1. Spirit Fanfics >
  2. Oferta (Nada) Recusável - Naruhina >
  3. Capítulo 3

História Oferta (Nada) Recusável - Naruhina - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Capítulo 3


Hinata tentou de todas as maneiras possíveis pensar em qualquer outra coisa. Riu das piadas bestas dos amigos, fez brincadeiras com os mesmos, treinou junto com o clube de Muay thai. E por conta da decisão final, deixou a escola por volta das duas e meia da tarde.

- São três e meia Hinata. Onde esteve? – Ouviu a voz de seu pai na porta do quarto.

- Atividades do clube. – Respondeu cansada.


Uzumaki: Oi? [15:54]

Hyuuga: Oi. [15:55]

Uzumaki: Atrapalho? Não parece estar querendo conversar. [15:56]

Hyuuga: No, pode falar. [15:57]

Uzumaki: Teve um dia ruim? [15:57]

Ligação de Uzumaki

- O que houve? – Chiado.

- O diretor da minha escola me deu uma notícia triste. Eu não quero falar sobre. Mas e você, como está?

- Ah eu vou bem. Avaliando alguns jogos como sempre.

- Estou atrapalhando?

- Não, pode relaxar. É só um joguinho sem graça que fizeram.

- Que tipo de jogo? – Hinnata perguntou interessada. Nem era tão fã de games, mas gostava de jogos de investigação e suspense.

- Terror.

- Aí. – Fez careta mesmo sabendo que o outro não estava vendo.

- Não gosta?

- Não. Eu fico aflita e não consigo terminar. – Riu de si mesma.

- Secretária Min, chame aquele cara que tem o nome complicado até aqui por favor.

Hinata ouviu o maior dizer.

- Melhor a gente se falar outrora, não? – Deu ideia.

- O cara só vem pegar o pendrive de volta, Hyuuga.

Ficaram alguns segundos em silêncio até que a morena ouviu uma voz mais baixa ao fundo.

- Olha, o jogo tem capacidade de ser bom. Se você trabalhar mais alguns meses nele ele pode chegar a estar entre os cem tops, entende?

- Sim, senhor Uzumaki. Obrigado.

- Não era um joguinho sem graça? – Hinata perguntou ao outro.

- E é, mas ainda sim, com mais esforço o jogo pode ficar interessante trazendo benefícios não só a ele, como pra empresa, principalmente para ele.

- Você parece ser um bom chefe, Naruto.

- É um dom.

- É amanhã né? – Perguntou depois de um minuto em silêncio.

- Sim. Ainda tenho que te mandar o endereço. – Lembrou Hinata.



Na manhã seguinte Hinata acordou com a porta da sala sendo fechada com certa força. Seu pai havia acabado de chegar do trabalho, eram oito horas da manhã. Ficou mais meia hora deitada na cama olhando para o teto esperando a certeza de que seu pai tivesse saído do banho para poder se lavar.

Quando terminou de tomar café colocou a xícara na pia rumando até a sala onde ficaria até a hora de se arrumar.

Hinata deveria estar preocupada, todavia, não sabia o porque de não estar. Pois, Uzumaki Naruto era mais velho, não o conhecia a um mês. O homem poderia ser um psicopata, talvez um sociopata. Às hipóteses eram boas e poderia estar tudo certo pra dar errado.

A morena optou por vestir uma saia jens escura, com uma camiseta lisa preta e tênis. Simples, mas devido a beleza ficava bem parecido com uma garota mimada pelos pais.

- Eita, cheirosa assim vai onde? – Ouviu a voz de seu pai soar brincalhão e batidas na porta se fazerem presentes. – Não sabia que na sua escola tinha alguém de seu interesse.

Hianta abriu a porta vendo o Uzumaki. O outro trajava um estilo mais casual, bem diferente da roupa social que tinha o visto da última vez. Sendo uma calça jeans escura e a camisa sendo gola polo branca. – Eu sou a pessoa mais interessante daquela escola, otou-san. – Hiaanta respondeu um pouco rubra esperando que Naruto ignorasse tudo aquilo que houvesse escutado desde que tinha chegado ali. – Estou indo. – Disse por fim.

- Seu pai é sempre assim? – Naruto perguntou descendo o lance de escadas ao lado da menor.

- Uhum.

- E sua mãe?

- Minha mãe é mais rígida. – Respondeu simples lembrando que a mesma tinha o deixado a dois anos.

- Entendo. Confesso que não achei que viesse simples.

- Hoje está muito quente para usar roupas mais cumpridas.

- Com toda razão.

A tarde foi agradável. Olharam algumas roupas, não compraram nenhuma peça, comeram sushi, optaram por ver uma peça de comédia no lugar do filme que tinham escolhido assistir. Rendendo vários assuntos até que o Uzumaki parasse em frente ao prédio de classe média onde a Hyuuga morava.

- Como está Menma? – Hinnata perguntou olhando o prédio na tentativa de ficar um pouco mais com o Uzumaki.

O loiro sorriu ladino ouvindo o questionamento da garota. – Ele está bem.

- Diz que eu mandei oi. – Falou agora olhando para o outro.

Naruto concordou e viu a menor abrir a porta do carro acenando com a mão. Ficou ali até ver o porteiro destravar o portão e Hinata entrar.

Seria pedir demais que o loiro a beijasse?

Em momento algum daquela tarde o outro havia tentado se aproximar para um contato a mais. Seria por conta de sua idade, ou por que havia perdido o interesse em si? Iria confiar na primeira alternativa.

Os únicos momentos em que Naruto havia a tocado foi para que não colidisse com outras pessoas, ou quando o puxava para algum lugar. Fora isso, o mais velho não encostava. Nem parecia que o maior estava interessado em si.

Hinata abriu a porta do apartamento vendo a televisão ligada e a luz da cozinha clareando parte do cômodo. – Cheguei.

- Pensei que não viesse para casa hoje. Quer jantar?

- Quero.

- A pizza tá na mesinha de frente pro sofá.

Hinata andou até o estofado se sentando ao pegar um pedaço da pizza de frango.

- A Sakura apareceu aqui mais cedo. Disse que assim que você chegasse deveria ligar pra ele. – Seu pai avisou voltando para a sala. – Refri?

-Obrigado. – Aceitou pegando o copo da mão do mais velho. – Vão cancelar o jornal da escola.

- E? – Encorajou a filha a continuar.

- E aí que eu vou rezar pras melhorias não chegarem esse ano.

- Por que você não escreve nas plataformas?

- Não obrigado. Sakura e Ino serão ótimos substitutos. Além de que ainda até o Neji, então né.

- Vai se demitir? Tá falando sério? – Seu pai a olhou chateado.

- Não sei. Era pra ser só um passatempo, mas sei lá. É tanto faz. – Respondeu dando de ombros.

- Tanto faz é eu deixar de trabalhar na semana e trabalhar o final dela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...