1. Spirit Fanfics >
  2. Obsession - Fillie >
  3. O Formulário

História Obsession - Fillie - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Olá Amados, tudo ótimo com vcs?
Gente... Como vocês são MARAVILHOSOS!
O incentivo nos comentários e favoritos que vocês deram me incentivou muito. Queria até ter escrevido mais KKKKK
Boa leitura!

Capítulo 16 - O Formulário


Sadie P.O.V.

Millie, vamos!

- E se nos pegarem?

- Não vão pegar.

- É que se pegarem eles vão dobrar o olho para cima de nós duas e aí que nós duas nunca vamos fugir.

- Pode ser que sim, pode ser que não. Vamos.

- Ta bom. Mas é só porque eu estou muito curiosa.

- Então vamos seguir com o plano.

Já vou avisando quando eu ponho uma coisa na cabeça nem uma amnésia tira. Nós fomos para o corredor principal. Lá nenhum paciente pode entrar, só os enfermeiros, funcionários e a diretora. Ele era bem mais iluminado do que os outros, tinha algumas portas, e uma bem grande no final, era um elevador que levava lá em baixo… Para a saída.

- Você tem certeza? - Olho para a Millie que até os fios de cabelo da estão tremendo.

- Absoluta. E recapitulando o plano, como a diretora vive indo e vindo desse corredor.

-  Eu vou distraí-la. - Millie diz.

-  Enquanto eu vou na sala dos formulários e pego o do Dylan, e pronto mistério resolvido. 

-  Está parecendo fácil demais para o meu gosto.

-  Para o meu também, mas nós vamos conseguir. 

Eu fui na frente andando mais rápido, enquanto a Millie indo bem devagar atrás. Olhei pelas portas procurando… Até que achei uma que estava escrito formulários. Entrei.

A sala era tão branca que eu não sabia diferenciar o chão das paredes havia seis fileiras de prateleiras repletas de formulários.

Fui procurando até que achei uma que me chamou atenção.

Sadie Sink

Eu sei que não tenho tempo mais… É só uma olhadinha. Eu peguei o formulário e abri. Estava escrito alguns parágrafos sobre mim.


Nome: Sadie Sink 

Idade:20 anos

Aparência: magra, alta, ruiva, e de olhos azuis.

Motivo da internação: Depressão.

Biografia: Ela veio da Inglaterra, sua família era muito rica, mas a abandonaram por…


Não consigo ler as próximas linhas, meus olhos estão embaçados por lágrimas, um monte de lembranças invadem minha cabeça, e não sinto mais forças para ficar em pé.

Não.

Tenho que ter foco, não posso parar, me levanto e ouço passos, passos não baques de salto alto, é a diretora.

Vejo uma porta, e imediatamente entrei, é uma sala de limpeza. Encosto meu rosto na porta para ouvir.

- Não tem ninguém aqui estou avisando.

- Quieta. Eu vi alguém correndo. - Ouço o baque do salto mais repetitivo. Ela está me procurando. - É não tem ninguém, mas então o que você está fazendo aqui?

- Eu… Eu… Estava.

- Estava querendo fugir né? Tenho uma solução para isto.

- Me solta! - Os passos e as conversas pararam. Elas se foram.

Saio da salinha apertada na qual estava. Meu Deus e agora?

Com certeza a Millie foi levada para a cadeira de choque. E tudo é culpa minha, e desse meu plano maluco. Será que ela vai me perdoar? Ai!

Bam!

E bati em uma prateleira, e caiu alguns formulários. Arrumei o mais rápido que pude. Eu peguei um que estava escrito na capa.

Millie Bobby Brown

Será que eu pego? A depois eu devolvo.

Depois de horas e horas procurando, fui obrigada a desistir. Não havia nenhum formulário do Dylan procurei e procurei de novo e nada.

Passei o mais rápido que pude pelo corredor.


Finn P.O.V.

Desço as escadas pulando de degrau em degrau.

- Aonde pensa que vai? - Minha irmã pergunta.

- Vou sair, eu também tenho este direito.

- Hum… Sei, isso ta com cara de armação em Finn.

- Vou demorar. - Fecho a porta e entro no meu carro, ligo a chave e olho para a janela, que não tem ninguém olhando. Eu prometo a todos vocês ela ainda vai ser livre.


(...)


- Entra! - Caleb me convida para entrar e eu entro. - Vamos para o meu quarto. - Subimos as escadas e fomos até o seu quarto. É tão grande quanto o meu, tem uma prateleira cheia de mini réplicas de carros novos antigos. - Senta. - Ele me chama para sentar na cama. - Então sobre o que queria conversar.

- Eu queria era mais uma ajuda sua. - Ele acende um cigarro.


Noah P.O.V.

Flashback On

O meu dormitório é escuro demais, nada aqui parece legal.

A chuva deixa tudo mais assustador, sempre tem aquelas goteras, os trovões...

Às vezes eu consigo ouvir gritos e choramingos baixos, mas não parece ser das pessoas daqui, é como se as paredes falassem. 


TOC TOC TOC


- Olá! Tem alguém aí? - Parece ser a voz da Sadie? Abro a porta.

- Oi. - É ela.

- Eu posso entrar? Por favor.

- Entra. Mais porque… - Ela entra tão rápido que nem consigo ver o seu vulto.

- Eu sei que não pode, mas eu sempre tive um medo de chuva.

- Não tem problema para mim, mais não tem espaço para vocês dormir daí.

- Isso a gente resolve rapidinho. Ela chega mais perto.

- O que vai fazer? - Ela me beija, em um beijo calmo e passivo.

Ela leva as suas mãos para dentro fe minha camiseta, suas mãos geladas quando encostam em mim dão uma sensação de choque térmico e de calor ao mesmo tempo. Porque?

Então...

              Flashback Off

- Sadie? - Acabei de chegar no quarto e encontro a Sadie chorando. - O que foi? - Me sento ao lado dela.

- E... Eu e... Eu e a Millie queríamos descobrir alguma coisa sobre o Dylan... Então... Nós fomos para a sala dos formulários ver se descobrirmos... alguma coisa.

- E? - Ela me olha com os seus olhos tão vermelhos quanto sangue.

- Pegaram ela, só que isso não é o motivo pelo qual estou chorando.

- Qual é então?

- Quando eu estava lá... na sala... eu sem querer peguei o formulário da Mills... e eu descobri uma coisa horrível.

- O que?

Continua...










Notas Finais


Desculpem se os cap estão ficando meio curtos, esse não deu para fazer maior porque se não iria perder o suspence né?
O que aconteceu com a Mills?


Cuidado com o coronavírus gente! Não saia de casa! Lavem as mãos! E bebam água!

Se der certo eu posto mais um!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...