História Odeio te amar Jeon Jungkook! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - One


Fanfic / Fanfiction Odeio te amar Jeon Jungkook! - Capítulo 1 - One

Huum, cheirinho bom...

Amo cheirinho de grama molhada pela manhã. Saltitava pelas calçadas no som da música.

As lojas já começavam a abrir, a rua já começava, a lotar de pessoas, algumas indo trabalhar, outras indo estudar. Me esgueirei entre algumas pessoas, apertando o passo.


💭esse tempo já era pra mim estar na metade do caminho.💭

Assim que avistei o comércio voltei a caminhar normal novamente.

S/n: Bom dia ajhuma..- disse ao abrir a porta da floricultura, o cheiro de flores já infestava todo o lugar.

Sra. Chyo: Bom dia S/n, já está aqui tão cedo?- Perguntava com um grande sorriso.

A senhora Chyo é maravilhosa, e muito gentil.

S/n: Sim, vou passar no cemitério antes de ir para o trabalho.

Sra. Chyo: Então você conseguiu a vaga de emprego?- assenti orgulhosa de mim. - Parabéns S/n, mas você sabe que não precisa ficar indo ao cemitério toda vez né.

S/n: Ajhuma... Você sabe como é dificil pra mim, sinto falta da minha omma, e quero dar a notícia pra ela.- fiz bico.

Sra. Chyo: Sua mãe quer que você seja feliz, e quer descansar em paz, mas como ela descansa desse jeito? Você precisa seguir em frente, ela faz falta pra todos nós, mas merece descansar tadinha- dizia sorrindo.

S/n: Mas ajhuma...- fui interrompida pelo sino da porta, avisando que havia cliente.

Sra. Chyo: Bom dia em que posso lhe ajudar.- ajeitava o avental indo em direção ao cliente.

Era um rapaz, alto, bonito, de pele clara, cabelos lisos e pretos, olhos castanhos, sua boca carnuda tão desenhadinha, num tom rosadino, e uma pinta abaixo dos labios, um deus grego era o que poderia defini-lo naquele momento.

💭Ele não me é estranho!💭

Sacudi a cabeça, desviando o olhar dele e me sentei na cadeira do balcão.

Sra.Chyo: S/n...- chamou minha atenção.

S/n: Hum.

Sra. Chyo: Qual flor você gostaria de receber?- mostrou um buquê de rosas, e um de orquídeas muito lindas por sinal, perfeito pra dar ao seu "amor" vamos dizer assim.

S/n: Ajhuma sinceramente?- assentiu com a cabeça, olhei para o garoto que esperava a resposta- Se você está querendo presentear sua namorada dê chocolates, de flores quando ela estiver em um caixão.- o mesmo riu.

Sra.Chyo: S/N- me repreendeu- nem todas as garotas são iguais a você que só pensa em comida.

S/n:Ajhuma que mulher não ama comida?- fiz cara emburrada, ele novamente riu, só que um pouco mais alto.

???: Eu não posso levar as duas coisas, flores e chocolates?

S/n: Sinceramente se eu fosse sua namorada, eu ia pegar o buquê e martela-lo na sua cabeça, e o chocalete eu comia.- apoiei o rosto em uma das mãos.

???: Mas ela não é minha namorada.- tombou a cabeça pro lado.

S/n: Peguete? Ficante? Amante? Esposa? Mulher? Brinquedo?

Sra.Chyo: S/N!!!- Me repreendeu.

S/N: Ajhuma!!- a imitei, ele riu novamente.

???: Não, são para minha mãe .- sorri.

S/n: Assim me desculpe.- sorri.- então leve as orquídeas.

Meu celular toca... Aigoo preciso ir agora se não, não conseguirei ir ao cemitério...

S/n: Ajhuma, eu preciso das flores.

Sra.Chyo: Ali.- aponta o outro lado do balcão.

Vou em direção a elas e as pego, vou em direção da Sra. Chyo.

S/n: Tchau ajhuma.- me curvo.

Sra.Chyo: Tchau querida, juízo, e para de ficar indo naquele cemitério sua omma merece descansar.

S/n: Não prometo nada Ajhuma.- me virei para o garoto.- tchau garoto desconhecido.- fui em direção a porta.

???: Jungkook.

S/n: Hum- me virei em direção à ele.

???: Meu nome é Jeon Jungkook.

S/n: Prazer Jungkook.

Jk: Prazer S/n.

S/n: Bom nos vemos por ai.- sai da floricultura.

💭Jeon Jungkook esse nome não me é estranho....

💭

Peguei um onibus indo em direção ao cemitério.

(...)

-Olá omma, estou com saudades.- dizia em frente a sua sepultura.

- Omma Eu finalmente arrumei um emprego no que eu amo fazer.- me segurava pra não chorar.

-Omma eu sinto saudades de você.- coloquei as flores do lado do sepulcro.- trouxe as suas flores favoritas.- dei um pequeno sorriso.

- Omma eu preciso ir, se não eu vou me atrasar. Me deseje boa sorte.- sai de la.

(...)

Havia chegado em frente ao prédio onde trabalharia, sequei pequenas lágrimas que haviam caido sobre meu rosto, e adentrei o local.

???: Olá bem vinda a Big hit entertainment, você deve ser a S/n certo.

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...