1. Spirit Fanfics >
  2. Obsessivo Amor >
  3. Capítulo 5

História Obsessivo Amor - Capítulo 6


Escrita por: RosinhaSaky

Notas do Autor


Apareci rsrs...
Atualizaaaandooooo ❤️❤️❤️

Capítulo 6 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Obsessivo Amor - Capítulo 6 - Capítulo 5

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH  - o moreno caiu de joelhos no chão cuspindo sangue, cada osso do seu corpo era possível ouvir, estralando e quebrando. O corpo do rapaz tentava mudar de forma, mas aquilo o impedia, sua pele queimava, seu corpo doía, aquela tortura não acabava - Na-Naruto, man-mande chamar meu pai - o rapaz pedia entre suspiros procurando por fôlego, e tentando ignorar a dor quase insuportável.

- Sasuke, me diz o que ta acontecendo? Por que? Por que você não consegue se transformar? 

- Eu não sei Naruto, agora manda logo chamar meu pai... AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, INFERNO ! DROGA NARUTOOO, CHAMA LOGO MEU PAI . 

O Loiro assentiu e saiu correndo para os lados do clã Uchiha, estava tão assustado que mal sabia como raciocínar, não entendia o que estava havendo com seu amigo, estava tão preocupado que nem notou que estava chegando a casa de Sasuke. Naruto logo voltou a si, bateu desesperado na porta dos Uchiha, Itachi vendo o estado em que o Uzumaki se encontrava, logo se preocupou. 

- Cadê? Onde ele está? -  o rapaz olhava o desespero do loiro - ITACHI? CADÊ SEU PAÍ?

- calma Naruto, ta tudo bem?  - o moreno tentava acalmar a situação, Mikoto se aproximou junto a Fugaku, entrou em desespero ao Naruto daquela forma, ela logo imaginou que algo havia acontecido com seu filho.

- ca-cadê? Cadê meu Sasuke Naruto? - a morena com a voz tremula se aproximou de Naruto.

- não tenho tempo para explicar. Sr Uchiha, você precisa vim comigo, rápido. 

- o que hou...

- eu explico no caminho.

No caminho Naruto explicou como tudo começou.

{Algumas horas antes} 

Na cafeteria todos se encontravam no final da tarde, mas naquele dia só Naruto, Sasuke e Shikamaru, os meninos conversavam sobre o baile dos fundadores, o baile anual que faziam para celebrar o aniversário da cidade. 

- eu não to nem um pouco animado com isso, na verdade só lembrar disso, tenho preguiça. Sem falar que ainda temos que aturar a galera do outro lado da floresta. - O Nara se jogou na mesa a bufou, não era novidade que Shikamaru sofria de preguiça aguda, palavras de Tsunade.

- eu estou bastante animado, vou poder passar um tempo a mais com a Hinata, sem ter os figias dela por perto. Mesmo ela sendo minha marcada o pai dela, cola pesado encima de mim. - disse Naruto.

- Talvez seja por que ela saiba que você teve alguns anos de treinamento com o Mestre Jiraya e tem medo que você tenha ficado tarado como ele. -  Shikamaru falou e olhou para Sasuke, e depois para Naruto. Ambos notaram que o Uchiha não dizia nada, e fazia caretas com se estivesse com dores.

- Sasuke? Você ta bem? - Shikamaru perguntou, o moreno assenou um "sim" com a cabeça, mas o sangue escorrendo pelo canto de sua boca dizia que não - Sasuke? Você está cuspindo sangue!!!

Shikamaru e Naruto olharam ao redor para ver se tinha alguém olhando, a cafeteria estava um pouco cheia naquele dia. Sem que as pessoas notassem, os dois levaram Sasuke para fora, 

- Meu Deus, você está ardendo em febre. Naruto eu irei atrás da Senhora Tsunade e você leve o Sasuke para floresta, hoje é noite Lua, não seria nada divertido as pessoas vendo ele se transformar aqui.

Naruto pegou Sasuke e entrou na floresta, percebeu que já estavam longe o bastante, deixou Sasuke sentado encostado ao tronco de uma árvore. O moreno tossia e cuspia grandes quantidades de sangue, não demorou ate Naruto começar a ouvir seus ossos estralando, olhou para o céu e viu que era lua que estava subindo, tirou a roupa e esperou sua transformação também  começar.

Alguns minutos passaram, Naruto havia se transformado, não sentiu tanta dor, logo conseguiu conter seu espírito de lobo e voltou ao normal. Estava estranho aquilo, Sasuke nunca havia demorado tanto em uma transformação, geralmente, ele se transformava antes dele. As horas iam passando e o moreno gritava sentindo dores, cuspia maiores quantidade de sangue, o Uzumaki começou a entrar em desespero, e Shikamaru que não voltava. Não demorou ate o moreno pedir para Naruto chamar seu pai, e Naruto saiu atrás de Fugaku.

{lembrança off}

Fugaku olhou para seu filho jogado no chão no meio do sangue, foi quase impossível se manter firme vendo aquela cena. Seus olhos percorreram i corpo do rapaz, até se fixa na marca que queimava a pele de seu filho.

- Sasuke, meu filho, não posso muita coisa por você. Escute com atenção o que eu vou lhe dizer: Quando sentir vontade de se transformar não lute contra a transformação, deixia tentar finalizar, tente relaxar seu corpo, que a queimação da marca vai amenizar. Tente lembrar de algum contato que teve com sua marcada, assim a queimação ira diminuir. Lamento filho, você terá que levar isso ate amanhã de manhã.

Sasuke olhou para seu pai e tentou afimar que tinha entendido seu pai, mas seu corpo estava tão dolorido que não conseguia levantar a cabeça.

- Sr Uchiha, Shikamaru foi atrás da Sra Tsunade, mas até agora nada. 

-Entendi, Mas ela não virá, ela está ocupada, nós mesmos teremos que cuidar de Sasuke agora, amanhã ela irá vê ele.

[....]

Na casa da família Haruno o jantar estava bem silêncio, vez ou outra que Suigtsu e Mebuki trocavam algumas palavras. Olhavam para Sakura, e ela mal havia tocado em sua comida.

- Filha, ta tudo bem? Você nem tociu na dua comida. 

O olhar fundo da moça deixou Mebuki e Suigtsu preocupados.

- eu, eu só preciso deitar, não me sinto bem. 

A Haruno deixou a mesa e levantou, sentiu a cabeça rodar mas manteu-se firme, assim que saiu da sala de jantar encostou-se á um cômodo fazendo o jarro de flores cair e seguida indo ao chão desmaiando, Suigtsu e Mebuki correram e viram Sakura no chão, Suigtsu pegou a irmã no colo e olhou assustado para mãe

-Ela precisa ir ao hospital, ela está ardendo em febre. 

Mebuki pegou as chaves do carro e correu com os filhos para hospital, Suigtsu segurava a cabeça da irmã em seu colo. Não demorou ate chegarem ao hospital, Mebuki entrou desesperada ao hospital, de longe Shizune viu a Sra Haruno e correu para avisar Tsunade que ela estava na recepção do hospital. 

Tsunade e Shizune apareceram logo, assim que a loira viu Sakura, mandou Shizune preparar um quarto. 

- Sra Tsunade, Sakura, ela... A minha filha, do nada.. Ela... Ela... 

- Acalme-se Mebuki, irei eu mesma examina-la, mandarei Shizune trazer um calmante para sua mãe, fique com ela e deixe a moça comigo. 

A loira começou a examinar Sakura, a febre da Haruno não baixava não imorta o que Tsunade fazia. Seus olhos logo cairam na marca no peito da moça.

- Shizune! Que marca é essa? Traga meu livro aqui... - a loira olhou para sua secretária - vá logo Shizune.

O moça corria pelo corredor, até chegar a sala de sua chefa, pegou o livro e voltou para o quarto. Entegou o livro a Tsunade que folheava as páginas procurando algo sobre aquela marca, ate que no final do livro, na penúltima página mostrava o símbolo, mas não exista nada sobre o marca... Aquela era uma marca desconhecida ... 




Notas Finais


https://pin.it/2Zrawfa

Marca da Sakura e Sasuke


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...