História Ódio ou amor? Sentimentos a flor da pele - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Goku, Vegeta
Tags Gokuxvegeta, Kakavege, Momochii, Yaoi
Visualizações 931
Palavras 3.156
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amore mais capítulo espero que gostem!
Boa leitura *-----*

Capítulo 22 - Conflito interno


Fanfic / Fanfiction Ódio ou amor? Sentimentos a flor da pele - Capítulo 22 - Conflito interno

 

 

A máquina apareceu de repente caindo ao chão e jogou Goku e Vegeta para fora, com o impacto ela acabou se quebrando, estavam totalmente ensanguentados, mas Goku ainda tinha consciência, com os olhos meio abertos lutava para que não se fechassem, olhou ao lado vendo Vegeta caído de costas para cima todo machucado, cheio de hematomas roxos e com muito sangue pelo corpo, com muito esforço tentou se arrastar, estendeu a mão esquerda tentando pegar a mão de Vegeta e segurar, mas a dor era muita o impedindo de chegar mais perto.

Quando Bulma apareceu e olhou para Goku se arrastando, tentando chegar perto de Vegeta que estava completamente nu e machucado, ela ficou aterrorizada.

Bulma — B-Black?! Aaaahh! — gritou e saiu correndo em direção à Goku dando chutes na face.

Goku — Ai! Ai! Porque me bateu?! — levou a mão devagar na face dolorida.

Bulma — N-Não chegue mais perto maldito! — voltou a ir na sua direção dele.

Goku — P-Pare! Sou eu Goku! — a voz dele estava fraca.

Bulma — Então porque está usando esta roupa? — falou quase gritando.

Goku — É uma longa história! Aaaaahh! deu um leve grito com sangue saindo pela boca.

Percebendo que era mesmo Goku, depressa Bulma pediu ajuda e os levou para dentro, em um quarto próprio para emergências, ligou para seu melhor médico pedindo que viesse com urgência. Chegando o médico com outras enfermeiras, ficaram muito assustados com o que viam, deu um calmante para Goku que estava muito agitado, gritava de dor ao mesmo tempo em que gritava o nome de Vegeta, acabou dormindo em seguida.

Bulma chamou Trunks e pediu para ir buscar senzus, mais uma vez Goku tinha esquecido. O menino saiu em alta velocidade, voltando uma hora depois. Goku já estava pálido de tanto sangue que havia perdido, Bulma pediu para o médico acordar Goku, disse que já podia ir embora.

Acordando com muita dor Goku comeu uma senzu ficando curado em seguida foi tentar acordar Vegeta para lhe dar uma senzu, mas ele não acordava por nada, estava profundamente inconsciente, deixando Goku muito preocupado, pensou em uma maneira para dar a senzu sem que ele engasgasse.

 

***

O que está acontecendo? Onde estou? Porque estou amarrado e porque não tenho forças?

— Já está acordado? Você é um fraco! Há! Há! Há! — eu conheço essa voz, onde está não consigo vê-lo está escuro, estou vendo uma sombra, a luz ascendeu.

— Porque está fazendo isso Kakaroto?

— Porque você merece! Você não é nada! Sempre esteve atrás de mim, achou mesmo que algum dia iria me superar?! — não entendo pensei que ele me amasse, mas tem me magoado.

— Eu pensei que me amasse! — algumas lágrimas saíram de minha face e tentei escondê-las.

— Amar você? Não me faça rir! Amar um fracote arrogante? Nunca! Já falei que você foi só uma diversão! Isso chora eu quero ver suas lágrimas caírem! —ele se aproximou de mim me dando um soco na face, me pegou e jogou na cama rasgando toda minha roupa depois de me bater consecutivamente começou a me violentar.

— Pare isso dói! Por favor, não faça isso! Eu amo você! — fiquei em prantos.

— Cale-se! Você merece! Você é um lixo! — me deu vários socos.

— Não fale assim, eu amo você! Eu amo você! Então me mata de uma vez, sem você eu prefiro morrer! — começou a me bater ainda mais e sorria com olhar perverso cheio de maldade, nunca tinha o visto assim senti medo, um medo muito forte na qual nunca havia sentido.

— Goku pare! Eu amo você...

***

 

Goku estava perto de Vegeta preocupado com seu estado, pensava em como daria a semente já que estava desacordado, percebeu uma agitação vindo dele como se estivesse tendo fortes pesadelos. Goku pegou na mão dele fazendo carinho no rosto, falou baixinho em seu ouvido “Acorda Vegeta, eu estou aqui!”. Viu uma lágrima descer pela face de Vegeta, passou a mão a limpando e sentiu uma grande tristeza dentro de si, levantou depressa e quis sair correndo para o futuro e acabar com Black, mas não podia por que a máquina estava quebrada e se lembrou de que Trunks ficou sozinho.

Goku — Depressa Bulma você tem que consertar a máquina! Trunks não pode vencer aquele desgraçado sozinho! — com os punhos cerrados estava cheio de ódio.

 

***

Estou caminhando em uma floresta procurando Kakaroto, ele disse que estaria aqui, eu o amo tanto ele é tudo para mim, não sei o que faria sem ele, acho que preferia a morte a não tê-lo comigo. Estou o vendo meu coração já esta acelerado vendo aquele sorriso lindo, não me contive e corri em sua direção, em seguida seu sorriso e olhar mudaram ficou cheio de maldade e ódio, minhas mãos estão tremendo, por que sinto esse medo? Ele se transformou em super sayajin e está vindo correndo em minha direção, meu medo foi tanto que me virei e sai correndo, com as pernas fracas ele me alcançou e me agarrou.

— Chegou a hora de brincar com meu brinquedo preferido! — me jogou no chão e começou a rasgar minhas roupas.

— N-Não! Pare! Por que faz isso?! NÃO!

***

 

Goku caminhava de um lado para outro dentro do quarto onde Vegeta estava, ele estava todo cheio de curativos e respirava através de um aparelho. Goku já estava quase perdendo o controle, sentia medo de Vegeta morrer, de repente teve uma ideia para curar ele, se aproximou dele que há algum tempo parecia muito agitado com a respiração profunda, ouviu um gemido de seus lábios, conseguiu ouvir com clareza as palavras que saíram daqueles lábios fracos, ouviu novamente as mesmas palavras “Goku porque faz isso?”. Se abaixou diante dele deixando e começou a chorar profundamente.

Goku — Eu te amo! Vou te proteger da próxima vez eu prometo! Eu nunca te machucaria. Nesse momento da minha vida você é a pessoa mais importante para mim! Eu já volto, vou te curar! — beijou a mão dele e usando o tele transporte sumiu.

Alguns minutos depois voltou trazendo consigo Dendê, havia se lembrado que o namekuseijin tinha habilidades de cura. Ele se aproximou até Vegeta e estendeu suas mãos começando a curá-lo. Mas Vegeta depois de curado ainda dormia.

Goku — Porque ele não acordou? — ficou preocupado.

Dendê — Ele está totalmente curado, está apenas dormindo!

Goku — Obrigado! Não tenho como agradecer, vou te levar de volta! — pegando no ombro do pequeno sumiu.

Quando voltou Vegeta ainda dormia, retirou os curativos do corpo dele, sentou-se ao lado esperando o momento em que ele acordaria. Algum tempo depois viu a mão esquerda se mexer. Goku ficou feliz percebendo que Vegeta estava acordando, se levantou e ficou em pé diante da cama e Vegeta foi abrindo os olhos levando a mão direita na face.

Vegeta — Onde estou? — começou a se lembrar do que tinha acontecido Kakaroto! — se levantou depressa.

Goku — Eu estou aqui! — estava olhando fixamente para ele.

Quando Vegeta olhou para ele sem hesitar lhe deu um soco na face, com a expressão de fúria.

Vegeta — O que fez com Kakaroto maldito?! — se transformou em super saiyajin Blue e se aproximou de Goku.

Goku — Sou eu! Goku! Por que não me reconhece? — se lembrou que ainda vestia as roupas de Black.

Goku arrancou rasgando aquelas roupas as destruindo, ficou só de cueca, se aproximou de Vegeta preocupado com sua reação.

Goku — Sou eu esta vendo? Não tenha medo! Eu te amo! Você é muito importante para mim, nunca te machucaria, me sinto muito culpado por tudo que aconteceu, me perdoe! — as lágrimas caíam sem parar.

Vegeta apenas permaneceu imóvel sem falar nada, Goku se aproximou para dar um abraço e percebeu que Vegeta estava tremendo o olhando assustado.

Vegeta — Me desculpe! E-Eu não consigo me aproximar de você neste momento, eu sei que não foi você, mas... Desculpe não consigo... Não consigo! Eu te amo! Eu te amo muito, mas não consigo! — se afastou levando as mãos na face começou a chorar.

Goku — Vegeta não chore! Não era eu! — se aproximou um pouco mais.

Foi se aproximando devagar para o confortar com uma abraço, mas Vegeta assustado se afastava com expressão de medo em sua face, o que fez Goku se recuar.

Goku — Tudo bem! Eu entendo, vou te deixar sozinho, mas não se esqueça que te amo muito, vou te esperar o tempo que for preciso! — se virou e saiu.

Vegeta o vendo sair de costas estendeu a mão direita para frente e chorou amargamente, pois queria sentir o calor dele, mas seu medo não o deixava se aproximar.

 

Goku

Maldito Black! Por causa dele agora Vegeta tem medo de mim, ele estava tremendo muito quando me viu e estava assustado, eu vou acabar com você maldito, não perca por me esperar, logo te farei sentir a minha ira! Tenho que ficar mais forte, vou pedir para Dendê e entrar na sala do tempo, não posso perder tempo. Espero que quando eu voltar Vegeta tenha superado tudo, não aguento ficar longe dele, naquela hora que acordou queria tanto lhe dar um abraço e um beijo, com todo meu carinho, senti-lo em meus braços, compartilhando de seu calor sentir seu cheiro. Sou mesmo um idiota, não devia ter o deixado ir, deveria ter tido mais cuidado naquela hora, a culpa é minha. Desgraçado! Eu vou te fazer pagar, ninguém toca meu Vegeta e fica impune se prepara Black!

***

 

Goku estava furioso, percebeu que do jeito que estava não conseguiria ganhar a luta e resolveu entrar na sala do tempo, ficaria por uma hora sendo um ano lá dentro. Enquanto isso na casa de Bulma em seu quarto Vegeta estava triste e aflito, queria correr e sentir Goku em seus braços, mas o medo que estava dentro de si e as lembranças dolorosas em sua mente o impedia.

 

Vegeta

Desgraçado! Aquele Black maldito me violou e me fez pensar que era Kakaroto, me ferindo, dizendo palavras amargas que tocou profundamente meu coração, me fez lembrar meu passado.

Eu o amo tanto, não quero ficar sem o calor dele, o carinho, a presença, quis tanto correr para os braços dele naquele momento em que se virou, mas esse maldito medo não deixou. Sou mesmo um idiota, devia ter percebido antes aquele brinco em na orelha, porque deixei minha mente pensar que era Kakaroto? Espero que ele não fique magoado comigo por causa dessa atitude idiota, tenho que tentar me aproximar dele, tenho que tentar.

***

 

Vegeta estava muito triste e ao mesmo tempo com raiva por não conseguir se aproximar do seu amor, tomou um banho e foi caminhar no jardim com o pensamento a mil, não conseguia esquecer a face e a expressão que Black fazia, acabou adormecendo em baixo de uma arvore.

Na sala do tempo Goku treinava sem parar, acabado o tempo determinado saiu da sala, foi para casa de Gohan tomar um banho, queria muito ver Vegeta, pois tinha ficado por exatos um ano, sem vê-lo dentro daquela sala. Estava morrendo de saudades e torcia para que Vegeta não estivesse mais com medo dele.

Colocou a roupa que Whis havia feito para ele, não queria deixar Vegeta assustado com a outra que era a mesma que Black pegou, foi até Bulma usando o tele transporte, ela estava no laboratório consertando a máquina do tempo.

Goku — Você sabe onde o esta Vegeta?

Bulma — Eu não o vejo desde que saí do quarto, a propósito pode me dizer o que aconteceu? — ela estava curiosa.

Goku contou tudo que tinha acontecido no futuro deixando Bulma horrorizada, ela ficou pensado em Trunks sozinho com aquele monstro.

Bulma — Que doente! Black está obcecado por você, tome muito cuidado da próxima vez! E que homem é você que não protege a pessoa que ama? Fiquei com pena dele! Espero que você consiga se aproximar dele, vocês tem um amor tão lindo! — estava dando uns retoques na máquina.

Goku — Eu estava fraco sem forças por causa daquela porcaria, eu sei que tive culpa, me sinto muito mal por isso! Mas da próxima vez vou acabar com Black! — fala furioso.

Bulma — Esquece o que eu disse não foi sua culpa, não teria como você saber dos planos de Black e não deixe de tentar se aproximar de Vegeta, ele te ama muito de verdade! Tenho certeza que não vai querer se afastar de você. A máquina está quase consertada, agora vá procurá-lo — deu um sorriso meigo.

Goku — Obrigada Bulma! — a abraçou e saiu.

Goku se afastou e procurou pelo ki de Vegeta, não queria usar o tele transporte para não chegar de repente e assustá-lo. Sentiu o ki vindo de dentro do jardim, entrou o procurando até encontrá-lo dormindo em baixo de uma árvore. Sentou um pouco mais longe e esperou que ele acordasse. Alguns minutos depois Vegeta abre os olhos e olhando para o lado vê Goku.

Goku — Se você quiser eu vou embora! — deu um sorriso terno.

Vegeta — Não vá! Fique, eu... Eu estava sonhando com você agora a pouco! — ficou corado.

Goku — O que sonhou? — pergunta curioso.

Vegeta — E-Estávamos... — parou de falar se levantou e sentou com as pernas uma de cada lado no colo de Goku e começou a beijá-lo.

Vegeta beijava Goku com todo seu carinho, desamarrou a faixa enquanto o beijava, parando o beijo apenas por falta de fôlego.

Goku — Tem certeza que quer fazer isso? Não está mais com medo? — olhando fundo nos olhos dele acariciou o rosto.

Vegeta — Eu não tenho mais medo! Você não é igual a ele, é muito mais gentil... Sorri da forma mais linda do mundo! É muito bondoso e carinhoso... Tem a expressão calma e graciosa, seu comportamento às vezes é meio irresponsável, mas sabe agir da forma certa nos momentos importantes o que me faz o admirar ainda mais! — aproximou dando um leve beijo nos lábios — Você é a pessoa mais gentil do mundo, eu me perco em seu rosto a cada momento que você sorri, faz meu coração bater mais forte e querer correr até você e te beijar loucamente.

Enquanto falava ergueu sua mão esquerda e passou sobre o rosto de Goku devagar.

Vegeta — Fico ansioso para te encontrar a cada momento que se vai, quando estou perto de você tenho que me controlar para não lhe agarrar ali mesmo, desejo tudo em você! Seus toques me arrepiam... O perfume que exala de sua pele me embriaga... — ele sorriu maliciosamente — Enlouqueço cada vez que você tem aquela expressão de prazer em sua face! Seus movimentos... Expressões... Seu gestos, sua voz são muito sedutores para mim! Tudo em você me atraí! Você é um vício que me faz deseja-lo ainda mais a cada momento!

Goku estava surpreso com cada palavra, seus olhos tremiam nesse momento e o coração estava disparado. Vegeta continuou falando e acariciando os cabelos dele.

Vegeta — Eu não sei mais viver sem você! Eu não quero viver sem você! Eu preciso de você! Eu quero você! Eu amo e sempre vou amar você! Tenho ciúmes quando você sorri para outra pessoa, ou até mesmo conversa com outra pessoa, quero que sorria apenas para mim, que seja somente meu, que de atenção apenas para mim! Eu quero você agora mesmo! Eu amo muito você Goku!

Terminou de falar com a face ruborizada, Goku ficou totalmente fora de si, a expressão em seu rosto era de surpresa estava paralisado como se tivesse em choque. Vegeta começou a beijá-lo com todo o amor e vontade sem se conter o tirando de seu transe. Retirou a camisa que estava usando e a parte de cima da roupa de Goku encostando totalmente ao corpo dele.

Vegeta — Eu quero sentir a sua pele, o seu calor, o gosto doce da sua boca! –começou a beijar com urgência sendo respondido por Goku.

Goku — Vegeta! Eu te amo! Você é muito importante para mim! Vou te proteger eu prometo! Ninguém além de mim nunca mais vai te tocar e eu mato quem o fizer! — falou com fúria.

Começaram a tirar a roupa um do outro, se beijavam com urgência, com ardor, com desejo e amor, sentindo a necessidade imediata um do outro.

Goku foi descendo seus lábios pelo pescoço de Vegeta, deixando uma trilha ardente em sua pele, deixou várias marcas com seus lábios, desceu até o mamilo passando a ponta da língua, Vegeta gemeu em seu ouvido o deixando ainda com mais vontade de sentir aquele corpo.

Goku — Estou tão excitado! Você é tão sexy e lindo! Tem a pele macia como algodão, tenho vontade de tocá-lo em cada parte! — admirava e passava a mão por todo o corpo.

Vegeta — Eu não quero mais esperar, por favor, coloca dentro de mim Goku! Quero te sentir dentro de mim! — sorriu segurando no membro ereto do outro.

Goku — Você tem o sorriso tão lindo! Porque não sorri mais vezes? — fala o tocando na boca.

Vegeta — Eu sorrio apenas para você! — sorriu ainda mais.

Goku pegou seu pênis e foi colocando dentro dele devagar, Vegeta começou a se mover com rapidez e ansiedade de senti-lo dentro de si, enquanto beijava a boca em um beijo molhado sendo interrompido por gemidos de ambos.

Goku pegou a perna esquerda de Vegeta e a colocou por cima de seu ombro dando estocadas profundas e o masturbando com a mão fazendo Vegeta gemer a cada entrada profunda, se beijando agarrava forte nos cabelos um do outro.

Depois Goku o virou de costas o fazendo pular em seu colo dando espasmos por todo seu corpo, em um momento de puro prazer Vegeta jogou a cabeça para trás encostando-se ao ombro de Goku e deu um longo gemido, fazendo Goku se excitar ainda mais e gemer, pois achava o gemido de Vegeta muito prazeroso.

Vegeta — Aaaahh! Goku! Eu te amo! Goku! — gemia alto.

Goku — Eu também te amo Vegeta! — responde com prazer.

Vegeta — Eu quero ver seu rosto! Por favor! — tocou a face com a mão para trás.

Goku o virou de frente para ele, enquanto o estocava lentamente, Vegeta com toda sua excitação se transformou em super saiyajin e pediu para Goku se transformar também, o achava muito lindo e sedutor naquela forma. Com um sorriso Goku atendeu ao pedido. Começaram a aprofundar os movimentos um do outro indo cada vez mais rápido, até que Vegeta chega a seu momento ápice sujando seus abdomens, enquanto Goku deixou seu sêmen dentro dele o fazendo gemer e apertá-lo forte em um abraço, ambos gemeram longamente. Depois de se limparem Goku pegou na mão de Vegeta e foi até Bulma, ela deu um sorriso vendo os dois juntos.

Goku — Já está pronta? — perguntou sorrindo.

Bulma — Sim acabei de concertá-la agora! Tomem cuidado!

Goku — Você tem que vir com a gente, não sabemos mexer nessa coisa!

Bulma — Ficou louco que vou ir lá! — ficou zangada.

Goku — Por favor, Bulma? — pediu com cara de cãozinho.

Bulma —Tá bom! Só vou por causa do Trunks! — se virou irritada.

Subiram na maquina e deram à partida, Goku segurou firme na mão de Vegeta, prometendo a si mesmo que Black iria pagar.

Continua...

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, estamos quase na reta final.
Obrigada por lerem!
Beijos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...