História Ódio por amor - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María, Maite Perroni, Rebelde (RBD)
Personagens Personagens Originais
Tags Aya, Chaverroni, Ponny, Vondy
Visualizações 13
Palavras 2.479
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


2 caps no mesmo dia, isso mesmo kkkkkk. Vou tentar postar 3 caps hoje, pois minhas aulas começaram e em breve vai ter provas, e quero deixar capítulos prontos para vocês lerem. Mesmo se ninguém ler ,vou postar do mesmo jeito kkkkk
Boa leitura, XuXus💕

Capítulo 4 - O jogo de queimada


Fanfic / Fanfiction Ódio por amor - Capítulo 4 - O jogo de queimada

Dul: May cadê ela? -diz nervoso. 

May: Não sei. Ela tem que chegar antes da professora. 

10 minutos depois Annie chegou na sala de aula. Estava escutando música, estava em seu "mundo'', como ela diz. 

May: Ainda bem que cê chegou! -disse aliviada. 

Dul: Você tem sorte que a professora ainda não chegou. Tava no quarto? 

Annie: Sim. -disse sem ânimo. 

Annie estava atoa, e percebeu que poncho à fitava, mas logo ele disfarçou. Nesse momento a professora de geografia chegou.

Annie não gostava de geografia, e nem estava afim de estudar. Então aumentou o volume da música, e escondeu o fone entre seu cabelo. 

Dul: Estou vendo que está gostando da aula. -falou irônica. 

Annie: Não poderia ser melhor. -elas riam. 

Poncho olhava para Annie. Ele pensava sobre seu modo de agir. 

Por que tão grossa? E porque nunca deixa as pessoas se aproximarem? Um dia irei descobrir, seja o que for! -dizia em seus pensamentos. 

Ucker e Chris perceberam o jeito que Poncho à olhava. 

Ucker:Acho que a Annie, foi a única Amnésia que deixou o poncho paradão. -sussurrou para Chris. 

Chris: Em apenas um dia. Ela tá de parabéns! -eles riram. 

Depois de longos 40 minutos, o sinal tocou. 

Chris: IRRUUUUU!  Assim que eu gosto. -diz gritando. 

Annie: Glória Deus irmãos. -riu

May: Esse é o tipo de amigo que tenho. -riu sozinha. 


Todos foram se arrumar, pois iria ter aula de educação física. 


No dormitório das meninas:

Annie: Acho que vou tacar fogo nesse colégio. 

May: Credo Annie. -diz assustada

Annie: A Dulce vai saír desse banheiro quando? Caralho. 

Dul: Calma ja terminei, pode ir. -Annie então entrou no banheiro. 

May: Mais um minuto, e ela ia arrombar aquela porta. -elas riram. 

______//_______

Já era de tarde, e todos estavam no campo. 

Annie: Sério que vamos jogar queimada? -disse incrédula. 

Dul: Pois é, meninas vs meninos. 

May: A gente sempre perde, porque os meninos são mais fortes. -dizia olhando para chris, que estava do outro lado do campo. 

Annie: Não é questão de força, é questão de estratégia. Como voçês perdem em um jogo tão bobo? 

Dul: Ah relaxa, Annie. A gente não liga pra isso. -disse olhando para Ucker, que estava com Chris e Poncho. 

Annie: Mas eu LIGO, vamos. Deixem de babar nos meninos. -disse puxando as meninas. 

Treinador: Galera, vamos jogar queimada. Meninos vs Meninas. 

Os meninos estavam de um lado, e as meninas do outro. Foram tirar cara e coroa, para ver quem começa a jogar. 

Annie: Cara. 

Poncho: Coroa. 

O treinador jogou a moeda para cima, e deu coroa. 

Poncho: Já começaram perdendo. -falou para irritar Annie. 

Os meninos começaram  e tentaram tirar Belinda, mas não conseguiram. 

Annie conseguiu pegar a bola, e jogou em Chris. 

Chris: Nossa Annie, fiquei chateado. -disse saindo do campo. Ela riu e voltou a se concentrar no jogo. 

O jogo estava para acabar. Time das meninas restou Annie e Dul. Dos meninos restou Poncho e um gordinho chamado Nico. 

Poncho: Nico, vamos marcar a Anahi. Tente tirar ela. -disse baixo, mas Annie escutou. 

Annie: Eles vão me marcar. Quando você pegar a bola joga no poncho. 

Dul: Vocês estão levando esse jogo à sério demais. 

Nico tentou jogar a bola em Anahi  ,poncho fez o mesmo, mas ela desvio. 

Dul pegou a bola e jogou em poncho. 

Poncho: Nico, use toda sua força. -disse saindo. 

Nico pegou a bola, e jogou com toda sua força em Anahí. A bola acertou sua cabeça e ela desmaiou. 

Dul: Olha o que você fez idiota. -falou indo em direção à Annie. 

Poncho:Nico, eu falei força, mas era força de vontade. -disse indo até onde Annie estava. 

Nico: Da próxima vez, explique melhor. 

Todos estavam em volta de Anahi. O treinador chegou e à levou para enfermaria. 

______//_______

Annie acordou ,e sua cabeça doía. Ela estava em sua cama, e logo avistou suas amigas. 

May: Ainda bem que acordou. -jogou as mãos para o alto. 

Dul: Você tá bem? -falou preocupada. 

Annie: Estou. Estou com vontade de matar o Poncho! 

May: É, ela está bem. -riu

Dul: Annie,a gente tem que ir pra aula. 

May: O diretor disse que hoje você pode ficar aqui, então pode descansar. 

Annie: Tá, vão logo, vocês vão perder a aula. 


Annie ficou deitada em sua cama, estava entediada. Pegou seu violão e foi para sala de estar, do colégio .


Chegou lá e não tinha ninguém, apenas ela. Quando ia começar a tocar foi interrompida. 

Xxx: Oi, eu sou o Derrick. -disse sorrindo .

Annie: Ah ,oi. 

Derrick: Posso sentar? 

Annie: Pode, mas você não deveria estar na aula? 

Derrick: A professora teve que ir embora, aí liberaram a gente. Sou da sua sala. 

Annie: Nunca te vi lá. 

Derrick: É que você é do "fundão" ,e eu sento lá na frente. -riram. Olha, lá vem seus amigos .-apontou para elas. 

May: Ia tocar? Apontou para o violão , e se sentou ao seu lado esquerdo, ja que Derrick estava ao seu lado direito. 

Annie: Ia. 

Ucker: Ia não, você vai.

Chris: Por favor -disse juntando as mãos. 

Annie: Tá bom. -disse pegando seu violão. 

May:Obaa! -Chris se sentou ao seu lado. 

Poncho: Oquê ela vai fazer? -disse se aproximando de Ucker. 

Ucker: Ela vai cantar. -disse óbvio. 

Dul: Annie, canta aquela que você compôs. -ela assentiu. 

Então ela começou a cantar:

Anahí - Amnésia 


Mi corazon se deshace
Mi pulso se desanima
Cargo un pesado equipaje
Recuerdos que contaminan

Tu ausencia es una tormenta
Que arrasa con mi alegría
Soy una lagrima seca
Soy una rama caída

Y lo más triste de todo
Es aceptar que mis labios tus besos mendigan
Lo más triste de todo
Es que no vuelves, no vuelves, te vas y me olvidas

Como si me hubieras amado
Y mi nombre se hubiera borrado
Como si una vez me hubieras escrito
Y tu pluma me hubiera tachado

Como si tu cuerpo tuviera
Toda la memoria vacía
Como si cruzaras la puerta
Y se te cerrara la vida

¿Quién de mi te habrá curado
Y embreagado de anestesia?
Como si tuvieras amnesia
Amnesia

Te pienso en sombras de noche
Te sueño en pena de día
Si me levanto del suelo
Tu voz retumba y me inclina

Y lo más triste de todo
Es aceptar que mis labios tus besos mendigan
Lo más triste de todo
Es que no vuelves, no vuelves, te vas y me olvidas

Como si me hubieras amado
Y mi nombre se hubiera borrado
Como si una vez me hubieras escrito
Y tu pluma me hubiera tachado

Como si tu cuerpo tuviera
Toda la memoria vacía
Como si cruzaras la puerta
Y se te cerrara la vida

¿Quién de mi te habrá curado
Y embreagado de anestesia?
Como si tuvieras amnesia
Amnesia


Quando ela terminou todos bateram palmas e gritaram. 

Derrick: Nossa Annie, você tem muito talendo. -colocou a mão em seu ombro. 

Dul: A Annie sempre arraza.

Annie: Ai gente, obrigado. -disse sorrindo. 

Chris: Quando você for famosa, eu vou ter o prazer de dizer que você é minha amiga. -todos riram. 

Derrick: Você é uma caixinha de surpresa, Annie. -poncho percebeu os olhares dos dois, e não gostou nada disso. 

Poncho: Ucker, quando eu falar você concorda, certo? 

Ucker: Tá bom. -disse sem entender 

Poncho: Derrick, você tem que ir dormir. Lembre-se que tem treino amanhã! -disse sentando no meio de Anahi e Derrick. 

Ucker:Mais só tem treino Quarta. -Poncho fez alguns gestos para ele, e ele entendeu. Ah é mesmo, amanhã tem treino. 

Chris: Sério? -Ucker olhou para ele e fez sinal com a cabeça apontando para Anahi. Ah verdade. -disse sorrindo 

Derrick: Então acho melhor eu ir. Tchau Annie. -deu um beijo em sua bochechas e saiu. 

Poncho: Porque você estava falando com ele?  -disse sério olhando para Annie. 

Annie: Galera, vou para meu quarto  -disse ignorando completamente a pergunta de Poncho. 

Annie se despediu de todos, exceto poncho, e saiu. 

Poncho: Por que ela não está falando comigo? -questionou logo após ela saír. 

Dul: Jura que você não sabe? -o encarou. 

Poncho: Olha eu não fiz nada dessa vez. 

May: Olha se a Annie ta te ignorando,  você tá ferrado. Quando ela faz isso, ela fica muito tempo sem falar com a pessoa. 

Chris: Coitadinho do Poncho. -tentou não rir. 

Poncho: Bom amanhã eu tento falar com ela. Agora vamos meninos, temos que resolver aquela coisa. -piscou para eles. 

Ucker: Tchau ruiva. -disse à abraçando. 

Dul: Tchau Ucker. -disse tímida  

May:Tchau pollito. -abraçou Chris. 

Chris: Tchau morena. -sorriu. 

Poncho: Vamos, vocês namoram depois. -disse deixando as meninas envergonhadas, que logo saíram. 


Os meninos foram procurar Derrick ,e por sorte o encontraram no corredor. 

Poncho: Derrick! -o chamou, e o mesmo veio até ele. 

Derrick: Oi. 

Ucker: Olha amanhã não vai ter treino, a gente se enganou. 

Chris: Só semana que vem. 

Derrick: Ata. A Annie canta demais né? -sorriu bobo

Poncho: Pois é, pena que ela tem namorado. 

Ucker: Namorado? Que eu saiba ela é solteira -disse para provocar poncho .

Chris: Como você sabe que ela tem namorado? -poncho os olhou como se fosse matá-los. 

Poncho: Eu sei porque ela me disse. Ela também disse que ele é muito ciumento, e que se ver alguém dando em cima dela é capaz de matá-lo. -disse para assusta Derrick. 

Derrick: Que pena, eu iria pedir pra ficar com ela, mas não quero correr o risco de apanhar. -Chris e Ucker tentavam conter os risos. 

Poncho: Mas eu acho que você não teria chance com ela, você não faz o tipo dela. 

Chris: E qual é o tipo dela? 

Poncho: Ah eu não sei, mas acho que ele não teria chance. 

Derrick: Então eu ja vou indo, tchau. -logo após sua saída, Ucker e Chris começaram a rir. 

Ucker: Namorado? Annie vai te matar. 

Chris: Ciúmes é assim mesmo. 

Poncho: Ciúmes? Eu não to com ciúmes. 

Ucker : E porque não deixou o Derrick ficar com ela? 

Poncho: Ah... Porque... Por... -eles começaram a rir de poncho. 

Chris: Vamos para o quarto, senhor Portilla. -disse rindo. 

Foram zoando ele por todo o caminho, até o dormitório. 

_____//_____


May: Vamos Annie, nós vamos chegar atrasadas. 

Annie: Pode ir na frente, jajá eu chego lá. 

May: Só não se atrase, hoje tem aula do prof Madariaga. Você não pode perder a aula dele. -dizia animada. 

Annie: Tá bom, tchau. -May saíu, e Annie foi secar seus cabelos. 


Na sala de aula:

Poncho: May, cadê a Annie? -perguntou a May, que acaba de chegar.

May: Ela tá se arrumando no quarto. -disse enquanto abraçava Crhis e Ucker. 

Dul: Onde cê vai meu filho? 

Poncho: Vou perguntar porque ela está me ignorando. -falou saíndo. 

Ucker:Acho que o Poncho tem uma queda pela Annie. 

Chris: Uma queda não, ele tem um tombo. -todos riram

Ucker: Mas será que a Annie gosta dele? -questionou olhando para as meninas. 

Dul: Annie não gosta de falar sobre seus sentimentos, então é difícil de saber. 

May: Ela sempre diz que odeia ele. -diz afagando os cabelos de Christian. 

Chris: Mas do ódio para o amor, é um passo. 

Ucker: Olha, vocês tentam descobrir se a Annie gosta do Poncho. 

Chris: Agora vamos dar uma de cupido? 

Dul: Pelo que parece, sim. 

May: Tô dentro, e vocês? - disse os olhando. 

Chris: Se minha morena vai, eu vou. 

Dulce:Eu topo. 

Ucker: Então temos que fazer um plano. -nesse momento o professor entrou na sala, interrompendo a conversa dos 4.

Dul: Depois a gente continua. -eles concordaram. 


No dormitório de Annie:

Poncho entrou, fechou a porta, e subiu as escadas. Parou em frente ao banheiro e à encontrou penteando o cabelo. 

Annie: Eii, o que você tá fazendo aqui? -disse querendo sair do banheiro, mas ele ficou na frente da porta. 

Poncho: Ah, agora resolveu falar comigo? 

Annie: É sério, me deixa saír ,ou eu te bato. -disse séria. 

Poncho: E se eu não quiser? Você só vai sair daqui ,quando me dizer por que estava me ignorando. -pegou ela no colo, e à colocou sentada no balcão. 

Annie: Eu vou gritar! -poncho à olhou rindo. 

Poncho:Pode gritar, mas você só vai sair daqui quando me falar. -prendeu seu corpo contra o dela, para que ela não fugisse. 

Annie: Não estava falando por que eu não quis, agora me solta. 

Poncho: Só quando você pedir desculpas. 

Annie: Então vamos perder as aulas porque eu não vou pedir desculpas. -cruzou os braços. 

Poncho: Quanto mais rápido melhor. 

Annie: Desculpa. -falou baixo. 

Poncho: Não escutei direito -disse para provocar. 

Annie: Ah vai se fuder, você não  é surdo. -deu uma tapa em seu braço. 

Poncho : Você me agrediu ,agora eu quero um abraço. -riu debochado. 

Annie : Ai que saco. -deu um abraço nele. Ela não gostava de abraços, porém gostou de ter abraçado ele.

Poncho: Boa menina. - à soltou

Quando ela foi descer no balcão acabou escorregando, e Poncho à segurou. Seus corpos ficaram colados, e suas bocas muito próximas. 

Apenas escutavam suas respirações, até que poncho à puxou para um beijo. No começo ela tentou empurrar, e até deu alguns tapas neles, mas logo cedeu. 

Era um beijo doce e calmo, mas logo ganhou intensidade. Suas línguas "dançavam" em perfeita sincronia. 

Annie o empurrou , e eles ficaram se olhando. Ela então o puxou para mais um beijo. 

Dessa vez foi quente, apimentado, e cheio de vontade. Pararam por falta de ar. 

Annie: Você é louco, porque me beijou? 

Poncho: Se um não quer, dois não beijam. -sorriu. 

Annie: Olha, isso nunca aconteceu. Vamos para aula, e se você disser pra alguém ,eu juro que te mato. 

Poncho: Primeiro confessa que gostou. -sorriu.

Annie: Eu não gostei, o Derrick beija bem melhor. -disse e saíu, deixando ele sozinho. 

Poncho: Não acredito que ela ficou com o Derrick. - Falou para si memso. 

Annie chegou na sala e entrou. Ela nem viu a presença do professor. 

Poncho chegou na porta, pediu licença ao professor, e logo entrou. 

Madariaga: Vejo que temos uma aluna nova. -olhou para Annie. Como é seu nome? 

Annie: Anahi. 

Madariaga: seja bem-vinda. 

Dul:Oquê foi? Você tá estranha. 

May:Aconteceu alguma coisa, e você vai nos contar. -afirmou. 

Annie: Quando as aulas acabarem, eu conto. -dul e may concordaram com a cabeça. 

Madariaga: Hoje vou passar um trabalho em grupo. 

Fuzz: Vamos poder escolher o grupo? 

Madariaga: Não, eu já  escolhi os grupos. Grupo 1: Fuzz, Belinda, Angelique e Karla. 

Ele falou os outros grupos, e todos tinham 4 pessoas. 

May: professor, sobrou a gente.

Dul:Sobrou 6 ,e você fez grupos de 4. Como vai ficar? 

Madariaga: bom o grupo 4 vão ser formado por seis pessoas: Anahi, Alfonso, Crhistian, Christopher ,Dulce e Maite. 

Annie: E esse negócio vai ser sobre oquê? 

Madariaga: Vocês vão ter que criar uma música. Vai valer nota, portando quem não fizer, ficará de recuperação. 

Nesse momento o diretor chega na sala. 

Diretor: Licença  professor. -disse entrando na sala. 

Madariaga: Oquê faz aqui? -questionou. 

Diretor: Vim chamar dois alunos. 

Madariaga: Fique à vontade. 

Diretor: Anahi e Alfonso. Me acompanhem à diretoria. 

Annie: Era só o que me faltava. -se levantou e foi para a diretoria. 

Diretor: Senhorita espere. -Annie foi na frente. Alfonso vamos? 

Poncho: Vamos. -se levantou e foi com o diretor. 

May: Oquê será dessa vez? 

Dul: Coisa boa não é! 
















Notas Finais


Prometo que vou tentar fazer capítulos maiores. Tenho 4 capítulos feitos, mas eles não ficaram grandes. Vou tentar postar todos, ai os próximos vou tentar fazer maior.

Se vocês estiveram gostando dessa fic comente, fico muito feliz de responder comentários. Isso mostra que estão gostando, então comente. 💕😂

Se essa fic der certo talvez eu faça outra, pois tenho várias idéias em mente. Isso tudo dependerá dos leitores, talvez pro futuro eu consiga leitores. Só espero que alguém Leia😂
-EmmyRebel💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...