1. Spirit Fanfics >
  2. Odeio te amar-ABO Woochan >
  3. Que porra é essa?!

História Odeio te amar-ABO Woochan - Capítulo 37


Escrita por:


Notas do Autor


Nada a declarar.


Boa leitura!

Pov Minho


E deixando claro

Eu sou um alecrim

Capítulo 37 - Que porra é essa?!


2 semanas depois


A forte tempestade caía e junto dela mais lágrimas caíam, lágrimas que poderia ter sido evitadas. 


Faz um tempo em que um vazio estabeleceu-se e tudo isso por uma briga que aquela velha, denominada minha vó , havia causado. Jisung tem razão, aquela velha é um pedaço de má caminho. 


Meus pais, desde que souberam da briga, reclamam comigo sobre o quanto fui ingênuo e inconsequente. Minha mãe, por sua vez, não está falando comigo e meu pai mal encara-me nos olhos. 


Agora imagina, um alfa que não sabe cozinhar, morando sozinho, chorando por causa da distância que ele mesmo causou e uma casa imunda, pois o alfa não sabe passar uma vassoura no chão? 


Meu estado esta deplorável, Jisung não atende o telefone e eu não ousei ligar para nenhum dos meninos e ocultar o fato de que bati no mesmo, sendo um lúpus. 


Não demorou muito e minha mãe desceu com uma mala na mão, provavelmente era hora dela voltar para sua casa. 


Mãe:Seu pai ficará com você. 


-Mas.. 


Mãe:Calma, ele o ajudará a controlar sua raiva. E antes de falar com aquele garoto, TOME VERGONHA NA SUA CARA! 


-O.. Okay mãe. 


Ela sai pela porta arrastando sua mala. 


Suspiro e encaro por teto... Não tenho muitas opções e tenho certeza que Jisung está melhor sem mim. 


Evitava comer e até mesmo de dormir. Aquilo estava Me afetando de uma forma extraordinária. 


-Jisung.. Meu bebê... Por favor... Volte! 



Digo entre lágrimas, cheirando seu travesseiro.. Eu tenho muitas saudades daqueles momentos em que nós dormimos de conchinha e até mesmo transamos. 


Seu cheiro invadia minhas narinas, causando mais lágrimas, isso está sendo uma tortura... 


Assim que a chuva acalmou-se, decidi sair De casa. 


Troquei meus trajes, os quais vestia a 10 dias meu pijama de ursinho, e depois  sai, prometendo não demorar. 


Estava passando pela pracinha, de cabeça baixa, pensando em um certo serzinho. 


Até que esbarrei em alguém, estava pronto para xingar tal pessoa, mas senti o cheiro de um/uma ômega invadir minhas narinas. Levantei os olhos esperançoso, mas óbvio, não era o Jisung... Era uma menina, uma jovem. Cabelos curtos e tingidos de loiros. 


Ela sorri simpática e eu retribui com um sorriso triste. 


?:O que foi? 


-Nada.. 


? :Não parece estar bem... Bom, vamos tomar um sorvete. 


-Não.. Obrigado, estou bem assim. 


? :Não está não.. Venha.... 


-Minho! 


? :Nancy! 


-Prazer! 


Andamos ate a sorveteria e felizmente tive a visão de um ômega, que no começo achei que não era o Jisung e estava apenas tendo uma miragem... Mas sim, logo frente a minha mesa estava ele, pleno, com um sorriso no rosto e uma pessoa sentado a sua frente, o qual não reconheci o rosto


Nancy:Vai querer de que? 


-Flocos. 


Nancy:Okay, vou pedir. 


-Não! Eu peço! 


Nancy:Napolitano.


-Okay! 


Levanto rapidamente e vou até o atendente, logo faço os pedidos. 


O mesmo falou que iria solicitar uma garçonete e logo sentei na mesa, antes olhei atentamente para a mesa de Jisung e sim.. É ele. 


Nancy:Então... O que gosta de fazer? 


-Uhm... 


Continuamos a conversar, assim os sorvetes chegaram e chupamos os mesmos em silêncio. 


Assim que havíamos terminado o sorvete, seguimos para a saída do local, mas determinada cena fez eu parar na hora, é como se o mundo parasse. 


? :Jisung, quer namorar comigo? 


Jisung:Eu... 


-Que porra é essa?! Parei na frente da mesa dos dois. Meus olhos estavam cinzas e estou pronto para atacar esse alfinha de merda. 











Notas Finais


Minho revoltado=Tudo para mim


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...