1. Spirit Fanfics >
  2. Obssessive Hunter >
  3. Proposta

História Obssessive Hunter - Capítulo 13


Escrita por: e Lunna_Brando


Notas do Autor


Créditos ao maravilhoso @Alex_Hobrien02 pela idéia magnífica do capítulo

Capítulo 13 - Proposta


Chris se senta após ouvir todo o discurso de seu amado Stiles, aquela era uma condição e tanto, diga-se de passagem absurda.

_ Então o que me diz? 

O castanho olha no fundo dos seus olhos e ele fica sem saber o que responder, ele errou e feio com Stiles, mas aquilo era um preço muito alto a se pagar.

_ Eu definitivamente não tenho uma resposta para isso Stiles, eu te amo com todas as minhas forças, mas isso? Isso é um pouco demais, peça outra coisa.

Stiles fechou a cara.

_ Então pode ir embora, depois de toda aquela humilhação que eu fui obrigado a passar pela birra infantil de sua filha, você me diz não? E ainda diz que me ama, o que eu pedi é pouco pela humilhação que eu passei, as lágrimas que derramei! Vá embora da minha casa agora!

_ Stiles vamos conversar….

_ Com você eu não troco nenhuma palavra, pegue a sua carcaça e o seu falso amor e vá embora da minha casa!

Vendo que não se era mais possível argumentar com Stiles, Chris foi embora com o coração despedaçado outra vez. No carro a proposta repassava em sua mente, indo e voltando, ele quase bateu o carro por isso.

Sentado na poltrona em sua casa Chris observava o nada, o silêncio do ambiente o deixava frustrado pois seus pensamentos só o levavam a um lugar ou melhor a alguém. Stiles mexia tanto consigo que chegava a ser surreal. Desde a primeira vez foi assim, sua mente só conseguia pensar no castanho não importa o quanto ele não quisesse. Apenas Stiles e sua glória de olhos âmbar reinavam em sua mente.

_ Merda garoto!

O caçador bufou, ele era apaixonado o suficiente no castanho para não se importar com mais nada, se aquilo era o que o castanho queria era o que ele iria ter. Pegou as chaves penduradas no gancho e foi para a garagem, ele tinha que passar em lugar antes.


*****


Ele apertava o volante do carro com força desnecessária, mesmo tendo certeza que iria fazer aquilo um nervosismo ainda subia por sua espinha. Estacionou o carro e suspirou fundo, agora não era hora de vacilar, ele iria até o final por Stiles. Tudo por Stiles.

Com relutância ele entrou na delegacia, poucas pessoas estavam ali, Beacon Hills era uma cidade pequena e quase sem crimes - Tirando os sobrenaturais loucos que aparecem e levam a tranquilidade embora, mas agora a calmaria reinava - Chris vasculha o lugar com os olhos procurando, ele suspira, sem sinal do xerife. Melhor assim.

Ele caminha até a recepção em busca de informações, não demora muito e ele tem a informação que precisa, ele é bom no que faz, em segundos ele já tem tudo o que quer. Ele pode passar e se dirige até o local, ele para em frente a cela e olha Peter relaxadamente deitado. O lobisomem o encara, aquele sorriso debochado no rosto.

_ A que devo a honra dessa visita Argent? - O lobo caminha até as grades, seu olhar nunca desviando dos de Chris, Peter é um predador, um caçador nato, ele sabe que não se deve desviar o olhar - Sinto em lhe informar, mas se veio apreciar a minha beleza por de trás dessas grades, seu tempo está acabando, já estou de saída daqui.

_ Não, se eu quisesse eu poderia ter essa vista a hora que eu quisesse Hale - Chris sorriu se aproximando até ficar de frente para o lobisomem, a única coisa que impedia um confronto eram as grades de ferro - Tenho uma proposta para te fazer.

Peter arqueia uma sobrancelha.

_ Isso vai ser interessante, vamos lá me diga caçador, faça a sua proposta...



****


De saco cheio de tanto chorar e de estômago vazio, Stiles resolve ir ao mercado após vasculhar os armários de sua casa e não achar nada de interessante para comer, o jeito era ir ao mercado. No curto caminho por mais que não queresse ele pensava apenas em Chris, pensar no caçador fazia seu peito doer e lágrimas brotarem em seus olhos, mas ele não iria chorar, não mais.

Ele comprou diversas porcarias para curtir o término de namoro? Foi realmente um namoro? Foi tão rápido que nem ele sabia dizer, mas Stiles iria curtir o seu coração partido em grande estilo, ou seja entupindo-se das mais variadas besteiras. Ele equilibrava as duas sacolas repletas de porcaria nos braços enquanto caminhava no estacionamento do mercado, Stiles resmungava algo sobre o preço absurdo das coisas quando sente algo tapando sua boca e seu mundo perdendo o foco.


******* 


Acordou resmungando pela dor na cabeça, tentou organizar os pensamentos, fome, mercado, estacionamento e…. PUTA MERDA ele havia sido sequestrado. Olhou em volta e reconheceu o lugar, estava no quarto de Chris.

A pergunta girava na sua mente, O que caralhos ele estava fazendo ali? Com passos decididos ele saiu do quarto, andando pelo corredor ele já planejava mil e uma formas diferentes para matar o Argent que havia o sequestrado, se Chris estava imaginando que sequestrado ele - e fazendo como aquele filme tosco - que Stiles voltaria ele estava muito enganado. Chegou na sala como um mini pandemônio.

_ Que merda você tem na mente Argent?!

_ Você acordou. - O homem olha para si.

_ Não, estou dormindo ainda, o que está na sua frente é um fantasma, boo.

_ Sem sarcasmo Stiles. - Chris se aproxima de si e o puxa - Vem, tenho algo para você. - Chris sai arrastando o castanho para o porão.

_ Chris o que você acha que está fazendo? Me larga!

_ Calma amor, você me propôs algo e bem, eu aceitei a sua condição.

Chris lhe dá um beijinho na bochecha e termina o trajeto, ainda meio incrédulo Stiles olha ao redor encontrando um colchão no chão, algumas velas, uma cadeira e Peter olhando em sua direção. O lobisomem a passos lentos caminha até ele e Chris, sensualmente caminhando. Peter dá um selinho em Chris e no castanho.

_ Finalmente a bela adormecida acordou, vamos. 

Desta vez o castanho é puxado pelo lobisomem, que gentilmente ajeita Stiles na cadeira e deita no colchão, Chris acompanha o lobo logo em seguida. 

_ Estamos a suas ordens Stiles. - Peter o encara.

_ Seus desejos são uma ordem.

A voz rouca do caçador arrepia o castanho por inteiro. Stiles sorri, ele teria o que queria, hoje tem.

_ Então se beijem. 

Os dois homens por um momento se encaram no colchão, mas como o ordenado começam um beijo, Peter deita Chris no colchão ficando por cima. Stiles olha admirado aquela cena.

_ Agora Chris, tire a roupa de Peter, aos poucos é claro.

Stiles observa as roupas sendo tiradas de uma forma sensual dos corpos dos dois homens, uma dança sincronizada ao seu ver de pura luxúria, os dois continuam trocando beijos, Stiles sente seu pau pulsar dentro se suas calças, aquele foi o melhor pedido de todos, o melhor sequestro de todos.

_ Para baixo Peter.

O lobisomem ri fraco, começando a descer os beijos pelo pescoço do caçador.

_ Mais para baixo Peter.

Os beijos continuam descendo, passando pelos ombros, peitoral, quadril, até chegar a virilha… 

Mesmo sentado a uma curta distância, Stiles consegue sentir a atmosfera quente que envolve os dois homens e aquilo era espetacular, o som, o calor, o cheiro no ar o deixava tão excitado quanto os dois homens naquele colchão.

_ Deitem.

Stiles observa a maneira bruta como Chris é jogado no colchão com Peter ficando por cima, e que visão linda. Por um momento ele deseja estar ali no meio, mas ele se lembra que no momento ele quer apenas comandar e observar, se excitando mais e mais com a experiência. O castanho observa as mãos dos dois e o caminho que fazem nos corpos alheios, mãos curiosas, mãos querendo brincar e desbravar o corpo um do outro. Os gemidos o deixam tão satisfeito, os dois no colchão estam tão entregues ao momento que o castanho já está louco por imaginar o que está por vir….



******


Allison está nervosa, ela sente algo errado, algo revirando suas entranhas, sua confirmação vem na forma de um camaro preto estacionado na frente de sua casa. Ela sai de seu carro e se depara com Derek.

_ O que faz aqui? - Sua irritação aumenta a cada segundo, ela apenas quer deitar e dormir.

_ Peter sumiu.

_ E eu com isso? Ele não estava preso? - Educação bateu asas e mandou um enorme foda-se, mas a garota não se importa, ela já sente um princípio de dor de cabeça.

Derek rosna.

_ Fui até a delegacia e olha que engraçado, ele foi visto saindo com seu pai de lá.

Allison pensa um pouco, para isso ter acontecido Peter deve estar no seu porão outra vez sendo torturado, seu pai ficou louco pelo Stilinski mais novo.

_ Merda! 

Com pressa ela destranca a porta e sai correndo, ela tem que chegar o mais rápido possível ao porão e impedir seu pai de matar o lobisomem, não que ela goste de Peter, de maneira alguma, ela apenas não quer ter culpa naquela morte. Seu desespero e tanto que ela não presta atenção no que Derek diz, em nenhuma palavra, sua audição parece ter se desligado enquanto corria. Segundos, esse foi o tempo da entrada até o porão.

Choque, horror, espanto, estampavam a sua face. Nenhum treinamento jamais a prepara para aquilo, nem um combo de tratamento psiquiátrico a livraria daquele trauma.

Seu pai e Peter transando no porão com Stiles assistindo.

Aquilo era o fim do mundo ou o mais bizarro dos pesadelos?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...