História Obsessive love - KaiSoo - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Do Kyung-soo (D.O), Kim Jong-in (Kai)
Tags Amor, Exo, Kaisoo, Obsessão, Romance
Visualizações 16
Palavras 235
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Slash
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me desculpem pela demora de mais ou menos 7 messes.. Sério, vou tentar atualizar mais rápido agora, não me abandonem <3

Capítulo 7 - Dr.Junmyeon


Fanfic / Fanfiction Obsessive love - KaiSoo - Capítulo 7 - Dr.Junmyeon

(POVS KyungSoo)

 Chegou o dia de ir ao psicólogo, confesso que eu estava ansioso por isso, espero que seja de grande ajuda para mim e, que com minha futura melhora, JongIn volte para mim.
 
 Entro no consultório depois de um tempo esperando na recepção. Me deparei com um homem de mais ou menos 25 anos, ele provavelmente deve ter se formado bem jovem.
 
 
 -Boa Tarde, Senhor KyungSoo certo? -Ele diz checando provavelmente meu nome na ficha
 
 -Sim sim. -Respondo me sentando em uma das cadeiras na frente do mesmo.
 
 -Me conte, o que te trás aqui KyungSoo?
 
 -Bem Dr.Junmyeon.. Digamos que eu sou muito obsessivo.
 
 -Poderia me explicar direito?
 
 
 A consulta deve ter levado uns 55 minutos. Foi muito bom, consegui me abrir e falar sobre meus sentimentos, e parece que o Doutor me entendia de uma forma muito insana. Recebi vários conselhos e creio que eles serão de grande importância, pretendo por eles em prática o mais rápido possível. Uma coisa que o doutor me disse e que estou levando muito a sério e pensando sobre foi "Não tente controlar o incontrolável" é impossível controlar alguém que não seja você mesmo, e ainda sim é difícil ter auto-controle então imagine controlar os outros.
 Saio do consultório me sentindo deveras melhor. Vou até uma cafeteria que tinha bem na frente do consultório, impressionante era exatamente o que eu precisava, uma boa dose de cappuccino.


Notas Finais


Foi isso.. Espero que tenham gostado, o próximo vai ser grande e interessante não se preocupem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...