História Ódio e amor (Park Jimin) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Park Ji-min (Jamie Park), Personagens Originais
Tags Drama, Park Jimin, Romance, Tragedia
Visualizações 48
Palavras 2.601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora pra postar, é porque estou sem internet em casa.

Espero que gostem. 💜

Boa leitura. 💜

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Ódio e amor (Park Jimin) - Capítulo 3 - Capítulo 3

*s/n on* 

Acordei com meu celular despertando.  Levantei na mesma hora pois eu não queria me atrasar no primeiro dia.  Fui para o banheiro e tomei um banho quente.  Assim que tomei meu banho, botei uma calça jeans simples com uma camiseta branca e uma jaqueta de couro preta.  Peguei uma sapatilha também preta e logo fui fazer uma maquiagem bem leve.  Amarrei o cabelo em um rabo de cavalo alto e desci pra cozinha.   Tomei um café bem rápido e saí.   Chamei um táxi e logo fomos em direção ao meu novo emprego.  

Eu tava feliz por ter conseguido um trabalho tão rápido.  Meu pensamentos estavam no mundo da Lua.  Eu estava pensando em tantas coisas. 

*pensamentos on* 

Será que vou agradar a todos? 

Será que vou fazer um bom trabalho? 

Será que vou me dar bem com todos os moradores da casa?  

Será que vão me tratar bem?  

A Sra Sook  me tratou muito bem ontém.  Acho que não vai ser diferente dessa vez.  

*pensamentos off* 

Meu pensamentos foram interrompidos pelo o taxista dizendo que eu já havia chegado ao meu destino.  Paguei o mais velho e saí do carro.  

S/n:  obrigada senhor. 

Taxista:  de nada. 

Logo o taxista foi embora e eu fiquei alguns minutos admirando o lindo jardim.   Depois de um tempinho fui em direção a porta e apertei a campainha.  

Yang mi:  olá s/n,  chegou cedo heim.  

S/n:  é eu estava animada pra começar a trabalhar. 

Yang mi:  que bom s/n!  Entre, vou informar a Sra Sook que você chegou.

S/n:  obrigada Yang mi. 

Logo a mesma foi infoar a minha chegada a Sra Sook.  Não demorou muito e vi as duas moças vindo em minha direção.  

Sra Sook:  bom dia s/n. Vejo que você tem pontualidade.  

S/n:  bom dia(falo me curvando)  sim,  eu estava muito animada pra começar.  

Sra Sook:  que bom.  A Yang mi vai te levar para  ver seu uniforme.  

S/n:  ta bom. 

Sra Sook:  ela vai te falar tudo oque deve fazer e não fazer o.k?  

S/n:  o.k.

Sra Sook:  tenho  um compromisso muito importante.  Só volto a noite.  

Yang mi:  sim Senhora.  

Sra Sook:  meus filhos estão durmindo ainda Yang mi?  

Yang mi:  sim...  O senhor Jungkook pediu pra levar o café no quarto dele hoje.  

Sra Sook:  ta o.k.  agora tenho que ir.  Até mais tarde.  

S/n e Yang mi:  até mais tarde.  

Logo a Sra Sook saiu em direção a porta.  

Yang mi:  vamos começar?  

S/n:  claro.  

Yang mi:  primeiramente... Vamos ver seu uniforme.  

S/n:  ta bom... - Yang mi pediu para que eu seguisse ela até um quarto muito bonito.  

S/n:  que quarto bonito Yang mi!  

Yang mi:  é seu quarto.  

S/n:  m-meu?  

Yang mi:  sim...  Todos os empregados dessa casa tem um quarto. 

S/n:  é tão bonito e bem decorado. 

Yang mi:  a Sra Sook preza muito pelo conforto dos empregados. 

S/n: uau.  Não imaginei que fosse assim  aqui.  Esse quarto é maior que o meu hahaha.  

Yang mi:  hahahah.  Que bom que gostou.  Agora vá colocar seu uniforme. 

S/n:  ta bom- falo pegando o uniforme que estava em cima da cama.  Logo a Yang mi saiu do quarto e eu comecei a me trocar.  

S/n:  pronto Yang mi,  pode entrar.

Yang mi:  uau...  Ficou perfeito em seu corpo.  Achei que iria ficar grande.  

S/n:  ficou confortável.  Mas achei ele um pouquinho curto.  

Yang mi:  logo você se acostuma. 

S/n:  é melhor que o uniforme da Lanchonete- falo passando as mãos na minha cintura.  

Yang mi:  você ficou linda vestida com o uniforme.  

S/n:  fiquei nada.  Ninguém fica bonita de uniforme.  

Yang mi:  na verdade esse uniforme deveria ser proibido pra você.  Ele realçou muito bem suas curvas.  - senti minhas bochechas ficarem quentes.  

S/n:  e-eu...  - fui interrompida por uma voz masculina chamando o nome da Yang mi.  

???:  Yang,  você já fez o café? 

Yang mi:  sim senhor Jungkook, Sente-se na mesa que vou trazer  para o senhor. 

Jungkook:  obrigado. - falou me olhando.  

Jungkook:  quem é essa moça bonita Yang?  

Yang mi:  ela é a s/n.. nova empregada que sua mãe contratou. 

S/n:  b-bom d-dia senhor(falo me curvando).  

Jungkook:  bom dia s/n.  Então Yang,  meu irmão pediu pra você levar o café pra ele.  

Yang mi:  sim senhor.  - falou saindo da sala indo em direção a cozinha me deixando sozinha com jungkook.  

Jungkook:  então s/n,  gostou da casa?  

S/n:  s-sim senhor.  

Jungkook:  está nervosa?  

S/n:  n-não senhor. 

Jungkook:  então por que está gaguejando? - falou dando um sorriso de dalo. 

S/n:  eu s-só estou um pouco... -mais uma vez fui interrompida.  

???:  YANG MI,  ANDA LOGO COM O MEU CAFÉ.  EU ESTOU COM FOME. - Uma voz masculina gritou no andar de cima.  

Logo vi a Yang vindo com o café do senhor Jungkook.  Ela parecia perdida pois o rapaz do andar de cima estava impaciente. 

Yang mi:  é uma boa hora pra começar o trabalho s/n. Leve o café para o senhor Jimin.  - fui correndo pra cozinha e peguei a bandeja que estava em cima do balcão.  Logo a Yang mi entrou na cozinha. 

Yang mi: leve para o quarto no final do corredor lá em cima.  Aproveita e se apresenta.  

S/n:  ta bom. - falei indo em direção ao quarto do senhor...  A Yang mi falou o nome dele mas eu acho que esqueci.  A porta do quarto estava entreaberta,  então eu entrei e não vi ninguém. Botei a bandeja em cima da cama.  Quando eu me virei o rapaz saiu do banheiro enrolado na toalha.  Rapidamente eu fechei meus olhos, não vi o rosto do rapaz só fiquei com os olhos fechados e comecei a andar pra trás. 

S/n: m-mil d-desculpas senhor... E-eu não s-sabia. A-a porta estava aberta e e-Eu.. - fui interrompida novamente. 

Jimin:  não acredito..  Oque você tá fazendo aqui?  

S/n:  sua mãe me contratou. - falo ainda de costas com os olhos fechados.  

Jimin:  você é a garota tonta que derramou o meu pedido em cima de mim. - quando ele terminou de falar eu abri meus olhos rapidamente mas continuei de costas. 

S/n:  aaah fala sério..  

Jimin:   pode virar sua tonta,  já tô vestido.  - logo me virei e vi jimin sentado na cama comendo uma torrada.  

S/n:  e-eu já disse que não foi culpa minha seuu..  

Jimin:  olha lá oque você vai falar.  Pode perder esse emprego também.  

S/n:  NÃO PORFAVOR.. NÃO POSSO FICAR SEM TRABALHAR. - falo juntando minhas mãos e me aproximando de jimin.  

Jimin:  calma sua maluca,  não vou te demitir.  

S/n:  na verdade você nem pode fazer isso,  fui contratada por sua mãe,  não por você. - falo com uma voz engraçada eo mesmo ri.  

Jimin:  não importa...  Você é bem incompetente,  não vai ficar aqui por muito tempo. 

S/n:  já disse que a culpa foi sua.  Você que colocou suas pernas pra fora da mesa. 

Jimin:  é mais fácil botar a culpa em você- falou dando um sorriso falso. 

S/n:  aish...  Eu vou voltar ao trabalho.  

Jimin:  boa sorte garota tonta.  

S/n:  vai se.....  AAISH.  

Jimin:  isso aí fica quietinha.- eu logo saio do quarto eo idiota me chama de volta.  

Jimin:  s/n, venha aqui. - dei meia volta e fui até o quarto de jimin.  

S/n:  s-sim senhor.

Jimin:  não quero mais o café. 

S/n:  ta bom. - falo me aproximando pra pegar a bandeja.  

Jimin:  até que você não ficou feia com esse uniforme.  - fala me olhando de cima em baixo. 

Eu não falei nada só peguei a bandeja e fui em direção a porta.  

Jimin:  mal educada,  fiz  um elogio, não vai agradecer?  

S/n: obrigada senhor jimin. - falei forçando um sorriso. 

Jimin:  bem melhor agora.   Pode ir. 

S/n:  Graças a Deus. -Falei em um tom baixo mas parece que jimin escutou e riu.  

Saí do quarto e fui pra cozinha.  Botei a bandeja no balcão e logo vi a Yang mi.  

Yang mi:  como foi lá?  O senhor jimin te tratou bem né?  

S/n:  S-sim. 

Yang mi:  que bom..  Então venha,  me ajude a preparar o almoço. 

S/n:  ta bom.  - começamos a preparar o almoço e ficamos conversando sobre coisas aleatórias. 

*s/n off* 

*Jimin on* 

Eu esrava tomando banho enquanto a Yang mi não trazia me café.  Demorou um pouco mas logo saí do banheiro e vi uma moça deferente em meu quarto.  Quando ele se deu conta de que eu estava só de toalha ele fechou os olhos.  Eu olhei bem o rosto da moça e vi que  era a garota tonta da lanchonete.  Ela se virou e pediu desculpas com as mãos na frente do rosto.  Botei minhas roupas bem rápido e pedi para que ela se virasse pra mim.  Ela fechou a cara quando me viu e já ia me chingar porque eu disse que ela derramou o meu pedido em cima de mim. 

Eu disse pra ela pensar bem antes de me xingar pois poderia ficar sem esse emprego também.  Ela rapidamente juntos as mãos e se aproximou de mim pedindo pra eu não demitir ela. Confesso que ela ficou muito fofa e linda.  *SE CONCENTRA JIMIN,  ELA É UMA TONTA LEMBRA?*

Enfim...  Ela  é uma doida e enquanto ela estiver aqui,  as coisa não vão ficar fáceis pra ela,  não se depender de mim. 

*jimin off*

*s/n on* 

Yang mi e eu estamos fazendo o almoço quando o senhor Jungkook entrou na cozinha e ficou um tempo encostado no balcão observando nós duas. 

S/n:  o senhor está precisando de alguma coisa?  

Jungkook:  não me chama de senhor.  Me chama de Kook.  

S/n:  m-mas...  

Kook:  mas nada.  - ele só disse isso e saiu da cozinha.  

Eu achei entranho mas a Yang mi disse que ele pediu a mesma coisa pra ela,  mas ela profere chamar ele de senhor Jungkook.  

Continuamos o trabalho e logo um senhor entrou na cozinha.  

S/n: bom dia (falei me curvando)

Senhor:  bom dia s/n,  sou o Sr  Kwan.. 

S/n:  a Sra Sook me falou sobre o senhor...  É um prazer conhecê-lo.  

Sr Kwan:  o prazer é meu.  - falou e logo se retirou da cozinha.  

Eu achei ele simpático,  já vi que vou  ser bem tratada aqui.  

*duas horas depois* 

Jimin:  S/n,  preciso que vá arrumar meu quarto agora.  

Yang mi:  deixa que eu vou senhor Jimin. 

Jimin:  não...  Quero que a s/n limpe meu quarto.  

S/n:  pode deixar Yang mi,  eu vou.  

Yang mi:  o. K. 

Jimin:  quero ver se essa tonta sabe limpar alguma coisa. - falou me olhando com uma cara séria. 

S/n:  fica tranquilo senhor Jimin,  eu sei fazer de tudo. - falei lançando um sorriso super falso.  

Yang mi pegou os produtos de limpeza pra mim  e logo subi para o quarto do jimin.  Comecei a limpar e organizar as coisas de jimin, quando derrepente percebo que o idiota estava encostado na porta com um copo de suco  na mão que aparentava ser de uva.  

Jimin:  vejo que você realmente sabe fazer de tudo.  

S/n:  eu disse que dava conta.  

Jimin:  olha,  tem uma sujeira aqui no chão.  

S/n:  onde?  

Jimin:  aqui perto dos meus pés. - falou soltando o copo de suco no chão.  

S/n:  por que fez isso?  

Jimin:  minha nossa,  foi sem querer- falou com uma voz sarcástica. 

Me aproximei dos pés de jimin é comecei a limpar a bagunça que o mesmo fez.  Jimin ficou calado e não saiu do lugar.  Eu só continuei limpando sem me importar com a presença de jimin me encarando.  

Jimin:  não se sente humilhada?  

S/n:  já passei por isso antes na lanchonete. - falo em um tom triste.  

Jimin se abaixou e ficou olhando nos meus olhos.  

S/n:  que foi?  Quer tentar me Humilhar mais uma vez?  - jimin continuou me olhando e  sem aviso passou a mão em meu rosto.  

Dei um tapa na mão e me levantei.  

S/n:  oque está fazendo seu idiota?  

Jimin:  e-eu...  Me desculpa eu não queria te...  - não deixei ele terminar de falar e logo saí do quarto.  

Fui pro banheiro e fiquei com muita vontade de chorar.. mas fui forte de não deixei aquela maldita lágrima sair. 

Lavei o rosto e saí do banheiro indo em direção a cozinha.  No caminho esbarrei no kook eo mesmo segurou meu braço. 

Kook:  estava chorando?  

S/n:  não senhor. 

Kook:  por que está com os olhos eo rosto vermelho?  

S/n:  não é nada...  Eu apenas fui lavar o rosto.  

Kook:  ata..  Você pode preparar um suco de laranja pra mim?  

S/n:  claro.. 

Kook:  leve no meu quarto. 

S/n:  o.k. - falei e continuei o caminho até a cozinha.  Fiz o suco para o senhor jungkook e logo levei até o quarto.  

S/n:  senhor jungkook, Já fiz seu suco. 

Kook:  pode entrar. - empurrei a posta eo rapaz estava sentado na cama.  Botei a bandeja com o suco perto dele e me virei pra sair do quarto, quando jungkook segura em meu braço.

S/n:  você quer mais alguma coisa senhor?  

Kook:  já falei pra não me chamar de senhor.  

S/n:  me desculpe.  Quer mais alguma coisa Kook?  

Kook:  não.  Eu só queria olhar pra você.  

S/n:  por quê?  

Kook:  é a primeira vez que minha mãe contrata uma empregada tão bonita.  

S/n:  devo receber isso como um elogio? 

Kook:  sim..  Claro que sim.  

S/n:  então muito obrigada.  - falo sentindo minhas bochechas queimarem.  

Kook:  obrigado pelo suco. 

S/n:  de nada - falo saindo do quarto.  Eu confesso que eu achei Kook muito lindo afinal não sou cega hahaha.  Ele é muito deferente de jimin,  é educado e simpático.  

Dei um pequeno tapinha em meu rosto. 

S/n:  se encherga s/n... Ele não é pro seu bico - pensei alto. 

Jimin:  quem não é pro seu bico?  

S/n:  e-eu....  Oquê?  

Jimin:  você disse que alguém não era pro seu bico.  Quem?  

S/n:  n-ninquém,  eu só estava pensando alto.  

Jimin:  sei...  Vou pro treino de futebol,  arrume minhas coisas por favor.  

S/n:  já fiz isso enquanto arrumava seu quarto.  

Jimin:  s-sério?  

S/n:  sim..  Ta tudo no seu armário na primeira gaveta. 

Jimin:  o-obrigado.  

S/n:  de nada...  - falo virando as costas e logo me dei conta do quanto o jimin foi educado comigo. 

 S/n : Vai ver ele se arrependeu de ter me Tratado mal mais cedo. - penso.  

Fui para o jardim pois a Yang mi me liderou um pouco pra descansar.  

Sentei em um banco e fiquei admirando o jardim. Alguns minutos depois vi o jimin saindo com um uniforme de futebol e uma mochila nas costas.  Ele me olhou mais logo foi embora...  Levantei e fui pra cozinha oferecer ajuda para Yang mi.  

S/n:  Yang mi,  posso te ajudar com alguma coisa?  

Yang mi:  não já está tudo pronto. 

S/n:  os meninos não almoçam em casa?  

Yang mi:  as vezes.  O senhor Jimin já foi? 

S/n:  sim.  Mas o senhor jungkook está no quarto.  

Kook:  estou aqui.  

Yang mi:  eu já ia chamar o senhor pra comer.  

Kook:  estou morrendo de fome.  

Yang mi:  não vai pro treino hoje?  

Kook:  não...  Tô cansado.  

Yang mi:  aaah bom...  Então sente-se na mesa,  a s/n vai te servir.  

Kook:  ta bom- falou indo pra sala.  

Logo eu comecei a servir kook.  O mesmo ficava me olhando o tempo todo e confesso que eu já estava ficando envergonhada.  Terminei de servir Kook e fui pra cozinha.  

S/n:  o Sr Kwan não vai comer? 

Yang mi:  ele tá trabalhando.  

S/n:  ata...  

Yang mi:  vamos comer.  - falou me servindo e logo comemos juntas ma cozinha.  


*s/n off* 

*autora on* 

Quantas emoções em pouco tempo não é mesmo?  

Será que vai dar tudo certo?  

Vocês também acharam estranho o fato de jimin ter  tratado a s/n bem de uma hora pra outra?  

Comentem oque vocês acham.

 😉💙







Notas Finais


Obrigada por ter lido 💜

Espero que tenham gostado 💜

Beijos da tia Betta 💋😊💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...