História Oh! But I am more lady! Honey! - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Bem aqui está mais um capítulo! Nos vemos lá em baixo!

Capítulo 6 - Como (não) fazer suspense


 

Lydia, Amelia, Stefanya e Taylor estavam horrorosos, estavam descolados e com seus pijamas, se coçavam tanto que estavam vermelhos e ainda tinha minhocas gosmentas passeando em seus corpos e tinha mexilhões grudados em seus corpos…

 

Espera um pouco mexilhões?


 

"Ragnor o que você fez?" Magnus disse sério ao irmão que tinha um sorriso estranho nos lábios…

 

Oh! But I am more lady! Honey

 

"Eu não fiz absolutamente nada! Mas talvez alguém atrás de dinheiro tenha feito!" Ragnor disse olhando para o alto levantando as mãos em rendição, Magnus apenas rolou os olhos e fez uma promessa mental, nunca irrite Ragnor…

 

"Bom...Agora que as cobras foram tratadas, acho melhor se trocar! A cor de hoje é azul céu!" Raphael disse entrando na sua cabine bocejando…

 

"Eles podem mandar na tonalidade também? Que controladores!" Catarina comentou surpresa, nunca pensou que uma competição da realeza pudesse ser tão rigorosa, mas estamos falando da coroa! Até que até agora as regras estavam leve demais, até agora…

 

Magnus tentava voltar a cabine mas tinha que levar primeiro o irmão que não parava um instante de rir da pegadinha "inofensiva" que fizera com as escopicobras -eu não faço ideia se mexilhões são ou não inofensivos… vamos da um google aqui...Infelizmente os mexilhões são apenas tóxicos quando ingeridos logo para nossa insatisfação a pegadinha foi inofensiva! Voltando a história…

 

Quando o Bane tinha conseguido colocar o alfa na cabine sentiu seu coração gelar com a figura a sua frente, os cabelos negros brilhosos, os olhos castanhos e a pele negra que se misturava em seu vestido preto, a mesma sorria largamente para o ômega e disse num estranho sussurro: "Venha ômega! Temos que conversar!"

 

Magnus engoliu seco e seguiu a mais alta sem ligar para fato que deveria avisar os amigos de sua partida, pois a moça a sua frente era perigosa…

 

Os dois foram para uma área mais afastada do cruzeiro, onde as únicas almas vivas era a si mesmos e a mulher disse risonha sentando no corrimão do barco: "Então Mags… Já decidiu?"

 

"Eu não tive tempo de pensar em nada! Estava ocupado com esse lance todo da competição…" Bane começou mas foi interrompido pela outra: "Espere um pouco… Você está indeciso? É uma escolha tão óbvia!"

 

"Você quer que eu abandone tudo o que eu  tenho!" Magnus disse irritado com a mulher que respondeu como se fosse nada dando com os ombros: "Para ganhar algo maior!"

 

"Lola! Eu não sei o que tem nessa sua cabeça de louca! Mas eu não quero o que quer me dar!" O indonésio disse cruzando os braços em sinal de sua raiva e a outra pareceu farejar algo no ar ficando com uma face de nojo ao dizer uma única palavra: "Amor!"

 

A forma que a palavra saiu dos lábios de Lola fizeram o ômega tremer e a mesma disse rindo: "Querido Magnus acha que vai ter chance aqui? Quantas pessoas estão nesse cruzeiro são melhores que você? Hum? Querido você teve a chance de ser escolhido para cá, mas acha que com tantas ômegas normais o lindo príncipe olharia para você? Aqui não é a Disney para a fera ter um final feliz! Feras não ficam com os caveleiros! Cavaleiros matam as feras!" A mais alta disse brilhando os olhos em azul deixando seus afiados caninos amostra e Magnus em reflexo brilhou os dele em um dourado vivo e disse irritado: "Mas eu não sou a fera!"

 

"É o que você diz! Pois os seus olhos são de fera! Tome cuidado aberração pois a linha que divide os nossos mundos pode ser a mais forte e grande, mas é a mais tentadora! Se você ultrapassar um único milímetro que seja eu vou te arrastar para as profundezas do pesadelo!" Lola disse suas palavras com calma antes de se arremessar na água e sumir como apareceu…

 

"Ei! Magnus o que faz aqui? Estávamos loucos o procurando!" Catarina apareceu preocupada vendo como o amigo estava pálido…

 

Oh! But I am more lady! Honey!

 

Alec estava entediado! Não tinha nada para fazer, sua irmã estava com Clary, Jace com certeza estava enfiado no meio das pernas de uma ômega por aí e Max estava estudando… Nunca pensara que ficaria com tédio nos dias de hoje…

 

"Bom acho que posso praticar um pouco de arco e flecha…" O moreno então se levantou de sua enorme cama e seguiu até a enormes portas de seu quarto onde iria treinar um pouco…

 

Assim que seus pés tocaram fora do quarto o rapaz foi parado por sua mãe, a mesma estava mais seria que antes…

 

"Alec onde vai?" Perguntou a mais velha encarando o filho de cima em baixo.

 

"Vou treinar um pouco de arco! Ou até para isso tenho que fazer uma competição?" Com certeza ele ainda estava irritado com o assunto do casamento…

 

"Claro que não! Você já é um homem feito pode decidir por si mesmo!" Maryse disse sem demonstrar que dessa vez as palavras regadas de sarcasmo de seu primogênito tinham a afetado…

 

"Mas ao que tudo indica eu não sou tão feito assim para escolher com quem irei me casar!" Alexander jogou aquelas palavras na intenção de ser grosseiro e saiu dali para aliviar a cabeça…

 

"Sabe que você terá que contar a verdade a ele como aos outros não?" Dizia o homem se aproximando da mulher a abraçando, sua pele negra em contraste com sua pele branca, as mãos fortes que a apertavam dando a ela sensação de conforto…

 

"Ainda não está na hora Luke!" A ômega disse virando o rosto para o alfa que disse dando de ombros: "Para mim já passou da hora! Assim eles param de ligar seu mau humor com Robert!"

 

"Prefiro que eles pensem assim do que os perdê-los!" Maryse disse em um suspiro cansado…

 

"Eles são Cavaleiros! Terão que saber que as historinhas de faz de conta que eles ouviam quando crianças não são tão faz de conta assim!" Luke disse sério beijando a testa da menor...

 

Assim os amantes em segredo caíram num silêncio regado de dilemas…

Qual seria a opção correta?

 

Oh! But I am more lady! Honey!

 

No meio da floresta é onde ela habita!

As flores murcham quando ela caminha!

Sua mente afiada como espada!

Muitas caem perante sua caminhada!

Um ser perigoso, um ser ardiloso!

Pois ela é a madrasta cruel! Ela diz que maldade é doce como mel! Ela agora espera a sua nova Cinderela! Oh! Uma chance de enfiar veneno pôr mais um goela! Pois ela já havia dominado o caos! E se a culpassem ela lavava mãos!

Ela agora era a fada madrinha! Era quase uma rainha! Mas tinha que a fera matar para que a coroa em sua cabeça brilhar!

 

CONTINUA


Notas Finais


Bom gente! Esse é o capítulo de hoje e será só esse mesmo! Amanhã postarei mais!
Beijos da Titia! Até o proximo! 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...