História Ódio por amor - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María, Maite Perroni, Rebelde (RBD)
Personagens Personagens Originais
Tags Aya, Chaverroni, Ponny, Vondy
Visualizações 12
Palavras 718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente eu editei o cap anterior, então se puderem ler dnv, seria melhor pra entender.
Essa fic talvez só fique boa, quando as coisas começarem a esquentar, e isso vai ser logo. Espero que não deixem de ler.
Boa leitura, Xuxus💕

Capítulo 3 - O sol


Fanfic / Fanfiction Ódio por amor - Capítulo 3 - O sol


Annie chegou ao seu dormitório revoltada, e encontrou suas amigas. 

Dul: Meu Deus, o que você fez? -disse aflita. 

May: Mas Annie, não faz nem uma hora que você chegou no colégio. -olhou seu celular para checar a hora. 

Annie: Como tem gente fresca nesse colégio, principalmente aquele Alfonso Herrera. Ele se acha o rei do colégio. -falava andando de um lado pra o outro. 

May tentava acompanhá-la com os olhos, e Dul apenas escutava. 

Dul: Ah o poncho se acha mesmo. Ele e a Fuzz são os mais populares aqui, mas soube que a Fuzz ta perdendo o posto para você. Todos estão falando de você, a tal da aluna nova. -disse animada. 

May: Pois é. -concordou sorrindo 

Dul: Agora vai se trocar, porque este é apenas o primeiro dia, de muitos muitos. 

Annie: Assim até me da vontade de estudar. -disse ironicamente. Encontro vocês no refeitório. 

Dul e May saíram fo dormitório. Annie se trocou  pegou seu fone juntamente com seu celular, e foi para o refeitório. 

Avistou três garotos sentados com suas amigas, e um desses era o Poncho. 

Annie  aproximou-se e sentou ao lado de May. 

Dul:  Gente essa é a Anahi, mas podem chamá-la de Annie. 

Ucker: Opa Annie! 

Chris: Iae Annie. 

Annie os comprimentou, e ficou mexendo no seu celular. 

O silêncio reinava, até que Ucker o quebrou. 

Ucker: Poncho , não vai falar com a Annie? 

Poncho: Não, ela é muito ''revoltadinha".

Annie: Olha Ucker, se essa criatura falar ou não comigo, não faz diferença nenhuma. -disse debochada. 

Poncho: Garota insuportável! 

-Annie ia responder, mas foi interrompida por suas amigas. 

Dul: Parem, quantos anos vocês têm, 8?

May: Pois é, vocês nem se conhecem e já estão brigando. 

Chris: May está certa. -piscou para ela. 

Ucker: Esses dois. -disse rindo. 

-Fuzz se aproxima.

Fuzz: Oi neném. -disse para poncho. O mesmo tinha vontade de saír correndo de lá, mas resolveu provocar Annie. 

Poncho: Oi Fuzz. -ela vai dar um beijo nele, e o mesmo aceita, para fazer ciúmes à Anahi. 

-Annie faz expressão de nojo e todos riram, exeto Poncho e Fuzz. 

Poncho: Ciúmes Anahí? -diz debochado. 

Annie: Ata, vai sonhando. -ela negou, porém sentiu um pouco de ciúmes. Estava sentindo algo por ele, por mais que dissesse que o odiava. 

Fuzz: Sinto ciúmes no ar. 

-Annie chegou perto dela, e fingiu cheirar o ar. 

Annie: Pois eu sinto cheiro de perfume vagabundo de vadia,  no ar. -diz cínica. 

Poncho: Não liga pra ela, fuzz. 

-Christian contava várias piadas para descontrair. Annie se deu muito bem com Ucker e Chris. 

Annie:Bom galera, vou dar uma volta por essa prisão. -deu um abraço em Dul e May. 

Chris: E o meu, Annie? -fez um biquinho. -ela então o abraçou. 

Ucker: Nossa me senti excluído. 

Annie: Tem Annie pra você também. -o abraçou e saiu rindo. 

________ // _________

Annie deu uma volta pelo colégio, e foi para seu quarto. Chegando lá, pegou seu violão e começou a tocar. E começou à cantar uma de suas música favoritas. 

Vitor Kley - O sol

Ô, Sol
Vê se não esquece e me ilumina
Preciso de você aqui
Ô, Sol
Vê se enriquece a minha melanina
Só você me faz sorrir

E quando você vem
Tudo fica bem mais tranquilo
Ô, tranquilo
Que assim seja, amém
O seu brilho é o meu abrigo
Meu abrigo

E toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem fica, ficou
Quem foi, vai, vai
Toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem fica, ficou
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi

Ô, Sol
Vê se não esquece e me ilumina
Preciso de você aqui
Ô, Sol
Vê se enriquece a minha melanina
Só você me faz sorrir

E quando você vem
Tudo fica bem mais tranquilo
Ô, tranquilo
Que assim seja, amém
O seu brilho é o meu abrigo
Meu abrigo

E toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem fica, ficou
Quem foi, vai, vai
Toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem fica, ficou
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai

Ô, Sol
Vem, aquece a minha alma
E mantém a minha calma
Não esquece que eu existo
E me faz ficar tranquilo
(Sol)
Vem, aquece a minha alma
E mantém a minha calma
Não esquece que eu existo
E me faz ficar tranquilo

E toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem fica, ficou
Quem foi, vai vai
Toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem fica, ficou
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai

Quando terminou percebeu que estava atrasada para aula. 





Notas Finais


Vou postar o máximo possível, pois minhas aulas começaram e 3° bimestre é foda. Tenho que estudar ,se não eu repito de ano.
Espero que estejam gostando.
-EmmyRebel💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...