1. Spirit Fanfics >
  2. Obsession >
  3. Dia ruim?

História Obsession - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Dia ruim?


Fanfic / Fanfiction Obsession - Capítulo 7 - Dia ruim?

Duas semanas, esse foi o tempo que eu não o vi. 

Nestas duas semanas, Rosé já estava completamente apaixonada por Jay Park, e ele por ela.

Jay se declarou para Rosé dizendo que ela era a mulher mais linda, mais simpático e sexy que ele já tinha conhecido. Disse que desde a primeira vez que a viu sentiu uma forte atração por ela e que agora estava apaixonado. 

Rosé ficou muito feliz, não parava de sorrir enquanto nos contava. Ela deixaria as noites em que saia com os vários sugar daddy's que ela tinha, não seria mais prostituta de luxo, seria a namorada de Jay Park.

Jisoo e eu estávamos felizes pela nossa amiga, mas algo ainda me afligia. 

Yoongi estava sumido a duas semanas, não me ligou e nem sequer mandou um bilhete por um mordomo velho e simpático, como a gente vê nos filmes. Eu me perguntava por que ele sumiu, aonde estava e por que não me disse nada. 

Talvez ele não se importasse o suficiente para me dizer, ou, talvez estivesse resolvendo coisas "importantes".

- Parabéns amiga, você merece isso. - Jisoo abraçou Rosé, que a abraçou de volta.

- Obrigada, eu estou muito feliz. 

- Parabéns Rosé. - sorri para ela.

- Obrigada. - ela sorriu. - E você e o Yoongi? 

Meu sorriso se desfez.

- Não o vejo a duas semanas. Ele nem sequer me ligou, até porque não tem meu número até hoje. - expliquei.

- Não acredito nisso! - Jisoo parecia surpresa. - Como ele não pediu seu número ainda!? 

- Não sei, não me importa. Se ele não me procurou é porque não se importa comigo e não quer nada sério.

- Talvez ele esteja em alguma viagem de negócios, pode ter sido de última hora e não deu para avisar. - acho que Rosé estava tentando pensar positivo.

- Não me importa, melhor deixar isso para lá. - me deitei. - agora vamos dormir, já esta tarde. 

Encarei a parede por alguns instantes, até Jisoo apagar a luz e nos desejar boa noite.

- Boa noite. - Rosé respondeu.

- Boa noite. - falei por último.

~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~

No dia seguinte eu tive um dia péssimo no trabalho. 

Logo no início do dia, um cliente quis devolver todos os pãezinhos que tinha comprado porque disse que estavam frios, ele não queria que eu requentasse. Expliquei que os pãezinhos ficavam nas prateleiras e que se ele os quisesse quentinhos, teria que esperar sair uma nova fornada. Mas ele não quis, apenas gritava e dizia que devíamos vender pães quentes. Minha vontade era de jogar aqueles malditos pãezinhos na cara dele e mandar ele se foder, porém eu não podia fazer isso ou seria demitida. Então, apenas peguei os pães e devolvi o dinheiro a ele, paguei pelos pães com meu próprio dinheiro. 

Logo mais tarde, um cachorro entrou na loja e e eu tive que tirá-lo porque ele estava pulando em cima de uma velhinha que estava comendo panquecas. Peguei o cachorro e o coloquei para fora. Ele estava todo sujo de terra, então, quando o peguei no colo, eu acabei toda suja também. Tive que dar um jeito de limpar meu uniforme no banheiro no horário de almoço, mas eu só consegui piorar tudo, ficou uma mancha Martino e molhada no meu vestidinho amarelo claro e no aventalzinho branco, mas não tinha o que fazer.

Naquele mesmo dia uma criança derrubou ketchup em mim, eu creio que foi de propósito, mas não tinha nada que eu pudesse fazer. Tive que ir no banheiro de novo e agora a mancha no avental só estava pior porque além de marrom, estava vermelho também. 

Mesmo assim, voltei e atendi o menino e a mãe dele. Ele pediu um suco de laranja e quando voltei para trazer os pedidos, o garoto estava correndo feito um maluco e esbarrou em mim. Além de cair de bunda no chão, derrubei os pedidos. O copo de suco se quebrou e eu teria que limpar aquela bagunça.

- Me desculpe. - o menino falou. - Eu te ajudo. - ele se aproximou e tentou pegar os cacos, mas eu o afastei.

- Por favor, não toque em nada, você pode se machucar. - me levantei. - É o meu trabalho, eu mesma limpo. - falei e fui pegar as coisas para poder limpar.

Quando voltei me ajoelhei no chão e comecei a pegar os cacos maiores,  foi burrice porque um caco cortou meu joelho. Mesmo assim continuei limpando tudo e quando terminei fui lavar meu joelho e coloquei um band-aid. 

Para piorar, faltando alguns minutos para o final do expediente, fui levar um café para um homem no balcão, quando uma mulher com um carrinho de bebê, ela esbarrou o carrinho nele que derrubou todo o café quente na minha mão. 

Naquele momento, Yoongi entrou no café e viu tudo. Parado a porta ele me encarava, assim como todos no local. 

Aquilo foi a gota d'água para mim. Meus olhos se encheram de lágrimas na hora e eu corri e saí pelos fundos do café, fui parar ao lado das latas de lixo do lado de fora e lá me sentei no chão, abaixei a cabeça e comecei a chorar. 

Minha mão ardia, mas meu coração estava apertado demais para sentir isso, eu só conseguia chorar e ignorar a ardência na mão. 

Senti uma mão fria me tocar no ombro, e quando levantei a cabeça, Yoongi estava agachado na minha frente.

- Dia ruim? 

- Péssimo. - respondi ainda com lágrimas nos olhos. - Por onde você andou? 

- Tive que resolvam algumas coisas, logo você saberá. - ele se levantou. - Agora levanta daí. - me estendeu a mão. 

Segurei em sua mão e me levantei. 

- Eu senti sua falta S/n. - Yoongi falou, segurou meu rosto e então me beijou. 

Aprofundei o beijo, mesmo não o tocando com as mãos. Eu precisava daquilo. Como senti falta daquele homem! 

Nos afastamos de vagar depois do beijo. 

- Quer sair para jantar? Talvez eu possa alegrar o seu dia. - ele convidou.

- Tudo bem, mas só se comermos pizza. - propus.

- Comemos o que você quiser S/n, qualquer coisa. - ele sorriu. - Não chore mais, ok? Vou cuidar de você. - ele me puxou pelo ombro e me abraçou. Em seguida de um beijo na minha testa. 

Me senti segura naquele momento, parecia que todo o peso que eu sentia tinha sido aliviado em instantes. 

Rosé e Jisoo apareceram de repente. 

- S/n você está bem? - Rosé perguntou preocupada. - Desculpa a demora, vimos que Yoongi veio atrás de você então deixamos vocês conversarem enquanto Jisoo limpava a sujeito do café e eu preparava outro para o cliente. 

- Está tudo bem meninas. - falei. 

- Que bom amiga, já é o fim do expediente, já pôde ir para casa. - Jisoo sorriu. - Sei que teve um dia difícil.

- Vou para casa tomar um banho e vou sair para comer pizza com o Yoongi, depois de um dia desses, eu mereço sextar. 

- Merece mesmo, espero que se divirtam. - Rosé sorriu. - E também espero que Yoongi nos dê uma carona para casa. 

- Claro. - Yoongi riu.

~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~

Quando cheguei em casa, tomei um banho e me arrumei, minha mão ainda ardia bastante. 

Yoongi estava me esperando na sala. Meus avós não paravam de puxar assunto com ele, ao contrário de minha mãe que ficava quieta tomando seu chá e o encarando. A avó da Jisoo falava de vez em quando e também tomava chá.

Saí do quarto bem arrumada, ao lado de minhas amigas. Jisoo não estava arrumada, ela ficaria em casa naquela noite e Rosé sairia com o namorado. 

Yoongi me encarou e deu um sorriso. 

O sorriso dele era tão fofo, ele era sério ou sarcástico normalmente, mas quando sorria, parecia alegre e serelepe. 

- Estou pronta, vamos Yoongi? 

- Vamos. - ele se levantou e parou ao meu lado. - Foi um prazer conhecê-los. - sorriu para todos ali na sala. 

- Foi um prazer conhecê-lo também Min. - meu avô disse.

- Cuide da nossa S/n. - minha avó disse sorrindo. 

- Eu cuidarei dela. - ele me olhou e segurou minha mão.

Saímos e fomos em direção à pizzaria.


Notas Finais


Obrigada por ler mais esse capítulo. Sobre ele, eu estava escrevendo quando de repente algo aconteceu e quando fui ver o capítulo tinha sumido e não tinha postado. Tive que reescrevê-lo. Por sorte não tinha escrito ele completo quando o perdi, apenas metade. Era para esse capítulo ter saído ontem, mas com isso que aconteceu eu fiquei desanimada e deixei para reescrever hoje, então talvez saia um capítulo mais tarde, ainda não tenho certeza.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...