém do trabalho, me pedindo para ir correndo para a emissora cobrir alguma notícia, mas me surpreendo ao ver que o número era desconhecido.


Mensagem On


— Hola (22:15)- a mensagem era curta e enigmática, me assustei porque como alguém conseguiria meu numero? Eu era famosa e nossos números eram extremamente restritos e protegidos, fico uns minutos olhando e decido responder.


— Quem é?(22:18)- sou curta e grossa, não estava com paciência pra trotes. 


— Prazer em conversar com você também, dona Ana Paula Padrão (22:18)- como assim, esse louco sabe meu nome? Ou seria uma mulher? Decido tirar a dúvida. 


— Como você sabe meu nome e quem é você? (22:20)- já estava mais preocupada que o normal. 


— Sei muitas coisas sobre você, Aninha (22:20)- um arrepio percorre em minha espinha ao ler a mensagem na qual esse ou essa tal de “Argentina21” me chamava de “Aninha”, era um apelido carinhoso que somente meus pais usavam. 


— Para de graça e me diz, quem é você? (22:22)- não consigo evitar, minha curiosidade fala mais alto. 


— Por enquanto sou apenas a “Argentina21” pra você, mais pra frente veremos no que vou me tornar, tudo depende de você (22:22)- apenas pude entender que a aquela mensagem possuía um duplo sentido. 

Desligo meu celular imediatamente, aquilo com toda certeza no mundo, não era apenas um fã atrás de seu ídolo! 


Notas Finais


Eai, curtiram a ideia? Eu sei que ficou curto mas os próximos serão maiores💖 Comenta alguma coisa aqui please!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...