História Obsession or love? - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Derek Hale, Isaac Lahey, Peter Hale, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Drama, Sadismo, Sadomasoquismo, Sterek, Tortura
Visualizações 221
Palavras 1.401
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁ GALERO. Aqui está o novo capítulo ^^
Saiu bem rápido né? Kajshsjsjsbshsdj
Esse capítulo é um pouco chatinho por ser um capítulo de transição entre as duas partes da história. Oque significa que as TORTURAS ESTÃO CHEGANDO MANO.
O próximo capítulo, cês vão ter o menino sofrendo eheheh
Boa leituraa <3

Capítulo 12 - Capítulo XI


A luz do sol invadia o ambiente por uma pequena fresta na janela. Derek acordava e esfregava os olhos com as mãos fechadas. As lembranças do dia anterior invadiam sua mente. Sorriu com a memória.

Tateou o lado esquerdo da cama na esperança de encontrar Stiles, porém o que encontrou foi um amontoado de cobertas.

Sua mente ficou confusa. "Será que ele me deixou?" —Foi o primeiro pensamento que passou por sua mente. O pânico lhe cobriu. Stiles fora seu primeiro, poderia ter lhe abandonado?

"Bom dia, Derek Hale." Ouviu a voz de Stiles soar. Olhou para a direção da voz e se deparou com seu namorado vestindo uma cueca box.

"Bom dia, Stiles Stilinski." Respondeu. O mais velho vinha em sua direção e deitou ao seu lado.

"Ontem foi o melhor dia da minha vida, sabia?" Disse depositando um longo beijo no pescoço do mais novo.

"Da minha também." Sussurou de volta. "Eu machuquei suas costas." Disse alisando as costas do mais velho.

"Não foi nada." Falou por fim e iniciou um longo beijo no mais novo.

"Que horas são?"

"Nove da manhã." Derek assustou-se.

"Nove da manhã? Não estamos atrasados para a faculdade?"

"Foda-se a faculdade. Hoje é sexta." Derek sorriu. Amava esse jeito de Stiles.

"E oque faremos hoje?"

"Eu tenho uma idéia." Stiles disse, logo começou a beijar o mais novo. Derek sorriu. Passou as mãos nas costas de Stiles, sentindo cada arranhão que fizera na noite passada. Stiles passou a lingua pela extensão do pescoço de Derek, fazendo o mesmo gemer.

Derek desceu sua mão para a cueca de Stiles, removendo-a lentamente.

E igual à noite passada, amaram-se outra vez.

•••

O peitoral de Stiles subia e descia, inspirando ar. Derek o enlouquecia cada vez mais.

O mais novo se encontrava com a cabeça apoiada em seu peito, depositando selos no mesmo. Stiles suspirou. Passou as unhas arranhando levemente o braço de Derek.

"Derek..."

"Hm?" Murmurou em resposta.

"Quero ti mostrar um lugar especial. Vamos?" Derek sorriu.

"Claro."

Os dois levantaram da cama. Derek espreguiçou-se.

"Vou tomar banho." Anunciou o mais novo.

"Vou com você."

Derek assentiu com a cabeça timidamente. Se dirigiu ao banheiro e ligou o registo, Stiles logo atrás de si. Stiles parou para admirar o belo corpo de Derek. O mais novo parecia que fora esculpido por anjos. Possuía a pele pálida, agora avermelhada por todos os chupões de Stiles deixara.

Uma de suas marcas havia sido implantada.

A pele fazia um contrate perfeito com seus cabelos negros, os lábios eram perfeitamente delineados, como os de uma boneca. Apesar de Derek não ser mais imaculado, sua aparência exalava inocência e pureza. Isso enlouquecia Stiles, fazia com que Stiles sentisse a necessidade de tocá-lo, sentisse a necessidade de marca-lo. O amor que sentia por aquele garoto era imenso, não conseguia passar ao menos um dia sem vê-lo ou ficar sem sua companhia.

Stiles faria tudo para tê-lo pelo resto de sua vida.

Nem que para isso fosse necessário machuca-lo.

•••

"Já posso olhar?"

"Não."

"Por favor." Pediu fazendo bico. Mas Stiles estava decidido a não ceder.

"Não." Repetiu. Após alguns minutos, Stiles parou subitamente. "Agora pode." O mais velho então tirou as mãos dos olhos de Derek. O mais novo abriu os olhos e piscou por causa da claridade.

Era uma espécie de parque, com grama por todos os lugares, porém não havia ninguém. Era estranho. Também lhe era familiar.

Havia um grande lago, coisa que imediatamente o encantou.

"Vem aqui." Disse Stiles apontando para uma árvore. Derek o seguiu e sentou apoiando-se no tronco. "Eu vinha aqui quando criança."

O coração de Derek falhou. Poucas foram as vezes em que Stiles havia lhe contado algo sobre sua infância.

"Quando meus pais morreram, eu fui morar com meu tio. Mas ele maltratava eu e meu primo. A mulher dele também, mas ela o deixou. Quando eu fiz onze anos, eu saí de lá. Passei a viver na rua. Mas eu vinha aqui quando as coisas estavam realmente difíceis."

"Viver na rua? Como você sobreviveu?" Perguntou impressionado.

"Crianças de rua normalmente formam grupos para poder sobreviver, eu tinha o meu com mais três garotos. Nosso líder tinha quatorze anos. Todos tinhamos algo em comum, fomos abandonados." Seu tom de voz era amargurado. "Todos os dias vivíamos vivíamos medo de sermos pegos e mandados para um orfanato. Quando tudo realmente apertava, eu vinha aqui."

Derek olhou surpreso para Stiles. Jamais passou por sua cabeça que o mais velho havia passado por tudo aquilo.

"Eu já te vi aqui uma vez." Sorriu fraco.

"Eu acho que já vim aqui. Meu pai sempre ficava bêbado e batia na minha mãe. Um dia eu quis sair de casa e vim parar aqui."

"Aqui foi o lugar onde e soube que te queria." Disse Stiles por fim. Aproximou os dois rostos e iniciou um beijo.

Um beijo repleto de amor.

Um beijo repleto de sentimentos.

•••

1 mês depois.

Derek havia saido da faculdade mais cedo, Stiles tivera que ficar até um pouco mais tarde por ter uma aula extra. Estava sentado no mesmo banco onde esperava o mais velho quando os dois haviam matado aula.

O mesmo banco onde costumava sentar com Scott.

Falando —ou melhor, pensando— no garoto, o mesmo ia se aproximando de Derek. Ia se dirigir a saída. Porém Derek o interrompeu.

"Scott." Finalmente, após tanto tempo havia tomado coragem. Havia falado com Scott.

"Oque foi?" Disse secamente.

"Eu queria saber oque houve. Por que você está assim comigo. Eu te fiz algo?" Scott riu sem demonstrar humor algum em sua risada.

"Oque houve? Acho que você está feliz demais com seu namoradinho para perceber isso." Derek deu um passo para trás.

"O que você quer dizer com isso?"

"Você é burro, Derek Hale?" Disse cínico. Derek arregalou os olhos. Nunca havia visto Scott agir daquela forma. "Creio que sim. Você é tão burro que não percebe como eu amo você. Tão estúpido que não percebe que sempre te olhei com desejo, desde o primeiro dia que te vi. Tão idiota que não percebe como odeio esse seu namorado. E te odeio também. Eu te odeio por gostar tanto de você."

Derek estava sem nenhuma reação diante de Scott. Não conseguia pronunciar nenhuma palavra sequer, sua boca abria e fechava diversas vezes na tentativa de formular uma resposta.

"Mais uma coisa." Disse levantando o queixo de Derek, obrigando-o a olhar em seus olhos. "Tome cuidado com esse Stiles Stilinski."

E saiu, deixando Derek totalmente atordoado e confuso. Não sabia oque pensar, muito menos agir. Mas tinha certeza de algo.

Nunca foi tão magoado.

"Como pode ser tão estúpido?" —Pensou.

Ao longe, encontrava-se Stiles. Com seus braços cruzados e os olhos demonstrando o mais puro ódio. Havia presenciado toda a cena, inclusive quando o garoto cujo nome sequer fazia questão de lembrar quase beijara seu namorado. O ódio lhe tomou. Derek estaria o traindo? Cerrou os punhos conforme as veias de seu pescoço se sobressaltavam.

Amava Derek com todas suas forças, como o mais novo pudera fazer aquilo consigo? O ódio lhe consumia novamente. Sentia seu sangue ferver.

"Derek Hale." Disse o nome do mais novo com voracidade. "Como você pode fazer isso comigo?"

"Isso oquê?"

"Não se faça de cínico. Você sabe muito bem, estava me traindo." Derek se espantou ao ouvir aquilo. Trair Stiles? Aquela ideia jamais havia passado por sua mente.

"Te trair? Por Deus, Stiles! Você está louco?"

Louco. Louco.

Louco.

Esta singela palavra passou por cada segmento do cérebro de Stiles. Louco. Era isso que era? Achava que sim. Era louco. Totalmente insano. Insanamente apaixonado por Derek Hale.

"Eu   amo   você." Sussurou melancolicamente. " Você será sempre meu." Seus olhos estavam vidrados no chão. Logo levantou sua cabeça e olhou fixamente para Derek. "Eu amo você mais do que qualquer coisa nesse maldito mundo."

"Stiles, para por favor. Você está me assustando."

"Você não tem idéia de que é a minha obsessão, Derek Hale?" Seus olhos não se desgrudavam do mais novo nem por um minuto sequer. "Eu te amo, Derek. Com todas as minhas forças." Stiles andava lentamente à direção de Derek, enquanto o mesmo ia para trás com passos lentos e temerosos. Nunca havia sentido tanto medo como naquele momento, nem mesmo quando assistia seu pai espancando sua mãe.

Nunca havia sentido medo de Stiles.

"Tome cuidado com esse Stiles Stilinski."

"E se ele for um assassino em série ou maníaco?"

"Você conhece ele?"

As coisas que Scott havia falado agora soavam como um tapa em seu rosto. Suas pernas foram perdendo a força e seu rosto a cor. Sua visão começou a ficar embaçada.

"Derek..." Sussurou Stiles. Derek não aguentou. Sentiu seu peito explodir, e logo tudo ficou escuro. "Eu amo você, Derek Hale."


Notas Finais


BOOM GALERO É ISSO
PRÓXIMO CAPITULO AS COISAS PEGAM FOGO
adoro ui -q
Espero que tenham gostado.
xoxo,
Gaby


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...