História Obsessive Love - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi, trouxe a vocês mais um capítulo! Boa leitura. <3

Capítulo 30 - Coração dividido...


XX Yin XX

 

Eu não deveria ter saído de perto deles, tá certo que iriam me fazer muitas perguntas, mas é melhor isso do que ficar numa multidão de gente que podem me sequestrar a qualquer momento... Eu tenho que voltar para casa..., mas o pior que todos já me conhecem, o que torna tudo mais fácil para que possam me estuprar. Minha cabeça estava a mil, deveria ser o coração... Até nisso sou complicado... Um homem desconhecido se aproximou de mim, que medo. -Oi, você quer ajuda? -Perguntou um homem com cara de ter uns 25 anos, seu Espírito Animal é de um leopardo, de cabelos violeta e olhos azuis.

-Não... Estou bem, só preciso voltar para casa. -Falei ao homem, que ficou indignado, o que eu falei de errado? Só quero voltar para casa, o ignorei e segui meu caminho, mas fui puxado pelo braço, olhei para trás e era o mesmo cara... Já sei o que ele quer. -Sério, eu posso te levar. Onde fica sua casa? -Insistiu, mas eu não sou idiota. -Não, eu não quero ajuda, eu estou bem. -Falei já impaciente ao rapaz..., esse cara é muito insistente! -Ah, se é assim, então... -Não terminou e me puxou para um lugar vazio e pegou em meu pescoço. -Você acha que eu não te conheço? Hein?! -Gritou para mim e logo depois pegou em meu membro. -P-Para. Para c-com isso. -Pedi para o homem, que apenas sorriu e continuou.

Não acredito que irei sofrer isso de novo! Sempre é assim, quando penso que estou seguro, vem e acontece novamente... E o pior que ele prometeu para mim que não deixaria que nada disso acontecer de novo... -Yin, você gosta que te provoquem aqui, não é? -Perguntou com seu dedo em minha entrada. -A-Ah, para...! Desgraçado... -Exclamei enquanto ele continuava. Avistei alguém vindo... Merda, será que ele estava acompanhado?

Foi rápido, não vi o momento em que Masakashi e Natsu chegaram aqui e bateram no cara. -Yin! O que ele fez em você? -Perguntou o alfa, enquanto Natsu levantou o homem. -Você está frito. -Falou ao homem, que viu que esse era o príncipe.

Masakashi me pegou do chão e me carregou até chegarmos em casa..., Natsu mandou prenderem o homem, que depois ele resolvia o que aconteceria a ele e nos acompanhou. Apenas acordei e eu estava deitado na cama e ao meu lado estava Masakashi, não vi a hora que apaguei, mas tanto faz. -O-O que aconteceu? -Perguntei a ele, com uma dor de cabeça.

-Você quase foi estuprado de novo, viu no que dá fugir assim? -Falou bem sério e frio, não via ele assim desde tempo... -Desculpa..., mas a culpa foi de vocês! Eu não pedi para brigarem. Aliás, cadê Natsu? -Briguei com ele, não estou nem aí se ele brigar comigo também, eu não pedi pra esses dois brigarem, isso foi irritante! -Nossa culpa? A culpa é sua de estar com os sentimentos divididos. Ele está na sala..., já nos desculpamos por termos brigado, eu não queria aquilo... -Deu uma pausa e logo continuou. -Só estava com ciúme, você sabe como eu sou. -Deu um sorriso pequeno, mas eu sei que ele está bravo comigo, estou sentindo.

-Ele está aqui? -Me espantei ao ouvir isso, o príncipe não visita ninguém além da nobreza, se bem que aquele príncipe é o Natsu, então... -Sim, eu já disse, quer ir vê-lo? -Perguntou e eu tenho certeza de que além de bravo, está com ciúmes. -Por que ele não vem aqui? -Eu estava com preguiça de ir até o andar de baixo, muito mesmo. -Tá vou chamar... -Depois que falou, saiu, aproveitei e tranquei a porta, não quero ninguém me fazendo perguntas, eu amo os dois, e daí?!

 

XX Yin Off XX

XX Masakashi XX

 

Aff, Yin quer ir ver ele, que saco, sei que estou sendo ciumento, mas ele ama o Natsu também, como devo reagir?! -Ele quer te ver, vem comigo... -Não fique bravo, sei que não somos totalmente amigos, mas para com isso, não gosto desse clima estranho entre nós. -Falou e eu apenas me virei de costas fazendo sinal para ele me seguir.

Chegando lá no quarto, tento abrir a porta e nada. -Tá trancada? -Eu falei, e olhei o príncipe. -E agora? O que... -Yin! Por quê trancou a porta? -O alfa branco perguntou ao de olhos prateados e não obteve resposta. -Yin, você não pode ficar trancado aí, destranque a porta! -Falei para ele, o repreendendo e não me disse nada.

Ele está me dando muito trabalho, não acredito que ele vai dá uma de criança uma hora dessas! Quando sair daí, ele vai ver, irá ter uma bela bronca e como vai.


Notas Finais


Espero que tenha gostado, eu estou meio ocupada, desculpe se ficar ruim.
Até o próximo capítulo. :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...