1. Spirit Fanfics >
  2. Ocean Eyes >
  3. Capítulo 1

História Ocean Eyes - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente
Fanfic nova de Stranger things.
Espero que gostem!!
Essa foto é a Natally(que será interpretada pela Madison Beer) e essa é a roupa que ela estava usando no capítulo de hoje.
Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Ocean Eyes - Capítulo 1 - Capítulo 1

30 de outubro de 1984

Hawkins High School

Natally Grey POV 

Último ano do colegial...

Dentro do meu Mustang preto, no estacionamento da escola onde estudei por dois anos, e agora o último, um pouco mais ao fundo a Hawkins Middle School, onde estudei durante minha infância, sempre com as mesmas pessoas e ainda hoje, continuo estudando com elas. Estava pensando o quão parada minha vida era, vivendo sempre na mesma cidade pequena e do interior, com as mesma pessoas, poucas novidades e etc. Há não ser pelo último ano...

Onde coisas de, literalmente, outro mundo chegaram em Hawkins. E pensar que me envolvi nisso aleatoriamente, pois era verdade.

*Na noite em que tudo aconteceu Steve, que é meu melhor amigo, brigou com Nancy, e ele foi atrás dela na residência dos Byers, e como uma boa amiga, eu fui junto. Ao chegar lá, Nancy simplesmente apontou uma arma para nós dois, falando para irmos embora, pois não queria confusão e tinha outras coisas mais importantes para fazer, até que as luzes começaram a piscar e um bixo super estranho, denominado Demogorgon, saiu da parede, depois disso foi correria e confusão para tentar matar essa coisa. Naquela noite, usei uma arma pela primeira vez para atirar no monstro, apesar de estar um pouco assustada e nervosa acertei ele, mas não adiantou, mas depois ele morreu queimado por Jhonatan. Após esse encontro nada amistoso, Nancy e Jhonatan explicaram para mim e Steve sobre o mundo invertido e todas as coisas que estavam acontecendo, e com tudo isso, ainda me surpreendi que Steve ficou feliz e surpreso por Nancy não estar o traindo do que com toda essa história. Depois simplesmente invadimos a escola, onde uma garota chamada Eleven mergulhou em uma banheira com muita água e sal para ir ao mundo invertido, depois dessa noite essa menina sumiu, não sei bem como, mas falaram que ela morreu para salvar a todos, e depois disso, Will Byers, meio que voltou do mundo dos mortos, mas obviamente ele não estava morto.

Depois desse evento tive que prometer sigilo total sobre os acontecimentos para o governo, de três em três meses visito o Laboratório Nacional de Hawkins, que descobri que não fazia apenas testes de energia ou químicos, mas então, eu e o pessoal que presenciamos esses faros visitamos o Laboratório para fazer exames de rotina, incluindo testes psicológicos, de sangue e etc para saber se está tudo bem conosco, já que ficamos diretamente expostos ao Demogorgon. Will é o que mais sofre com esses exames, pois vai ao laboratório todo mês, já que ele foi a pessoa mais atingida com esse evento.

Literalmente, quase uma rata de laboratório.

Enquanto pensava nisso não reparei quando um carro parou ao meu lado, olhei pela janela e vi Jhonatan Byers descendo de seu carro, ele olhou para mim e deu um leve tchauzinho, o qual eu retribui, e ele foi em direção a escola. Na minha diagonal, estavam Nancy e Steve dentro do carro desse último, conversando enquanto mexiam com um papel. Dei um sorrisinho, pensando que Steve estava feliz com Nancy, apesar de agora ele estar mais com ela do que comigo, mas tudo bem. De vez em quando nos encontravamos, um ia na casa do outro, já que somos amigos desde pequenos e a amizade não muda.

De repente, sou tirada de meus pensamentos mais uma vez com o som de um longo e alto ronco, todas as pessoas do estacionamento se assustaram e comeram a procurar de onde vinha esse barulho, Nancy e Steve até saíram do carro e procuraram. Quando um Camaro azul marinho 2- geração entrou no estacionamento, com "Rock you like Hurrican" dos Scorpions tocando bem alto. Estranhei de cara, pois nunca vi aquele carro em Hawkins, ainda mais com toda essa audácia.

Uma menina ruiva, parecia um pouco irritada, de estatura mediana saiu do banco dos passageiros, com um skate na mão, mas que logo foi colocado no chão e ela saiu sobre a prancha em direção a Middle School. Do lado do motorista, um menino, que com certeza não era dessa cidadezinha, se não eu conheceria, saiu do possante. Pele bronzeada, cabelos loiros e cacheados até a altura do ombro, um Rayban aviador cobrindo os olhos e um cigarro na boca, "sexy", pensei comigo mesma. Usava uma blusa branca lisa, uma jaqueta jeans por cima e uma calça, também jeans, que marcava sua bunda enquanto ele andava em volta do carro. "Mais sexy ainda", pensei dando um risinho. Me debrucei sobre o volante e vi a placa do carro "Califórnia", absolutamente um novato na cidade, pensei comigo mesma, deve ter se mudado a pouco. Me encostei no banco do motorista de novo e o menino olhou na direção do meu carro, dando um sorriso de canto, arqueei as sobrancelhas pensando nesse ato.

Enquanto ele andava em direção a High School, absolutamente todas as pessoas olhavam pra ele, os meninos, com um tom de curiosidade e inveja, pensando quem seria esse novo concorrente. As meninas também olhavam com curiosidade, mas era a curiosidade de qual era seu nome e seu número de telefone, querendo chamar a atenção arrumando os cabelos e ser a primeira dele aqui em Hawkins. E o novato com certeza amava isso, só pelo jeito que chegou aqui deu para perceber que gostava de atenção, principalmente das meninas, que assim como eu, reparavam na bunda dele.

POV NARRADORA

Enquanto estava na sala na secretaria do colégio para pegar seus materiais e horários entregar seus documentos de transferência Billy pensava em que buraco seu pai e sua madrasta o colocaram. A secretária falava sobre regras, das quais ele fingia se importar enquanto balançava a cabeça afirmando.

–Venha, vou te levar a sua sala para começar a se acostumar com o colégio!– a secretária baixinha e carrancuda de óculos de grau falou para Hargrover, enquanto saia da sala. Enquanto andavam pelo ambiente, a mulher ia mostrando onde era o banheiro, armários e etc. Até que pararam em frente a uma sala, a senhora bateu e um homem alto, careca e magrelo abriu, permitindo a entrada dos dois em seguida.

–Desculpe interromper sua aula professor, mas precisava trazer o novo aluno e apresentá-lo– falou a mulher, o professor assentiu, incentivando a mulher a continuar falando –Bom alunos, esse é o novo membro do Colégio Willian Hargrove, que veio de outra cidade e irá terminar o ano escolar conosco– a mulher falou simpática, nessa hora as meninas emprumaram seus corpos e arrumaram seus cabelos mostrando curiosidade no novo rapaz.

–Na verdade, eu prefiro que me chame de Billy– o garoto loiro falou, nessa hora as meninas suspiraram repetindo esse nome.

–Claro, Sr Har...– a fala da secretaria foi interrompida com a porta da sala sendo aberta e Natally Grey entrando sem perceber o que estava acontecendo.

–Me desculpe o atraso Sr. Lincon, estava com o treinador– a jovem falou, só então percebendo, além do seu professor de biologia, a secretária e o novato parado na frente da sala. Os alunos, distraídos com o novato e agora com ela olhavam para frente sem se importar– Desculpe interromper Sra.Palmer–Natally se desculpou.

–Atrasada mais uma vez, Srta. Grey, na próxima vá direto para a minha sala, e fale com o técnico que os treinos e quaisquer outros assuntos das líderes de torcida são para serem tratados durante o treino e após a aula– a Sra falou elevando um pouco a voz, a jovem apenas concordou, pensando que teria que mudar a desculpa, já que ficou mais um tempo no seu carro para não enfrentar os corredores lotados. Nat passou pelas pessoas em pé na frente de sala, e se sentou em seu lugar no canto da sala, colocando a sua bolsa com as peças de roupa extra no chão e abrindo seu caderno. Billy observava tudo com um sorriso debochado, pensando na menina com calça de moletom xadrez, que marcava suas curvas e blusa preta simples, passava por ele balançando todo aquele cabelo preto.

–Então sente-se em um lugar Sr. Hargrove. Boa aula Sr. Lincon!–a secretaria falou saindo da sala. Billy foi para o canto da sala onde a jovem atrasada foi, e passou por ela se sentando no último lugar, com três cadeiras de distância da jovem e começando a ouvir seu professor, que descobriu ser de biologia, falar por duas aulas. Nesse tempo, as pessoas cochichavam sobre o novo aluno, ele apenas observava, no meio da aula Natally sentiu vontade de olhar o tão famoso novo aluno e matar sua curiosidade.

Após as duas aulas de biologia, a fama de Hargrove já tinha se espalhado pela escola toda, quando saiu da sala foi abordado por um menino chamado Tommy H, que já o convidou para a festa de halloween de Tina no dia seguinte, terminou de apresentar a escola e seguiu com ele para a próxima aula. Na hora do intervalo, quando Tommy H se dirigiu com Billy para o refeitório, rapidamente o ambiente se encheu de murmúrios, os rapazes se sentaram em uma mesa e Tommy começou a falar sobre os estudantes presentes no local.

–Como todo colégio, aqui tem os insignificantes, nerds, populares e a realeza. Antigamente nós tínhamos o rei Steve– Tommy apontou para mesa onde Steve estava sentado com Nancy–mas ele começou a namorar Nancy no ano passado, aquela esquisita e meio nerd ao lado dele e começou a perder e não se importar mais com o posto, ele era meu amigo e de Carol, que daqui a pouco esta chegando aí. E fazia sucesso com as garotas, mas agora isso mudou, ainda mais com você aqui, chamou atenção total–Tommy falou enquanto falava, depois ele foi apontando para as outras pessoas e classificando com a própria intuição. Neste tempo Carol chegou com duas amigas e começou a jogar papo para cima de Billy e conversar também. Billy apenas ria e concordava com o que eles falavam, pensando que as coisas já estavam fáceis pra ele.

–E quem é aquela?–Billy apontou para mesa de Steve, onde Natally acabava de chegar com sua bolsa com o logo do colégio de Hawkins e se sentava com o casal para não almoçar sozinha.

–Aquela é Natally Grey, era nossa amiga também, apesar de ficar com a gente mais por causa de Steve, porque segundo os dois , eles são apenas bons amigos que se conhecem desde pequenos, mas não sabemos né...vai que ele pega ela por trás da Wheeler né. Mas ela é líder de torcida de Hawkins, notas medianas, consideramos ela popular– Dessa vez Carol respondeu, com sarcasmo, enquanto olhava a menina de cabelos pretos por cima dos ombros.

–Ela é muito gata né!? Mas não da chance, pelo menos não para mim, ainda... Não sabemos se essa parada do Steve é real, são uns boatos que correm por aí por conta da proximidade deles, e dizem que ela é a Rainha de Hawkins...–Tommy falou

–Qual é? Todos sabem que a rainha de Hawkins sou eu! Steve e eu mandávamos aqui antes de Nancy chegar ou de Nat ser considerada rainha– Carol respondeu com um tom de invenja, enquanto lembrava mds uns momentos em que ela e Steve tiveram

–Foda-se. Agora eu estou aqui e eu que vou ver como vão funcionar as coisas–Billy falou se levantando pensando em ir para fora fumar um cigarro.

–Se quiser eu posso ser sua rainha– Carol falou dando um sorrisinho malicioso para Billy, o qual foi retribuído. O loiro saiu do refeitório indo para o estacionamento fumar um cigarro.

Na hora da saída do colégio, os jovens estavam no estacionamento. Alguns já tinham ido embora, outros estavam apenas jogando conversa fora, e outros esperavam, como Billy, que esperava Maxine. Ou Natally que esperava Steve. Este foi o primeiro a aparecer, indo em direção ao seu carro, a jovem acelerou o passo para tentar alcança-lo.

–Hey, não vai ficar para o treino de basquete hoje?– Nattaly perguntou para o menino na sua frente.

–Não. Preciso terminar umas redações e outras coisas para encaminhar para as faculdades, sabe? Tenho que recuperar o tempo em que só me preocupava com futilidades. Hoje você também tem treino?– Steve falava isso enquanto mexia nos papéis, mostrando como estava nervoso com esse lance de faculdade.

–Tenho. As regionais estão chegando na final né, o treinador está exigindo muito de nós. Sobre a faculdade...relaxe! Vai dar tudo certo! E se não rolar esse ano, você pode tentar ano que vem ou em outros. E dependendo o basquete seria uma boa, aposto que nos jogos vai ter algum olheiro, dependendo você consegue uma bolsa de esportes, já que é o melhor jogador da escola– a jovem falou tentado confortar o amigo.

–Vou pensar–

–Se quiser posso te ajudar hoje a noite– Nattaly se ofereceu, querendo ser útil ao amigo.

–Eu gostaria muito, mas hoje a noite eu e Nancy vamos jantar com os pais de Barbara, vão fazer três meses desde seu "desaparecimento" e estamos adiando isso há muito tempo. Por isso tenho que fazer essas coisas agora de tarde– o jovem respondeu meio sem graça por estar dando um bolo em sua amiga.

–Ah claro, os pais delas devem estar péssimos com isso né!? E nem sabem o que realmente aconteceu e nem poderão saber. Mas bom jantar para vocês– Natally falou compressiva pensando no desaparecimento de Barbara.

–Obrigado! Vamos marcar de nos encontrar lá em casa, depois do Halloween, já que amanhã tem a festa na tina. Aí podemos conversar, ok?– Steve perguntou enquanto segurava o ombro de Nat, essa apenas concordou, os dois se despediram com um abraço. Em seguida Steve entrou em seu carro saindo do estacionamento e Nattaly ia em direção ao seu carro quando parou ao ouvir uma voz.

–Não deveria criar expectativas, fiquei sabendo que aquele menino namora–Billy falou provocativo, tentando descobrir se os boatos que corriam no corredor eram verdades. Nattaly apenas parou, revirando os olhos.

–Esta querendo insinuar alguma coisa, novato?– Natally se virou perguntando e ressaltando muito bem a palavra novato.

–Não baby, só que já fiquei sabendo de uns boatos por aí né– Billy respondeu se aproximando da garota, a qual reparou nos belos olhos azuis, parecendo um oceano, do rapaz. Com certeza uma das coisas mais bonitas que ela já viu.

–Isso não é da sua conta, mas mesmo assim vou te informar para o seu bem, não rola nada entre mim e Steve. Ele está muito bem namorando e eu muito bem solteira. Enfie esses boatos e todas essas pessoas que falaram no seu –Natally foi interrompida com a chegada da menina ruiva, que desceu do camaro mais cedo.

–Hey merdinha, da próxima vez que se atrasar, vai ir de skate para casa, ouviu bem?– Billy falou de maneira grosseira com Max, que apenas assentiu revirando os olhos pela impaciência do meio irmão.

–Hey não fale assim com ela!– Natally repreendeu Billy pela maneira grosseira que tratou a menina.

–Não fale assim comigo você! Não se meta! Entra Max, vamos embora!– Billy respondeu irritado, pela menina tê-lô repreendido. Ele e Max entraram no carro, Natally saiu de trás do possante para não ser atropelada. E o jovem indelinquente saiu cantando pneu.

Após esse primeiro encontro grosseiro, Natally se dirigiu para o seu carro, onde comia um sanduíche para passar o tempo até dar a hora do treino. Enquanto isso pensava no audacioso garoto de olhos azuis. Billy Hargrove...


Notas Finais


Comentem o que acharam do primeiro capítulo!!
Espero que tenham gostado muito.
Daqui a pouco já posto um novo cap, aguardem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...