História Obsession - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Sabrina Carpenter, Shawn Mendes
Personagens Sabrina Carpenter, Shawn Mendes
Visualizações 27
Palavras 840
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


:-)

Capítulo 4 - In My Blood


Fanfic / Fanfiction Obsession - Capítulo 4 - In My Blood

É como se as paredes estivessem desmoronando, as vezes eu sinto vontade de desistir. Mas eu não posso. NNão está no meu sangue.  Preciso de algo que eu possa tomar para aliviar minha mente aos poucos. 

Não passava das seis da manhã, quando o Sr. Ramirez tocou minha campainha pedindo desculpas, me entregando um envolepo que continha minha ordem de despejo imediato.  Eu fiquei em choque, não estava preparada, afinal minha ordem de despejo deveria chegar semana que vem , eu não tinha ao menos um lugar para ficar, foi tudo de surpresa, o sono que eu sentia se esvaiu na hora.

E com toda a licença do mundo, e os empregados da mudança do Sr. Ramirez,  trataram logo de embalar os móveis que eram oferecido pelo próprio dono.

Subi para o meu quarto a passos curtos,  eu sentia que a qualquer momento minhas pernas poderiam falhar, senti uma lágrima fujona escorrer. Peguei uma mala encima de meu guarda roupas, abri a mesma encima da cama pondo todos os meus pertences na mesma, o Sr.  Ramirez muito "gentil" disponibilizou algumas caixas para que eu colocasse os pertences que na mala não coubessem.

Uma hora depois, tudo estava embalado e encaixotado para a mudança.  Não era muito coisa, minha condição financeira não permitia tais luxúrias. Troquei meu pijama por roupas de calor, não que eu me importasse pois naquela altura do campeonato sair de pijama na rua era um dos meus menores problemas. 

Coloquei Louis, em sua caixa de transporte enquanto que alguns de meus pertences eram levados para o taxi que Pablo Ramirez,  acabará de chamar.  Senti meu celular vibrar em mãos, atendi o mesmo sabendo que era minha mãe. 

-Oi mãe! 

Sorri,  querendo chorar. 

-Oi filha, tudo bem meu amor? 

-Sim, tudo bem. E a Senhora e o papai? 

-Estamos ótimos minha querida, seu pai, claro, está dormindo como sempre. 

Falou mamãe do outro lado da linha, eu pude sentir  a mesmo sorrir ao pronunciar tais palavras. 

-Que bom mãe,  eu fico feliz.

Sorri, sentindo meus olhos arderem.

-Eu também fico meu amor, mas me diga, como andam as coisas na faculdade. ?

-Está tudo bem, to amando como sempre. -Engoli em seco, eu não teria coragem para lhe falar toda a verdade,  que eu tranquei a faculdade por que eu falhei, então preferi encerrar a ligação,  antes que eu dasabasse em lágrimas. - Mãe,  eu preciso ir agora tudo bem.

-Ow, sim, claro meu amor. Outra hora nos falamos com mais calma então. 

-Ok!  Beijos mãe,  te amo.

-Beijos meu amor. Eu e o seu pai, também te amamos.

Sorri finalizando a ligação.  Respirei fundo quando a última caixa foi levada, agarrei na alça da caixa de transporte de Louis e rumei para fora da casa.

-Eu sinto muito Srt. Carpenter. 

Lancei um sorriso superior a Ramirez. 

-Não sinta.

E entrei no táxi. 

O taxista ficou cerca de cinco minutos rodando as redondezas. Eu não tinha realmente para ondi ir, sem amigos, sem casa, sem dinheiro. 

-Senhorita?... Senhorita? 

Ouvi o taxista me chamar pela segunda vez.

-Sim? 

Perguntei meio atordoada. 

-Eu preciso saber para onde levá-la.  Não posso ficar rodando com a senhorita o dia inteiro. 

Informou. 

-Eu não tenho para onde ir.

Sussurrei enxugando as lágrimas.Pensei por um instante. 

-Espera. Eu tenho,  eu tenho um endereço aqui.

Peguei meu celular praguejando o dia em que conheci Shawn Mendes,  minha vida virou uma verdadeira catástrofe.  Mas que por alguma razão é o único que nesse momento difícil está me estendendo a mão.  Mesmo que eu deteste essa idéia. 

-Battery Park, Downtown, Manhattan. 

Informei o endereço,  guardando o celular. 

Parei de chorar e pensei que nem tudo estava perdido.  Eu poderia me reerguer com o trabalho que havia me oferecido.  Não sei quais são suas intenções, e realmente eu não pretendo saber,  só desejo que esse pesadelo acabe logo de uma vez, pois é o pesadelo mais duradouro que eu ja tive.

Quando o táxi parou em frente ao prédio de Shawn,  meu queixou caiu, provavelmente eu teria de vender meus dois rins para poder comprar um desses. Sai do carro e o motorista já colocava as únicas duas caixas para fora do carro,  deixando as mesmas na calçada. 

-Eu-Eu não tenho nenhum dinheiro para lhe pagar a corrida. 

-Não se preocupe moça,  o Sr.  Ramirez, já pagou tudo.

E no minuto seguinte eu já me via sozinha.  Caminhei até a entrada do prédio apertando o interfone. 

-Pois não senhorita? 

Perguntou o porteiro. 

-Eu gostaria de falar com um dos moradores chamado Shawn Mendes.

-Ah sim, Sr.  Mendes. Em quem eu devo anunciar? 

-Alice,  Alice Carpenter. 

-Tudo bem Srt. Carpenter,  só um minuto. - Um minuto depois o portão de aço vibrou liberando minha passagem. -Eu vou ajudar a senhorita a levar suas malas.

Eu segurava o elevador enquanto o gentil porteiro carregava as três caixas para dentro do elevador. Louis se mostrava extremamente agitado dentro da caixa.

Eu sentia minhas mãos soarem ao passo que o ultimo andar (cobertura )chegava. Quando as portas do elevador se abriram, a imagem de Shawn se materializou em minha frente,  e como ele havia dito, ele me recebeu de braços aberto.




Notas Finais


E então. Eu fiz esse capítulo ouvindo In My Blood.

INFORMAÇÃO: Gente mês passado eu tava vendo os próximos eventos do Shawn Mendes, e parece que ele vai participar do Vila Mix, algo assim do tipo, que acontece em Goiânia, no mes de Junho ou Julho:-) tenho que apurar melhor está informação. Kkk mas é basicamente isso o que eu vi em seus próximos eventos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...