1. Spirit Fanfics >
  2. Oficiais do Amor >
  3. Plano Infalível

História Oficiais do Amor - Capítulo 50


Escrita por: LeonScottRE

Notas do Autor


Aproveitando o abalo no relacionamento dos agentes, Wesker decide por em prática um plano quase infalível.

Capítulo 50 - Plano Infalível


A cidade de Washington já havia iniciado mais um dia de trabalho. Helena se levanta pronta para mais um dia no departamento. Agora com o auxílio de Ada, por incrível que pareça, poderia ter um avanço nas investigações contra Wesker e Carla.

- Ter a ajuda da minha pior inimiga, parece um pesadelo - Helena comenta, enquanto ia fazer um café. 

Normalmente era Leon que fazia toda essa parte do café da manhã. No hotel, me levanto e vou até a cafeteria, onde pego um pouco de café. Não era tão bom quanto o meu, mas dava para acordar um pouco. A saudade de Helena já completava mais um dia.

- Espero que ela esteja bem - Comento enquanto tomava o café forte e levemente sem açúcar.

Próximo a casa de Helena, uma van preta perambulava, como se aguardasse a oportunidade de fazer algo. Helena sai na varanda pronta para colocar o lixo para fora. Nesse instante, homens fortemente armados aparecem e iniciam um sequestro relâmpago. Helena sem reação acaba entrando na van com eles. 

- Olha, minha filha está lá dentro sozinha, preciso pegar ela! - Helena grita.

- Relaxa mocinha, logo você estará de volta, "você" - Ele ri loucamente. Os outros também riem alto.

 Angel havia ficado dormindo no berço. A van seguia em alta velocidade para uma floresta não muito longe dali. Em certo ponto, parou e todos desceram, forçando Helena a segui-los. Como já esperado, Wesker esperava calmamente.

- Helena Harper, quanto tempo - Ele comenta sério.

Os capangas jogam Helena no chão de frente para Wesker.

- O que você quer Wesker? - Helena pergunta.

- Nada demais querida, apenas te apresentar uma pessoa muito especial - Ele diz, apontando para uma porta.

Helena fica assustada ao ver o que surge. Era uma cópia quase perfeito de si mesma. Era impossível achar algum defeito.

- Conheça Helena Harper, ou como diria, conheça você mesma - Wesker dá uma risada maléfica. 

- E o que pretende com isso? - Helena pergunta.

Wesker se levanta indo em direção ao clone de Helena. Em certo ponto, ele para e inicia uma explicação.

- Como eu já suspeitava, vocês não brigam de verdade, aquela discussão na praça, nada mais que um fingimento...mas agora pensei bem e descobri um meio de fazê-los inimigos sem problemas...nada mais justo que colocar minha Helena na presença de Leon, e tratá-lo mal - Wesker fala. 

Helena fica perplexa com o plano diabólico de Wesker.

- Não, não vai funcionar, ela nunca será eu! - Helena grita. 

- Você acha, olhe para essa perfeição de clone, idêntica em você 100% e ainda mais forte - Wesker fala.

Ele anda por perto de Helena, caida no chão com as mãos amarradas.

- Logo ela estará ligando para Leon pedindo que ele volte para casa...ele você sabe que ele vai confiar - Ele acrescenta.

Helena continuava no chão se debatendo, tentando se soltar das cordas.

- Eu irei arrumar um meio de avisá-lo! - Ela grita.

- A não vai, você ficará aqui e será bem aproveitada por mim - Ele fala passando a mala no rosto dela.

Com uma ordem de Wesker, os homens armados levam Helena para uma cela. Enquanto isso, Wesker sai com o clone para levá-la de volta a casa de Leon. Ela já havia sido treinada para se passar por Helena.

No hotel, já estava ficando no tédio quando recebo uma ligação de Helena.

- Amor!? O que aconteceu? - Pergunto.

- Olá Leon meu querido, infelizmente Wesker descobriu nosso plano, então é melhor voltarmos a nossa rotina, volte para casa, Angel sente sua falta também - O Clone de Helena fala.

- Wesker é bem mais inteligente do que pensei, estarei indo para aí imediatamente querida - Falo.

Wesker sai da sala da casa e dá algumas últimas ordens para o clone, antes de ir embora. Agora era só aguardar o plano ir se fazendo sozinho enquanto a vida do casal iria desmoronando. Wesker cuidaria bem da verdadeira Helena. Ela era bem atraente, daria um bom atrativo, ele pensa.

- Acharei ótimos usos para você senhorita Harper - Ele fala entrando no carro.

Não demorou muito para Leon chegar na casa, entrando e indo até Helena. Dou um abraço nela forte por longos segundos.

- Estava com saudades de você meu querido - Ela fala, levemente fria.

- Eu também meu amor - Falo tentando beija-la.

Helena vira o rosto no último segundo.

- Farei algo para comermos - Ela comenta.

Fico meio confuso, mas acompanho ela para auxiliar na cozinha, mas antes vou até Angel abraca-la fortemente. Trago ela para baixo e deixo sentada em um banquinho para crianças próximo a mim na cozinha.

No esconderijo de Wesker, Helena tentava de todo meio escapar das celas, dando chutes em alguns pontos da parede. Wesker observava tudo maravilhado.

- Você daria uma ótima vilã, se não fosse essa paixãozinha por aquele agente, nunca entendi o que viu nele afinal de contas... - Ele fala com desdém.

- Ele possui inúmeras coisas que você nunca vai ter Wesker - Ela fala.

Ele se aproxima da cela. Fica observando Helena por todo seu corpo e volta para seu rosto.

- Você vai ser uma ótima vilã, querendo ou não meu anjo - Ele dá um sorriso maligno.

Helena senta no chão cansada das tentativas falhas de escapar...

- Espero que Leon esteja bem... - Fala meio triste - E que cuide de minha Angel com carinho, mal sabe que está próximo de uma Helena falsa...

Em casa, o almoço havia sido preparado em questões de minutos. Nunca havia notado que Helena era tão veloz na cozinha. Vamos até a sala assistir um pouco de TV. Em certo ponto, deixo um pouco de comida cair sem querer no chão.

- Ops, deixe que eu limpo Querida - Faloe levantando.

- Espero que você limpe mesmo, acha que sou sua empregada!? - O Clone de Helena manda.

- Calma amor, eu só...deixa vai - Saio da sala indo buscar uma vassoura.

Fico achando estranho o modo como ela havia agido naquele dia. Mas deveria ser só uma raiva momentânea dela com alguma coisa. Volto para dentro, limpo tudo e saio para fora, onde fico um pouco tomando um ar. Já estava acostumado com Helena meio nervosa com as coisas, mas havia sido a primeira vez que tinha me tratado mal. Entro novamente e vou até a cozinha. Ela estava assistindo televisão com Angel. 

- Bom, deve ter sido isso tudo de briga falsa, deve ter deixado ela meio desanimada - Comento.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...