1. Spirit Fanfics >
  2. Obsessive Love - Taegi >
  3. Capítulo 16.

História Obsessive Love - Taegi - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oiê💜

Leiam as notas finais.

Boa leitura ❤️

Capítulo 16 - Capítulo 16.


Fanfic / Fanfiction Obsessive Love - Taegi - Capítulo 16 - Capítulo 16.

16- Incontroláveis.

Yoongi enfiava seus dedos pequenos, em sua entrada, procurando uma forma de se aliviar. Obtendo apenas frustrações. Precisava de algo maior, para preenchê-lo e para lhe satisfazer por completo. Por sorte, havia acabado de se lembrar, do presentinho que tinha ganhado de Jimin a um ano atrás, aquilo concerteza seria de bom uso.

Retirou os dedos de sua entrada lambuzada, e foi até sua mala, procurando por tal brinquedinho. Ao achar o brinquedo sexual, voltou para a cama e se deitou de quarto, deixando sua bunda empinada. Arfou ao introduzir o dildo, de tamanho médio, em sua entrada.

Yoongi revirava os olhos, a cada vez que o brinquedo sexual entrava em si novamente. Com a sua canhota, começou uma masturbação lenta, não demorando e acelerando o ritmo. Gemendo entredente, Yoongi gozou ao sentir o delicioso cheiro de café. Este cheiro, que conhecia bem...

O branquelo deixou o dildo de lado, e levantou se de sua cama. – Totalmente despido, e livre de qualquer roupa – Cambaleando, Yoongi saiu do seu quarto. As luzes do corredor, por sorte, estavam acessas, facilitando assim a sua deslocação. A cada passo que o ômega dava, em direção ao quarto do alfa, sentia que a qualquer momento suas pernas cederiam.

Bastou apenas mais alguns passos, para Yoongi estar em frente ao quarto. Respirando fundo, Yoongi se deliciava, com o cheiro delicioso e convidativo, que emanava do quarto a sua frente. Com a respiração pesada, e com a lubrificação natural escorrendo por suas pernas. Yoongi abre a porta do cômodo, não hesitando e o adentrando o quarto.

Ao fechar a porta, varreu com o olhar, todo o quarto. Vendo que o alfa dormia tranquilamente. Em passos calculados, o ômega chega até a cama do loiro, logo se enfiando embaixo das cobertas. Era notável o volume, no meio das pernas do alfa.

Não atardando e abaixando a calça do pijama do mesma, vendo o pênis do mesmo, “saltar” para fora.... Um jovem alfa saudável.....

Sem qualquer consciência do que fazia, Yoongi dedilhava o membro de Taehyung. Tirando pequenos gemidos do alfa adormecido.  

Salivando com tal cena, o branquelo levou suas lábios até a glande e passou sua língua aveludada e quente, pela a mesma. Logo a chupando fortemente.

Assustado e extremamente excitado, Taehyung acorda em um pulo. O cheiro forte e delicioso de Yoongi impregnava k quarto todo, deixando o loiro louco, por um fio de perder o controle.

Em um movimento abrupto, saiu da cama, acabando por tropeçar nos próprios pés. Não hesitou e guardou o seu membro de volta. Enquanto se afastava da cama.

- Tae.... – Yoongi gemeu manhoso e necessitado, enquanto introduzia dois dedos em si mesmo, sem tirar os olhos de Taehyung por um segundo sequer.

- Eu não posso fazer isso..... – Sem esperar por qualquer resposta, o alfa tirou a chave da fechadura e correu para fora do quarto. Trancando a porta em seguida.

- Tae... Me ajude. – Se passou alguns segundos, até que a porta começou a laser chutada, pelo o ômega do outro lado. O mesmo implorava, para que o alfa lhe ajudasse.

- Não posso. – O loiro sussurrou para si mesmo. Um grito estridente ecoou pelo o local, seguidos de vários outros berros do Ômega.

Ofegante, Taehyung se apoiava nas paredes do pequeno corredor, da casa, tentando se manter em pé. Já que os feromônios de Yoongi, estavam mexendo consigo. A cada segundo que passava, o cheiro de baunilha, se alastrava por todos os cômodos da casa. Sendo quase impossível de resistir.

Com a visão levemente turva, Taehyung tampou o nariz e caminhou até o banheiro que havia no corredor. Ao adentrar o banheiro, se despiu rapidamente e entrou embaixo do chuveiro, ligando o registro em seguida.

Mesmo com a água gelada tocando a sua pele, o alfa se mantinha ofegante. Com as mãos trêmulas e com a respiração oscilante, o loiro levou sua mão destra, até seu pênis e com o dedão acariciou sua glande, espalhando o pré-gozo por toda sua extensão.

Taehyung escorou suas costas nuas no azulejo gélido do banheiro, se arrepiando pelo o contato. Sua mão envolveu todo seu membro, e começou uma intensa e acelerada masturbação, tirando vários arfares de si mesmo. Enquanto a sua mão canhota, levou até seus testículos os acariciando.

(...)

Depois de resolver o seu probleminha, e estar um pouco mais calmo. O loiro saiu só banheiro, apenas com a toalha envolta da cintura.

 A casa se encontra silenciosa, os gritos de Yoongi, não se faziam mais presente. Curioso por não escutar um ruído sequer e preocupado, por não saber se o ômega estava bem. Taehyung virou a chave, ocasionando, na porta de seu quarto destrancada.

Hesitante, o alfa abriu a porta aos poucos, tentando visualizar o ômega. Mas não viu nada, o que lhe obrigou a entrar no cômodo. Mesmo estando dentro do quarto, não viu rastros do branquelo, o que preocupou ainda mais Taehyung.

- Mas que merda! – Esbravejou ao ver a janela do quarto, aberta. Fazendo as luzes dos postes, adentrarem o quarto. O iluminando de leve.

Em passos desesperados, o loiro caminhou até a janela, era isso que ele planejava. Até ser agarrado por trás.

Era Yoongi...

O pequeno ômega esfregava seu corpo, contra as costas nuas do alfa, procurando por qualquer alívio. – T-tae... – Sussurrou rente ao ouvido do alfa. Yoongi dizia sôfrego, a dor era notável em sua voz. – D-doi muito... Me ajude...

Yoongi se afastou de Taehyung e deitou na cama, de barriga para cima, enquanto deixava suas pernas abertas, dando a visão de sua entradinha toda lambuzada.

Com luxúria estampada nos olhos amarelados – Pela a excitação – Taehyung passou a língua entre seus lábios, o que foi extremamente sexy aos olhos de Yoongi. Este que ofegou com a cena. Com um sorriso safado nos lábios, Taehyung deixou a toalha ir de encontro ao chão, mostrando o quão “Saudável” ele era.  

Taehyung encarava Yoongi, enquanto andava até o mesmo. Ao subir em cima da cama, o Ômega abriu ainda mais as pernas, deixando assim Taehyung se ajeitar entre elas.

As mãos grandes de Taehyung, acariciavam as coxas desnudas e branquinhas sem qualquer marquinha, tirando gemidos manhosos do branquelo. Apressado, Yoongi puxa o rosto do mais velho, encontrando a sua boca. Começando com leves selares – Apesar da inquietação do menor – Taehyung pediu passagem com a sua língua, segurando o queixo do ômega. Yoongi gemeu em meio ao beijo, ao ter as mãos do Kim tocando a parte interna de suas coxas.

Se contorceu, ao ter seu buraquinho acariciado por um dos dedos do loiro. Logo um dedo invadiu sua entrada, fazendo Yoongi soltar um longe gemido. Sua entrada piscava compulsivamente, em torno do dedo de Taehyung, apertando o mesmo.

Yoongi se remexeu embaixo do alfa, tentando ter mais contato, queria sentir os dedos do loiro, ir mais fundo. A ponto de lhe fazer delirar. Vendo a situação do menor, Taehyung apenas riu, enquanto introduzia o segundo dedo. O mesmo, encarava Yoongi, afim de não perder nenhuma reação dele.

Taehyung mordiscava a pele alva das coxas do ômega, deixando-as marcadas. – N-não me torture alfa... – Enfiou seus pequenos dedos, entre as madeiras loiras do alfa, as puxando. Fazendo o alfa afastar minimamente, enquanto lhe fitava profundamente.

- Não seja apressado, amor. – Apoiou ambas as pernas do branquelo encima de seus ombros, ao mesmo tempo que posicionava seu membro na entradinha judiada do ômega. – Teremos a noite toda para lhe satisfazer. - Beijou a coxa interna do ômega, e introduziu seu pênis aos poucos, para não ter perigo que machucar o seu ômega.

- AAh! – Yoongi levou as mãos até a boca, tampando a mesma.

- Eu te machuquei? – Perguntou aflito.

- Não, eu só me assustei... – Sorriu acanhado, suas bochechas haviam ganhado uma coloração avermelhadas. – Continue... – Passou seus braços por volta do pescoço do mais velho, e colou sua boca, na boca do alfa o puxando para mais um ósculo.

O beijo aconteceu lento e profundo, entre gemidos abafados, suas línguas entrelaçavam urgentes, quentes e molhadas. A doçura da boca de ambos era um deleite de sensações e de prazeres guardados.

Taehyung intensificou o beijo, mudando de ângulo, contornando com a língua o interior da boca, em uma sutil provocação. Yoongi gemeu baixinho, arfou, a respiração oscilou.

As pequenas mãos de Yoongi, desenhavam as costas do loiro, em movimentos delicados, unindo ainda mais seus corpos, ávidos por um prazer maior.

Quebrando o ósculo, Yoongi afastou seu rosto minimamente, assim podendo fitar Taehyung melhor. – Me marque... – Pendeu a cabeça para a esquerda, deixando assim seu pescoço a mercê de Taehyung.

O alfa soltou uma risada nasal, e se aproximou do pescoço de seu ômega, beijando pequenos beijinhos por toda extensão. Ao mesmo tempo que aumentava o ritmo das estocadas, essas que acabaram de tornando rápidas e profundas, fazendo Yoongi gritar de prazer, toda vez que tinha sua próstata acertada por Taehyung.

O quarto era preenchido por gemidos, e pelo o barulho das bolas de Taehyung batendo contra a bunda do ômega. A cabeceira da cama, batia loucamente contra a parede, parecia que a qualquer momento a cama não resistiria, a toda aquela movimentação. Taehyung se encontrava ofegante, com os cabelos colados na testa, por causa do suor.

Sentindo a sua gengiva coçar, e as suas pressas saírem. Taehyung, deixou mais um beijo no local e cravou suas pressas no pescoço do amado....

 


Notas Finais


1° Desculpa o "hot" ser assim, faz muito, muito tempo, que eu não escrevo algo. E nem hot....

2° Preferi deixar o hot assim mesmo, já que os dois, estão fora de si. ( apesar de não parecer.....) E eu quero fazer um hot, quando eles tiverem consiência do que está rolando, entenderam?

Além disso, no próximo capítulo..... Vai ter muita briga....

Espero que vocês tenham gostado, faz dias que eu estava tentando finalizar esse capítulo.... Olha, tava difícil...

Até o próximo capítulo. 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...